Quantcast
PplWare Mobile

E se a Microsoft cobrar uma mensalidade para usar o Windows 10?

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Simões


  1. miguel says:

    Dá um tiro no pê!

  2. Danny says:

    Conhecendo a gentinha, é óbvio que se Microsoft fizer isso haverão programas de terceiros a fim de modificar o sistema pra impedir isso de acontecer.
    Na verdade, hoje em dia não é nem preciso pagar pela licença do Windows, mesmo sendo contra a EULA, contra a lei de maneira geral, há programas que instalam a força uma licença falsa.
    Imagino que se algo do nível acontece, a galera ainda vai usar o Windows, tem gente que vai pagar, com certeza e tem gente que vai tentar outras opções pra ter acesso.
    Se a Microsoft por exemplo, der 60 dias grátis pra testar e depois desses 60 dias a pessoa tiver que pagar, é provável que muitos formatem o PC a cada 60 dias só pra não ter que pagar, ou inventem algo que prolongue ainda mais o tempo de uso do sistema.
    Atualmente há pessoas a utilizar sistemas embedded ou enterprise, que deveriam serem usados em hospitais, lojas, bancos e comercio como por exemplo o XP alternativo (como o Windows Embedded POSReady 2009 que irá funcionar até 2019) e outras versões embedded também… Mesmo sendo versões que não acessíveis para o público normal, ou se forem, necessitam de algum tipo de chave/licença, ainda assim tem gente que usa como se fosse uma versão normal.

    • anonimo says:

      Um snapshot numa máquina virtual (vmware por exemplo) ao 1º dia do trial do windows e está resolvido. É só ter atenção ao backup dos dados antes de reverter para o snapshot e fazer a instalação dos programas essenciais (via ninite por exemplo).

      • Danny says:

        E se a pessoa for instalar em máquina rei?

      • Joao says:

        isso em casa em ambiente controlado até é verdade…mas o mercado alvo deste tipo de negocio nao sao as pessoas que seja qual for o modelo nao paga de qualquer maneira e vai sempre arranjar maneira de nao o fazer.
        numa empresa es obrigado a ter licencas do software que utilizas.

        quanto a ideia de snapshot ou formatar o computador de 2 em 2 meses é ridiculo pensar nisso numa empresa, e mesmo que a empresa fosse por essa via de nao querer pagar o software que trabalha (que nao aconselho a nenhuma empresa), existem formas mais eficientes de fazer o reset do trial do windows sem ter formatar o bixo.

        é o que da nunca terem trabalhado..senao nao diziam tanta asneira…pior é que nem bons “crackers” sao.

      • Paulo says:

        Basta a licença ser gerida do lado do servidor, como acontece por exemplo no netflix ou spotify… e isso do snapshot serve para que?

    • João Tavares says:

      Não há problema, ainda tenho um dvd com as versões todas do 7 que fica activado automaticamente.

    • Edy says:

      Danny, é por causa de intelectuais da treta como você que o país não avança. Triste….

    • Ricardo says:

      Amigão formatar não vai resolver, seu IP da NET fica registrado a não ser que depois de formatar vcmude de casa tmb ou de operadora de internet… Eu li sobre isso no site da Microsoft… Isso não se vai aplicar ao Windows em si mas sim apenas a manutenção do Windows, normalmente a cada 60 dias eles fazem um update do Windows, então será uma forma de pagar por esses updates… O que eles estão fazendo é com que acabe a pirataria fácil… Eles se realmente aplicarem esse método um pouco pra mim demasiado eles estarão só se fodendo a eles mesmos mas mesmo assim com tudo eles criam esse método com um anti hack do Windows que baninar seu IP para sempre… Mas tmb contudo as pessoas serão obrigadas a ter que fazer isso é na maioria empresas jogadores que necessitam do Windows em alta qualidade e performance para seus games, lives e canais YouTube e tudo o que engloba a criação de conteúdo em casa… Além do mais imagina todo mundo piratear ,?!? A Windows abre falência deixa de dar assistência e adeus PC… Ou seja é como se 80% dos gamers ao em vez de comprar os jogos eles sacarem o pirata as empresas de games bey bey, exemplo do fortnite que faz milhões com um jogo na sua parte grátis (BT Royal) com as skins e tudo mais e pass de Batalha… E muitas empresas de games começarão por fazer do mesmo jeito, baixa o jogo grátis para de fazer versão física porque fica caro tmb pra eles e optar por colocar o jogo online e tentar receber dinheiro desse mesmo com base do tipo fortnite… VC sabe que fortnite deixou a epic trilhonaria com esse game… Será neste momento a empresa que mais arrecadou desde 2017 pra cá… Agora a Windows será uma coisa semelhante, baixa grátis mas terá que pagar pra usar alguns programas e afins não tudo mas acho que na minha ideia e pelo que eu li no site deles, nunca farão isso porque aí é perda pra eles, pessoal começa optando por mac, as empresas de games deixam de fazer games para Windows é começam a fazer games para ios

