Quantcast
PplWare Mobile

Atualizações do Windows 10 vão poder ser ainda mais controladas

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Simões


  1. Paulo says:

    Só isso não será o suficiente. Deveriam tirar a opção de reiniciar para “terminar” a atualização.

    • Giga says:

      Vocês choram muito negócio é atualizar reiniciar e usar depois q entra vírus nesses pcs veio de vocês começam a culpar a Microsoft

    • José Rodrigues says:

      Isso é uma questão de arquitectura, não vai acontecer num futuro tão breve. Sem nem a Apple o conseguiu na totalidade no SO baseado em Unix+BSD, não podes querer milagres.

  2. Sérgio says:

    Ainda não consegui perceber…. porque é que as actualizações têm que interromper o utilizador???

    No Android isso não acontece

    No Linux também não acontece…

    E no iOS também não….

    • Vitor says:

      No Windows também não acontece…aquelas atualizações em que é necessário reiniciar terminam a instalação quando eu encerro o pc! A não ser que EU PRÓPRIO resolva reiniciar para terminar a instalação…

    • Filipe Mota says:

      Atualizações de Sistema, no Android obriga a riniciar, no Linux também, iOS também, no MacOS também. atualizações de programas é que nao é preciso riniciar.

      Agora uma duvida que tenho, no secúlo 21 com computadores e aparelhos tão potentes, ainda ser necessário riniciar o sistema para fazer atualização de sistema.

    • Romeu says:

      E também havia opção de não ser antes do Windows 10. Ainda estou no 8.1 e actualizo quando quero

    • rand says:

      A resposta que eu obtive à algum tempo foi Microsoft estava farta das pessoas dizerem que o windows era demasiado inseguro quando muitas delas nem sequer o actualizavam, por isso agora é tudo forçado a actualizar e reiniciar a não ser que mudes as group policies ou ponhas o serviço em “estado manual”.

    • youtube says:

      porque o windows o sistema em background está activo, e impede que se faça actualizações enquanto o sistema está activo, dai ter de ser reiniciado, naturalmente que em android , linux e sistemas apple não é necessário pois a base da plataforma funciona de outra maneira…

      basta olhares para a quantidade de processos que o windows tem activos face a um sistema de outra plataforma nada haver…

      por isso é que prefiro desactivar as actualizações e só actualizar quando o pc não estiver em uso manualmente poupa muitas dores de cabeça…

    • Pedro Cascão says:

      E no Windows 7 também dá para encerrar o PC sem instalar as atualizações. Primeiro termina-se sessão e depois tem 2 opções: encerrar e instalar atualizações ou só encerrar

    • JJ says:

      Mas as actualizações NUNCA interrompem o utilizador.
      Podes finalizar actualização/reiniciar, quando quiseres.

      Nunca fui interrompido em nenhum actualização! E em muitas delas só sei que ele actualizou, quando no outro dia de manha ligo o PC e ele informa que esta a terminar uma actualização.

      Alem disso, julgo que em todos os SOs existentes no mercado, qualquer actualização obriga ao reiniciar da maquina. Assim, como quando se actualiza um programa o mesmo tem de estar fechado, no caso de um SO é a mesma coisa.

  3. António says:

    Está quase tão bom como o W7. É uma questão de tempo. ☺

  4. Andrey says:

    Legal, o limite de largura de banda que pode ser usada é definido em percentual.

    Mas qual é o valor absoluto que ele vai usar no cálculo? Como o sistema vai saber a banda total?

    Vai pegar a velocidade do link da placa de rede, como aquela política de QoS?

  5. Asdrubal says:

    Eu queria que o windows 10 fizesse a actualização do creators update e está a demorar.

  6. fernando marques martini says:

    sei la a meu ver era para ser igual Linux ” exitem atualizacoes” eu baixo quando eu quiser, mas ta sempre ali sinalizado, nao comeca a baixar do nada e comeca a deixar lento a navegacao, acho isso bem inconvenciente, dai preciso deixar atualizacoes desabilitadas e habilitar quando quero conferir e baixar atualizacoes porque consome banda

  7. KNIGHT says:

    Bem que a Microsoft poderia por de volta o messenger(msn), tenho amigos e amigas que não falo a anos, isso foi uma crueldade.

    • venham eles says:

      rapaz o msn com o aparecimento das redes sociais deixou de fazer qualquer sentido a sua existencia, dai ter sido extinto, queres encontrar os velhos amigos(as), tens o facebook para tal, fora twitter, instagram, snapshat, skype,etc…

      • KNIGHT says:

        Você falou serio?
        Tipo serio mesmo com toda a sua convicção?

        Você usou o máximo de sua experiência para me informar?

        Se o ‘msn’ não faz sentido melhor jogar o seu ‘skipe’ no lix0. (você vai argumentar alguma coisa obre o skipe? Não faça isso mais, eu imploro)

        ‘Encontrar velhos amigos em face book’? kkk tse tse tse, pobre alma perdida.

        Twuiter, por alah!!! instagram, meu zeus, anap, ó não.

        …è o’ msn’ não fazia nada disso, putz!!!!

        • Pedro says:

          Knight, ele tem razão, você é que está na hora de se actualizar, e mentalizar o tempo do “MSN” já lá vai, eu usei e como outras coisas antes do “MSN”, e com foi mencionado com o aparecimento das redes sociais, estamos todos interligados e já descobri mais velhos amigos que no tempo em que se usava o “MSN”, e todos usam as novas tendências para comunicar entre sim que já foram mencionadas pelo venha a eles…

          o seu comentário foi mesmo infeliz…

          • KNIGHT says:

            Boas Pedro.

            Me atualizar indo para o skipe ou que seja?

            0ra amigo o que mudou foi só o nome e algumas configurações, pois todos fazem o mesmo que o messesnger, não percebi o que disse de me atualizar.

            O meu coment foi infeliz?

            Perceba o seu antes de falar do meu e vera a verdade, se é que consegue estar na luz.

            O governo te ama voce altamente manipulável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.