PplWare Mobile

Kubuntu 12.10 Quantal Quetzal – O Ubuntu com KDE


Autor: Pedro Pinto


  1. Alex says:

    tem uma gralha em: Colord KDE Calibrar

  2. Hugo says:

    Boas pessoal,

    Vou fazer uma pergunta “sexy”.

    Uma vez que ainda estou muito verde no mundo linux… qual a diferença em ter o Kubuntu e ter o Ubuntu com o KDE (como estava num post há uns dias.

    Obrigado

    • DJLinux says:

      Olá Hugo, acho que a maior diferença é o ambiente gráfico, Kubuntu = KDE, Ubuntu = Unity. Mas tem outras como podes ler em cima, KDE já traz algumas ferramentas especificas. KDE é ligeiramente mais leve do que Unity. É mais facil instalar novos temas e ícones no KDE. E acho que tem uma interface mais fácil para quem vem do Windows para o Linux.

      Abrc

      • luis says:

        @DjLinux

        “KDE é ligeiramente mais leve do que Unity”

        Por acaso tens factos que apoiem essa conclusão? Da minha experiencia, conclui que o KDE é bastante mais exigente. Mas posso estar errado…

        • DJLinux says:

          Olá Luis,

          Por acaso tenho, http://www.phoronix.com/scan.php?page=article&item=ubuntu_1210beta_desktops&num=1 … Adoro este site porque fazem testes que é raro ver na net. 🙂

          • Serva says:

            Boa tarde ,

            O KDE tem vindo a ficar mais leve ao contrario do Ubuntu pelo sistema de renderização que vem colmatar a ausência do Unity 2D , mas isto também só se nota em maquinas que não tenham aceleração gráfica 3D , de qualquer das formas mesmo em boas maquinas o iato de tempo entre o click numa aplicação e asua abertura versus o Kubuntu é maior no Ubuntu .

            Faço notar que eu tenho instalado esta nova versão a 12,10 num P4 a 3,20 GHZ e 2 GB de ram e porta-se muito bem desde que não façamos conversões gráficas , dou um exemplo basta eu estar a gravar o desktop para o sistema ficar lento e irresponsivo , provavelmente este programa que já era pesado não sofreu ainda actualização e no 12,10 ficou ainda mais pesado fruto da falta de actualizações .

            Cumprimentos

            Serva

          • DarkTux says:

            Confirmo. As versões mais recentes do KDE têm melhorado bastante o desempenho.

            Tenho o Debian KDE instalado num P4 a 3.06Ghz com 1GB de RAM e efeitos gráfico ligados e o sistema é bastante fluido numa utilização tipica net/office.

            Cheguei a testar o Unity, que se arrastava neste PC.

            Não é nenhum teste cientifico, apenas a minha experiência pessoal.

      • jorjão says:

        Concordo plenamente. Não irias estranhar tanto deixar o windows hehehehehehe. E depois podes instalar sempre em dualboot com windows.
        Dúvidas apitas que a malta ajuda. Não desistas logo.

      • Hugo says:

        Olá DJLinux,

        Eu tenho o Ubuntu 12.04 LTS, e aqui há uns dias alterei o ambiente gráfico para KDE. Ou seja tenho todos o software do ubuntu mas com outro ambiente, que posso mudar altererando a sessão.

        Com o Kubuntu fico com o KDE de raíz mas com o software especifico desta distribuição… é isso?

        Abraço

        • DJLinux says:

          Não percebi muito bem a pergunta.

          Ao instalares o Kubuntu de raiz (ou seja formatando o disco) ficas com tudo o que o KDE traz, nada mais, mas podes sempre instalar as mesmas aplicações que tinhas no UBuntu.

        • Serva says:

          Hugo ,

          Boa tarde , eu compreendi o que fizeste instalaste o ambiente gráfico KDE sendo a base o Ubuntu 12,04 LTS .

          Eu sinceramente não te aconselho muito a fazer isso , porque as actualizações dos dois ambientes gráficos podem corromper-te os pacotes ou de uma interface ou de outra , eu o que faria era instalar o Kubuntu numa partição e o Ubuntu noutra assim não existem misturas .

