PplWare Mobile

Windows 10: Saiba como centrar os ícones da barra de tarefas


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Tigc Belgas says:

    Vão me desculpar mas não é preciso nenhum programa para por os icones centrados, eu no meu caso criei uma pasta com o meu nome, adicionei à taskbar, puxei a pasta toda para a esquerda e pus os icone centrados …. simples….

  2. miguelito says:

    Desculpa lá mas eu faço isso sem aplicações de terceiros, aliás nem sei porque foi mencionada, basta fazer tudo até à instalação da aplicação que é adicionar uma nova toolbar/pasta e colocá-la no centro…

  3. SANDOKAN 1513 says:

    Off topic e desculpe-me,Pedro Pinto.Só queria dizer que o novo browser/navegador da empresa Opera,o Opera GX,voltada para o gaming já se encontra disponível para download para quem se inscreveu nas listas de espera para o receber.Eu já o tenho instalado.
    LVL1 (core: 60.0.3255.50747)
    O Opera está atualizado
    Actualizar stream:Stable
    Sistema:Windows 10 64-bit É muito fluido e rapídissimo.Vale bem a pena utilizá-lo. 🙂

  4. Pedro says:

    Essa app Taskdock está cheia de bugs e já não é atualizada há imenso tempo.
    Mais valia mencionares que após criar a pasta sem ícones e adicioná-la á barra de tarefas basta ocultar o título e texto, puxá-la para a esquerda até que troque de posição com os ícones na barra de tarefas e depois basta ajustar a posição e bloquear. Infelizmente, os ícones não ajustam de posição ao abrir novos programas mas mesmo assim acho bom.

  5. Ricardo says:

    “O Windows 10 é provavelmente o sistema operativo mais bonito e funcional da atualidade”

    Hahaha…. Bonito? Isso é questão de gosto! E eu considero, por exemplo, o linux deepin o mais bonito, e o mac os em segundo lugar.

    Funcional? Só se você gosta de atualizações demoradas e problemáticas, gambiarras pra, por exemplo, alterar a interface pra deixá-lo com funcionalidade igual ao mac os (o padrão não é bom?);
    Ainda temos as demoras pra iniciar ou desligar o sistema, de novo, devido as atualizações demoradas; vírus e problemas de incompatibilidade com alguns programas; propagandas; necessidade de desfragmentar o HD (que, dependendo do tempo que o sistema foi instalado, pode demorar horas); telas azuis depois de uma atualização de drivers (e a necessidade de drivers); bloatware; necessidade de fazer manutenções constantes, como passar antivírus, anti malware, desfragmentação etc porque com o tempo o sistema perde performance e simplesmente sua estrutura deixa o sistema vulnerável; pontos de restauração que não funcionam às vezes.
    É funcional no sentido de fazer o que um sistema operacional faz? Sim, com todos os problemas citados.
    Há sistemas que você não precisa se preocupar com nada disso aí? Sim, vários.

    • Cortano says:

      Já não usas o Windows há quanto tempo?
      7 segundos de boot é muito tempo?
      Desfragmentar disco? A última vez que diz isso foi… Não me lembro, 10 anos talvez.

      Linux também precisa de drivers…

      Não acertaste uma.

      • Ricardo says:

        Você obviamente quer puxar o saco da microsoft. Meu colega, windows é windows e sempre será essa tralha que depois de 6 meses ou 1 ano de uso, dá-lhe ter que reinstalar tudo pq até atualizações acumuladas que foram instaladas ao longo do tempo, além de gerarem fragmentação, ficam restos de lixo na SxS que tem que ficar catando manualmente… ridículo.
        O desfragmentador do windows faz o defrag sozinho, sob agendamento. Porém, só quando o PC está ocioso.
        Olhe no seu desfragmentador, faça uma análise. Se estiver com 5% ou mais, desfragmente depois de excluir todos os temporário (temp do user, temp do system e prefetch, que enche de lixo com o tempo). Vai ver a mágica! Mas se prepare. Mais de 5%, sem SSD, vai demorar pelo menos uma hora e meia.
        Se usa SSD, conviva com a fragmentação e desative a desfragmentação automática, pois isso vai diminuir o tempo de vida do seu SSD.

