Quantcast
PplWare Mobile

Última hora – Canonical apresenta Ubuntu Phone OS

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. carlos almeida says:

    já tinha sido anunciado a pelo menos 2 anos(se não me engano) e finalmente vê a luz do dia.

    • Dogzilla says:

      Não estarás a referir-te a este?

      http://www.ubuntu.com/devices/android

      • David Santiago says:

        Android Killer , nao me parece que a canonical consiga fazer frente a google !

        • João Palma says:

          eu acho que vai ser um android killer! ou melhor um java killer! essa ideia do android ser desenvolvido em java, nunca foi muito a bola com ela!

          • Daniel says:

            A ideia de desenvolver para ambientes virtualizados prende-se única e exclusivamente a que assim se eu desenvolver para um device estou a desenvolver para todos, cria uma matriz única de desenvolvimento e o developer não tem de se preocupar com as especificidades do SO e do hardware que corre por trás. Ou a canonical descobriu o santo graal para resolver esse problema, ou obrigará a comunidade dev a ter alguma elasticidade que até agora não era pedido a dev algum das restantes plataformas (isso ou recairá novamente sobre algum tipo de virtualização). Mas vendo que vão usar QML(javascript) é óbvio que ainda não foi desta que se descobriu o santo graal.

  2. PacChild says:

    Pelo video que vi gostei muito para quem usa e abusa do smartphones acho que a virtude esta em conseguir tornar acessos cada ves mais rapidos e simples e ir de encontro ao que o utilizador mais precisas!

  3. golias17 says:

    Por acaso acho bastante bonito e atractivo, mais um para a guerra XD

  4. Bruno says:

    Pelo video pareceu um sistema fluido e bem simples de usar. O facto de correr em qualquer smartphone android acho que será uma mais valia, pois quem comprar um android poderá pelo menos experimentar este SO.

    Fico aguardar o lançamento para poder testar e espero que tenha muitos interessados em desenvolver aplicações para este SO, pois actualmente o que conta são as aplicações, se não existirem, as pessoas não aderem ao SO.

  5. David says:

    Simplesmente fantastico…
    Aparentemente está mesmo interesante!
    Resta saber se uma app para ubunto desktop funciona no ubunto Phone OS…

    😉 Se sim estão no bom caminho…

    Agora teremos, firefox Phone OS, Ubunto Phone OS, blackberry 10 OS, Tizen, e Sailfish OS são as novas apostas…

    Veremos…mas concordo com a ideia da Canonical, de podermos usar o equipamento que queremos com o sistema que queremos 😉

    Veremos…o que vem por ai…

  6. Scheldon says:

    O legal é que no release a canonical fez questão de frisar “sem Java” uma cutucada (ta mais pra um chute na boca do estômago) do tumor que esta destruindo o android.

  7. André Almeida says:

    Sou o único a achar que é bastante bonito e com bom potêncial? Eu sei que os vídeos não correspondem sempre à realidade, mas é um grande avanço para o mundo móvel.
    Mais competição -> melhor para o consumidor

  8. João Oliveira says:

    Concordo com o PacChild.
    Além de que não tentaram fazer o mesmo com outra cara, mas sim ir mais à frente, gostei.

    • lmx says:

      Boas…
      Aqui ha uns anos o Mark afirmou que queria que o Ubuntu seguisse um caminho do tipo less is more…tipo Apple…

      Parece que se avizinha o próximo Steve Jobs da década lol…a inovação é uma grande virtude!!

      cmps

  9. filipe says:

    ubuntu tem como base o java ou é diferente? eu uso ubuntu enunca tive lag mas em android nota-se sempre um pouco..

  10. Carlos says:

    Muito, muiiiiito… mas muito bom!!!!!

    Esperemos que a Canonical ainda va a tempo de competer neste mercado completamente dominado pela Google e Apple – e com a MS a tentar reclamar a sua quota!

  11. Davi Ramos says:

    Começando o ano com ótimas notícias, esperamos que o desenvolvimeto de apps para smartphone possa ser utilizado no SO.

  12. mcroque says:

    Com isto será que o Tizen ainda vai para a frente?

    • mcroque says:

      “vai para a frente” = ter futuro

      • lmx says:

        sim a samsung não esta numa de aventura tipo a Nokia, eles vão lançar este ano dispositivos com Tizen…

        Parece que a Nokia, esta a ficar mesmo para trás…

        A samsung tem varios Os`s no mercado, ganha sempre…win phone, android, Futuramente TIZEN(MEEGO based).

        A Nokia mandou para trás das costas o único que a podia salvar…sim o MEEGO, também ele baseado em Qt…pelo que só tem um SO a concorrer …que é o mesmo que esta presente noutras marcas…

        cmps

  13. Luis says:

    Será que isto quer dizer que a Canonical vai atrás trabalhar com o kernel linux equivalente android ?(2.6.32 penso eu)e depois substitui-se ao dalvik ? Muito interessante.