          Eu tenho numa partição 6 interfaces gráficas em simultâneo que podes escolher no boot , só que já existem conflitos e pacotes que já não se actualizam etc , o facto de serem distribuições baseadas em Ubuntu não significa que sejam iguais , as interfaces gráficas têm a sua própria personalidade e programas específicos de cada uma delas , depois o gestor de ficheiros também não é o mesmo etc , vai por mim faz 2 partições e instala as duas distros fica muito mais estável .

          Alguma coisa que necessites diz .

          Cumprimentos

          Serva

        • Jimbo says:

          Sim. Instalar o KDE, XFCE, LXDE etc após instalar o Ubuntu (Unity) faz uma bagunça total. Fica tudo misturado.
          O ideal é instalar a versão específica do ambiente que pretende usar: Ubuntu (Unity), Xubuntu (XFCE), Lubuntu (LXDE) ou Kubuntu(KDE)… também tem um Ubuntu Gnome Remix com o Gnome 3 como padrão.

      • João Dourado says:

        O DjLinux disse tudo, subscrevo as palavras dele, já uso o kubuntu há uns meses e até prefiro mais que o ubuntu, desde facilidade em instalar temas e ícones como muito mais leve e rápido. Experimenta nem que seja numa Maquina virtual.

    • Serva says:

      Hugo ,

      Boa tarde a diferença é quase total , a única coisa que partilhas com o Ubuntu são os comandos de resto existe uma equipa responsável por esta distribuição que nesta versão 12,10 até já não é patrocinada pela Canonical , a equipa manteve-se a mesma , mantiveram o mesmo calendário de lançamentos mas é como se fosse um SO completamente diferente , outras vantagens são claramente a facilidade de mudares temas de tudo o que possas imaginar , o look é muito agradável e moderno e existe um constante desenvolvimento do Workspace KDE que deverá chegar a versão 5 no próximo ano em Abril ou Maio aonde se esperam várias novidades .

      Cumprimentos

      Serva

      • Hugo says:

        @Serva

        Muito obrigado pelo esclarecimento. Neste momento estou indeciso entre fazer uma partição para cada sistema (Ubuntu ou Kubuntu, ou então mudar de vez para Kubuntu… mas acho que vou arriscar e mudar de vez para Kubuntu.

        Até agora a experiência no mundo linux tem-me corrido bem, e penso que é altura de experimentar outras coisas.

        Até porque o portátil é algo antigo (acer aspire 1692, mas nunca me deixou ficar mal), e talvez o Kubuntu o faça acelerar um pouco… pelo menos a diferença do Ubuntu para Windows foi brutal.

        Cumprimentos.

        • Serva says:

          Hugo ,

          Boa tarde eu vou fazer um tutorial que assentará no após instalação a configuração , personalização etc , fica atento estou mesmo só a espera que me liguem da loja de informática para ir buscar o meu PC novo que já mo deveriam ter entregue hoje , encomendei uma board da Intel extrem edition e parece que não está fácil chegar esse componente .

          Espero que gostes , eu usava Ubuntu até a versão 10,10 com a Gnome 2.3 , depois da migração para a interface Unity nunca mais voltei a usar Unity , como gosto de experimentar distros tenho instalado , mas tem evoluído muito pouco esta interface e os bugs são demasiados , na altura procurei por interfaces alternativas o Mate estava a dar os primeiros passos mais tarde veio o Cinnamon , mas quando experimentei o KDE ao fim de 3 semanas já não queria outra coisa , mesmo em termos de produtividade é muito superior ao Unity e tem uma equipa de desenvolvimento / comunidade por todo o Mundo muito activa .

          Alguma coisa que necessites esta é a minha interface de todos os dias por isso dispoẽ .

