PplWare Mobile

MX Linux: A distribuição que o vai fazer esquecer o Windows 10 (1)


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. André says:

    “A distribuição que o vai fazer esquecer o Windows 10” – Epá, mas porquê? Não posso ser já utilizador de Linux ou do Mac?!

  2. Paulo Pereira says:

    Gosto muito do site e dos seus artigos mas titulos a dizerem “A distribuição que o vai fazer esquecer o Windows”, já irritam um bocado. Muitas vezes que falam de linux dizem isto, ou algo do genero.

    • Pedro Pinto says:

      Eh eh eh, é para nos metermos com os utilizadores do Windows. Não é com maldade, só para se perceber que o Linux pode fazer muitas coisas que se fazem no Windows (mas não é a mesma coisa),

      • Victor says:

        Nem mais 🙂

      • Mateus Pinto says:

        E porquê, nao podem fazer muitas coisas que se fazem no Mac?

      • fak says:

        Pedro Pinto, mas isto já anda a rondar a estupidez… qualquer um consegue pensar por si proprio para saber se a distro serve ou não…. estes titulos quando sairam até eram apelativos, mas agora começa a ser maçudo, é que sempre que sai algum artigo relacionado com uma distro é sempre “a distro que o vai fazer esquecer o windows” (ou mac)…
        até eu que gosto muito de linux já começo a ficar algo chatiado/irritado com estes titulos…

        toda a gente já sabe o que é o linux e toda a gente sabe do seu potencial, já podem abrandar um bocado e dizer algo tão simples como “Linux mint 100.1 já saiu! veja o que há de novo”. seria muito melhor se o pplware parasse de dar “hints” e deixa-se isso para o leitor.

        e prova do cansaço que já aqui anda em relação a estes titulos é mesmo aqui os comentários, é capaz de haver tantos comentários a falar da forma como os titulos são escritos como a falar da distribuição…

        podem sempre dar a vossa hint no corpo da noticia, aliás, leio muitos artigos no site ghacks.net, os titulos são sempre neutros, mas no final o escritor normalmente dá sempre a sua opinião na parte “closing words”, talvez voces pudessem fazer isso mesmo, em vez de colocarem “a distro que o vai fazer esquecer o windows” no titulo, colocavam no final do corpo da noticia a pergunta “será desta que as pessoas vão esquecer o windows?”
        tás a ver a diferença? fica muito mais apelativo.

      • Rui Machado says:

        Desculpa mas a mim parece mais titulo click bait do que mais nada, e comigo resultou pois cliquei.
        Na verdade para usar um titulo desses teriam de estar a falar de uma distribuicao que de raiz se asemelhasse ao windows e viesse com um emulador para correr aplicacoes windows de forma user friendly.
        Não cumprindo com essas permissas para o utilizador comum é puro click bait comparar coisas incomparaveis.
        é quase como comparar um tanque e um ferrari, ambos andam, podem levar passageiros e consomem combustivel, mas as semelhanças param por aí.

      • Ricardo Anto Mesquita de Alexandria says:

        Esse MX LINUX é tão bom quanto o Mint?Pois começei no Ubuntu 9 e há 3 ou 4 anos uso o Mint…gosto de aprender!!

  3. Pedro says:

    Um distribuição Linux por controle de voz em vez de cliques. Please

    • Carlos Fernandes says:

      qualquer uma …instala o Orca Screen Reader

    • Geanderson says:

      Verdade. Reconheço que pode ser complicado, mas se surgir uma distro leve como o Debian, amigável com os periféricos como o Mint e Ubuntu e, comando por voz nativo como o Windows… Certeza, não só haverá um grande fluxo migratório dos penguin users como mais pessoas finalmente ingressarão nesse mundo Open Source.

  4. Miguel says:

    Uso tanto o Linux como o Windows.

    O windows tem melhor suporte para jogos (pagos) e programas (pagos) de manipulação de audio/video.
    Qualquer outra coisa que não seja o de cima, uso o Linux pois é mais rápido/leve e estável, seja numa tarefa tão simples como copiar ficheiros ou numa mais complicada como usar o avidemux para transformar o encoding de um filme…. a diferença de velocidade a fazer qq uma destas operações ou mesmo outras é simplesmente abismal.

