Quantcast
PplWare Mobile

Chegou o Ubuntu 16.04 (Xenial Xerus)! E agora Windows 10?

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. EC says:

    Downloading… 64bits. Experimentarei numa maquina virtual

  2. Crist. N says:

    E agora nada, como sempre. Essa fraca tentativa de criar uma falsa sensação de perigo de mercado não cai bem. Que tal um pouco de isenção?

    Linux e respectivas distros continuam a ser Linux: o sistema operativo que nem dado as pessoas o querem.

    • Vítor M. says:

      A questão é interpretada por cada um e facilmente se vê a “mente” de cada um ao comentar 😉 e agora é uma pergunta retórica que quer dizer muita coisa, principalmente e cada vez mais, ao nível do preço, da consistência, da segurança, da usabilidade e da modernidade. Fora o que sabemos ser capaz um Linux. Portanto. Já vi como pensavas.

      • Crist. N says:

        Qual é a interpretação correcta então? Não é suposto criar a sensação de perigo a nível de concorrência?

        E que mente será a minha? Usei e ainda uso os dois (neste momento Debian e Windows 10).

        Atenção que nunca falei das vantagens e desvantagens de distros Linux. Falo apenas de quota de mercado e da falsa sensação de concorrência perante o Windows.

        • Daniel says:

          “o sistema operativo que nem dado as pessoas o querem”
          Tu nem sonhas a quantidade de máquinas, empresas e utilizadores que usam Linux, vai muito além do que um ceguinho como tu pode ver 🙂

          • me and me says:

            ai sim?
            vais dizer que 90% das empresas usam linux…..
            so rir
            no maximo usam servidores com distro linux, mas para poupar cobres e nada mais

          • carvalho says:

            A maioria das pessoas usam meios de transporte, baseados em combustíveis fosseis, e todos sabemos que são prejudicias para o ambiente, para a saude e para a sobrevivência futura, certo! 1+1+1=3
            Felizmente, de uns anos a esta parte, as consciências têm vindo a mudar de forma consistente e crescente…

          • Zaark says:

            Para poupar cobres? Pagam milhares em licenças para os PCs, mas poupam no servidor, o que, em comparação, é um cafezinho em “cobres”. Se não percebem do assunto ou não querem perceber, tudo bem, mas ao menos não debitem asneira.

          • APereira says:

            @me and me

            Mais de 90% das empresas utilizam solucoes no seu negocio baseadas em Linux…

            E 99% das pessoas (Com acesso a tecnologia claro), utilizam diariamente pelo menos uma solucao baseada em Linux.

            Nao utilizarem PC’s com Linux instalado, nao quer dizer que nao utilizem Linux em uma ou mais solucoes que na maioria dos casos sao vitais para a continuidade da empresa.

          • jmc says:

            Só se esqueceu de acrescentar «…excepto pelo o facto de ser na realidade o SO mais usado a nível mundial (servidores, super-computadores, telemóveis, etc.), ao incluir o android e o mac/ios, ambos com a mesma raíz do linux», claro…

          • Miguel says:

            raiz linux em mac/ios?
            😀

          • Marcia says:

            até maquinas injetoras usam linux , linux é usado em varias empresas

      • Paulo Z. says:

        Facilmente se vê o cheiro ao dinheiro quando as coisas estão escritas à lá CM.
        E viva o novo mundo do sensacionalismo e toda a porcaria que ele trás…

        • Hugo says:

          Não gostas tens uma “cruzinha” ali em cima que fecha o separador.
          Tanta coisa pra reclamar neste país e vêm reclamar com quem não tem explicações a dar. Atinem-se mazé…há um mundo “real” lá fora.

        • Francisco Almeida says:

          Deixaram-te entrar Paulo Z? Tinha um sinal na porta, estranho teres entrado.

          É cada um!!!! Se não gostas, coloca na beirinha do prato.

      • Narco says:

        Ubuntu tem um mercado tal como se diz acima “caso da cloud, segmento automóvel, Internet of everything, segurança…”

        Mas quando falas em preço? Nao sei se estas a ver bem a coisa, é que o Windows pelo menos para particulares caminha para o gratuito, o objetivo será como SO de smartphone fazer dinheiro com a loja. Até te digo mais falta 100dias par terminar a atualização gratuita, aposto que vai ser alargado.

        Cumprimentos

        • Vítor M. says:

          Há muitas pessoas a adoptar este sistema visto haver já muito software desenhado para Linux. Máquinas de produção, máquinas administrativas… há várias questões que o preço é fundamental. Quanto mais “usável” e simplista foi o Ubuntu, mais é tentador a sua escolha, face ao preço.