    • Carlos Carvalho says:

      Luís ,

      Bom dia , eu penso que não é isso que a Canonical vai fazer, o Linux com o novo Kernel 3.7 tem neste momento suporte para processadores ARM , inclusive para processadores ARM com a arquitectura de 64 bits que ainda não existem , mas o Kernel já tem suporte e é aí que a Canonical vai trabalhar com uma linguagem muito próxima de maquina que lhe dará todo o poder que o Linux tem , rapidez , fluidez , estabilidade etc , e a Google se for inteligente faz exactamente o mesmo e acaba com a maquina virtual que corre por cima do Linux , a Google no entanto tem toda uma infraestrutura montada com aplicações que podem não ser compatíveis com esta decisão o que torna a vida muito difícil a Google .

      O Android nasceu cedo se considerarmos que só agora existe um suporte efectivo do Linux para os processadores ARM e isso pode ser de facto fatal para o Android e nesse ponto estou de acordo com o Pedro Pinto que de facto este SO ou outros que irão surgir baseados neste Kernel podem ser Androids Killer , mas não só , também do W8 e do IOS que não vê uma actualização de jeito do seu SO praticamente desde que nasceu .

      Prevejo um grande número de sos moveis em Linux para este ano o que acaba por ser muito benéfico para quem compra o seu dispositivo e quer de facto ser dono dele e fazer dele o que bem entender , este ano irá marcar essa diferença e o mundo dos SOs moveis nunca mais vai ser o mesmo depois deste novo Kernel .

      Penso que o Linux se tem vindo a impor de uma forma progressiva em vários segmentos e chegou o momento do Linux ter o seu próprio ecossistema , para já têm o mérito de serem os primeiros a poderem ter a mesma plataforma quer em pcs de secretária quer em tablets quer em smartphones .

      Para quem não tem conhecimento , já existem outras distribuições Linux que estão a algum tempo a preparar adaptações do seu SO para pcs de forma a poderem ser usados num smartphone , e como sabem esta comunidade é muito rápida a reagir e provavelmente outros anúncios serão feitos até a realização da feira em Barcelona no próximo mês de Fevereiro .

      Era fantástico que a comunidade Linux aproveitasse esta ocasião para colocar de lado os seus EGOS e unificasse de vez os pacotes para Linux seria um grande passo que eu já sonho a muito que possa vir a acontecer , pode ser que seja desta .

      Aceitem os meus sinceros cumprimentos

      Carlos Carvalho

  14. MrT says:

    Cheira-me que a Mozzila vai ter dificuldades em evitar o fracasso com o lançamento deste OS.
    Pois o firefox os, tem menus muito semelhantes ao Android e iOS.
    Por sua vez este Ubuntu Phone, apresenta um ambiente original e diferente do que existe no mercado (pelo menos de tudo o que conheço), para além disso a acreditar no que anunciam o facto de correr nos telemóveis que correm Android e conseguir utilizar as drives desenvolvidas para Android é genial, e um passo gigantesco… e comparando ao possível firefox os, também está pensado em suporte a 100% apps html5. E este facto de estar preparado para o que existe (Android, etc) e o que possa vir a existir (firefox os), é muito forte e bom.

    Sinceramente deixou-me com muita vontade de o ver a correr no meu Xperia U.

  15. Navyseal says:

    “primeiros equipamentos móveis com ubuntu comecem a ser comercializados no final de 2013” – enfim não vai dar em nada, lançaram foguetes antes da festa. Se fosse o lançamento já de um telemóvel comercializável em poucos dias, isso sim seria um exito! Vir dizer que um dia irão lançar algo parecido, é apenas dar um tiro no pé. Mais uma vez fico desiludido com este SO.

    • lmx says:

      boas…
      Pois essa foi uma jogada mal feita do meu ponto de vista..
      Deve se anunciar algo quando já temos , ou estamos perto de ter alguma coisa para vender…

      quando sair já ninguém se lembra que o Ubuntu vai ter um SO para smartphones…

      Será então preciso começar a desenvolver acções de Marketing , para depois colocar o producto no mercado.

      cmps

      • Navyseal says:

        Quando sair, já o android irá no 5 ou 6 e com os seus problemas já resolvidos e ainda melhor. Enquanto isso o Ubuntu tenta arranjar alguém que use o seu SO para alguma coisa… parecem putos excitaditos agitar a bandeira antes de tempo.

        • Scheldon says:

          Resolvido os problemas? Acho que tu não esta nada informado dos problemas das fabricantes em fazer o android rodar nos seus equipamentos graças ao crescimento esponencial do consumo de memoria e ciclos do processador por parte do android.
          Nem do tumor chamado Java que o Google diz que não vai tirar de forma alguma.
          Muito menos do descontentamento dos Devs com a maçaroca incompreensível que tem se tornado o sistema.

          Aproposito, tu és desse planeta? Pois esta muito desinformado.

          • Malamen says:

            Tens que comer menos maçãs pá… 😀

          • PedroT says:

            Os programadores querem é vender as suas app!!!
            Quem vai programar para um mercado inexistente ou minúsculo???
            A Google teve sucesso porque massificou o seu OS!
            Mesmo que para isso tenha de ter Java.
            Quer se goste ou não o Linux nunca teve sucesso em PC.
            Não o que poderia e ter devia ter!
            Porquê? porque estão divididos em dezenas de distribuições.
            Um SO para telemóvel tem que ter milhões de app ou não existe.