    • José says:

      Conhecendo a gentinha? Conhecendo mas é esta empresa que não presta assistência nem garante que o altamente instável Windows 10 funcione.

  3. EGJY says:

    Iria a Microsoft fazer asneira outra vez, querem aumentar o Monetização, mas Diminuir os Utilizadores, qualquer dia temos de Pagar uma Taxa para Respirar.

    Quero Ver onde Isto vai Dar.

  4. Alex says:

    Seria ótimo se isso acontecesse, afinal a Microsoft estaria praticamente forçando as pessoas a procurem alternativas…

    • Joao says:

      tambem concordo. se aumentar os custos das empresas sem grandes beneficios para elas, vai força-las a olhar para as alternativas.
      se manter os custos so muda o modelo de pagamento..vai dar ao litro…neste momento é conversa de cafe que isto nem noticia é…ao que chegamos.

  5. ribamar says:

    Nunca percebi porque o Win 10 é gratis.???

    • Rrrrrr says:

      o windows 10 n é gratis.
      Quem compra um portatil ou um PC, normalmente ja vem com uma licenca do W10 incluida no preco.

      O que tb aconteceu ha uns tempos foi que quem tinha o windows 8.1, 7,… pode, por tempo limitado, fazer upgrade para o windows 10 e ficar com essa mesma licenca.

    • k says:

      Não é.

      Neste momento, o windows 10 Home, anda na casa dos 110€ e o Pro anda a cerca de 150€.

      Ele foi oferecido durante cerca de 1 ano quando foi lançado a quem tinha licença do windows 7 ou 8 (na verdade as licenças desses ainda funcionam numa instalação nova do 10) como parte de um plano de mudança do modelo de negócio. A ideia do windows10 é usar o windows como plataforma para oferecer serviços através do mesmo, juntamente com recolha de telemetria do utilizador e publicidade. Então, em vez de te cobrar o windows como um produto como até ao win8, agora eles querem te vender produtos através da plataforma deles (o windows). Nesta prespectiva, faz sentido espalhar o windows 10 pelo máximo de gente possível e a melhor forma de o fazer foi distribuindo-o de borla (e em muitos casos forçando a actualização) durante um período de tempo. No final desse ano, a acrescentar a isto tudo eles voltam a cobrar pela licença do windows, capitalizando das 2 formas.

      Não querendo com isto dizer que o win10 é mau produto mas é muito mais intrusivo e pesado. A minha maior queixa até é aos updates. Mudam coisas de sitio sem grande fundamento, desinstalam ou estragam drivers de periféricos sem razão de ser (impressoras deixam de funcionar ou funcionam de forma erratica, ecrãs de toque que começam a funcionar mal, etc.). Também é-me quase impossível usa-lo sem ser instalado num ssd. Faz MUITOS acessos aos disco. Num ssd nem se nota, mas num hdd, o disco está sempre na redline do limite de velocidade do disco, mesmo com o superfech e amigos desactivados tornando o sistema bastante lento. Eventualmente estabiliza um bocado mas a experiência é definitivamente muito pior num hdd.

      • Joao says:

        os acessos ao disco elavadissimos, pode ser sinal de pouca RAM. O win10 é mais guloso que o win7 nesse aspecto embora tenha melhor gestor de memoria, mas é preciso a ter. tambem depende do numero de apps em background a usar recursos e a executar tarefas.

  6. loretodelmar says:

    Vao mudar para Hackintosh

  7. MACnista says:

    … olá mac OS!!

  8. zeze camarinha says:

    mando logo eles ir apanhar em aquele lugar

  9. iDespairing says:

    Concordo que seja pago para W. Pro/enterprise. Mas uso pessoal discordo completamente. Uso ambos MacOS e W10 se forçado a pagar para máquinas em casa muda tudo para Apple.

