PplWare Mobile

Linux Lite 4.4: Um Ubuntu super rápido e ainda mais fácil de usar


Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Troweskru says:

    Não se percebe nada destas coisas, relacionadas com Linux. São às dezenas as distribuições, todas as mais leves e rápidas, polidas e design xpto, etc. Depois na prática, fazem todas o mesmo, com as mesmas incompatibilidades e obrigatoriedade em transformar a simples utilização de um programa em introdução à programação.

    • Spoky says:

      Um comentário sem qualquer cabimento. Zorin os é mais prático para ti, peppermint esses que acabo de mencionar são fáceis de utilizar e só precisas de ir a loja de aplicações e está feito. Já vem com Wine entre outros.

      Se queres instalar coisas mais complexas é diferente.

      Assim como no Windows, instalação pode ser fácil, mas o uso pode ser difícil por exemplo Primavera, Adobe Illustrator, SAGE

      Embora com o tempo saibas utilizar. Tudo precisa de adaptação.

      Os que. Mencionei facilitam e muito o trabalho o peppermint é leve. O Zorin versão Lite também é, embora um pouco mais pesado.

      • Junior says:

        O ruim do Zorin é que parou no tempo, o próprio Ubuntu já demora pra lançar uma LTS, já o Zorin pra lançar numa nova release é uma eternidade. Ainda é baseado no Ubuntu 16.04 e só agora que lançaram o beta do Zorin 15. Nada foi falado sobre a versão com XFCE, o Zorin Lite continua preso ao passado.

        • Spoky says:

          Mentira!! Completamente mentira junior… vá ao site do zorin e veja os ultimos dois posts… ja tem tem ova versao em fase beta. A cada ano sai uma nova versao…

          Ve a data no blog 😉

          • Junior says:

            “e só agora que lançaram o beta do Zorin 15”
            Leia meu comentário antes de passar vergonha.
            Quando falei do Zorin 15 me referi ao beta.
            Que cá entre nós, demorou muito pra ser lançado.
            E como todos sabemos, betas não são indicados para uso profissional.
            São apenas para testes.

        • Martins says:

          “o próprio Ubuntu já demora pra lançar uma LTS”
          Ó Junior não deves saber o que é uma versão LTS para estares a reclamar da demora de lançamento.

          • Junior says:

            Eu sei o que é, mas o Zorin demorou mais do que um LTS pra criar a primeira release do beta. Já faz tempo que o Ubuntu 18.04 foi lançado, já tem point releases do mesmo e o Zorin padrão ainda está preso ao Ubuntu 16.04, o que usa Unity ainda.
            Sem contar que nada foi falado do Zorin Lite beta.
            O Zorin demora muito pra lançar novas versões. Já estão prestes a lançar o Ubuntu 19.04 e o Zorin ainda continua no 16.04.
            Pra quem preza pela “novidade” e pacotes atualizados, mesmo a nível duma LTS nova, o Zorin deixa a desejar quase se igualando a um Debian.

      • AiOGajo says:

        Por exemplo, instalei o Subsonic no Linux, sem problema… Mas agora desinstalar é o crl!!

        Tive que andar a pesquisar como que raio ia desinstalar aqulo já que iniciava sempre que iniciava o pc!

    • Simples says:

      true that!

    • Paulo says:

      “São às dezenas as distribuições”
      Mas esta é a graça do Linux, de tá opções pra escolher. Ao invés de te enfiar o pacote todo como certos SO’s por aí…

      “todas as mais leves e rápidas, polidas e design xpto”
      Isso varia de PC pra PC. Não é vida de regra. O Linux Lite é baseado no Ubuntu, mas usa o XFCE como DE padrão. XFCE é muito leve. Existem interfaces pra todos os gostos no mundo Linux. XFCE visa primariamente rapidez, leveza e modularidade.