      • Mário Mendes says:

        Pois eu penso que foi uma boa jogada.
        Com o que foi apresentado pode travar outros que tivessem a mesma ideia,por exemplo o “OS” tem de evoluir com o que foi apresentado imagine-mos que a Apple pensava no mesmo posteriormente poderiam dizer que era uma copia e ir para os tribunais,assim aumenta a pressao sobre a Apple.E depois do que foi apresentado …. eu gostei muito e digo que facilmente comprava.

        • Navyseal says:

          Sim sim, nada impede que se faça algo similar ou se usem ideias, o que mais se vê disso é nos SO’s.

        • lmx says:

          boas..
          Só se for por ai…por uma questão de defesa da canonical em anunciar, antes que outro player anuncie lol…pode até ser.

          cmps

          • Carlos Carvalho says:

            O Kubuntu também já tem a algum tempo disponível no seu sitio um SO preparado para correr no mundo mobile , penso que a Canonical fez esta apresentação para marcar uma posição porque esta informação também já estava no seu sitio a algum tempo .

            Agora a grande novidade foi o kernel 3.7 já trazer o suporte para os processadores ARM tornando muito fácil qualquer distribuição Linux adaptar a mesma para ser usada em smartphones e penso que aí a Canonical acabou por ter de antecipar a divulgação dos seus planos para que não ficasse num plano inferior a todas as outras , porque facilmente se verifica que ainda não têm um plano feito com as marcas produtoras de hardware , limitou-se a mostrar um portátil da Dell com o seu SO.

            Quer queiramos ou não hoje um smartphone tem um poder de processamento que suporta facilmente qualquer distribuição Linux e essa realidade pode vir a acontecer já em 2013 , tal como compramos o nosso PC as peças poderemos vir a encomendar um smartphone ao nosso gosto ou comprar um com as características que se adaptam a nossa realidade , e depois instalarmos o que nos der na gana como sistema operativo , penso que estaremos a beira de assistir a uma mudança de paradigma .

            O Linux tem pressionado de tal forma os seus concorrentes que até a Microsoft que pedia valores milionários pelos seus sistemas operativos está a vender o W8 a um preço quase simbólico e mesmo se passa com a Apple e chegará o dia que será a Microsoft ou a Apple a fazerem preços especiais para que os seus equipamentos sejam vendidos subvencionando como fazem as operadoras para os telefones bloqueados .

            Aceitem os meus sinceros cumprimentos

            Carlos Carvalho

  16. Diogo Correia says:

    A Única parte que não me agrada aqui, é a parte do “o Ubuntu Phone OS poderá ser totalmente personalizado por parte das operadores e fabricantes de equipamentos”.

  17. Joaquim Ramos says:

    Boa noite, este telemovel tem a appstore do android ou é uma completamente à parte?

  18. Nuno Castro says:

    Canonical a fazer o mesmo que a Microsoft! O mesmo OS para varias plataformas.

    • Telmo M. says:

      também tive a impressão que isto não era assim tão original…

      • Glink says:

        isto ja foi mais ou menos anunciado á algum tempo 😉

        quanto a ser mesmo original ou não, acho que é a tendencia do mercado neste momento, nada mais…

        • faustino says:

          Desde que lançaram o Unity que vinham dizendo que era para ser uma interface universal, nós é que não atingimos o alcance das palavras, pelo menos eu.

          • Glink says:

            Eu na altura percebi que era para os tablets, não me tinha lembrado dos smartphones ate à algum tempo começarem a sair artigos sobre o ubuntu phone, agora é uma realidade 🙂

  19. DanielC says:

    Agora do telemovel passar para o tablet é um pequeno passo 🙂 fiquei entusiasmado 🙂 acho que é desta que se correr bem o linux vai dar o salto 🙂

    • MrT says:

      Pois realmente se eles passarem para os tablets, seria muito. No entanto se passarem aos tablets deve de ser com uma interfacce igual ou muito similar à versão desktop, por razões obvias. Mas acredito que em termos de funcionalidades seria o único SO para tablets a conseguir enfrentar os tablets com Windows 8.

  20. Hugo Rodrigues says:

    Pelo que vi vai ser um SO em grande e gostei da parte em que ele disse que se um smartphone corre android pode correr Ubuntu Mobile :p será que vamos ter pessoal a substituir o Android pelo Ubuntu?

  21. Pedro Panoias says:

    Quando é que posso por este novo SO no meu smartphone?

    • Scheldon says:

      Bem, a canonical esta disponibilizándo o código hoje, deve demorara um pouco ainda, vai depender e muito do tamanho da comunidade do aparelho.

  22. ponces says:

    Estou simplesmente maravilhado com este lançamento! Adorei mesmo o SO e a sua usabilidade! Como já disseram, só faltam mesmo developers para boas aplicações e que sejam nativas na sua grande maioria, em vez do HTML5! Como o Mark diz, torna-se mais rápida, fácil e tem uma melhor aparência 🙂

    Congrats Canonical 😮

  23. Scheldon says:

    Será que vai rolar dual-boot com Windows phone 🙂 ?

    Alem de engraçado seria bem interesante.

    • Carlos Carvalho says:

      Bom dia ,

      Eu arriscaria que sim , irá dar para fazer dual boot , quanto ao cortex 8 ou 9 como mínimos exigidos para a sua instalação , distribuições nao irão faltar até para fazer reviver smartphones de 100 € de há 3 anos ou mais , assim espero que aconteça com uma diversidade de distribuições que possamos ter a possibilidade de escolher tal como hoje os utilizadores de Linux fazem para os seus PCs .