          Cumprimentos

          Serva

  3. luis says:

    Considero o KDE muito bom, em bastantes aspectos superior ao unity (vou ignorar o gnome-shell e outros…). A unica coisa que me incomoda é o fraco aproveitamento do ecrã. No unity o desenvolvimento está assente na minimização do espaço ocupado pelas frames das janelas e pelos espaços mortos. Ora, isso não acontece no KDE. Já agora para quem não sabe, um dos grandes responsaveis pelo tema por defeito do KDE, é português.

    http://pinheiro-kde.blogspot.pt/

    • leandrw says:

      Mas caro sr. luis, a filosofia do KDE é a máxima adaptação do sistema ao usuário. Isso quer dizer que irás encontrar configuração para quase tudo no KDE para deixá-lo um sistema ao teu gosto, o que quer dizer que podes deixá-lo parecido com o Unity. A propósito, tentastes modificar o tipo de sessão KDE de desktop para Netbook (https://www.youtube.com/watch?v=IBg7hYUNtBo)? Creio que a configuração padrão se deva ao fato do ambiente ser primeiramente voltado aos Desktops, ainda eu seu conceito clássico.

  4. Carlos Silva says:

    Realmente o KDE é muito bonito… mas da última vez que o experimentei, há uns meses atrás, com o Caixa Mágica, era tão ou mais exigente que a Unity, pelo menos no meu portátil. Não sei como está agora, vou testar novamente, contudo já estou tão habituado ao GNOME que fica difícil mudar para KDE, que tem as suas próprias bases, e por acaso até gosto bastante de trabalhar com Unity, a concepção é muito boa, o problema é a má implementação… não deveriam ter feito como plugin do Compiz, ainda tem alguns bugs chatos e precisava de ser reformulada de base para ser optimizada (sobretudo em termos gráficos).

  5. dbrenha says:

    Vocês vão fazer um sobre o gnome spin? Esse interessava-me mais, e uma comparação com o unity em termos de uso diário.

  6. Arlindo says:

    Bom dia a todos!

    “Ando nas andanças do linux há uns 2 anos +-, ainda gatinho” rsr. Comecei por instalar ubuntu 11.04 dp atualizei para 11.10 e 12.04. + tarde instalei + 2 ambientes gráficos nele, KDE e Xubuntu.
    Achei o KDE bonito… “parecido com windows”, com muitas funções, mas pesado, ao fim de algum tempo, cansa… O xubuntu com menos customização mas bem leve. Como o meu portátil é velhote, não aguenta o ubuntu 12.10 com unity, mas gosto dele, quando tiver hardware compatível volto ao mesmo. Há uns dias atrás fiz download da ISO lubuntu e instalei de raiz, para minha surpresa, é o mais levinho de todos, muito rápido neste chaço… Para quem tiver hardware velhote, este é aconselhável, a meu ver.

    • Serva says:

      Arlindo ,

      Sem dúvida Lubuntu é muito leve , mas no KDE existem uma serie de tweaks que podes fazer que te tornam o SO bem mais leve , sabes que o KDE na minha perspectiva tem o melhor sistema de indexação que conheço , mesmo considerando o OSX , é difícil não encontrares quase instantaneamente o file que procuras se souberes mais ou menos em que nome está , mas como imaginas isto obriga a consumos de ram e cpu , basta ires a configuração do sistema encontrares o icone pesquisa no Ambiente de trabalho e retirares a indexação , outro tweak muito interessante para maquinas mais antigas é : ainda na configuração de sistema , seleccionas aparência das aplicações , já dentro escolhes estilo depois o segundo separador ajuste fino e escolhes efeitos gráficos com carga de cpu baixa e resolução do ecrã baixa , não ficas com o sistema todo quitado mas ainda assim muito elegante , ultimo tweak de recurso , na mesma configuração do sistema , escolhes efeitos do ecrã , separador geral retiras o visto de activar os efeitos do ecrã no arranque , no separador avançado retiras usar os shaders e usar o Vsync .

      Com estes tweaks dever ser possível correr bem o Kubuntu em maquinas mais antigas .

      Aceitem os meus sinceros cumprimentos

      Serva

      • guerreiro says:

        Aguardo ansiosamente esse tutorial, pois o meu DE de eleição é tambem o Kde e é verdade que pode ser pesadito as vezes, tambem costumo desativar o serviço de indexação nota-se alguma diferença, como uso o funtoo/gentoo costumo usar muito a shell e uma ferramenta que pode ajudar a substituir a indexação de ficheiros para uma busca rápida é o mlocate tambem muito rápido mas sem gui.