  10. me and me says:

    não espanta nada. tudo hoje em dia é assim, virado para este tipo de subscrições. o software cada vez mais é um serviço e não um bem. o mercado e os tempos estão a caminhar para estes moldes. nada de espantar portanto.

  11. Abade Pereira says:

    Se a Microsoft optar por esta via, a Apple seguir-lhe-á os passos. Restar-nos-á o Linus.

  12. Rrrrrr says:

    como referem no artigo, deve ser mensalidade numa versao especifica do windows 10
    se assim for, deve ser para a parte empresarial, numa especie de “pay as you go”…?

    porque se fosse para uso pessoal, seria muito complicado para a Microsoft…

  13. int3 says:

    Sempre foi esta a intenção.
    Os burrinhos vão atrás do “gratuito” de uma empresa destas e agora vão se queixar.

    • Hugo says:

      Gratuito?
      A ironia do comentário 😀

    • PedroC says:

      O windows não é, nem nunca foi gratuito. Se comprares um portátil já com windows, o preço está “incluído”. Se comprares à parte, tens de pagar. A ideia aqui é que deixe de ser pago à cabeça e é teu mas passar a ser pago à mensalidade.

      • Renato Nismo says:

        já foi gratuito para quem tinha windows 7 e 8 original,
        tenho portátil que veio incluído com windows 8 e o recebi de graça porque não tive de comprar outro sistema operativo

        • AndAb says:

          Então não foi gratuito, porque já tinhas pago um licença. Microsoft só deu a possibilidade de fazer um update do Windows. Isso para não ter a trabalhar em actualizações sobre 3 sistemas W7, W8 e W10, e poupar dinheiro.

        • Renato Nismo says:

          nos tempos do windows 95, 98, ME, XP, Vista, brindaram o Windows seguinte de graça ?

          na altura da compra do portátil, foi quando chegou o windows 8 ao mercado e o satya nadella estava longe de assumir o comando na microsoft.. e portanto a microsoft ainda não tinha mudado a filosofia, nem pensavam do windows 10 na altura.. porque hoje ainda teria o w10 pirata porque não comprava a licença outra vez.

  14. abiper says:

    Para o mercado residencia/pessoal em funcão da nossa realidade provalvelmente não terá muito sentido mas para o mercado empresarial já tem mais sentido no fundo será como realizar um leasing ao comprar.
    Até porque a MS já tem experiencia do Office365.

  15. eu says:

    Tenho o Windows 10 Profissional comprado no site da Microsoft para uma máquina que não tinha sistema operativo e também não se aplicava uma licença OEM, portanto fui um pagamento total de licença.
    Está pago e portanto não quero pagar por um serviço por algo que está pago num modelo de licença perpetua para esta versão.
    Espero que isso seja uma edição especial ou opcional e que um update não obriga a isso a todos senão acho que a Microsoft poderá se deparar com um caso de ilegalidade, portanto um autentico tiro nos pés.

  16. Walter says:

    Se quiser monetisar, vá em frente! Eu já uso o iOS no meu MacBook Pro que é mais estável, rápido e seguro! O meu HP com Win10 é fraco, portanto vou jogá-la fora!

    • eu says:

      Como é que usas iOS no teu MacBook Pro ?
      Tens a certeza que tens um Mac, lololol ?
      É que no meu diz “macOS”.

      • John Doe says:

        Nunca se sabe o homem pode ter conseguido instalar o IOS da Apple num MacBook Pro, é pouco provável, mas não impossível 😀

        • eu says:

          Por isso é que questionei.
          Dei o benefício da dúvida.
          Acredito que vou ficar sem resposta o que também diz tudo 🙂

          • alkapone says:

            Só quem não costuma andar por aqui é que cai em comentar estes pseudo-utilizadores de produtos apple. A ideia é sempre a mesma, afirmar algo sobre a Apple dizendo que o produto é o melhor do mundo em detrimento de outro e depois assistir ao descambar nos comentários. A grande maioria dessas afirmações, fazem-no sem conhecimento de causa, daí acontecer estas “pérolas” nos comentários.

        • Danny says:

          A apple está pensando de fato em criar computadores hibritos com iOS rodando. Não macOS.
          É bem possível que ele venha do futuro e já tem tal produto.

  17. Wyatt Duster Walk says:

    Hello Linux! Faz tempo que eu quero migrar para o Linux e eu só precisava de uma boa razão para fazer isso. Eu nunca me importei em pagar pelo Windows, mas não vou gostar de pagar uma mensalidade para poder utilizá-lo.