      Cumprimentos

      Carlos Carvalho

  24. João Sá says:

    Quando ontem li a enigmática frase no site do ubuntu imaginei que seria anunciado um tablet com ubuntu. Ainda bem que não 🙂

    Parabéns pelo artigo.

  25. Arcadiy Kulchinskiy says:

    Uma pergunta:

    Aplicações para Ubuntu Phone estão para existir ou vai dar para usar aplicações do ubuntu PC OS?

    • Hugo Rodrigues says:

      Penso que nao e tambem nao ia fazer muito sentido devido às dimensoes dos ecras. Agora em tablet’s já faz mais sentido.

      • Hugo Rodrigues says:

        pelo menos por agora visto que vai ser um SO 100% linux. em principio é só preciso mudar as front-end. o que eu quis dizer é as aplicações tal qual como as vez no desktop

  26. Preto says:

    Muito bom!
    Realmente a deixar água na boca! Parece muito à frente e o facto de usar kernel Android torna mais interessante ainda :-)!

    Imagino um S3 a correr isto vai os bits até vão dar choque nos dedos :-)!

    Já agora este do vídeo é um S3?

    Oxalá não caia no esquecimento…

  27. Tiago Dias says:

    Está muito interessante!

    Não sei se alguém reparou, mas aproveitaram a (boa) forma de alternar entre aplicações do MeeGo, utilizando as extremidades. O uso dos cantos nos smartphones devia ser melhor aproveitado por outros SO’s, permite uma interacção bastante produtiva, e era um dos pontos positivos do MeeGo. Gostei de o ver no Ubuntu tb!

    Venha ele cá para fora! 🙂

  28. Cruz says:

    Vai ter o mesmo ou menos sucesso que o windows phone de certeza absoluta.

  29. Sergio says:

    Gostei mesmo muito. Esta muito bom e acima de tudo bonito.

    Mas ha uma coisa que eles nao podem esquecer o maior sucesso de um sistema operativo são duas coisas: preços dos equipamentos e ecossistema de aplicações de qualidade. A canonic terá de conquistar estes dois alvos: fabricantes e desenvolvedores.
    A Apple consegue empresas de qualidade para desenvolver porque tem um target que esta disposto a pagar pelas apps se assim o justificarem. O android tem um mais target que nao se importa de levar com ads. Aí entra a Google que é mestre nessa área. Veremos onde se ira pusicionar a canonical.

    Como sistema operativo gostei muito, mas o sistema operativo é o menos importante. Ele deve ser quase transparente. Ele é apenas o suporte

  30. UbuntuFTW says:

    Unity haters, falem agora perante esta maravilha! hehehe
    Estou na brincadeira 😉

    Tenho bastante entusiasmo com este Ubuntu Phone, está a seguir o mesmo caminho do Windows com uma interface para usar em todos os dispositivos, mas na minha opinião leva vantagem por já ter adoptado uma interface mais user-friendly e mais homogénea no desktop, para além de ter tudo para providenciar ao consumidor uma experiência mais consistente do que o Android. Prevejo uma aposta forte no segmento dos smartphones de gama média-baixa. É pena que isto só esteja pronto lá para o fim do ano, pois precisava de um Smartphone já.

  31. Ivan Carvalho says:

    Acabar com Android? Não me parece…
    Android foi criado pela Google, reparem bem… “Tudo o que nos rodeia” pertence à Google:
    – Serviços mais utilizados diariamente pelos Utilizadores de dispositivos moveis: Gmail, Youtube, Chrome, etc etc etc etc…

    Alguém já pensou se a Google simplesmente “corta-se” esses serviços?
    Muitos irão pensar “existe Firefox”, mas lembrem-se que a Morzilla está a avançar também com um projecto deste género..

    Cada coisa no seu lugar… Irá ser apenas mais um cmo iOS, Android, Windows Phone, etc etc etc

    • UbuntuFTW says:

      lol, e quem te disse que toda a gente está dependente de serviços da Google?

      Todos os serviços do Google têm alternativas viáveis, pode não ser tão conveniente por não estar tudo ligado a uma só conta mas em serviços diferentes mas existem e com qualidade, e naturalmente que são os mais recorridos por utilizadores de dispositivos móveis pelo simples motivo de que o Android é desenvolvido pela Google, logo integração com a conta Google e seus serviços.

      Eu penso que o Ubuntu pode criar uma experiência bem melhor nos smartphones do que o Android, não esqueçamos que o Ubuntu tem consolidação e integração no desktop, enquanto que quem escolher Android, obrigatoriamente tem de se dividir entre 2 sistemas operativos se quiser trabalhar a sério num PC. Ubuntu trará um verdadeiro kernel Linux aos telemóveis, agora sim sinto-me à vontade para afirmar que o Linux chegou aos smartphones.

