PplWare Mobile

Transforme um Linux num Windows XP


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Pedro B. says:

    Simplesmente fantástico! 😀
    Qualquer dia sai o “VistaGnome” :b

  2. JPedrosa says:

    Ora viva,
    até acho que tem piada, mas porque é que alguém iria querer meter o desktop com pior aspecto?

    Para enganar o pai ou a mãe?

  3. Frigo says:

    O resto do funcionamento fica parecido?
    É que isto, não fosse os lobbys, era muito bom para, por exemplo, função pública. Acabava a desculpa do “Só sei trabalhar no windows”

    • jpedrosa says:

      ora viva. desde que saibam carregar nos icons o funcionamento e pareciso…abre os programas. nao acredito que empregados de atendimento em balcoes façam mto mais do que isso hehe

    • Tome says:

      Não se podem esquecer e de por as copas e o solitário, ai é que iam notar a diferença xD

    • Nuno says:

      Lá tão estes com a panca da função publica
      O que mais para aí vái é bosta que não é função publica
      Por exemplo estou há 4 meses á espera do modem da clix que já paguei … perdeu-se no ether
      e ontem na precision – qué uma oficina muita móderna e não é função publica – puseram-me uma trampa de uns discos no carro todos empenados
      Já é tempo de acabar com esta palhaçada de mentalidade que função publica n presta
      Sou funcionario publico e TOMARA tu trabalhar com 1/10 do profissionalismo e rigor que eu tenho, tomara !

  4. Telmo Bento says:

    É boa ideia… isto dos lobbies! É como os miúdos que não gostam de legumes… mas se forem com a cara do noddy papam tudo…

  5. Marisa Pinto says:

    É giro principalmente pela estetica em si. Depois até para te rires e enganares pessoas que só sabem usar windows.

  6. Iv@n says:

    hehehehehe!! Finalmente o inimigos do Win/Microsoft/BillGates poderão clamar que só usam o Linux… e tão lá com a carinha do Win.rsrsrsrsrsrs

  7. wolfytuga says:

    Olá!

    Bem não há só este transformation pack para Linux, também há para Vista e 7, com recurso ao GnoMenu fica mesmo semelhante, o aspecto.

    O pessoal de Linux, principalmente os Windows Haters, podem não ver a utilidade disto e reprovarem a mesma, mas esta transformação pode facilitar a mudança entre Sistemas… Algumas transições entre Windows|Linux poderiam ser facilitadas através de um único aspecto (a aparência do ambiente de trabalho).

    Cumps

    • JPedrosa says:

      em primeiro lugar não é correcto que apelides alguém que discorda de ti, de “windows hater”.

      Em segundo, não te admito essa classificação para mim, até porque nem eu te conheço de lado nenhum nem tu me conheces, e certamente não andámos juntos na escola.

      Em terceiro,
      o linux tem uma identidade própria. É verdade que para enganar alguns durante pouco tempo isto serve, mas cria um outro grande problema.
      Podes até enganar algumas pessoas, mas quando algo não funcionar da mesma forma, vais ter que explicar às pessoas que aquilo não é o que pensam, e provavelmente como já mentiste no aspecto, vais mentir na razão vais dizer qualquer coisa “epá isto tem o mesmo aspecto mas é uma cópia gratuita”, o que em última análise vai ser contra-producente.

      Para um ambiente de produção esta questão não faz qualquer sentido. Apenas para ter em casa e enganar meia dúzia de amigos que lá apareçam.

      Entendes a questão?
      provavelmente não. mas azar.

      É a mesma coisa que pegar num PC com XP/Vista/Seven e meter com o mesmo aspecto de Mac, depois quando alguém, pensando que estava a usar um MAC te viesse pedir para instalar uma gaita qualquer proprietária da Apple … ias ter que explicar um par de coisas, não era?

      Quando falam em facilitar a transição, sinceramente, não entendo.
      Até podem ter um background diferente, mas se chegarem a um Pc com sistema Operativo “Trolaré 65.5bits versão compilada na lua cheia”, desde que na porra do desktop tenham lá um icon a dizer Internet/Browser/FireFox/whatever, e mais um par de icons, que raio precisam vocês?

      A esmagadora maioria dos serviços a nível empresarial, caso existisse um atalho para as aplicações no desktop … muita gente até uma consola citrix podia usar, quanto mais Linux ou outra gaita qualquer.