        • carvalho says:

          Pois, mas, todos sabemos que a ms muda as regras do jogo a seu belo prazer. Hoje é gratuito, amanhã é a pagar, além de deixarem o utilizador apeado e com os monos que na altura da compra custaram bom dinheirio, já para não falar no desperdicio de recursos naturais. Vejam o exemplo da Xbox que vai ser descontinuada. Ha pois é…

          • Francisco Almeida says:

            O que tem a XBOX 360 com 10 anos a ver com uma distribuição que não pode ser comercializada, como é o Ubuntu?

            Cada comparação!!! GOD!

          • carvalho says:

            Tem a ver com a politica comercial da ms em que é orientada para o lucro deles em prejuizo do utilizador. a xbox é um de muitos exemplo. creio que não tens xbox, certo? Ninguém gosta de deitar dinheiro à rua.

          • Balearic Soul says:

            A Xbox vai ser descontinuada? A Xbox 360, diz assim. A marca Xbox continua com a forte aposta na Xbox One. 😉

      • ruca says:

        Com títulos destes e respostas como a tua facilmente se vê a tua “mente”.

    • Carlos Santos says:

      Eu considero-me uma opção, o que sendo a tua observação seria uma consideração errada, visto eu querer uma distro linux.
      É bom generalizar, mas mau ao mesmo tempo, neste caso cabe a cada um ter esse opinião se faz ou não perigo ao mercado, pois eu uso Linux e ão tenho necessidade de utilizar outro SO para que tarefa for 😉

      • Crist. N says:

        Onde é que falei em certo ou errado? O perigo no mercado não é uma questão de opinião. Ou faz ou não faz. E o facto é que não faz (era bom que fizesse, já que é com concorrência competitiva que a indústria evolui). E não é por se fazer um título sensacionalista que vai mudar.

    • Miguel Fonseca says:

      Nem dado o querem? tens mesmo piada Crist. N

      O problema aqui é que a maioria da comunidade e de pessoas ditas “normais” que usam o pc para word e internet nem sabem o que é e nunca ouviram falar de tal. Outro problema é que a microsoft tem multiplas parcerias o que faz com que quase todas as marcas apenas disponibilizem pcs com sistema operativo deles, porque aposto contigo que mais de 50% das pessoas se lhes falassem que poderiam comprar um pc com ubuntu e poupar uns 100€ isto ia sofrer uma reviravolta… Pensa no assunto.

      • Miguel Fonseca says:

        O Ubuntu ou qualquer outra distribuição de linux com metade da publicidade que a microsoft faz ao Windows seria bem sucedida, pelo menos é a minha opinião.

      • Márcio Oliveira says:

        Para depois instalar o Windows 🙂

        • Miguel Fonseca says:

          Sinceramente não concordo, eu sou da área de programação mas penso que se fosse um utilizador normal e me dessem a conhecer o Ubuntu ou outras distro, acho que usaria.

          • Carlos Ferreira says:

            🙂 Pensamento sem qualquer isenção. Não sabes como pensa um “utilizador” normal. Se para eles o Windows é um bicho… em Ubuntu seria muito pior.

          • Kekes says:

            Então experimenta fazer isso. Eu já fiz a experiência no final voltaram todos a Windows. O utilizador comum odeia Linux porque perde a pouca autonomia que tem além que não são nada didáticos.

          • carvalho says:

            Pois, mas, num ambiente empresarial quando é tudo à vontadinha para o utilizador, geralmente, dá mau resultado para o empresário… “Há, eu não fiz nada, não mexi em nada, não descarreguei nada nem cliquei em nenhum link…”

          • APereira says:

            Nao da porque toda a gente foi habituada a usar Windows desde o inicio… o mesmo acontece com o Office e afins…

        • Douglas Ferreira says:

          Não! Como exemplo cito minha mãe que usa o computador para somente acessar Facebook, YouTube etc. Hoje ela usa o Mac OS X El Capitan, mas já usou versões anteriores, já usou Windows, e se eu instalar Linux ela vai usar normalmente.

          É questão de adaptação, basta mostrar onde fica o navegador.

          Quanto aos outros aplicativos, na boa, o Libreoffice é extremamente parecido com as versões mais antigas do MS Office. Acredite, a grande maioria das pessoas não usam macros, e quaisquer outros recursos mais avançados das suítes.

          Estamos vivendo um momento onde o aplicativo mais usado nos computadores é o navegador… e acessar internet qualquer SO faz e muito bem.

