PplWare Mobile

Linux Lite 4.6: Um Ubuntu mais magro mas mais rápido


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Samuel says:

    Um Linux baseado em Ubuntu para mim nunca mais. Não vale a pena nem o espaço que ocupa no disco.

    • José Luís says:

      Puxa, fiquei curioso para saber o porquê de tamanho ranço! Teve problemas com o Ubuntu? Como sou usuário dessa distribuição, há alguma advertência que poderia me passar?

      • Daniel says:

        Não é ranço ele tem razão, há muito bloatware instalado, há snaps pré-instalados, além do suporte ao mesmo. Tanto snaps como flatpaks tomam muito espaço em disco.
        Sinceramente, o Ubuntu é o Windows do Linux. Só lixo mesmo e superestimado!

  2. Fabio Jose de Oliveira says:

    Bom a Linux/Ubuntu vem me surpreendendo pois custo benefício gera conforto na minha utilização naum vejo problemas atendem a tudo que necessito e quanto a outros sistemas que abandonaram o cliente e pensam de forma grande, o Linux cresce com uma raiz forte e com ramos grossos que absorvem o impacto e nem se abalam com pedras jogadas, Obrigado aos desenvolvedores continuem assim.

  3. Fabio Jose de Oliveira says:

    Bom a Linux/Ubuntu vem me surpreendendo pois custo benefício gera conforto na minha utilização naum vejo problemas atendem a tudo que necessito e quanto a outros sistemas que abandonaram o cliente e pensam de forma grande, o Linux cresce com uma raiz forte e com ramos grossos que absorvem o impacto e nem se abalam com pedras jogadas, Obrigado aos desenvolvedores continuem assim.

  4. Daniel says:

    Mais um refisefuqui… digo, um derivado de um derivado… Tudo bem que traz algumas facilidades, tal qual MX Linux, mas fala sério… Ubuntu e Debian não são tão difíceis assim, quer mamata? Nem usa Linux, fica no Windows mesmo.
    Outra coisa, essa é uma das poucas distros que se recusa a oferecer suporte para UEFI. Ainda vivem no passado, pelo visto. Até o Lubuntu que é para “computadores antigos” tem suporte a UEFI e essa derivada do “Ubuntu” não tem.
    Vergonha!

  5. ElectroescadaS says:

    Em vez de se inventar 1001 formas de criar sistemas operativos alternativos não seria preferível criar apenas meia dúzia de sistemas operativos Linux (baseados nas suas linguagens originais) e desenvolver esses ditos cujos em algo verdadeiramente bom e útil?

    Ao fim dumas semanas testar 1001 distros torna-se cansativo e para mim é pura perda de tempo…

    • ma ma says:

      o torna o linux diferente dos sistemas da microsoft e da apple é k no linux existe liberdade logo cada pessoa pode criar o seu sistema operativo e fazer o que quiser desde cumpra a licença mas na verdade não existem mais de 20 distribuições reais as outras são modificações dessas na maioria das vezes apenas cosméticas logo pouco relevantes quem quer aprender linux apenas deve concentrar nas distribuições base tipo debian,arch,fedora e por ai fora….

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.