      O que verdadeiramente facilitaria a migração de um sistema operativo para outro, era o facto de existirem todos os programas em ambos e não apenas aplicações que “fazem o mesmo”.

      Porque é mais difícil migrar uma pessoa tendo que dizer “Epá agora em vez do photoshop usas ali aquele animal que é o simbolo do GIMP” do que tendo que dizer “olha o photoshop agora em vez de estar naquele menu, está ali naquele, e se precisares de outro que me esteja a esquecer repara que o menu está organizado por tipos de programas”….

      e repara que consegui explicar o meu ponto de vista sem insultar quem discorda de mim, devias experimentar um dia destes, sabe bem.

      • tiago says:

        POE QUÉ NO TE CALLAS?

      • Sarev0k says:

        Boas, nem li o teu post completo (achei que não valia a pena), mas do que li, acho que tás a precisar de te inscrever num desporto qualquer para libertares a raiva, porque não há justificação nenhuma para o teu post.

        Primeiro porque ele não fez reply a um post teu, segundo porque ele nem sugeriu nomes de ninguem.
        Qual é o problema de ele usar windows haters? Há pessoas que odeiam mesmo o windows (conheço umas quantas).

        agora se querias fazer reply a outra pessoa em vez do “wolfytuga”, isso ja é outra coisa.

        Para finalizar. Acredito que este tipo de mod’s são bem vindos. Sei de um exemplo que talvez até seja capaz de o usar. Em vez de estarem a pagar licenças e windows e para evitar uma quebra demasiado grande em produtividade dos funcionarios, pode-se instalar isto para evitar pagamento de licenças e ao mesmo tempo evitar um tempo de habituação demasiado grande

      • Rick says:

        Será que esta resposta era mesmo necessária? A mim pareceu-me que o comentário inicial não tinha como intenção ofender ninguém (e por acaso até prefiro linux a windows). Um pouco mais de compreensão seria bem melhor que estar sempre “com as garras de fora” à espera que alguém “deslize” nalgum comment, não?

        Para além disso, como já por aí foi dito, o que é útil e interessante para uns pode ser completamente inútil para outros. Não é por isso que o pessoal se chateia, ou é?

        Tenho dito.

      • wolfytuga says:

        1. Não referi que quem discordasse de mim fosse ‘Windows Hater’, aliás, não fui eu que implementei esse termo, apenas referi que os aficionados do Linux, detestam estas coisas de imitar o Windows, mas só, repito só, alguns. Nem todos os que têm Linux odeiam Windows. Eu Tenho Windows e tenho uma relação amor/ódio. Também é verdade que uso Linux (Ubuntu).

        2. ‘Em segundo, não te admito essa classificação para mim, até porque nem eu te conheço de lado nenhum nem tu me conheces, e certamente não andámos juntos na escola.’ MAS QUE GRANDE CONVENCIDO, porventura eu mencionei algum nome? aliás, quando comecei a escrever ainda só havia um ou dois comentários…

        3. Eu não me estava a referir copiar na literal, mas sim ter um sistema semelhante, é que alguns amigos e familiares têm um pouco de aversão ao Linux, devido à sua ‘arrumação’. Quando coloquei aquele comentário não queria dar a ideia de ‘atirar areia aos olhos’ dos utilizadores. Não é a vender ‘gato por lebre’ que facilitamos a travessia.

        4. Eu estou aqui apenas a colocar a minha opinião, com base nas reacções que já tive com outros utilizadores que gostavam de experimentar Linux. Não estou aqui para ferir susceptibilidades dos restantes comentadores.

        Só uma OBSERVAÇÃO:
        Há pessoal que se auto-intitula como Windows Hater, e também há os Linux Hater. Não fui eu que os intitulei, nem o farei… mas e que tal lerem tudo com atenção! Eu bem vejo alguns dos comentários feitos aquando de uma saída no GnomeLook de um Windows Transformation Pack para Linux… Toda a gente tem os seus gosto, e lá por uma pessoa estar tão habituada a usar WinXP que não pode ter um tema em Linux!

      • kekes says:

        JPedrosa tem calma, niguem te ofendeu,tu e que de deste a dor, até axei o comentario acima muito conservador e interessante, a realidade e que o linux tem a sua propria identidade, mas que vais fazer as “pessoas que discordam de ti?”.