  18. Ricardo O. says:

    Não me parece que o Windows passe a ser pago para o mercado doméstico, aliás uma das estratégias da Microsoft (a meu ver) é deixar que as pessoas usem o Windows em casa, seja este pago ou não (por alguma razão sempre foi muito fácil “crackar” o windows). Porque ao usar o windows em casa as empresas são “obrigadas” a usar o windows também, pois é o sistema que os seus funcionários sabem e estão habituados a utilizar.
    E as empresas não se podem dar tanto ao luxo de usar sistemas “crackados”.
    Ainda à uns dias saiu uma notícia que uma região da Alemanha estava a abandonar o Linux e voltar ao Windows e ao que parece uma das razões era que os funcionários sabiam usar bem o windows e tinham dificuldades com o Linux.

    • Luis Santos says:

      o problema na Alemanha ,não foi só esse ,é que o barato na grande maioria das vezes sai caro .O Windows oferece uma carrada de programas e serviços ,dentro do próprio sistema ,no Linux não é bem assim ,é preciso andar a instalar programas de terceiros que nem sempre funcionam como deve ser .Para não mencionar que o Linux para o average joe é complicado ,requerendo um nivel de aprendizagem maior.Se o Linux fosse tão bom como alguns o pintam ,o Windows não tinha a quota de mercado que tem ,acho que isto diz tudo

    • met says:

      Calha bem, conheco uma empresa que mudou todos os terminais para Linux porque o win 10 inutiliza o pc com updates pesados e malucos.
      Cheira me que se eles começarem a cobrar, vou começar a ter mais amigos deste lado. É uma mudança bem vinda!

  19. António Campos Leal says:

    Os mais afoitos vão para uma qualquer oferta em Linux. Aliás no Portátil já lá está.

  20. Kabindas says:

    Era um espetáculo. Finalmente as pessoas veriam como podem usar outros SO para fazer o mesmo a custo zero!

    • Luis Santos says:

      E o que é que as impede de o fazerem agora ?Se o Linux é tão bom como dizem ,podem mudar .Ou será que muitas pessoas experimentam ,o Linux ,e como não gostam ,lá têm de voltar ao Windows.Já pensou nisso?

      • Kabindas says:

        Ninguem impede tem razão. O “problema” é que muita gente usa Windows á muitos anos e ganhou habitos de utilização. Esses habitos, por simples comodismo, condicionam a mudança. Por isso, apesar de +90% do utilizador padrão de windows poder utilizar linux da forma que utiliza windows, tem dificuldades em adoptar um novo SO (seja ele Linux ou outro qualquer)

  21. Informático Amador says:

    Para o meio Empresarial, com assistência e software dedicado, até se compreende e aceita. Mas para o utilizador comum, depois de praticamente ter sido obrigado a migração para o win 10, dizia-se com atualização gratuita, querer que também pague, isso é reabrir as portas à pirataria e/ou à migração para outros sistemas. No meu caso, exceto jogos que até nem uso, tudo o que faço no Windows, posso fazer no Linux. E esse é gratuito.

  22. Delfim Mota says:

    Não será de estranhar que venha a acontecer, as operadoras de comunicação já o fazem, quem não paga para ter serviço de telefone+televisão+internet+telemóveis.
    A solução é haver alternativas, ou então pagar.
    Cump’s

  23. Alexandre says:

    A solução é simples: Linux.

  24. Daniel says:

    A Microsoft que o faça e migrarei de vez para Linux.

  25. Helder Figueira says:

    I Love Ubuntu

  26. Marcelo says:

    Não veria mal pagar por um serviço, caso fosse como eu idealizara já em 2005.
    Um sistema operativo em cloud, onde os nossos programas estão instalado numa maquina central, e são executados nessa maquina, sendo a nossa maquina um terminal, estilo main-frame.
    Não requeria que estivéssemos a mudar de maquina tão rapidamente por a mesma já estar obsoleta, pagavamos x ano e tinhamos tudo a funcionar de maneira transparente, porque o nosso fornecedor teria que garantir esse serviço. Com as velocidades de internet que hoje existem isso já seria possível, mas arruinaria um mercado do todo de hardware.