    • Jonas says:

      Atenção q o android nao foi criado pela google. Eles é q se aperceberam do seu valor e investirão nele e mais tarde compraram-no xD

    • Carlos Carvalho says:

      Ivan Carvalho ,

      O Firefox é maioritariamente suportado pela Google que tem o seu Browser , o facto de termos um Linux puro no nosso smartphone não impede de usares qualquer aplicação da Google , pelo contrario eu sou utilizador de Linux e praticamente sou um dependente das aplicações da Google , eu não colocaria de forma alguma as coisas dessa forma , o Android acabar é um exagero até porque a Google não para de fazer melhorias no SO , haverá é mais escolha e SOBRETUDO quem compra sentir que o equipamento é seu e poder fazer o que quiser dele , isso para mim é o mais importante a tirar de todas estas movimentações .

      O Mundo opensource já se está a movimentar a mais ou menos 2 anos para abordar o mercado mobile , não é por acaso que o Kernel 3.7 saiu e poucas informações existiam sobre esse lançamento , todos sabíamos que era um target a atingir só que não esperávamos que fosse tão cedo , a Canonical assim como o kubuntu têm nos seus sítios informações sobre os seus sistemas mobile , isto não nasceu assim de repente , a Canonical fez esta intervenção no meu ponto de vista pressionada pela saída do Kernel e para claramente marcarem uma posição que têm vindo a perder nos pcs de secretária .

      Cumprimentos

      Carlos Carvalho

  32. JP (djlinux) says:

    Acho que só pecaram numa coisa ( mais uma vez ) … Acho que deviam ter feito este anuncio com muito menos tempo entre o anuncio e o lançamento, mas já é tipico da Canonical.

    Li por ai que só falta o Tablet, na verdade “já existe”, não é um produto oficial como vai ser o Smartphone mas já dá para por o Ubuntu a correr no Nexus e fazer dual-boot com Android.

    Desktop, Tablet, Smartphone, tudo praticamente com a mesma interface, acho uma aposta ganha, não me parece apenas mais um… Mas daqui até ao lançamento oficial muita aguá vai correr…

    Mas uma coisa ninguém lhe pode tirar, é bonito e inovador !

  33. UbuntuFTW says:

    Para o pessoal que acha que é um exagero afirmar que será um Android Killer, tomem lá em atenção que o modelo de negócio do Google é a propaganda dirigida, 96% das receitas do Google vêm da publicidade, por isso é que conseguem lançar smartphones Android a baixos preços para atingir uma grande base de utilizadores. Muitos inquéritos têm sido feitos que mostram que uma grande parte de utilizadores Android, se pudessem, migrariam para o iOS. Eu por exemplo, se pudesse, comprava um Lumia da Nokia para ter a mesma experiência no desktop e telemóvel. Se tivesse Mac, iria querer a mesma coisa. Mas só tenho dinheiro para Android, tenho de me dividir entre dois SO’s.

    Reparem que a proposta do Ubuntu é semelhante à do Windows, mas mais bem conseguida pela intercompatibilidade entre smartphone e PC, enquanto que Windows RT e Windows Pro são duas versões diferentes. Se uma pessoa já tiver o Ubuntu no desktop, que é a distribuição mais popular do Linux e com grande facilidade e uso e suporte online, porque razão irá adoptar o Android? Porque ter dois SO’s distintos com apps distintas e funcionamento distinto quando se pode ter um único? E não tenho dúvidas que terá preços idênticos aos smartphones Android. Por isso sim, para mim pode-se afirmar que Ubuntu vem para tirar consumidores ao Android.

  34. Paulo Fernandes says:

    Já ninguém tem paciência para os killers que não são killers nem têm que ser killers.

  35. João Reis says:

    Muito interessante, venha ele, se for como mostram vai rebentar por aí dentro. Duvido que a google o deixe ver a luz do dia, vai haver alguma compra hostil 🙂

  36. arkan says:

    entrei so para falar: Android killer ?

    kkkk….never! nem a poderosa apple e ms se unissem juntas conseguiram, imagina uma empresinha com nome carniçacoal…opa, carnicoal kkkk

    brincadeira né pplware, isso no maximo ate o fim de 2013 vai ter 0.5% de navegação e 0.7% de participação movel.

    nem arrisco a dizer o tablet, coloquei no p7500 o ubuntu e 4horas depois ja voltei com o ics.

  37. Sérgio CM says:

    É de lembrar que os O s da apple e android vieram de de fonte de código do linux.. Se o criam de raiz e for totalmente gratuito, será mais rápido,mais fiável e bem mais personalizavel que os actuais sistemas! Alem de ser para todas as plataformas!

    espermos e veremos!

  38. Sérgio CM says:

    É de lembrar que os O s da apple e android vieram de de fonte de código do linux.. Se o criam de raiz e for totalmente gratuito, será mais rápido,mais fiável e bem mais personalizavel que os actuais sistemas! Alem de ser para todas as plataformas!

    esperemos e veremos!

  39. Filipe Soares says:

    Se não me engano o telemóvel é um google nexus da samsung,se assim for é mais uma alternativa para o pessoal.

  40. SamC says:

    Nunca vai ser um Android Killer na minha opinião.

    Com as guerras de patentes que existem, uma “pequena” empresa como a Canonical, não terá hipóteses quando começarem a chover processos dos grandes players por violações de patentes de alguns gestures ou algo similar.