      • Arlindo says:

        Boas, Serva!

        De facto, pelos teus comentários, dá para perceber que és fã do ambiente gráfico KDE, e não só, revelas muito conhecimento a respeito do mesmo. Eu próprio tb gosto, simplesmente, no momento n tenho máquina para o poder usar com toda a sua pujança. Mas, quando tiver, volto a ele de novo.

        já agora, “aproveitando-me dos teus conhecimentos”, vou pedir-te um conselho, vou ter de adquirir novo portátil, com arquitectura atul, tenho lido em alguns foruns que as placas gráficas que melhor se integram no linux são as “fraquinhas” intel graphics, umas vez que os seus drivers ñ são proprietários. Por outro lado, tenho lido tb que existem algumas AMD RADION e nVidia que dão grande dor de cabeça para correrem decentemente em linux. apesar de existirem drivers proprietário. Qual a melhor escolha, afinal??

        Cumprimentos,

        Arlindo

        • Tiago M. says:

          Boa tarde Arlindo. Li o teu comentário e como tenho alguma experiência nesse assunto posso dar-te a minha opinião.

          Eu corro o Ubuntu 12.10 com Unity 3D no meu portátil com Intel HD Graphics e por experiência própria posso garantir que corre na perfeição, muitos dos problemas que as pessoas costumam queixar-se acerca da Unity não acontecem precisamente porque não há drivers proprietários no meu sistema. Acredito que tal se aplique ao Linux em geral, pois é sempre uma dor de cabeça com placas NVIDIA.

          Contudo esses conflitos com as placas gráficas costumam acontecer mais nos portáteis do que nos desktops, de maneira que o meu conselho é se é para um portátil, mais vale optar uma Intel HD Graphics, até porque devido às questões de sobreaquecimento, o portátil nunca é o formato de PC adequado para grandes execuções gráficas, além disso se for um portátil para uso geral e trabalho, garanto que as partilhadas Intel cumprem sem problemas e evita-se as dores de cabeça com o Linux.

          Se for desktop, é optar por uma placa dedicada, mas atenção, é melhor escolher uma que seja nem muito antiga nem muito recente, por razões que têm a ver com o suporte por parte dos drivers proprietários.

        • Serva says:

          Arlindo ,

          Boa tarde , eu escolheria uma placa gráfica da Nvidia , mesmo as mais recentes têm suporte nativo sem necessidade de instalar qualquer drive , com o novo Kernel novas bibliotecas foram adicionadas e suporte para portáteis com 2 gráficas , foge desses portáteis que até mesmo no Windows dão problemas e escolhe uma placa da Nvidia o processador pode ser o que quiseres o HDD pode ser SSD etc , etc , existem agora boas maquinas I7 a preços muito interessantes .

          Cumprimentos

          Serva

    • DarkTux says:

      Serva,
      Em complemento aos tweeks que referiste acrescentava:
      * System Settings -> Desktop Effects -> All Effects: Desliga o “Blur”
      * System Settings -> Desktop Effects -> Advanced: Altera o “Scale method” para “Smooth” ou “Crisp”
      (desculpem mas uso o sistema em inglês)

      Uma complilação de tweeks para melhorar a performance no KDE também dava um artigo interessante. Fica a sugestão Serva.

  7. Sérgio says:

    Ola!

    Ja utilizo o linux ha uns anos para testes e tenho utilizado também como servidores WEB.

    Uma das coisas que me faz confusão é a qualidade de imagem! Não é definida…
    KDE, LXDE, XFCE,… etc Sinto-me sempre um pouco “apertado” e pouco confortável na utilização Gráfica….

    Terá haver com drivers??