  27. piri_vm says:

    Eu devo ter lido mal esta notícia. Mas pelo que percebi, isto é top. A minha Firma paga a uma firma , uma mensalidade, para ela gerir, actualizar, corrigir, etc situações do Windows. Era muito preferível pagar directamente a Microsoft para ela fazer esse trabalho. A garantia de trabalho seria de só uma fonte. Acho que será este o objectivo. Isto para clientes domésticos não terá qualquer ou quase nenhuma utilidade.

    • Rui says:

      Haja alguém que leu bem a notícia 🙂
      é direccionada para as empresas, esta solução, obviamente. Até porque estas já pagam mensalmente ou anualmente todo o software que têem.

    • int3 says:

      Passando 10 anos sai mais duas versões e já terás pago 4 vezes mais que pagarias se fosse no modelo atual. És um ótimo negociador!

  28. Rui says:

    Não sei se leram a parte que refere que esta solução (rumores) aplica-se às empresas! E estas já estão habituadas a pagar mensalidades/anuidades pelo software que utiliza! Não há aqui nenhuma novidade. Quem tem programas de contabilidade, facturação, vencimentos, etc, como é que acham que pagam essas licenças? Através de pagamentos anuais/mensais!
    Apesar de tudo, também há muitas empresas que compram as licenças vitalícias, se não estiverem a pensar trocar de máquinas rapidamente. Aliás vendi mais licenças do office 2016 vitalício que do office 365, por razões evidentes, quem não tiver internet muito rápida ou só pensa trocar de máquina daqui a 5 anos ou mais, fica mais barata a licença vitalícia!

  29. Rui says:

    Mesmo na hora.

    Migrei para Ubuntu. Muito satisfeito. Em breve farei o mesmo noutras máquinas lá de casa.

  30. carquelino alberto fontes pereira de melo says:

    MICROSOFT = EA

  31. BC says:

    Pelos comentários e o pânico das pessoas, claramente não leram a notícia toda, ficaram-se pelo título, e escapou-lhes a parte que dizia “uma proposta dirigida às empresas”

    É o mesmo tipo de gente que vai para o facebook espalhar o caos, e não tardará muito para vermos mensagens em chain “O windows 10 vai passar a ser pago mensalmente! Para evitares, envia esta mensagem a 20 pessoas e a Microsoft vai sinalizar o teu Windows como gratuito!”

  32. Miguel says:

    Nesse caso, bye bye Windows! Se isso acontecer nem me vou chatear com truques para contornar o pagamento, mudo logo as minhas máquinas principais para o Linux!

  33. Ricardo Neto says:

    O futuro será infrastructure as a service habituem-se.

  34. stealth says:

    ja pagam um taxa.. so que nao sabem…

  35. Gabriel says:

    Para mim faria todo o sentido que a MS disponibiliza-se a versão Home gratuita e a Pro/Enterprise como subscrição (Office 365 p.e.).
    O office 365 foi um sucesso para a MS.

  36. KodiakShadows says:

    Eu vou deixar andar , na altura logo se vê e por agora tudo tranquilo.

  37. D. Carvalho says:

    Tanto apoio nos últimos tempos ao “open-source” que com isto seria um tiro no pé. Mesmo sendo o SO mais utilizado, não significa que seja o único, haverá quem espreite a oportunidade!

  38. MárioM says:

    Se for a pagar !
    Bem vindo Win7 ou XP

  39. Rui says:

    Leiam primeiro a notícia, quando terminarem de ler tudo, comentem!

    • Danny says:

      Para de ser idiota cara, só porque é pra empresas não quer dizer que não possar ser pro zé-povão no futuro.

      • Ricardo O. says:

        Não se preocupe, isso é só para as empresas. A microsoft nunca se importou muito com a pirataria (a nível doméstico), sempre foi fácil “crackar” o windows, e isso sempre foi propositado, a ideia é as pessoas só saberem utilizar o windows, para que as empresas tenham de ter o windows nos seus computadores, porque os funcionários só sabem trabalhar nesse sistema.
        As empresas por norma têm de pagar, pois em caso de inspecção têm de ter tudo em ordem, logo têm de pagar.
        Além disso a microsoft sabe que existem outros sistemas operativos grátis que até são fáceis de aprender a usar, pelo que não querem arriscar perder utilizadores para esses sistemas.

        • Pérolas says:

          O que queres dizer com «em caso de inspecção têm de ter tudo em ordem, logo têm de pagar»?

          • Ricardo O. says:

            Que as empresas têm de ter software não pirata, caso contrário estarão sujeitas a serem apanhadas. No caso doméstico isso já não acontece.