  41. João Ramiro says:

    Muito bom, mas Android Killer? isso seria o mesmo que chamar ao Ubuntu i386/amd64 de “Linux Killer”

  42. Alucard says:

    Olha, não é tablet afinal! Muito bom, não contava com isto. Gostei muito da interface, e isto vindo de alguém que não gosta da Unity no desktop e provavelmente nem irei voltar a usar Ubuntu. Aquele welcome screen, o home, num telemóvel parece tudo fazer sentido. As apps poderem ser desenvolvidas tanto em html5 como nativas é algo semelhante ao conceito do futuro BlackBerry 10.
    Agora, virtudes técnicas à parte, será que consegue singrar num mercado tão competitivo como o dos smartphones? Disso é que tenho muitas dúvidas, tal como o BlackBerry 10 que parece excelente como sistema operativo e o Windows Phone que tem uma empresa poderosa a alavancar, mas não é isso que define o sucesso comercial.
    Irá depender muito das parcerias com os fabricantes e operadores móveis, bem como a comunidade de programadores. Aliás este vídeo parece mais direccionado a essas pessoas do que a nós, utilizadores. Presumo que seja fácil adaptar as aplicações já existentes no Linux para a plataforma criando apenas uma nova front-end, se for será um grande trunfo.E por cá em Portugal, gostava até de ver um smartphone de marca Optimus com isto.

  43. Benchmark do iPhone 5 says:

    “We introduced the concept of installable web apps in the 12.10 desktop release (…)”

    Só tem web apps (seja as que residem inteiramente no “cloud” e a que se acede via browser, seja app que, embora instaladas, precisam de aceder à web para funcionar) ? É como o Firefox OS ? A lógica das webb apps é a mesma do Chrome OS, que teve que fazer uma certa “aterragem” para permitir a instalação de apps que permitissem executar algumas tarefas offline, ainda que de forma limitada.

    Acho que o anúncio é para fazer sombra ao Firefox OS. Se for assim não me cheira que faça cócegas ao Android, ao iOS, ou a outro sistema operativo com app instaladas e em que muitas funcionam offline. A questão não é só do SO, é também das app, quais existem e qual o “store” onde são disponibilizadas.

    Como já foi referido num comentário, isto são promessas (para o final do ano, deste ou doutro).

    • UbuntuFTW says:

      Foi feito o apelo ao desenvolvimento de apps para o Ubuntu Phone OS, a referência à integração das webapps no desktop é para clarificar que cada vez mais o intuito da Unity é, como o próprio nome indica, unificar a experiência em qualquer dispositivo. Recorrer a serviços online ajuda a essa unificação, pois a informação está num só lugar, mas não é a unica forma.

    • Glink says:

      Não, não tem só web apps tambem tem webapps, é diferente 😉

      • Benchmark do iPhone 5 says:

        Sim, depois do que transcrevi sobre as web app vem “It’s the development of native apps, however, where things really get interesting.”

        O vídeo de apresentação do interface do sistema operativo está boa. Falta perceber como serão as “app nativas”. Dá-me a impressão que são “app independentes(umas das outras)” do tipo Android/iOS.

        O que também leva à questão: o Ubuntu Phone OS está para o Ubuntu como o Windows Phone+RT (para smartphones+tablets) está para o Windows (para desktop) ?

        Ou, o que é o mesmo, o Ubuntu Phone OS não é Ubuntu, é uma variante do Android ? Se for este o caso, a Google vai nisso ?

  44. Jony says:

    Achei interessante, não percebo muito bem é qual é a utilidade então do HomeScreen. Acho sinceramente que aquela barra das Apps está lá não por fazer sentido mas para manter em pé a bandeira de que o OS não mudou muito a aparência em comparação com a versão desktop. Acho que nem 8 nem 80, há uma razão óbvia para um OS desenvolvido para desktops ter um design diferente de um OS desenvolvido para dispositivos móveis com reduzidas dimensões. No entanto, percebo que quando ele se refere a esse aspecto está a referir-se à arquitectura em si e nisso sim ele tem toda a razão e nisso sim parece ser um sistema bastante promissor.
    Das funcionalidades apresentadas talvez a que mais me suscitou interesse foi a forma simples como é efectuado o switch entre as aplicações e já agora o facto de também não termos lock screen que na verdade tem alguma utilidade, mas muito pouca (talvez tenha mais agora nos tablets android com o suporte para multi-utilizadores).

    Bom artigo 😉

  45. Manuel says:

    Isto não será apenas um fato novo para correr Linux em Smartphones???

  46. Nuno Gonçalves says:

    Acho que pode ter sucesso este Ubuntu Phone OS, tem cenas mto originais, vamos lá a ver.

  47. Carlos says:

    Android killer? LOL

    Porque é que disseram Android killer e não iOS killer? Ah já sei. Já que o vosso querido iOS não consegue “matar” o Android pode ser que a Canonical consiga… LOL… e as patentes? Só por aí condenado ao insucesso… Se até a Google e a Samsung e outras têm grandes portfolios de patentes e mesmo assim são condenadas a torto e direito, imagino a Canonical…

    • Pedro Pinto says:

      Carlos,

      Android Killer porque a base é a mesma…no entanto o Ubuntu nao usa o Java Virtual machine…assim sendo…

    • JP (djlinux) says:

      Também acho que “Android killer” não vai ser, pelo menos não de inicio, vai ter muito que batalhar… Patentes? Não acho que seja por ai, até agora ( ou seja, hoje ) mostraram inovação, por isso as patentes nem entram ao barulho, se continuarem assim, não devem conseguir pegar com tantas patentes assim…

  48. Ricardo Pinto says:

    Just amazing!!
    Nao vejo pessoal com mais idade a adaptar se a isto, mas tem um enorme potencial…
    É este tipo de concorrência k a gente quer… 🙂

  49. nuno says:

    Adorei todo o conceito, parece bastante promissor… Mas como já foi dito, não acredito que seja um android killer, e o seu sucesso dependerá das relações com as produtoras de telemóveis.