          Ademais, a grande maioria dos usuários sequer sabe instalar um sistema operacional. E este é um grande trunfo da MS: já mandar o Windows instalado no equipamento fará com que o usuário não o troque, mesmo porque já está pago.

          Agora, pergunta para alguém se gostaria de economizar algum dinheiro na compra de um computador?

      • Gabriel says:

        +1
        Só assim um pensamento. A Google arrisca-se a pagar 10^6 por forçar o seu monopólio do android e motor de busca na UE
        Mas a MS faz o mesmo e nunca se ouviu falar desta multa (falou-se uma vez nos browsers mas não é Windows)
        Se talvez se fizessem o mesmo a MS talvez este titulo tivesse muito mais sentido no mercado

        Mas como todos sabemos à MS o que não falta é €€ e UE isso falta muito.

        Mais uma pergunta quem já ouviu falar do conseito do Ubuntu Phone
        Bastante interessante que ate a MS gostou e fez o Continuum

      • rui says:

        Eu tenho comprado os meus pcs portáteis “sem” sistema operativo (trazem uma distro de linux já instalada) e não é por isso que deixo de voltar ao windows. A desculpa das múltiplas parcerias e de as pessoas não conhecerem/saberem já não cola. E vejo muito comentário aqui que é só pessoas a “tentar atirar o barro à parede a ver se cola lá”. Por favor gente. Estamos em 2016. Olhem para o mercado: tudo fora de windows ou macOS não vinga, excepto em, por exemplo coisas relacionadas com redes, servidores, etc. Se queres ganhar algum tens de te virar para o mercado e não para o que gostas porque o que gostas não interessa a ninguém. Eu também não gosto de macOS e tenho de o usar e saber mexer muito bem nele tal como em windows. Se quero continuar a ter o meu local seguro e o dinheirinho a entrar para não ir para debaixo da ponte, tenho de fazer/mexer/usar. Ninguém quer saber se gosto ou não. Por isso é que mesmo as pessoas sabendo isso de poderem pedir os pcs sem sistema operativo, a quota de mercado de linux é muito baixa comparando com o resto. E tu, juntamente com muita gente, bem sabes que é a realidade. Não queres é dar o braço a torcer e tirar as palas dos olhos.

        • Miguel Fonseca says:

          Acredita que não… porque será que a própria microsoft está a optar por servidor Linux? Porque será que grandes tipo facebook, twitter, Google, Instagram, Tesla e muitos muitos outros apenas utilizam servidores Linux? Será que é apenas por ser uma fonte mais segura? Sim é mas não só, é tambem porque conseguem mais fluídez em todo o seu ecosistema 🙂

          Não estou a dizer que o Linux é melhor é tudo porque não o é atenção… tem o seu lado mau que é por exemplo a não existencia de algumas apps que a microsoft desenvolve que acho boas tipo o Microsoft office e assim, mas existem alternativas amigo… Pode até ser um sistema mais complicado , e é sem duvida… mas penso que com o tempo tem vindo a melhorar nesse aspecto, vai estando atento às pequenas novidades e vais ver que realmente tem feito a diferença.

          É a minha opinião e até posso estar errado, mas penso que não. Mas agora pensa porque será que a microsoft não desenvolve apps para o linux quase? Talvez tenham medo de perderem grande parte dos utilizadores só pode. Fica aqui o meu ponto de vista.

      • João says:

        Eu tentei ter o dinheiro da licença do windows num computador novo em Portugal uma vez. Ui ui alguém se preocupa em seguir as leis!

        • jmc says:

          Ao contrário de França, onde muitos vendedores já foram obrigados pelos tribunais a devolvê-lo – e não apenas o valor de compra por grosso, mas sim o de retalho!

    • rui says:

      Ainda por exemplo com a notícia da descontinuação da xbox 360 o pplware fez tão bom trabalho tanto no artigo como no título, e estão de parabéns pois no resto dos lados eram só titulos para cliques. E agora neste artigo é isto? Acho que os elogios vos fazem mal de vez em quando.
      A única coisa em que o linux é bom é na leveza. E isso é um dos factos por que é usado em coisas relacionadas com servidores. Para o utilizador comum também pode servir. Agora para quem precise se uma coisa mais a sério, peço desculpa mas o linux “é para meninos” ou para haters ou pessoas com a mania que são hipsters. Muitos dos programas “à homem” só funcionam em windows ou mac. Já para não falar de drivers… Tem havido cada vez mais apostas para linux tanto de jogos como de aplicações, mas mesmo assim, daqui a que chegue aos calcanhares de windows ou macOS em termos do que lá se pode fazer e usar, ainda tem que comer muita sopinha. No meu caso, o ubuntu (neste caso) é só para ter ou numa máquina virtual ou como dual boot para as brincadeiras. Mais nada. Esta é a realidade presente no mercado. Claro que a maneira como o disseste (nem dado as pessoas o querem) foi se calhar um pouco forte, e daí que o pessoal te caiu em cima. Mas a realidade é que linux “é para meninos” ou para haters ou pessoas com a mania que são hipsters (salvo as excepções que são mesmo muito poucas).

