Windows 10 Creators Update: Há processadores Intel sem suporte


Destaques PPLWARE

27 Respostas

  1. Hugo Gomes says:

    É o costume disseram que davam doçes e agora ja não os vao dar, isto assim tanto dao cabo da credibilidade deles como da própria ACER

    • JJ says:

      O ultimo paragrafo do artigo é claro, ao dizer:
      “Estes processadores Intel não tiveram um grande sucesso, dadas as suas limitações de processamento,…”
      É verdade que a frase também diz que “mas seria esperado que suportassem o Windows 10, mesmo nas mais recentes versões.” Mas seria esperado por parte de quem? Certamente da ACER…

      Se o processador é limitado, quer continuar a suportar coisas que exigem mais processamento?

      A ACER é que fica com má imagem, vendeu PCs com um processador com limitações, porque certamente foram vendidos a eles bem baratos, porque ninguém os queria (por serem limitados) e a Intel queria despachar os que tinha em stock. Ou vão dizer que ACER não sabia das limitações do processador?

  2. Pedro says:

    Só estou mesmo à espera que o Linux ganhe força (seja por um SO da Google com interação com Android ou seja por outra companhia qualquer), para a MS ir de vez. É só trapalhada atrás de trapalhada. Windows 10 é de longe o pior SO que já usei a seguir ao Win ME, as políticas recentes da MS nem comento.

    • JJ says:

      Quer dizer, o processador é limitado, se calhar até mais francos que alguns anteriores a ele, e agora a culpa é da Microsoft desses processadores serem limitados.
      Portanto, a Microsoft ia limitar o desenvolvimento do seu SO, por causa de 4 tipos de processador que são mais francos que o normal…

    • Arthur Belmonte says:

      Concordo contigo, contudo vai haver pessoas que não vão concordar connosco. Poder ser que quandfo for afetados mudem o pensamento.
      So tenho pena que em termos de jogos, os developers não peguem em OpenGL/CL e Vulkan, para acabar com o reinado do Windows.

      • JJ says:

        Todos os hardwares tem uma capacidade, se o software exige mais que o hardware tem capacidade, será normal o funcionamento do software não ser o esperado.

        Se estes processadores em questão, apesar de ter 3 ou 4 anos, já “nasceram” limitados e inferiores em capacidade do que processadores mais antigos, não se pode esperar que o software deixe de evoluir apenas porque tem que se continuar a suportar determinado software.

        Existem dezenas de processadores do mercado, a Microsoft tinha de limitar o seu SO apenas por causa de 4?
        Podem dizer: agora são 4, para o ano podem ser 10. É verdade, mas quantos anos terão esses processadores e que capacidade tem?

    • azazel says:

      Concordo contigo não percebo como toda a gente diz que não tem problemas com win10 faço gestão de + ou – 130 computadores e tivemos de voltar ao win7 porque o win10 dava problemas com os vários softwares usados na empresa problemas com driver´s (impressoras de etiquetas audio e vários outros) fora o já conhecido problema com actualizações que acontecem quando o win10 quer e não quando o utilizador quer, já para não falar que mesmo que desligue todas as opções o win10 continua a expiar e volta a ligar sozinho todas as opções sempre que há 1 actualização nova e mesmo com todas as opções desligadas continua a haver pacotes de informação encriptados a serem enviados para a microsoft.

      • JJ says:

        Então e esses ditos software’s é de que ano? É de 2015, 2016 ou 2017? Talvez seja de 2005, 2006 ou 2007 (talvez até mais antigo).
        E a empresas que desenvolveu esses software’s, tem versões mais recentes e com suporte ao Win10? Se quem desenvolveu esses software’s, não actualizou os mesmos para ser compatível com o Win10, que culpa tem a Microsoft?
        No que toca as actualizações, a versão de Win10 que tinham instaladas era a Enterprise? Não querem o SO atualizado, e depois queixam-se do “Wanna Cry” e a culpa é da Microsoft…
        Alem disso, se gere um parque informático desse tamanho, antes de fazer qualquer upgrade de SO ou de outro qualquer software, tem de verificar que ficará tudo a funcionar. Se fez o upgrade sem confirmar os drivers e o software era ou não compatível, o problema está ai. Antes verifica-se e se for compatível a maioria das coisas, então mudar, se não for então não mudar até ser compatível. Se verificaram e tudo indicava que era compatível, então tem de reclamar com as empresas do software e do hardware por darem informações incorrectas.
        Mas a culpa é da Microsoft…

      • José Rodrigues says:

        Pois, não sei o que tu fazes, mas com esses problemas todos e com as suas simples resoluções, gestão não é certamente.

      • V3rm3 says:

        gestão de + ou – 130 computadores. Não sei que gestão é essa, a julgar pela discrição que fazes. Ora vejamos… testes antes de implementares alguma mudança no ambiente de produção foi inexistente ou não terias esses problemas de drivers e software. Relativamente ás actualizações.. se é um parque de 130 computadores, é expectável que tenhas pelos menos 1 servidor central.. soluções como o MS Software centre ou WSUS é te familiar? se não é .. devia… mas é mais fácil culpar o sistema operativo.