        Tem calma a vida vai alem de um Computador e de um SO 😉

      • Drakul says:

        ?? alguem te chamou Windows Hater? Ou sou eu que ja não leio bem ou tu já andas ver coisas

  8. Nuno José says:

    Agora não sei qual é mas sei que existem distro que imitam o XP, mas realmente pra quê andar pra trás é só mesmo para enganar.

    Quanto a imitar o vista acho que ninguém quer e imitar o 7 é so usar o KDE o gestar de janelas que a M$ imitou para o fazer

    • Pedro says:

      Pessoalmente destes o linux (distrito ubuntu 9.10) pelo simples facto de ser uma trabalheira para instalar um simples programa! É preciso dar-se muitas voltas para se instalar a porra de um programa, quando no windows é só executar o file executável!
      Por exemplo, para instalar o wine tive que instalar em 1º lugar umas bibliotecas e mais sei lá o que para poder então instalar o Wine!

      E tanto trabalho para nada porque em principio (pelo que eu entendi)este programa deixa-me instalar alguns dos programas do windows(estando na base de api´s do wine claro)mas ao tentar executar os ficheiros do windwos nada acontece xDD!!!

      Bem pondo isso de parte, agora a porcaria do linux não se liga a minha rede wi-fi, estando sempre a pedir a pass da rede wap 2! A placa esta bem instalada e configurada, caso contrario nem sequer detectava a minha rede wi-fi x DD…
      Mas afinal que tem o linux de bom? Sinceramente a mim só me dá problemas…

      • Fernando says:

        Foste logo dar um mau exemplo, o WINE não é um programa “normal” como o gimp ou o firefox é uma camada de compatibilidade que faz a tradução de rotinas windows para rotinas capazes de serem entendidas pelo gnu/linux; é um “work in progress” que está longe de ser perfeito, embora corra já muitas aplicações, e muitas precisam de muitas afinações para correrem bem, é sempre preferível correr aplicações nativas (é errado mudares de plataforma e quereres usar os mesmos programas), agora em termos de quantidade de software o windows é rei (por enquanto!).

        De resto instalar programas é super fácil e podes escolher a maneira que mais se adequa á tua maneira de trabalhar, podes usar a consola, podes instalar por GUI, podes compilar… mas a maioria é muito mais rápida e fácil do que em windows, quanto aos problemas devias procurar ajuda, é isso uma das coisas que o oppensource tem de bom, rápidamente vais ao irc ou a um fórum e encontras alguém que já teve um problema semelhante que te ajuda. Até aqui no fórum já deu para ver que a malta está mais do que disposta a ajudar, é só pedir…

        Ah e nunca te esqueças gnu/linux NÃO é windows, inevitávelmente vais ter que re-aprender a fazer algumas coisas, mas digo-te por experiência própria, quando finalmente começas a saber mexer-te “minimamente” dentro de gnu/linux, é muito recompensador e até te começas a rir das tuas dúvidas iniciais (como foi o meu caso, e nota que nem sou especialmente bom nisto)

        Espero ter-te ajudado na tua possível transição, cumps e não desistas porque só tens a ganhar com isso (conhecimento)

      • BigOix says:

        boas pessoal, boas Pedro , pois é a algumas coisas que ainda não funcionam muito bem em linux mas isso com tempo vai mudando eu já utilizo o linux desde 1998 e muita coisa tem mudado cada vez ta mais fácil de utilizar em certos aspectos é mais fácil do que no windows, se tens um problema pergunta em vez te cansares no google , ou telefona ao fabricante de hardware eles ate podem te ajudar no teu problema.
        já agora vê este video que eu pus no youtube

        https://www.youtube.com/watch?v=yNDPv7shRnA

    • Nuno José says:

      Instalar um programa em ubuntu é 500mil vezes mais fácil que em windows. Ou vais ao centro de software e śo carregar no programa e aquilo instala ou instalas o executável como fazes no windows (ainda há mais maneiras mas estas são as mais simples)

      Quanto á placa de rede queixa-te ao fabricante por não fazer driver de jeito, a culpa não será do SO.

      • Pedro says:

        Actualmente tenho o 7 e o distrito linux unbunt 9.04 no mesmo portátil.
        Com isto apenas quero salientar que a placa wi-fi da marca “atheros” xxx funciona as mil maravilhas. Não que eu esteja a dizer que a placa não funcione no linux, pelo contrario ela funciona bem mas o linux é que por alguma razão não se consegue ligar a minha rede wi-fi codificada pelo menus xDD!