      • João says:

        Tem piada porque todos os software à Homem raramente correm em windows. E com isto digo: Software e programas de ciência, sei lá a NASA é só meninos, bio-informatica é para meninos certo? Quando é preciso usar-se a cabeça, raramente windows é uma opção. Agora se para ti programas à homem é o word quando picas milho no teclado..está tudo explicado. E quanto a mim o único hater que está a destilar veneno és tu e mais ninguém!

      • celso says:

        Eh la, nao fales em drivers porque no windows é bastante pior! Muitos problemas tive por causa de drivers de impressoras, pens internet, routers… Enfim… Então de impressoras, ha uma década no ubuntu era so ligar a impressora via usb que era logo reconhecida, mas no windows… Esse foi um pormenor que sempre gostei no linux. Muitas das coisas, era só ligar e ja está. E então em relação aos updates, so tenho vontade de rir ha anos que os updates estão muito acima do windows! Mas a anos de distancia!

      • David Ramos says:

        Lol só para meninos…. É com cada comentário…..

        .

      • basmaX says:

        Pois, para ti software “à homem” é jogos de computador. Claro que o windows vai continuar a ser o mais usado. Infelizmente a maior parte da população é ignorante e nunca conseguirá usar um sistema que mesmo sendo um bocado mais dificil, é muito poderoso.

        Faz assim, antes de falar dá uma chance ao linux. Mete esse teu cerebro a trabalhar e aprende coisas novas, vais ver que quando essa massa cinzenta comecar a trabalhar vais te sentir muito melhor e aberto a novos desafios.

        Há e ja agora deixa o word e os jogos de computador e dedica-te a alguma coisa que faz a diferença…. Podes mesmo comecar pelo linux e pela area de informatica em geral pois é uma area maravilhosa

    • Vlad says:

      Estranho porque o Android ,o SO que domina os equipamento móveis, é Linux.

    • Carvalho says:

      Será??? como dizia alguém “olhe que não, olhe que não”. A propria ms já reconheceu qu o linux é um rival de peso.

    • João says:

      Obrigado por dizer que eu não sou uma pessoa. Eu desde 2000 que utilizo linux (desde o windows ME) e nem que me paguem volto a usar o windows.

    • Isaac says:

      Bom, eu estou há 1 mês usando Ubuntu 15.xx, saindo de Windows 10 e até agora não há nada que me falte, nem arrependimento. Rápido, seguro, eficaz e interface bonita.

    • David says:

      Cris N. Gostas de futebol? Então lê os jornais e diz-me se o que é escrito é feito da mesma maneira que um jornal de noticias como o publico.

      E sabes porquê que não é? Simplesmente porque as pessoas não querem saber quantos golos o benfica marcou. As pessoas querem sentir o seu clube, discutir e viver o futebol. E por isso os jornalistas escrevem naquela maneira porque não é o mesmo noticiar um golo e noticiar feridos na russia.

      Assim se passa na informática. Nós queremos estar perto, sentir o tema, e dizeres que ninguém quer linux é dares um tiro no pé. Linux é um sistema utilizado por milhões de utilizadores não só em pc. Porvavelmente tens um smartphone android né?

      Se seguisses este tema entendias o titulo… como só te incomoda estares a ficar para tras…

  3. Artur Silva says:

    E agora Windows 10? Anda alguém a delirar…

  4. Marco says:

    “Por introduzir o novo formato “snap” que substituirá os pacotes .deb (apesar dos utilizadores poderem continuar a usar os pacotes .deb)
    A grande vantagem dos pacotes snap é o facto de trazerem incluídas todas as dependências e de garatirem melhor segurança”

    Algo como já existe no OSX, mas que os utilizadores de linux defendiam que não tinha jeito nenhum.
    Aos poucos começam a dar razão que o sistema de instalação do OSX é dos melhores, ocupa mais espaço em disco, mas é menos complicado de manter.