  5. jaugusto says:

    Mx Tools é a coisa mais importante nesta distro, o resto um gajo encontra em todo o lado…

  6. PAULO SILVA says:

    O Titulo deveria ser ALTERNATIVA ao windows 10, embora na minha opinião o unico sistema a funcionar como alternativa é o MAC OSX, o linux tem imensas vantagens e desvantagens, dependendo do que se vai fazer pode ser uma alternativa ou não.

  7. Vicario says:

    Recentemente instalei o linux mint num portatil antigo que aqui tinha e fiquei impressionado pela positiva. O facto de consumir tao poucos recursos e ser bastante rapido para um portatil com 1gb de memoria. Fiquei encantado.
    Vale a pena migrar para este mx? Ou o mint e suficiente, tendo em conta que tenho um portatil onde trabalho diariamente e esse que conta com 8 gb de memoria.
    Obrigado.

    Ps: gostava do windows 10 mas acho o muito pesado. Um pouco tipo vista.

  8. miguelito says:

    Ó cambada de atrasados, alguém os obriga a ler o post, não gostam, olham para o lado. Comentários da treta… só revelam inveja ou garotice.

  9. Alcides says:

    Esquecer o windows com isso? Eu realmente não entendo todo esse fanatismo pelo Linux, em ferramentas de redes, controle de sistema, quesitos técnicos, ok, ainda há alguns argumentos, mas interface, suite de escritório ( libre office), utilitários, os aplicativos tem visual de windows 95, um sistema que parece morto. Enfim, gosto é isso, cada um tem o seu, mas trocar o windows por um sistema desses por causa dos argumentos apresentados, só se você for louco.

  10. Cortano says:

    Recentemente tive de instalar o Java numa distro Linux por causa do Portal Viva, que usa Java para ler os Passes.

    Resultado:
    tive de ir para o Windows porque para instalar a porra do java tinha de tirar um curso.

    • Pérolas says:

      Se o default-jre da tua distro funcionar é melhor (é só clicar e instalar), mas, se necessitares do java da oracle dou-te razão: não fazem a coisa fácil.. No entanto, se tiveres um procedimento de instalação é como seguir uma receita. No forum do pplware vou colocar o procedimento de instalação que utilizamos para quem usa apps das entidades estatais como a ama (cc), finanças, ss, gep, etc, etc e olha que são apps «heavy-duty».

      • Cortano says:

        A porcaria do portal viva só funciona com o Java da Oracle.
        Já para Windows é uma treta… Para Linux é uma dor de cabeça.

        O ideal mesmo era às entidades abandonarem o Java da Oracle.

      • Pérolas says:

        Pensando melhor, talvez seja mais acessível colocar aqui os comandos de instalação para o ubuntu e xubuntu:
        a) abrir uma janela de terminal e autenticar-se como administrador
        su nomedoadministrador
        → introduzir a senha de administrador
        b) executar os seguintes comandos:
        sudo apt update
        sudo apt install java-package
        sudo apt install java-common
        c) Fechar a janela de Terminal
        d) Aceder a https://www.java.com/pt_BR/download/linux_manual.jsp e descarregar o java para Linux x64
        e) Abrir a janela de Terminal, como utilizador, e aceder à pasta onde está o ficheiro descarregado:
        cd /home/nomedoutilizador/Transferências/
        f) Transformar o ficheiro .tar.gz num pacote .deb utilizando o seguinte comandos::
        make-jpkg ficheirodescarregado.tar.gz
        g) Obter autenticação como administrador:
        su nomedoadministrador
        → introduzir a senha de administrador
        h) Instalar o pacote .deb gerado:
        sudo dpkg -i ficheirodebgerado.deb
        i) Verificar o nome do ficheiro java instalado no sistema:
        update-java-alternatives -l

        O resultado deverá ser algo similar ao seguinte:
        oracle-java8-jre-amd64 317 /usr/lib/jvm/oracle-java8-jre-amd64
        j) Executar o comado:
        sudo update-java-alternatives -s oracle-java8-jre-amd64
        k) Opções para abrir o Control Panel da Oracle
        jcontrol ou sudo ControlPanel