      “na prática, fazem todas o mesmo”
      Não, existem distros e distros, cada uma tem um foco específico. Algumas tem foco no usuário final, nos novatos como Mint, Ubuntu e Manjaro, outras tem foco em servidores, outras tem foco em trazer o que há de mais novo, outras tem foco em IoT, outras tem foco em privacidade e anonimato, outras em pentest e segurança, outras em desenvolvimento, em design, em produção audiovisual. Não existe “a distro” pra tudo. Linux não é Windows.

      Sugiro o vídeo: youtube.com/watch?v=gjg5OQKUdEY
      E depois veja este: youtube.com/watch?v=DhuFVqrEs3g&t=0s

    • Alfie says:

      Tens razão, as distribuições de Linux são coisas sempre complicadíssimas: obrigam a um conhecimento inicial mais elaborado. São, fundamentalmente, para pessoas que têm conhecimentos de informática além do básico do rato e botão de on/off e ir à Net ver o Facebbok. Mas a minha esposa, que é uma perfeita naba em informática e tem horror a máquinas, quando lhe tirei a máquina de Windows da frente e a substituí por uma com Linux não reclamou e achou que era mais do mesmo.
      Mas como costumo dizer: vá-se lá entender as mulheres.
      PS: mas este blog não é para quem se interessa por informática? E que, por isso, já sabe um bocado do assunto?

      • Arthur says:

        Mano
        .mas quem so acessa internet qualquer sistema e um navegador são suficientes kk
        O diferente quando usa-se pra trabalho e coisas afins. Estudos ou games. Ai o Linux é bom pra quem domina e quem quer aprender. Quem não quer nem aprender continua no Rwindows

    • Ruy Acquaviva says:

      É que para quem faz algo de má vontade tudo é difícil. Por favor fique com o seu Windows e deixe o Linux livre de comentários incorretos e enviesados como esse, que em nada contribuem, apenas passando informações incorretas.

      • JA FOSTE! says:

        Pena o teu comentário em nada favorecer o que aqui foi dito. Fazendo das “tuas” palavras também as minhas palavras, ganhavas mais se tivesses ficado calado…

  2. Junior says:

    Nada mais, nada menos que um Xubuntu com alguns tweaks.
    O interessante é que ela visa exclusivamente computadores antigos, por isso você terá sérios problemas se tentar instalar utilizando BIOS UEFI.
    É uma das poucas distros que não tem suporte ao UEFI.

  3. cmatomic says:

    Aquém reclama sobre os Sistemas GNU/Linux , compre computadores já com o sistema Linux instalado de fabrica , mas cá em Portugal é claro que não encontrar .

  4. Devsys says:

    Pedro, contínuas a apresentar distros do mesmo e para o mesmo. Não é lá uma grande fonte de informação assim. Daí que leias os comentários que aqui estão.

    • Pedro Pinto says:

      Não percebi o teu comentário. O que sugeres?

      • Devsys says:

        Repara que, falares de distribuições que são todas extremamente parecidas em relação ao software que trazem, em que são quase cópias umas das outras, todas com a mesma base, estás apenas a anunciar que saiu uma nova versão de uma distribuição, mas isso para quem lê não acrescenta assim tanto valor.
        Não valeria a pena até experimentar distros realmente diferentes, com âmbitos diferentes, e depois escrever um post?
        Repara, 2 ou 3 distribuições baseadas em Ubuntu, não muda praticamente nada. Praticamente é apenas o ambiente gráfico que vai tendo umas cores diferentes, e pouco mais. Tudo o resto, uma pode já vir com um programa de vídeo e a outra não, mas isso não conta para nada, porque instalar o mesmo programa nas duas é clicar em 2 ou 3 botões e esperar um minuto se tanto.
        Quanto ao resto, modo de funcionamento, políticas de segurança, gestor de pacotes, forma de arranque, configurações no geral, é tudo igual. E pior, acabas sempre por apresentar distros em que o âmbito é ser para o utilizador que usa o computador de forma lúdica.
        Pensa nisso. Cump

  5. Joao Cordeiro says:

    Pedro, de certa forma compreendo porque apresentas todas as distros de linux que passam ai pela tua frente.
    Mas achas que o utilizador novato de linux deve por esta distro no seu portatil?
    Será facil encontrar informação na web sobre esta distro? Sobre como resolver este stress ou aquele?