        Como foi dito pelo colega, de-facto acho que terei que aprender a trabalhar com a consola do linux, pois pelos vistos é a maneira mais pratica de se fazer as coisas neste o.s…

        Mas para alguém como eu que nunca trabalhou com linux e bem do tento do windows 3.11 xDD vai-me ser complicado compreender como se instala um programa através da consola de comandos do linux.

  9. Pois says:

    O feriado é amanhã…

  10. AFonseca says:

    Eu gostava de ver estudos sobre como é que colocar uma distro Linux semelhante a um sistema Windows é benéfico e acelera a transição entre SOs.

    Na minha opinião cria confusão. Experimentem meter uma distro Linux assim, com este aspecto, nas mãos de alguém que cresceu ou é formada em Windows e vão ver a frustração ou até mesmo indignação pelo novo SO não aceitar executáveis ou não tiver exactamente o mesmo programa disponível que usava no Windows.

    • kekes says:

      Tambem creio no mesmo que tu, no entanto nao deixa de ser interessantes para os tunnings quando se está farto de uma interface, varias acho as vezes interessante.

      Já agora aproveitando o tema, existe alguma shell interessante alternativa ao explorer do Windows? Nada de ser aquelas cheias de lixo, uma funcional? As vezes mudar um bodado sabe bem 😛

      • jpedrosa says:

        ora viva. nao sei o que chamas de lixo mas eu ja faz muitos anos que troquei pelo total commander. recentemente descobri o speed commander mas nao me habituei tao bem

    • Nuno says:

      Tenta pensar neste assunto no contexto de uma empresa. Nao e desejavel que o utlizador acrescente software ou mude configuracoes do PC de trabalho, por isso nao tem que protestar se o algo no PC o impede de o fazer (seja atraves de security policy no active directory ou por ser uma maquina linux sem ele saber).
      Se as aplicacoes necessarias para o trabalho sao usadas atraves do browser ou de acesso remoto (citrix ou rdp) podes usar desktops Linux ou Windows com alguma indiferenca.

    • jpedrosa says:

      deves ser windows hater … ou entao usas raciocinio logico… hehe. naturalmente usar um sistema qualquer que seja e simular outro num ambiente de producao simplesmente nao faz sentido. para atenuar uma mudança os passos sao informar e formar. nunca simular. seria um erro crasso e foco de frustraçao problemas e confusao. desculpem a falta de pontuaçao a culpa e do opera mobile

    • Alex Ribeiro says:

      Oi, tente pensar vendo a coisa do ângulo de quem tem que convencer uma pilha de usuário chatos e resistentes que precisam abrir mão do XP por um Linux por conta dos custos de licenciamento.

      Isso é muito útil, uma vez que eles de fato não reconhecem que estão usando Linux há meses e a resistência perdeu o sentido. Cheguei a ouvir comentários muito positivos do tipo: Por isso que meu computador nunca mais travou!

      Fica a visão de que passou por isso.

      Até mais!

  11. Rach says:

    Que gozo! Os modernistas que se cuidem!

  12. Roadster says:

    viva,

    e para transformar o Windows no GNOME há alguma coisa?

    • Nuno José says:

      Ora aí está um comentário ou melhor uma pergunta inteligente.

      Existe pois mas claro não é bem a mesma coisa, não é leve como em linux pois o mal já está lá e fico o projecto parado à muito tempo que eu saiba.

      Procura CyGNOME

      • Roadster says:

        porreiro, vou dar uma vista de olhos.

        Infelizmente de vez em quando lá tenho que ir ao Windows e faz-me espécie aquele look pseudo-profissional! obrigado.

  13. GN says:

    Melhor que transformar o linux em XP seria instalar o XP! ;P

  14. Alexsandro says:

    É isso que eu gosto em linux, podemos alterar o sistema como nos apetecer.
    Neste caso em especial e para mim não vejo beneficios e não gosto muito do tema, mas deve servir para outras pessoas como já foi referido…não há nada melhor do que ter um SO com a nossa cara e em linux isso é bem facil de se conseguir XD…

  15. Alex Ribeiro says:

    Muita gente torce o nariz por que não sabe o que é ter um usuário chato que se recusa a usar Linux.

    Legal é ver a cara deles depois que descobrem que estão usando Linux há meses, essas dicas ajudam MUITO quem precisa delas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.