PplWare Mobile

Windows 10 – Aprenda a virtualizar com o Hyper-V (Parte I)


Autor: Pedro Pinto


  1. EsPoNjOsO says:

    O processador tem de permitir virtualização … não basta ter o W10 … ou estou enganado?

    • Pedro Pinto says:

      Sim, confirmado. Se o processador não suportar, nem deixa instalar/activar hyper-V

      • Miguel Marques says:

        Não só Pedro, o teu processador pode até permitir.
        Em algumas motherboards, por exemplo da DELL ou HP é necessário activar essa capacidade salvo erro o Intel VT e AMD-V em sistemas AMD claro! 🙂
        A especificação pode variar de Fabricante.
        Sei que na Asus por exemplo, é o Hardware Virtualization Assists ou algo assim.

        Gostei do artigo achei um pouco curto.
        Espero que não demore muito a continuação!! 😛

    • MateurX says:

      Mas isso é para alguns modelos em especifico, ou qual será os requisitos para o processador aceitar a virtualização?

  2. krf2 says:

    Boa. Só tenho olhos para o VBox… vou começar a olhar para aqui.

    • Anywyay says:

      Isto é melhor, mas tens de saber mexer… segue os tutoriais do pplware. é um conselho.

    • Bruno says:

      O hyper-v é melhor, na medida em que o virtual box não é uma solução profissional. O Hyper-V já está ao nível do VMWare Vsphere, Citrix e afins

      • Edexote says:

        O é melhor depende do ponto de vista e do uso que lhe vais dar. O Vbox suporta mais sistemas operativos, permite-te passar dispositivos USB para a VM (pens USB, webcams, por exemplo) e arrastar ficheiros do host para o guest. Hyper-V não suporta nada disso.

      • Bruno says:

        Todas as coisas que o meu amigo referiu dão para fazer no hyper-v 🙂

        • Edexote says:

          Passar dispositivos USB para a VM? Não dá, só se a versão do server 2016 o permitir, porque esse ainda não testei.

          • PeFerreira98 says:

            Disco rígidos externos ligados por usb dão. Mas o processo é demorado e nada intuitivo.

          • Edexote says:

            Nem consegues ligar uma webcam, ou uma placa de rede wireless USB, ou um conversor USB para portas série física, etc. Hyper-V é bem mais estável do que Virtualbox e tem menos bugs. É uma das melhores alternativas que tens no segmento da virtualização empresarial, sem dúvida. Já lá vai o tempo em que era um desastre.

      • Anywyay says:

        Sim é verdade, nas empresas utiliza-se imenso o Hyper-V, até se fores ver em propostas de emprego na area de windows/virtualização dissem sempre que tens de ter experiencia em Hyper-V.

        Vmware é a melhor solução mas paga-se… e bem!

  3. Rui says:

    Tenho um acer w1 e não consigo configurar uma VM no hyper-V.
    Consigo instalar mas no domineo no aparece o meu pc.
    Sou obrigado a usar a virtualbox

    • Bruno says:

      Rui, podes ser mais especifico? Já instalaste o hyper-v? já entraste no hyper-v manager?

      • Rui says:

        Viva Bruno, sim já. Mas não aparece o meu pc virtalizado.
        O pplware não me ajudou, mas tambem não tenho experiencia nenhuma no hyper-v.
        Tanto pode ser do pc como probema de falta de configuração.
        Pode haver um passo que nao estou a dar….

  4. Samuel says:

    Alguém me poderá explicar o que é o Híper V e que funções poderemos utilizar?

    • nelsontb says:

      De forma simples, o programa permite criar computadores completos virtuais.
      Pode ser usado para teres um “pc” com outro sistema completamente separado do pc real, pode ser usado para por exemplo teres uma VM (máquina virtual) com linux para testares/correres programas desse sistema, ou mesmo uma velha cópia de XP para poderes trabalhar com um programa antigo que só corre mesmo nesse sistema.

      Do lado empresarial, podes ter um servidor fisico e 5, 10, 20, etc servidores virtuais dependendo das capacidades da máquina, isto é geralmente usado para isolar programas (fornecedor A exige windows + sqlserver para o programa de contabilidade, fornecedor B exige linux + postgresql para o programa de crm) e conter estragos quando algo corre mal (Fornecedor A navega na net no seu servidor virtual e apanha virus, a aplicação do fornecedor B não é afectada porque apesar de estar no mesmo servidor físico, tudo o resto é virtualizado e separado do servidor virtual do fornecedor A

    • Bruno says:

      O Hyper-V é uma tecnologia de virtualização que dentro do mesmo “container” te permite correr uma série de máquinas virtuais independentes entre elas. Com um servidor físico consegues ter várias servidores virtuais partilhando os recursos físicos entre as várias VM’s (Virtual Machines)

      • Pedro says:

        Não mistures maquinas virtuais com containers. São duas tecnologias distintas e quem está a iniciar-se ainda vai ficar mais atrapalhado.

        Hyper-V é uma plataforma de virtualização da Microsoft. É boa e relativamente estável mas está a anos luz do líder de mercado que é a VMware. A grande bandeira do Hyper-v são os custo de licenciamento vs maquinas virtuais Microsoft que podem ter a trabalhar em cima.

  5. djofight says:

    aqui fica um tutorial simples em pt https://technet.microsoft.com/pt-br/library/hh846766(v=ws.11).aspx enquanto não vem o do pplware

  6. Afonso says:

    Alguém sabe como arrancar por dispisitivos USB e aceder ao conteúdo dos mesmos depois de iniciar sessão no Windows 10 no Hyper-V? Desde quando é que o VirtualBox suporta drag and drop?

  7. joaquim says:

    nao consigo instalar um campo hipervisor do hyper-V acham que tem solução ?

  8. poiou says:

    1 – Atenção que ao activarem o hyper-v, deixam de poder virtualizar a 64bits no vbox (o vbox tenho a certeza, os restantes não uso)
    2- Acho que com o aniversary update, o hyper-v vem activado por padrão (pelo menos em 2 pcs aconteceu)

  9. Jose Manuel says:

    Também é importante que o CPU suporte Second Level Address Translation (SLAT).

  10. Alain Regis Furtado says:

    Olá! Uma das funções que eu gosto no VMWare é o autosize, que automaticamente redimensiona a resolução da área de trabalho da máquina virtual conforme o tamanho da janela do programa. O Hyper-V é “engessado” nas resoluções padrão do Windows, então sempre tenho de rolar a barra lateral ou deixar em uma resolução menor. Alguém sabe se pode ser feito esse ajuste de resolução no Hyper-V?

  11. David says:

    Fiz o procedimento do artigo e agora o PC não arranca.
    Dá constantemente o erro de memory Management e mesmo tentando recuperar o sistema no ponto de restauro antes da atualização o sistema não arranca.
    É um Toshiba com 8 Gb de ramo e processador i7. O que se passa?

  12. Soviet088 says:

    @Pedro Pinto,
    relativamente ao licenciamento, no Windows Server 2012 R2 se virtualizar-mos o o mesmo Server 2012 R2 este fica também licenciado/activado?
    tenho ideia que permitia 1 ou 2 vm do mesmo sistema.
    se puder confirmar agradeço.
    obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.