        Notas: A utilização destes comados é da responsabilidade do utilizador e deve ser validado, em primeiro lugar, num ambiente controlado, e só depois ser transposto para o ambiente de produção. O java da oracle, agora, está sujeito a licença paga (seja para que plataforma for). Quem não pagar, não tem acesso a atualizações como tinha antigamente, o que, pode representar um risco para algumas entidades. Dito isto e pondo os interesses de lado, seria de todo conveniente que as entidades oficiais começassem a migrar tudo para o openjdk ou html5.

  11. Fernando Dantas says:

    Eu estou decepcionado com esta distribuição. Em primeiro lugar, após instalar os drivers da NVIDIA através do instalador próprio, o sistema ficou instável e apresentou um comportamento estranho ao desligar, ou seja demorava mais que o normal e com vários beeps pelo meio. Não ativa por defeito o driver ntfs-3g que possibilita escrita em partições desse tipo. Conky por vezes torna-se instável e não inicia. Prefiro o Zorin OS

  12. LISSANDRO DANNY says:

    Desculpa, mas por que faria esquecer do Windows 10? De resto não vejo muitas diferenças entre o Ubuntu

  13. Maickon says:

    Oque o desenvolvedor tem que fazer e dar suporte a games que rodam em windows ai sim deixaria de ser so mais uma distro.✌

  14. Silvio says:

    Gostaria de testar,mas esses altos e baixos nos comentários de vcs, desisto.

  15. Alexandre says:

    Pode até parecer com o Windows, leve e muito bom mas igual ao Windows e meio difícil. Quando tiver uma maneira facil de instalar aplicativos e que não fique dando erro, aí sim posso dar adeus ao mi Microsoft.

  16. Head Brother says:

    Essa história de Linux Like Windows não EXISTE, é um chover molhado pois pode até parecer mas não há facilidade de Aplicativos igual ao do Windows e pode gritar , chorar e pular no Abismo, não existe !

  17. Head Brother says:

    Essa história de Linux Like Windows não EXISTE, é um chover molhado pois pode até parecer mas não há facilidade de Aplicativos igual ao do Windows e pode gritar , chorar e pular no Abismo, não existe !

  18. Victor says:

    Gosto imenso do pplwere, é um site com bastante informação útil e bem escrita, mas o que me dá mais pica é ler os comentários, parto o coco a rir

  19. just saying says:

    vim aqui só ler os comentários a dizer que é clickbait

  20. Eduardo says:

    nunca ira subdtinuir o Windows linuz não presta já experimentei e so digo isto bahhhhhh que nojo bahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh

    • André says:

      Alerta criança.

    • Petrus says:

      Meu querido, você sabe que sua vida depende de Linux, certo? Você nem teria feito esse comentário se não fosse Linux, já que a internet roda em Linux. Você tem um celular Android? Sabia que o seu celular Android é um sistema Linux? Você tem um carro? Sabia que os carros usam Linux também? Os sistemas dos hospitais, governos, as bolsas de valores etc. O mundo tecnológico é regido por Linux, desde um simples microondas até a NASA. O ÚNICO segmento do mundo tecnológico que o Linux não possui domínio absoluto é de Computadores de Mesa e Notebooks, então só uma dica para você: vai estudar antes de passar vergonha.

  21. Samuel says:

    Aviso :
    Xfburn no Mint não deve ser usado para gravar ISO. Para gravar ISO recomendo a utilização do Brasero. Gravei 2 distros usando o Xfburn e ficaram mal gravadas depois usei o Brasero para gravar o MX Linux e ficou bem gravada.
    Em relação a distro é um bocadinho meio confusa ao início mas bate todas as outras que usei, mais de 20, aos pontos. Recomendo a sua instalação.

  22. Johnny says:

    Nesse Sistema tem central de facilidade de acesso como adaptar o mause no teclado

  23. Alexandro says:

    Queria colocar em um multiterminal userful 3 telas, tem como?