    Já agora, tenho uma pergunta, após ler alguns comentários: esses sistemas móveis (firefox OS, jolla, tizen) dão para instalar em telemóveis??
    É porque eu tenho um Sony Ericsson Yendo, pensava que era android mas não era, e gostava de lhe instalar um desses sistemas… seria possível??

    Obrigado pelas respostas.

  50. Manuel Campos Costa says:

    É indiscutível o potencial deste sistema operativo. Mas duvido do sucesso! Pelo simples motivo de haver um coisa chamada Open Handset Alliance (OHA)liderada por uma empresa chamada Google.

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Open_Handset_Alliance

  51. Paulo Ferreira says:

    Vi o video e achei bastante interessante o que querem fazer.
    Parece um bocado esquisito do que estamos habituados a ver/usar

  52. Victor says:

    Boas
    Achei o Ubuntu Phone muito bom capaz de ter sucesso mas achei brilhante a apresentação nesta altura a cerca de um ano do lançamento do SO. Não sei se repararam mas neste momento já temos disponível o ambiente de desenvolvimento para quem quiser desenvolver para este SO. Daqui a um ano quando for lançado já vão existir imensas aplicações disponíveis. O facto de poder desenvolver em código nativo é brilhante, não temos a VM a atrofiar o sistema.

  53. ERoque says:

    Vi um video que mostrava um SO um pouco arrastado, no entanto e não gostando muito da ideia do arrastar em vez do tocar…

    acho que parece-me uma boa ideia, eu tenho ubuntu no pc e simplesmente acho que seria interessante poder pura e simplesmente ligar o telem ao televisor e ficar com o pc em qualquer lado…

    agora, basta aguardar, mas não vejo vida fácil para um SO combater o Android…

  54. Nuno says:

    Terá certamente um caminho a percorrer, tal como o WP está a fazer…Logo se verá a aceitação, mas não será fácil.

  55. Afonso Tech says:

    O futuro Aguardamos…

  56. António Pereira says:

    “Different faces for the same environment (…)”

    Não foi esse “problema” que a Microsoft tentou combater com o Windows 8, NXE e WP7.5/8 recorrendo à Metro UI?! Mesmo aquela história dos Swipes para mudar de App já a vi algures.

    Gostei bastante de tudo, mas houve algumas frases ditas de uma maneira bem discutível. Pessoalmente acho que é um risco usar frequentemente palavras como “First” e outros termos meio revolucionários …

    É óptimo para a indústria mais um player!

  57. Enfim says:

    Em 2014. Fail.

  58. Manuel Costa says:

    Gostava de saber quanto irá a Canonical pagar para poder usar as patentes existentes no mundo das tecnologias móveis… É só um pensamento… Se calhar, depois de todas as contas feitas, não vai ser um SO assim tão barato (e gratuito)…

    • Carlos Carvalho says:

      Manuel Costa ,

      As patentes são um problema dos fabricantes de hardware não dos produtores do SO que é OPENSOURCE , não sei se leste mas a Canonical já disponibilizou o código para facilitar a produção de APPS estamos a falar de MUNDOS diferentes .

      A Apple quando colocou a Samsung em tribunal não estava a colocar a Google e o contrario também é verdade .

      Cumprimentos

      Carlos Carvalho

  59. Tiago says:

    Já não era sem tempo!

  60. pedro says:

    pelo que li no site deles, a configuração minima para um smartphone correr este OS exige multitouch…
    Quais são os aparelhos que suportam isto?

  61. Marco Freitas says:

    Se for tão bom como a bosta do Ubuntu, não terá sucesso nenhum…

  62. António Mendes says:

    Será que a Canonical lembrou-se que está a marcar-se como alvo de processos devido a patentes? Especialmente da Microsoft que afirma que tem várias que o Linux viola.
    Para quem não sabe, a Microsoft fez o mesmo no Android.

  63. Me pareceu mais uma estratégia para negócios, ou leilão, anunciar tão distante de estar no mercado…

    O que quero dizer: empresa “pequena” produto bom, então que venha as negociações.

    Quer dizer, parece que eles não estão pensando, em um produto longo, para durar, foi feito lindo, diferente, e colocado na vitrini muito cedopara leilão. Quem dar mais por este conceito, esta ideia.

    É ver para ter a certeza!

    Quem quer comprar este SO, já prontinho, bonitinho e bem acabado? Eu compraria, e fico imaginando se Apple, Microsoft, e Google não vão querer, nem que seja para não querer (eheheh!).

  64. André Pires says:

    Era interessante conseguir ter dualboot no telemóvel com ubuntu e android!Ou uma espécie de “live cd” para testar no telemóvel actual. E disponibilização da “distro” gratuitamente para instalar.