        7 segundos de boot, ante 5 segundos do meu deepin sem SSD e sem contar com hibernação híbrida. Desativa a hibernação híbrida do windows e veja se o boot é 7 segundos.

        Linux usa módulos e sim, é como se fossem drivers. A diferença está na ausência de executáveis “extras” que alguns fabricantes impõe e que, esses trazem falhas ou brechas de segurança. O kernel linux traz um número enorme de módulos e outros podem ser ativados ou instalados online via dkms.
        A microsoft só vei trazer um banco de dados de drivers junto com o sistema nos últimos anos. Muita coisa reconhece sozinho mas com drivers genéricos.
        No mundo open source o reconhecimento de hardware sempre foi 99% automático.

        Não estou querendo defender este ou aquele sistema, mesmo pq eu acho que todos eles cometem erros grosseiros e tudo tente a ter uma estrutura semelhante ao que encontramos no mobile.
        Um programa não pode estuprar um sistema pra ser instalado. Ele deve ter um espaço reservado sem contato com o sistema, aos moldes do que ocorre com apps, e inclusive com um sistema de permissões explícitas que o sistema vai permitir ou não.

        Respondendo a sua pergunta inicial: Uso windows, mas bem pouco. Está atualizado, inclusive, liguei o PC ontem para atualizar. Levou só 1 hora e 40 minutos!!!!
        E, claro, a necessidade de reiniciar o sistema e esperar a continuação da instalação.
        Na boa, windows é só pra alguns programinhas e olhe lá… ou só pra dizer que tenho na minha máquina pq atualmente não consigo sair do meu Linux Deepin que tem tudo que eu preciso e funciona muito bem. Quando ligo o PC sei que não vou ter uma surpresa qualquer, nenhum popup de propaganda do antivírus ou outros programas… enfim, acho que deu pra vc entender.

    • Marcos says:

      Eu amo o Linux porque, no caso do Manjaro, já instalas os drivers proprietários directamente do primeiro boot. Diferente desse lixo de Ubuntu e Windows 10.
      Desfragmentação ainda existe sim no Windows, só que acontece quando o usuário não mexe no computador.
      7 segundos é uma pura mentira, pois existe o secure boot e fast boot que deixa o sistema pré-carreagado fazendo ter-se a impressão que o mesmo bootou muito rápido e isto não é verdade.

      • Cortano says:

        Se a desfragmentação so acontece quando o utilizador não está a usar a máquina, então qual é mesmo o problema (e não, o Windows não faz desfrag em ssd).

        Quantos aos drivers, Linux apesar de melhor, continua com problemas de falta de drivers proprietários.

        Se 7 segundos é mentira, então os 5 segundos que o outro refere também são mentira.

        Tu amas o Manjaro, tudo bem. Bom para você… Mas arranje uma vida.
        Eu não amo o Windows, eu gosto do Windows.
        Amo os meus filhos.

  6. Helvio says:

    O Windows 10 é provavelmente o sistema operativo mais bonito e funcional da atualidade.

    De jeito nenhum!

    Não conheces KDE Plasma?

    O tema branco do 1903 é copiado dele, bem como outros elementos

    Esteticamente o DDE também é bem mais bonito também

  7. Lucia says:

    Odeio este sistema operativo, gosto mais do meu macOS regado a ouro.
    Isso sim é algo de elite.

  8. Cortano says:

    Mas quem é que tirou a pedra que estava a fechar a gruta?

  9. Sandro says:

    Como alguns comentadores dizem, que não gostam da caixa de pesquiza, na barra de tarefas, é simples ocultar a mesma: carregar com o botão direito do rato, sobre a barra de tarefas, ir a: “procurar, e ativar oculto ” e pronto, já lá não está.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.