    • Carlos Santos says:

      Quanto aos outros utilizadores não sei, eu gostei de quando foi introduzida a alternativa .DEB, e gostei mais quando a ideia do .SNAP chegou, assim como WIN e MAC em muito copiaram às distros Linux, acho que o inverso não é criticável.

      É apenas uma questão de interpretação, mas se és user de MAC não seria de bom agrado dizeres apenas que estão a seguir bons caminhos? boas ideias? boas influências?

      • Paulo Z. says:

        Mais copiou o Linux dos outros dois. Mas que raio isso interessa e que comentário inútil…

      • Marco says:

        o problema não é para a implementação, isso concordo, ajuda-me para caraças. É mesma a critica aos utilizadores de Linux que sempre criticaram o dll hell do windows, mas tinham algo semelhante no linux “mas que era em bom”.

    • carvalho says:

      O OSX tem um pequeno grande contra: é ser código fechado e o hardware passar a ser lixo depois do só ser descontinuado.

  5. Carlos Santos says:

    Esta versão já tem 1.4GB … com este peso extra mais coisas novas devem existir, vamos lá investigar 😀

    • Luís says:

      já estou a actualizar uma VM que aqui tenho…a veer (cheguei a experimentar xubuntu 16.04 quando ainda estava em beta, pareceu interessante… entretanto deu-me na cabeça e mudei de XFCE para Unity)

  6. NVale says:

    Eu que aprendi linux com Debian, fui um dos grandes críticos do Ubuntu quando este adoptou a interface Unity, hoje não quero outra coisa. Para mim é a distribuição melhor desenvolvida, com melhor suporte, e com melhor visão de futuro. Os pacotes snap serão a grande aposta de desenvolvimento a longo prazo. Parabéns Canonical. Só falta o tal Ubuntu Edge…

  7. PeFerreira98 says:

    Ainda gostaria de saber o que é que o W10 tem a haver com este update…

  8. anonimus says:

    (…)”e agora windows 10????”

    e agora nada continuará tudo na mesma como sempre esteve até hoje, enquanto não se fizer uma distro 100% perfeita(ao invés de n distros todas diferentes) em que os developers que fazem programas para os concorrentes, o linux nunca terá a mínima hipótese de fazer mossa na concorrência…

    atenção:
    não tenho nada contra linux até acho muito bem que aja um sistema operativo gratuito e livre, mas ao invés de existir mil e uma distros diferentes, deviam considerar em juntar o útil ao agradável e fazer uma única que se elevasse ao nível dos concorrentes, possivelmente se já o tivessem feito o mundo linux já estaria a esta altura mais propagado tanto a nível de empresas como particulares(não estou a falar de sistemas redes)…

    • Carlos Santos says:

      Essa é mesmo a questão, não tem de haver uma única, pois cada um pode contribuir e ter a sua a gosto, ou nem mesmo contribuir, é uma liberdade que em outros SO é possivel.

    • João says:

      “ao invés de existir mil e uma distros diferentes, deviam considerar em juntar o útil ao agradável e fazer uma única que se elevasse ao nível dos concorrentes”
      Este comentário é bastante interessante, muitas pessoas pensam assim, mas na realidade é um erro pensar que juntando muitos programadores a um projeto, o projeto fica com mais qualidade e é desenvolvido mais rapidamente. Na realidade equipas pequenas conseguem muitas vezes ser mais flexiveis e rápidas no desenvolvimento (há a tal anedota sobre uma grávida que leva 9 meses para parir, então 2 grávidas juntas levam metade do tempo 🙂 ). E há programas de qualidade excelente que muitas vezes são feitos por apenas um programador que tem muita paixão e criatividade na arte de programar. E no caso do linux, sendo opensource, é por isso é que há tanta diversidade de distros e de gestores de janelas (cinnamon, mate, gnome 3, …). Para muito utilizadores tanta escolha é um castigo, para outros é uma benção. No final de contas é apenas uma característica que serve muito bem para alguns utilizadores, mas não serve para outros.

    • fernandopinto says:

      viva aos vírus.linux para sempre

  9. Rafael says:

    A ver se a Caixa Mágica “se mexe” e lança a CM 24 baseada neste Ubuntu 16.04 LTS…

  10. Hugo says:

    À primeira vista os ultimos Ubuntus lançados parecem todos iguais… só muda o nº da build…

  11. Mr Linux says:

    Muito Bom!

  12. Daniel says:

    E agora o quê?… Não dá bem para perceber como está relacionado.