          • Pérolas says:

            Certo, o o software open-source é mais do que legal, é transparente e pode ser inspeccionado, o mesmo, não se pode dizer do SO fechado e opaco da m$. Se a empresa faz questão em pagar tem sempre o red hat.

      • Rui says:

        Mas eu conheço o OrDannyrio de lado algum?
        Primeiro eduque-se e pois talvez alguém lhe reconheça consideração para escutar o que escreve.

  40. Alfredo Silva says:

    Não acho nada bem , começar a cobrar uma mensalidade como se fosse agua ou luz , sei lá parece-me um tanto errado por parte da gerência, por mim deixo o windows logo de seguida.

  41. JonnyKid says:

    Deve ser ao estilo Office 365… Se incluir uma VM no Azure é que seria fixe!

  42. Tec. Basico says:

    Infelizmente esse e o futuro,
    Subscrição para qualquer SO e softwares, app’s etc.
    Por um lado e chato (os bolsos vão ficar miseráveis) mas por outro e comprensivel.
    Modelo de negócio que garante futuro para uma empresa, caso contrário, deixa de haver verbas garantidas para futuras actualizações e desenvolvimentos.
    A tecnologia e a sua tendencia anda no minimo 1000 passos a nossa frente.

  43. censo says:

    Artigo especulativo destinado a dar ânimo à sealy season do Pplware…

  44. jYkA says:

    Preciso de pintar a minha casa… alguém quer pintar de graça? Ofereço uma mini… fresca!

    • Pérolas says:

      Ok, «tá-se» a ver que, para teres «love», tens de pagar…

    • Pérolas says:

      Parece que o «lapis azul» passou pelo meu comentário ou houve alguma «condicionante técnica» que o impediu, mas, vou tentar de novo:
      @jYkA: Ok, então significa que há quem só consiga ter uma namorada a pagar…

  45. me and me says:

    nao entendo o alarido, querem paguem, nao querem nao paguem e nao usam.

    eles estão a oferecer “software as a service”. o mercado está a pedir isto e eles estão a responder, só isso. já o fazem com o office 365, agora vão fazer com a solução de sistema operativo.

    não há aqui escândalos, não vão obrigar ninguém a usar este tipo de serviço, é mais uma oferta para o mercado cada vez mais virado para serviços cloud e de subscrições.

  46. Rogério says:

    Eu acho a ideia boa, só tenho linux em casa, as vezes preciso testar alguma coisa no windows, sou obrigado a fazer na empresa, não me importaria em pagar um valor justo pra poder ter o windows numa VM e ativa-lo por 3 meses por exemplo.

    • Pérolas says:

      Hipotéticamente falando podes ter o window$ numa vm (virtualbox por exemplo) a funcionar, mas, sem estar activado… é práctico e é um conforto emocional.

  47. xpto says:

    De certa forma, já se consegue perceber o que pretendem ou onde pretendem chegar:

    https://docs.microsoft.com/en-us/windows/deployment/windows-10-enterprise-subscription-activation

  48. Sandro says:

    Se:Bem! SE: Tchau Windows, 10, 11, 12, 100. 101. etc.
    Não perco nada, pois que tenho vários Linux, à escolha. e mais, até, porque este SO Win 10, para ser verdadeiro, é mais um daqueles que não prestam. Aliás já não é Win 10, há muito, já deve ir aí pelo Windows 20, ou 30. Belos tempos de alguns bons SO Windows. Enfim, tudo passa.

  49. Cortano says:

    Tanto comentário sem nexo.
    Acho que nem leram a notícia ou não perceberam o hipotético conceito.

  50. José says:

    O Windows 10 não presta e complica a vida quando obriga a reinstalar. O apoio ao cliente é o pior de sempre. Como pretendem vender algo assim?

    • João Paulo says:

      Grande verdade.
      Se isso acontecer ( e atenção isto não passa ainda de um boato para os utilizadores), a MSTF pode vir a dar um tiro no pé:
      Esta empresa não se esqueçam que tem o domínio dos seus SO, a nível mundial, por isso no mundo inteiro há utilizadores que usam os seus SO para vários fins consoante as suas necessidades.
      Há utilizadores mais pobres e mais ricos e julgo iMO que a nível de cobrar taxas, estilo taxa moderadora mensal seria contraproducente.
      Bem mas o futuro a Deus pertence, por enquanto estejamos apenas atentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.