    • Ricardo Santos says:

      “Só estou mesmo à espera que o Linux ganhe força….”

      Parei de ler por aqui. Já leio e ouço essa lengalenga à cerca de 10 anos seguramente.

    • True says:

      Dizes isso porque não tens mais nada para dizer. Um verdadeiro Linux user não escreve os disparates que escreveste e olha que eu já ando nisto de Linux desde 98/99.

    • Fernando says:

      Devo ser um caso raro. Nunca tive um sistema operativo tão fiável e fluido como o W10. Como utilizador, só usei Windows até hoje. Já tentei LINUX mas desisti por falta de controladores e por não estar familiarizado com o sistema (sou apenas utilizador).

    • censo says:

      Vais ficar sentado à espera, certo?

  3. SempreABombearBits says:

    É “só” mais uma machadada na Intel a juntar aos escândalos recentes.
    AMD Ryzen
    AMD Threadripper

    até tremem…

  4. Bruno says:

    ”Fim do suporte do Windows 10 para estes processadores?” seguido de..”a Acer já alertou que está a trabalhar com a empresa para contornar esta limitação.” portanto o corpo da noticia responde a pergunta despropositada tendo em conta que os proprios afirmam que estao a trabalhar neste problema…

    ”Não é ainda claro qual será o problema, mas este deverá afetar muitos utilizadores. Estes processadores Intel não tiveram um grande sucesso,” ou seja afeta muitos mas…teve pouco sucesso portanto nao deverao ser assim tantos…enfim

    • Ora vamos lá por partes que isto parece que é complicado de perceber.

      ”Fim do suporte do Windows 10 para estes processadores?” seguido de..”a Acer já alertou que está a trabalhar com a empresa para contornar esta limitação.” portanto o corpo da noticia responde a pergunta despropositada tendo em conta que os proprios afirmam que estao a trabalhar neste problema…

      Certezas só mesmo de que o sol nasce amanhã e mesmo essa não é garantida. Logo, sim, isto pode significar o fim do suporte para esses processadores. Eles podem encontrar uma solução, é verdade, mas também pode não a encontrar ou ser demasiado complexa e não compensar a sua implementação, como já aconteceu antes.

      ”Não é ainda claro qual será o problema, mas este deverá afetar muitos utilizadores. Estes processadores Intel não tiveram um grande sucesso,” ou seja afeta muitos mas…teve pouco sucesso portanto nao deverao ser assim tantos…enfim

      Aqui entramos no campo da matemática e a ter de trabalhar com números abstratos. Num mercado de milhões, porque temos de ter consciência de que estes processadores foram vendidos em milhões de equipamentos, mesmo uma percentagem pequena pode significar um número elevado de utilizadores atingidos. O facto de ter tido pouco sucesso ameniza um pouco as coisas, mas não impede de terem sido milhares os afetados.

  5. JJ says:

    Conclusão, correu mal o negocio da ACER. Compro um conjunto de processadores, mais baratos, por serem limitados e ninguém os queria, na expectativa que aquilo continuaria a funcionar durante muitos e muitos anos.
    Agora, após 2 anos de Win10, que exige mais recursos, estão a querer culpar a Microsoft de as próximas actualizações possam não funcionar correctamente nesses processadores.

    Isto é quase o mesmo, de uma pessoa que compra uma placa gráfica fraca, mas que funciona para os jogos do momento, e passado 4 anos a maioria dos jogos já não funcionarem bem, e culpar a editoras por ter feito jogos que já não funcionam numa placa gráfica com 4 anos.

    Lá por ter 3 ou 4 anos, não quer dizer que seja um grande hardware. Esses processadores eram suficientes para o exigido na altura, mas devido as suas limitações, tinham uma longevidade curta. Isso ACER não disse aos clientes… e agora quer arranjar desculpas…

  6. KNIGHT says:

    Ufa ainda bem que meu pc de 2008 com dual core não faz parte dessa lista, sou um menino de muito sorte.

    Buguei?

  7. Daniel says:

    Tenho uma dúvida do suporte do Windows 10 que está relacionado com este tema.

    Segundo entendi a Microsoft dá suporte de 18 meses para cada subversão do Windows 10.
    Neste caso, se estes equipamentos não puderem atualizar para o Windows 10 creatores o que acontecerá ao fim dos 18 meses, deixam de ter atualizações de segurança ou continuam a ter?
    Em caso negativo, qual a solução? Voltar ao Windows 7 ou 8 que terão atualizações mais tempo do que o Windows 10?
    Eu percebo que numa dada altura um equipamento possa não suportar o novo sistema operativo, mas tem de ser dado o suporte de atualizações de segurança pelo menos igual ao que teria com uma versão anterior do Windows.

  8. Blob says:

    Vamos ser sinceros… Quem compra equipamentos com processadores Atom estava á espera do quê?

  9. Joaquim says:

    Boas!
    Já agora… estou a pensar em comprar um netbook com Windows 10. O que me aconselham com o orçamento de +/-200€?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.