    • Luis M. says:

      E agora continua tudo como dantes. LOL

      • pleno says:

        Honestamente eu preferia ter o Windows XP, Vista, 7, 8, 10 ou outro qualquer ao Ubuntu pelo simples facto de poder jogar sem lags e sem máquinas virtuais! Só mesmo para programar é que considero o Linux uma mais valia pois temos a bash, mas se a do Windows 10 sempre ficar em condiçoes vejo o Linux a perder ainda mais.

        Venham os fanboys do linux atacar-me.
        Ps- sou licenciado em engenharia informática e não é por isso que sou demente por linux como os 99% colegas de profissão que vejo

        Abraço!

        • Antonino says:

          tudo demente…menos o Sr. claro

        • ze says:

          Então Sr. Dr Engenheiro Informático

          Parabêns !!!!

          Acabou de descobrir que faz parte da IMENSA minoria que perfaz os tais 1% de que fala , que se auto classifica Não Demente por Linux , perante os 99% colegas de profissão que vê como Dementes por Linux.

          Ps- Eu o NÂO “licenciado em engenharia informática ” diria que são pessoas como voce Pseudo licenciado que fazem parte do grupo Deveras perigoso e muitas vezes em posiçao de chefia, que manipulam a evolução …. mais não digo , outros terão oportunidade de replicar tambêm

        • N'uno says:

          Não me considero um fanboy, mas não resisto a comentar essa da engenharia informática ser uma profissão. Não faz sentido. Mas para além disso, “demente” é uma expressão pouco abonatória e denota, acima de tudo, a demência inversa…

        • João says:

          O problema dos jogos não é linux ou não linux. É fazem os jogos como deve ser e é fácil fazer um port, ou não. Exemplo o Unreal Tournament 3 e o Quake III corriam nos dois, os FPS em linux na mesma máquina eram sempre superiores. Mais recentemente os ports da steam como o Civilization, corre bem melhor em linux vs windows.
          Podes ser licenciado em informática, contudo dizer que precisas de uma máquina virtual para jogar mostra que sabes pouco do que falas. 1. Uma virtualbox não vai ter aceleração 3D quase nenhuma. 2. Wine quer dizer “wine is not an emulator” ou seja não é uma virtualbox, usa as API públicas do Windows para correr exe. Se os jogos forem bem programados sem tretas, corre às mil maravilhas(exemplo StarCraft II, WoW, Eve-online). Agora se for feito por programadores que usam coisas pré-construidas (ou seja, gente que não sabe programar) não vai dar.

        • basmaX says:

          Tu deves ser daquele 1% que escolheu engenharia informatico porque era um curso com saida.

          Está no teu comentario. Uma pessoa que usa o computador só para jogar não se pode esperar grande coisa.

          Mas pronto. Outro a quem digo a mesma coisa. Experimenta.

          Depois de veres as vantagens do linux não queres outras coisa.. E podes fazer dual-boot para ter sempre o teu Windows para as horas de lazer (jogar).

        • carvalho says:

          Pessoal, nem todos são obrigados a marcar a diferença. As paixões são assim mesmo.

        • David says:

          Por isso é que vais ficar mais tempo no desemprego. Porque gostas de fast food. Não sabes o que é por a mão na massa rapaz! Faz-te um homem! lol

          Para jogos tens o PlayonLinux ou se não queres instalar jogos do windows no linux por dar trabalho vai aqui e compra – http://store.steampowered.com/search/?term=&sort_by=_ASC&os=linux&page=1

          Não venhas é com desculpas!

      • N.Silva says:

        tal e qual 😀

  13. Miguel Fonseca says:

    Eu sou utilizador diário de Ubuntu e para mim já não existe nada melhor 🙂

  14. JonasTadeu says:

    Em http://www.ubuntu.com ainda só aparece a 14.04 LTS e a 15.10. Para ir buscar o 16.04 temos de ir à pasta de daily bilds.

  15. André says:

    “E agora Windows 10?” – Agora fica tudo na mesma, quem usa ubuntu vai continuar a fazê-lo e quem usa Windows a mesma coisa 🙂

  16. Kel Cardoso Brasil says:

    Ubuntu, leve, fluído, seguro, muito bom sistema . 🙂

  17. RF says:

    A maioria dos utilizadores “normais” não conhece mais nada sem ser Windows ou OSX… e apenas querem um S.O. que funcione e faça o trabalho! Depois temos utilizadores específicos, imaginemos industria, em que o software para comunicar com o hardware apenas está disponível em Windows. Os outros, e não digo num sentido mau da coisa, são aqueles que conhecem mais mundo para alem do Windows ou OSX.. e gostam de experimentar/testar e acabam por se converter.

