Samba: Como partilhar ficheiros entre o Windows e Linux


Destaques PPLWARE

25 Respostas

  1. eu says:

    Obrigado. Dá sempre jeito 😀

  2. Pedro says:

    Obrigado. Seria excelente um tutorial onde seja necessária autenticação.

  3. Pukas says:

    Boas pessoal, existe um software, bastante interessante, para que necessite de partilhar ficheiros de forma rápida entre sistemas pc, linux e mac. Não sei se é de conhecimento de todos, mas deixo aqui o link : https://symless.com/synergy/ltt . Não é gratuito, mas é acessível. Umas das principais funções, entre outras, é que podemos usar o mouse entre os diferente computadores, permitindo o copy/paste ou drag and drop !

  4. Miguel says:

    Coincidências…

    Ia fazer isso hoje no Linux Mint.

  5. LG says:

    Dúvida: Tenho na minha NAS o protocolo Samba ativado para a partilha/gestão dos ficheiros.

    No Windows consigo velocidades a volta dos 110-115 MB/s (ou seja perto dos 125 M que o Gigabit LAN teoricamente oferece)

    Porém, quando mudo no Linux (mesmo PC com as drivers e tudo em ordem), so consigo velocidades máximas de 30-35 MB/s. Alguem sabe porquê?

    • Pedro Pinto says:

      Não há razão para tal.

    • JV says:

      Não será limitações do disco onde está o linux instalado?

      • LG says:

        como assim? Como verifico isso? O hardware é o mesmo…

        • Pérolas says:

          Hummm é estranho. Quando algo similar acontece há que ir mais fundo para ver se o window$ não está a empolar a coisa. Dito isto, pega numa pasta grande e no windows e cronometra o tempo e depois repete o procedimento no linux com a mesma pasta… O algodão não engana 🙂

        • JV says:

          Sim mas o S.O. é diferente. Digo isto porque já estive com o mesmo problema instalei o windows num disco sata velhinho em que a velocidade dele nao passava dos 30MB/s e partilhava ficheiros de outros discos a velocidades na ordem dos 75MB/s. Quando pus o linux no disco antido as partilhas dos outros dicos ficaram limitadas aos 30MB/s. Depois instalei o linux noutro disco mais rápido e resolvi assim o problema.

    • Gekko says:

      https://wiki.archlinux.org a melhor wiki e dos melhores tutoriais do mundo linux.

      Quando quis instalar linux num mac antigo foi isso que me safou. Até mostrou como conseguir por a camara Isight a funcionar (sendo que esta camara era um modelo exclusivo da apple para o qual só havia drivers pa mac.

  6. Diogo Barros says:

    Obrigado pelo tutorial. Está simples e eficaz para começar.

  7. edisson says:

    Eu uso o GUI “system-config-samba” para fazer a configuração do compartilhamento. Para instalar basta digitar no terminal: sudo apt-get install system-config-samba

  8. João says:

    Oh Pedro, e este artigo aplicado ao SUSE???

    Honestamente é este tipo de coisas que continuam a assustar os “newbies”!!!

    “Ah e tal partilhar ficheiros entre linux e windows é facil!!! Vais a linha de comandos e escreves…………………”

    e pronto, foi aqui que se perdeu os aprendizes… ficam logo a pensar “Linha de comandos?!?! Mas estamos nos anos 80, é?!”

    No SUSE há GUI’s para tudo. Só vai à linha de comandos quem quer…

    Para os “newbies” é muito menos assustador

  9. Fernando says:

    É assustador no Windows ter que abrir o Iniciar, abrir o Executar e pasmem! ter que escrever o IP de outra máquina da rede…Este Windows deveria ter uma GUI para tudo isso! Com certeza irá afastar os newbies do sistema Windows…

  10. Paulo Santos says:

    este samba vem com a correcção que foi falada aqui há dias? ou seja, é completamente novo/ seguro em relação à de 2007? (pelo que percebi..)

  11. jorge santos says:

    $sudo apt install system-config-samba

    Agora usem a GUI para as configurações .

  12. Carlos Oliveira says:

    Seria interessante um tutorial, como um linux sem gui, fazer automount das unidades usb de forma automática. Parece-me haver mais que uma solução, mas um explicativo para novatos nestas coisas, seria bom. Espero que aproveitem a ideia, até para bem do linux.

  13. anonimo says:

    é de referir que pode ser necessário permitir estas portas na firewall
    Port 135/TCP – used by smbd
    Port 137/UDP – used by nmbd
    Port 138/UDP – used by nmbd
    Port 139/TCP – used by smbd
    Port 445/TCP – used by smbd

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.