    • Serva says:

      Sérgio ,

      A imagem é fantástica em Linux , uso um monitor de 27” com drives da nvidia em fase beta com 1 milhão de cores e profundidade de 36 bits , bem superior ao Windows por exemplo , existe alguma coisa que não estarás a fazer bem , mesmo a qualidade dos filmes HD as cores são muito naturais e com contornos e contraste etc , mas sempre no KDE podes fazer ajustamentos de cor ou mesmo na suite da nvidia desde contraste , saturação , gamma etc .

      Cumprimentos

      Serva

  8. Arlindo says:

    Ah, esqueci de dizer, testei o cimannon tb e é bonito e leve, em termos de leveza fica em 3º dp do lubuntu e gnome.

    Cumprimentos a todos.

  9. Serva says:

    Arlindo ,

    Boa tarde a leveza não é tudo , eu também quero ter um sistema completo e que tenha de preferência o máximo de funcionalidade possíveis , quando começas a instalar por exemplo o compiz no Lubuntu o sistema começa a ficar mais pesado , o Lubuntu é leve enquanto não instalamos grande coisa depois consome recursos como os outros e o mesmo se aplica ao Cinnamon que na minha perspectiva tem muito por aonde crescer e será sem dúvida a continuar assim um interface gráfica muito seria .

    Cumprimentos

    Serva

    • Luís Nabais says:

      Olá Serva.

      Vejo aqui inúmeros posts teus, mas nunca reparei em teres dito que distro, ambiente gráfico e afins utilizas de momento.
      Com o vejo que tens conhecimentos na área, aproveito para perguntar-te isso mesmo 🙂

      Eu não desgosto de Ubuntu, mas acho-o pesado demais. Mesmo com outros DEs, acabo por preferir um Fedora (com KDE, MATE ou XFCE), ou Fuduntu (gostei muito desta), mas talvez tenha gosto por estas por ser RHCE e conhecer os truques todos aos Red Hat based…

      Abraço

      • Serva says:

        @Luís Nabais ,

        Boa noite , actualmente ainda uso como distro principal o Big Linux 11.10 , mas tenho 5 HDDs internos com distros diferentes e vou adptar de vez o Kubuntu 12,10 .

        Cumprimentos

        Serva

  10. Carvalho says:

    Como sempre mais um excelente artigo cheio de informação útil.
    Já agora deixo aqui uma proposta que vem de encontro aos próximos artigos desta rubrica. Como todas as escolas e maioria das faculdades de portugal, usam Windows que tal dizerem num destes artigos quais as melhores distribuições para aplicar em escolas, tanto publicas como escolas de ensino profissional. E já agora qual a melhor distribuição empresarial 🙂
    Uma boa maneira de combater a dita “crise” 🙂

    Continuem o excelente trabalho pois é muito útil a quem se interessa pela tecnologia

  11. Marcelo Barros says:

    Ola,

    Qual recomendam para trabalho, programador java…?

    Kubuntu ou Fuduntu=?

    Cumprimentos.

  12. Sambas31 says:

    Por mim Desde que tenha o Eclipse instalado,qualquer um serve…

  13. Luís Nabais says:

    Achei a versão 12.04 do Kubuntu com algumas falhas, por vezes crashava, numa instalação feita de raíz… Mais alguém teve isso? Se sim, que acham da versão 12.10, mais estável?

  14. Serva says:

    Bom dia ,

    Eu nunca tive problemas de crashs , no meu portátil que também é HP , nem em Pcs de secretária , acreditem que sou exigente se eu tivesse crashs permanentes não tinha de certeza esta distribuição como sendo a minha principal , uso diariamente os meus pcs no HP tenho o Kubuntu 12,04 LTS em dual boot com o Windows e posso dizer que funciona muito melhor com o Kubuntu e funciona tudo e tenho uma Nvidia como placa gráfica , aliás nunca tive problemas com gráficas da Nvidia em Linux .

    Cumprimentos

    Serva

    • guerreiro says:

      Eu tive uma nvidia gt520 que não funcionava com os drivers proprietarios em linux, alias se pesquisarem no google por “gt520 segmentation fault” aparece uma data de pessoal com o mesmo problema e sinceramente as nouveau ficam muito aquem das expectativas mas ainda assim concordo que para linux nvidia continuam a ser as melhores graficas é só uma questão de pesquisar sobre a placa primeiro.