  24. informado says:

    Linux Fedora 🙂 Muita BOMMMM

  25. Vagner Larrubis says:

    Gostaria de saber em qual distribuição ela tem base? O Mint sei que tem origem do Ubuntu que por sua vez vem do Debian.

  26. Cesar says:

    O choro é livre, Windows é melhor

    • Petrus says:

      Meu querido, você sabe que sua vida depende de Linux, certo? Você nem teria feito esse comentário se não fosse Linux, já que a internet roda em Linux. Você tem um celular Android? Sabia que o seu celular Android é um sistema Linux? Você tem um carro? Sabia que os carros usam Linux também? Os sistemas dos hospitais, governos, as bolsas de valores etc. O mundo tecnológico é regido por Linux, desde um simples microondas até a NASA. O ÚNICO segmento do mundo tecnológico que o Linux não possui domínio absoluto é de Computadores de Mesa e Notebooks, então só uma dica para você: vai estudar antes de passar vergonha.

  27. Luiz Rodrigues says:

    Caro Pedro, sou um feliz usuário do Ubuntu após décadas de uso do Windows, desde a versão 3.1 até às mais recentes atualizações da versão 10. Minha única decepção com o Ubuntu é sua inabilidade em lidar com o sistema híbrido de placas de vídeo em meu notebook (uma Intel “on-board” e uma dedicada AMD). Enfim, gostaria de saber se essa distribuição (ou alguma outra que você conheça) administra melhor esse sistema.
    Mas deixo claro que não tenho nada contra o Windows 10. Apenas não quero continuar pagando preços absurdos por softwares que têm similares gratuitos no Linux.

    • Pérolas says:

      Humm, talvez necessites de um driver adicional para a placa gráfica intel integrada no processador: recomenda-se a instalação do driver beignet em Categorias → Complementos → Drivers de Hardware → Beignet. Quanto à AMD verifica, através do gestor de pacotes synaptic, se tens instalado o pacote mesa-vdpau-drivers.

  28. Marcelo says:

    Infelizmente não existe nenhuma versão do Linux para quem trabalha com Photoshop e Corel Draw. Parece que o Linux só serve para concorrer com quem usa o Office.

  29. Mauro Francisco Baptista Marques says:

    Sou usuário de Ubuntu hoje 18.04. Mas administro uma rede com usuários w7 com Samba em servidor Ubunto 16.10. O MX Linux roda o wine e que versão? Tenho feito varias tentativas de troca do w7 para ubuntu e esbarro nos erros do wine.
    Como está a estabilidade do wine nesta versão do MX Linux?

    • Pérolas says:

      E porque razão utilizas o wine? Que tal, continuares a utilizar o w7 na tua rede e ir migrando as aplicações utilizadas no w7 para aplicações que existam no ubuntu e assim chegar a um ponto em que poder migrar a máquina do utilizador para ubuntu e ele não vai sentir um grande impacto?

      • Mauro Francisco Baptista Marques says:

        Os programas são de terceiros. Mas com a atual situação da Microsoft suas atualizações são uma incógnita. Tanto que resisto em instalar w10.

  30. Paulo Hübner de Freitas says:

    Gosto muito do Linux mas, daí deixar o Windows ainda não consegui pois, por melhor que seja a distribuição do Linux, não posso utilizar Photoshop, Corel Draw, In Design, Ilustrator e outras ferramentos que preciso no meu dia-a-dia. Infelizmente ainda fico amarrado ao “Ruindows” em razão desses fatores.

  31. Sergio says:

    Pelo que pude notar nos comentários, seria algo como um vegano falando “O prato que vai fazer esquecer a carne”, algo que não precisa pois é pura questão de gosto e conveniência, um vegano assim como um fiel defensor do pinguim sabe o quanto é dificil emplacar seu modo de vida….

  32. Luciano says:

    As pessoas focam-se na distro e esquecem dos aplicativos, o Linux só não é maior porque todos querem equiparação com o Windows, o usuário que é CorelDraw, Office, autocad,

  33. Anderley says:

    No dia em que o Linux poder interpretar qualquer arquivo exe. Deixo na hora de usar Windows

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.