    • JF says:

      Mas é isso mesmo que se quer, um sistema que funcione e faça o trabalho e não o contrário. É por isto que linux não sai da cepa torta e é apenas para alguns nichos e para alguma aprendizagem puramente didática. O que é pena porque o sistema em si é estável e robusto. Simplesmente não acompanha a evolução das máquinas. Perder tempo a aprender um sistema que futuramente facilita, melhora, optimiza e acelera o trabalho é uma coisa . Perder tempo com configurações de drivers e que em muitas situações não funcionam na totalidade ou nem sequer funcionam é outra. É um retrocesso. O sistema tem de suportar as maquinas e não o contrário. Antigamente compilar um sistema para a maquina com pacotes optimizados era uma mais valia, hoje até isso é desnecessário.
      Enquanto a comunidade Linux não perceber que o que é preciso é protocolos com os fabricantes de computadores em vez de gastarem milhões com mais um pormenor de design e beleza do sistema, estarão sempre dois passos atrás.

      • João says:

        Não acompanha as evoluções das máquinas? Lol. Tu não acompanhas as notícias e ficaste no ano 2004. Os últimos portáteis, mais o computador do trabalho, que tive nunca precisei de instalar um só driver.

        • JF says:

          Tenho uma máquina de 2014 e não há driver para o meu touchpad. Por isso não, não fiquei em 2004 amigo. E já agora mostra-me como posso utilizar o sistema optimus em pleno como faço em windows e não ter de andar a escolher entre as duas placas gráficas como faz o Bumblebee. Abraço.

      • João C. says:

        Você estava correcto se este post fosse escrito à 10 anos atrás. Convém voltar a mexer no LInux e ver o que se evoluiu desde lá.

  18. Fernando_BR says:

    É claro que se houvesse Office para Linux eu migraria de todo para Ubuntu, corporativamente a site da Microsoft não tem concorrência, tento até usar o Linux em meu escritório mas sempre dá problema (ativação do Office instalado via playonlinux). Se eu fosse a Microsoft liberaria o 365 para Linux como fez para o Android e Mac OS

  19. Someone says:

    Mais do mesmo… Ubuntu Server continua muito bom mas para desktop, continuo a preferir Windows…

  20. user says:

    UBUNTU já alguns anos que para o comum utilizador é mais do mesmo.

  21. Rui says:

    Impressionante o ubuntu ter um sistema equivalente ao continuum do windows. Com menos tempo de desenvolvimento, menos orcamento. Estao de parabens. Pena nao haver mais OEM’s a pegar nisto.

    • Luís says:

      tive um asus q vinha com o ubuntu de origem (a versão era a 12.04) , mas tinha um senão… não dava para adicionar mais RAM (além dos 4GB que tinha. não fosse por isso, ainda o tinha

  22. FT says:

    Acabei de usar um tablet com Ubunto (BQ ) é muito bom mas no lixo e não venham com conversas sobre o hardware tem mais que recursos:
    BQ Aquaris M10 Ubuntu Edition
    The world’s first Ubuntu Tablet is available to buy, direct from the manufacturer, BQ.
    10.1 inch multi-touch screen
    MediaTek Quad Core MT8163A processor up to 1.5GHz
    High capacity Li-Po battery (7280mAh)
    Full HD (1080p) camera for super-sharp video recording
    2GB RAM and 16GB internal memory
    MicroSD slot for extra storage (up to 64GB)
    8 megapixel rear camera with autofocus and 5 megapixel front camera
    Frontal speakers
    Micro HDMI slot
    Dimensions: 246 x 171 x 8.2mm
    Lightweight at only 470g,

    Problemas com teclados externos, com idiomas isto acabado de abrir e configurar , ainda tem película no vidro… Depois esse grande fabricante a BQ LOOOOOOOOOL…..que é um belo barrete. Este tablet so envergonha o Ubunto mas é uma grande ameaça…..mas deve ser para o Symbian

    • Privacidade says:

      Tenho um BQ E5 HD Ubuntu Edition, a +- 1 ano e não tenho rasao de queixa, a não ser ter poucas app principalmente portuguesas… Mas faço tudo o que faço com o meu tablet android, e pasmem se ainda faz chamadas! Depois de um tempo com ele digo te que e super pratico e intuitivo de usar o o sistema de”deslizar” de todos os lados do ecrã. Ligo o a colunas, ao PC sem problemas e ate a um smartwhatch que diz que só suporta android e ios, não faz todas as funções (em ios também não…) mas vibra ou toca quando recebo uma chamada ou SMS… ” E esta hein!”
      Agora dizeres que e lixo… So se for para o intelecto de alguns…

  23. Penguin says:

    Ninguém esqueceu-se que o ubuntu 16.04 não supporta a placa gráfica AMD? Acho que sou o 1º a dizer isto já que ninguém se lembrou. 🙂

  24. Luis says:

    Existe algum portátil ou tablet com o Ubuntu instalado?