  15. Renathofl says:

    Ola ,

    Gosto cada um tem diferente . Dizer que este ou aquele S.O é melhor ou pior ,encontra,muitas vezes pros e contras . Achei este sistema muito cheio de enfeites e adornos , mas no final das contas parece muito com os anteriores. Muito dificil para configurar o modem 3G da claro e mais ainda instalar o Synaptic que naho vem como padraõ neste KDE. Mudar é bom , mas estragar o que já estava certo é apelação a uma pseuda modernidade . Esta moda de toques na tela é para TaBleTs e não para Pcs .

  16. Daniel Gonçalez says:

    Só uma correção, o Calligra Suite não vem instalado por padrão. O Office do Kubuntu e Ubuntu são o mesmo, o Libreoffice.
    Usei por muito tempo o Ubuntu, com o Kde instalado em seguida, após a versão 11.04, o Kubuntu ficou bem mais estável, leve e “clean”, então passei a usá-lo por padrão.
    Abraço!

  17. Pirio says:

    Boas pessoal, tenho instalado Kubuntu 12.10 e estou a gostar mt mas não consigo instalar o skype. Fiz download no site oficial do skype do unbuntu 12.10 clico pa instalar dps apareci pronto vou ao software não apareci nada. Alguem pode indicar os passos. Obrigado

  18. jack says:

    Instalar SKYPE

    sudo add-apt-repository “deb http://archive.canonical.com/ $(lsb_release -sc) partner”

    sudo apt-get update

    sudo apt-get install skype

  19. jack says:

    Kubunto 12.10 bom estável

    — Unica problema que surgiu , ele ficou lento trava depois que atualize o KDE para verção nova, 4.9

    Alguem pode dar dica como devolver pra anterior

    • Daniel Gonçalez says:

      Ao invés de voltar pra versão anterior, atualiza pra versão 4.10 do KDE que está ótima.
      Abre o terminal e faz:

      sudo add-apt-repository ppa:kubuntu-ppa/backports ENTER
      sudo apt-get update ENTER
      sudo apt-get dist-upgrade ENTER

      ATENÇÃO: PPA de terceiros… adicione por sua conta e risco!

      Caso queira retornar a versão anterior, faça no terminal:

      sudo apt-get install ppa-purge ENTER
      sudo ppa-purge ppa:kubuntu-ppa/backports ENTER

  20. Marcks says:

    Olá obrigado pela postagens esta ajudando muito. Acabei de atualizar do ubuntu 13.10 para o 14.04. As coisas ficaram mais lentas principalmente abrir e fechar janelas e piorou os Mídias Players (VLC, SMplayer, Mplayer) ficaram com as imagens lentas e o SMplayer tem horas que só aparece o áudio e nada de video. Por sugestão de amigo falou que o Kubuntu ambiente KDE seria melhor para meu CPU arcaico e realmente esta funcionando bem melhor tudo muito mais rápido e os mídias players estão funcionando perfeito. Na versão 13.10 os mídias players funcionavam perfeitamente quando atualizou piorou tudo, será que o sistema atualizado não suporta minha placa gráfica ultrapassada? Más porque no Kubuntu funciona bem e no Ubuntu não?? porque no 13.10 era tudo bom e no 14.10, mesmo sendo mais estável fica tudo meio lento, principalmente os midias Players???. No Kubuntu KDE esta tudo perfeito muito rápido e dinâmico isso é normal de acontecer??? Tem como só utilizar o ambiente gráfico KDE sem o Gnome?? teria que fazer uma instalação limpa já com o Kubuntu??? O Kubuntu funciona bem sem a base do Ubuntu? Se puder me ajudar ficarei muito grato. Configuração do Desktop:
    SO Ubuntu 14.04
    Memória: 2.0 GIB
    Tipo de Sistema: 32-Bit
    Processador: Intel Atom CPUD525 @ 1.80 GHZ x4
    Gráficos: Intel IGD x86/MMX/SSE2
    Disco WG de 500 GB

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.