    Por outro lado achas que o utilizador experiente de linux não conhece o distrowatch?

    Apesar da boa intenção. Parece-me que estes teus artigos fazem mais mal ao linux que bem.

    • Pedro Pinto says:

      É a tua opinião. Discordo por completo! 🙂

      • Jc says:

        Mas discorda com argumentos sff. Talvez respondendo a:

        Mas achas que o utilizador novato de linux deve por esta distro no seu portatil?
        Será facil encontrar informação na web sobre esta distro? Sobre como resolver este stress ou aquele?

    • JOAO EDUARDO DOS SANTOS says:

      Discordo, muito pelo contrário, os artigos são muito bom, as vezes podemos discordar de alguma menção, mas são artigos altamente informativos e inteligentes, faz com que as pessoas fiquem totalmente antenados aos assuntos tecnológicos

    • Ruy Acquaviva says:

      Eu uso Linux há quase duas décadas e aprecio muito estes artigos sobre Distribuições Linux. Algumas das apresentadas eu conheço, outras eu ví o nome no Distrowatch mas não não cheguei a ver mais informações e outras eu não conhecia mesmo. Espero que o Pedro continue fazendo artigos como este que me são muito úteis e interessantes.

      • Junior says:

        +1
        É sempre bom conhecer novas opções. A galera aqui é muito bitolada e fechada para o que é novo, só querem tudo dentro de um padrãozinho, chega a ser ironico.

    • Martins says:

      O Pplware reduziu muito os artigos com teor didático. Agora só fazem artigos fast-food. Tipo “há uma nova versão do Linux xpto que é a melhor porque sim e agora desenrasca-te” Um tutorial a sério a explicar como funciona? Dá muito trabalho pelos vistos.

  6. JOAO EDUARDO DOS SANTOS says:

    A magia do Linux esta em ser personalizavel, pode se pegar o mini de qualquer distribuição, mas podemos falar conforme o contexto da matéria, o Debian o mini ou xubuntu core, que são fáceis de instalar podemos instalar o mínimo de pacotes conforme as necessidades e ter uma versão leve.

  7. Yur-pt says:

    Curiosamente, sempre que o tema Linux aparece, aparecem também muitas respostas do tipo “fanáticos do futebol”. Porque isto é melhor que aquilo, etc. O bom de tudo isto é haver a possibilidade de escolha, quer seja Windows, Linux ou Mac. Mau era estar-se obrigado a usar apenas um sistema. Eu uso Windows e Linux e cada um usa o que quiser. Não é por dizerem que este ou aquele sistema não prestam que eu vou deixar de usar seja o que for. Eu até gosto de experimentar coisas.

  8. Gervas69 says:

    Já vi por aqui algumas distros Linux, algumas já tinha até testado anteriormente. Mas fica difícil saber qual é que me serviria melhor para o equipamento que vou utilizar.
    Existe por aí algum sítio que se possa ver as distros disponíveis e em que melhor se enquadram dependendo do hardware?

  9. ElectroescadaS says:

    Não existia um site que nos recomendava distribuições Linux com base nas respostas que dávamos às perguntas que esse local nos fazia?

  10. Fábio tavares says:

    Reclamam muito para sistemas operativos gratuitos, se estão mal com o sistema Linux tem o Windows da Microsoft e sistema da apple, ao menos pagam e podem reclamar.

    Só mesquices, bom artigo. Obrigado pela informação Pedro Pinto.

  11. rattleb0x says:

    não vão sair muitos Pcs do sotão sem supporte para 32 bits…

  12. informado says:

    Não acho que seja grande coisa . Prefiro o Linux Fedora de longe ou o Manjaro versão Mate. Mas isso sou eu.

  13. okokok says:

    demorar muito a iniciar no hp dm1, lubunto e peppermint funcionam melhor nessa maquinazinha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.