PplWare Mobile

Dica Linux: Como aumentar a memória Swap do sistema?


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Paulo Simões says:

    Boa tarde, antes de mais, Pedro Pinto, parabéns pelo artigo. Bastante interessante.
    Tenho algumas questões que penso me possam esclarecer.
    Tenho Debian 10 instalado num PC com 8gb, e disco SSD, ao instalar debian sei que o sistema já cria a partição da memória swap. Tenho alguma vantagem em aumentar o tamanho da partição swap?
    Este tipo de memória (swap) é usado apenas quando a memória física é esgotada, certo?
    Obrigado.

    • Dig says:

      Portanto, o que quer saber é, dado ter 8G de ram, precisa de sawp memory ou não?
      Pedro, eu tenho 16G de ram, preciso de swap ou não?

      • Ademilson says:

        Sim,tbm tenho 16gb de ram, eu mexi na minha swap e tenho travamentos em alguns programas e no Chrome qdo abro todas notícias, sites de preços chineses.

    • Silvio says:

      Paulo…com 8 de ram,vai ser muito difícil usar a swap.
      Na hora que vc instalou o Debian,ele já deixou uma parte do disco como tal.
      Eu tenho um note com 4 de ram e pelo menos comigo,nunca entrou na swap.
      Essa é minha opinião.
      Americana SP Brasil

  2. Josué says:

    O Ubuntu e outras distros já deixaram de ter uma partição própria para o swap e têm em vez disso um “swap file” ou seja é um ficheiro, mas é basicamente um espaço reservado na partição onde o Linux está instalado.

    • Ruy Acquaviva says:

      Essa tendência ocorre devido ao aumento da memória RAM disponível nos computadores atuais, que torna muito menos frequente, ou quase nulo, o uso da memória virtual. Usar uma partição separada aumenta a velocidade da memória virtual, mas se ela é raramente usada torna-se mais interessante manter apenas um arquivo na partição do sistema, evitando-se o trabalho de fazer uma partição a mais e permitindo o uso do espaço em disco que da outra forma estaria reservada apenas para essa finalidade.

  3. Victor says:

    Com 8 de RAM a swap só é precisa se usarem Hibernate, para discos SSD a swap não é aconselhável.

    • Flavio says:

      Degrada mais o disco? E retira velocidade ao mesmo correto?

      • Victor says:

        Sim, a escrita constante degrada os discos SSD mais rapidamente que nos discos convencionais. No caso do Linux não uso swap. No Windows, caso o PC tenha dois discos, um SSD para o sistema e um disco duro para os dados, é aconselhável dirigir o page file (tem a mesma função que a swap no Linux) para esse disco, assim como os ficheiros temporários. É o método que uso nos PCs aqui em casa.

      • Roni says:

        Você pode usar a Swap direto na memória ram.

        O Zram seria o ideal para quem tem SSD.

        Pode também ajustar o Swapiness.

  4. Paulo Simões says:

    Boas. Depois de ler o artigo fiquei com dúvida se haveria a necessidade de algum ajuste no meu sistema afim de aumentar a performance. Mas, o que escreveram confirmou a opinião que já tinha sobre a swap. Existe, mas no meu caso penso não estar a ter qualquer proveito, qualquer ajuste não tem impacto real no meu sistema. Obrigado.

  5. Ademilson says:

    Como faz no mint? Eu mexi na partiçao de swap agora não entra em uso mais…tem q recadastrar?

  6. José Maria Oliveira Simões says:

    Não é assim tão fácil e linear. Por exemplo, durante a instalação do Linux Mint num portatil com 4 Gb de RAM, o swap fica com o mesmo tamanho da RAM. O problema é que, durante a instalação não há qualquer chance de alterar isto. Antigamente, o filesystem tinha 3 zonas. A zona de boot, a zona de root do sistema , que podia ou não ser subdividido em zonas de utilizadores (home) , var , usr e o swap era à parte. Hoje o filesystem fica com o boot e o root. Dentro do root encontra-se o swap. Já tentei com o gparted , mas com ou sem lvm só se vê 2 zonas, boot e root. Antigamente, durante a instalação tinha-se a oportunidade de alterar os tamanhos , nomeadamente, dar mais espaço para o swap. Hoje, se a maquina tiver RAM 2 Gb o swap fica com 2 Gb, se a mesma tiver de RAM 4 Gb o swap fica com 4 Gb e se tiver de RAM 8 Gb fica com 8 Gb de swap.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.