    • Carlos Carvalho says:

      Boa tarde ,

      Certamente que surgirá algo que envolva por exemplo um microsd para aqueles equipamentos que têm esta extensão de memoria , haverá outros que não terão nada disso e a memoria ROM também é curta aí fica difícil teres dual boot , outra coisa que ainda não se conhece é o tamanho da ROM , outra coisa que vai dificultar o uso nos equipamentos mais antigos é o multitouch , mas a comunidade irá certamente fazer distribuições a medida , quer para os telemóveis com maior processamento quer para os mais fraquinhos de todo , esta sempre foi a maravilha do Linux e sempre haverá de ser ninguém irá ficar de fora .

      Cumprimentos

      Carlos Carvalho

  65. Krasy says:

    Isto é tudo muito bonito mas para se tirar realmente partido em Portugal é bom que pensem é em reduzir as tarifas sobre o tráfego de dados. pois cada vez mais ou se tem wifi em todo lado ou pagamos uma factura alta pois todos estes novos recursos usam a web logo dados.

  66. Gerardo says:

    Nota 1: Os primeiros equipamentos deverão sair no fim de 2013. Mas estes gajos são burros? Os telefones deviam começar a sair “amanhã”!!! Para aproveitador o Hype… Claro que entretanto iriam haver fugas de informação, mas isso só iria aumentar o desejo. Assim vai esmorecer e arrefecer, parece a epopeia do lançamento do Padfone….

    Nota 2: Ainda bem que vai aparecer concorrência para o Android, porque a actual já nem aquece 😀

  67. Pedro PInho says:

    Mais uma vez vamos entrar na guerra de aplicações, a não ser que tornem as que existem de android/etc compatíveis para quem já tem smartphones poder continuar a dar o mesmo uso.

  68. Carlos Carvalho says:

    UI Pedro PInho a comunidade Linux gosta imenso desses desafios , será encontrada uma solução , verás se não tenho razão num futuro muito próximo .

    Carlos Carvalho

    • Glink says:

      eu tenciono ajudar nesse aspecto, e fazer ainda melhor, tenho umas ideias de aplicações que fazem falta e com o ubuntu a ir para tlm e tablets mais sentido faz a aplicação que tenho em mente 🙂

    • Pedro PInho says:

      Espero que sim tal como espero que seja possível o mesmo SO ser aplicado em equipamentos com android, o que seria uma mais valia.. 😛

    • K says:

      Bem, o emulador do android sdk corre em windows e linux. E ainda há app players tipo o bluestacks, que embora para já só exista para windows, isto foi o que o representante deles disse sobre desenvolver para linux:

      “David Reese (Official Rep) 1 year ago
      Folks,
      We don’t have plans at the moment to release App Player for Linux, but it is something that we will definitely consider if the community wants it.

      Thank you.”

      Ou seja, possível é.

      Idealmente alguém vai desenvolver algo mais integrado, mais proximo de algo mais nativo com possivelmente com melhor performance. Não parece, de todo, impossível ou descabido.

      Gostei bastante do OS. Ligeiramente renitente em relação à implementação do “lockscreen”. Só usando para uma avaliação melhor. Estou esperançado em relação à gestão de memória e com o potencial aumento de performance se dispensar o wrapper java. O aspecto gráfico é relativo. Não vai demorar até aparecer um launcher qualquer a fazer o mesmo para android.

  69. Possebon says:

    Tentei baixar o SDK pelo Ubuntu 12.04 LTS sem sucesso!
    🙁

    Alguém conseguiu?

  70. cristovao vieira says:

    ainda não falaram do LIMO um fiasco para todos que adquiriram o Samsung h1 que sendo um bom smartphone
    morreu tomara que este ubuntu o fizesse renascer

  71. Glink says:

    Quanto mais sei sobre este OS mais sei que vai ser o que vou usar no meu futuro smartphone… depois de ver o vídeo que o JP(djlinux) postou fiquei rendido e sem duvidas 🙂

    vou aprender QML e já volto XD

  72. Green says:

    Eu até uso bastante o ubuntu, mas sinceramente acho que o anúncio e os vídeos aqui colocados não são mais do que uma boa ideia.

    Já conseguimos todos nos lembrar de um bom número de OS para dispositivos móveis que até eram boa ideias e nunca passaram disso.

    As empresas estão a ver que podem ganhar bom dinheiro depois de verem o sucesso que o android tem tido, é compreensível estes vários anúncios, agora não compreendo é esta histeria toda sempre que sai um novo OS, à uns meses foi o WP8, agora é o ubuntu depois é o firefoxOS ou o tizen…

  73. CMatomic says:

    “- A plataforma foi desenvolvida em torno do kernel Android mas sem recurso ao Java Virtual Machine…o que certamente permitirá tirar todo o “poder do hardware do equipamento”.”

    O Android utiliza o Kernel linux .
    O Ubuntu também tem uma versão do kernel linux para o Ubuntu , e porque não chamam de ubuntu kernel ?
    Porque é linux , la por ter umas modificações não deixa de ser um kernel linux,assim como a plataforma Android.

  74. CMatomic says:

    Quando o ubuntu Phone sair,este vai ser o meu primeiro Smartphone que vou comprar , pelo que tenho visto acho o futuro Smartphone da Canonical , poderá ser possível ligar a adaptador e ser utilizado como um pc de descktop.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.