  25. Alex Fabiano Longo says:

    o Ubuntu é uma boa distribuição desktop, faz um bom trabalho como servidor sem nenhum atrativo a mais de outras distribuições, mas tá muito longe de alcançar a fluidez do win10 e w2012 server, lembrando que o w2016 server está pra breve com muitas novidades, eu uso o Ubuntu para firewall e web proxy, win2012 para AD e partilha de arquivos em pequenas e médias empresas um conjunto que tem dado certo, espero novidades no Ubuntu server 16…

  26. Valter says:

    Onde consigo aplicações no novo formato SNAP?, isso sim é algo realmente que irá ajudar, pois ter que ficar descarregando da internet as dependências é algo irritante, principalmente quando a ligação com a internet não está disponível.

    • Marco says:

      se fosse só isso. bora instalar a ultima versao do programa x, “oh n está no repositório”, bora compilar.
      erro precisa da liby1.1 e só tem instalado a liby1.0.3
      bora sacar a lib e atualizar, erro a lib precisa da libU versão apto +1 e só está instalada a versão xpto.
      …..
      ……
      …..

      Já percebeste a ideia.

      • Valter says:

        Pois é, por isso as vezes que tentei usar como sistema operacional padrão eu desisti, além da saga para instalar aplicativos ainda tinha o problema de não haver drivers disponíveis e nem aplicação para minha placa de captura HDMI.

  27. David says:

    Uma coisa não tem nada a ver com outra a ponto do artigo não fazer sentodo ….ainda tem de correr muita agua para qq coisa substituir o windows em mainstream. Nem mesmo o OS x com a sua legião de fãs o consegue (aqui a aple leva vantagem pela qualidade das aplicações e a existência da suite office).

    Quanto à forte adopção do windows 10…só se estivermos a falar de um território específico…basta procurar “windows 10 adoption” no google para ver que esta apesar dos esforços da MS tem sido muito lenta.

  28. ANDREY FELIPE says:

    Sobre o office Microsoft nativo no Linux. Acho que isso nunca irá acontecer. Pois as empresas não precisariam mais comprar Licenças do Windows pra usarem nos computadores pois bastaria comprar o office e utilizar o ubuntu ou fedora em ambientes corporativos como sistema principal. Esse tiro no pé nunca vai acontecer… Pois o principal produto não é o Windows e sim a exclusividade do Microsoft Office .

    • N'uno says:

      Grande verdade! Mas será o custo brutal de desenvolvimento e manutenção do Windows compensado pelas vendas? Pode ser que um dia seja mais vantajoso fatiar o gigante, acabar com o SO e concentrar em ferramentas de valor acrescentado, como a suite Office. Quem sabe?

    • David says:

      Quem usa office no mac não paga windows… E o OSX era mais barato…

    • Marco says:

      certo, mas sabes que o sql server está a ser portado para Linux, certo?
      Isso quer dizer que num futuro muito proximo vais ter empresas a pedir o Office para Linux porque o programa desenvolvido para eles já corre em linux.

  29. Ricardo M. says:

    Acho que era melhor ser dito assim:
    “E agora Osx?”
    É um concorrente direto ao sistema, basta ver as percentagens de utilizadores. O Windows está aparte de todos os outros sistemas.
    Acho que se deviam preocupar mais com o xp.

  30. artur says:

    So uso linux para servidores nada mais quanto ao chegar a cota de mercado win tem que pedalar ainda umas boas decadas

  31. Az8teiro says:

    A minha questão é simples, já dá para escolher o ambiente gráfico desejado aquando da instação inicial?

    Não gosto de tiles, apps e unitiy, para mim serve tudo para comer memória e a perfomance excedente dos novos computadores ficando estes sempre na mesma a nível de performance.. Desde o ubuntu 12 ou 13 que após a instalação tenho que instalar o gnome2/classic porque não gosto do resto. E até porque é bastante mais leve tanto a nível de performance como de espaço ocupado em disco.

  32. FernandoRJ says:

    Comercialmente não há nenhum risco para o Windows. Estou usando o Ubuntu 16.04 há 2 meses e está bem estável, não percebi nenhum problema. Na verdade percebo um melhor desempenho do que o 14.04. E como uso também Windows, aproveito o melhor dos dois universos.

  33. Mendes says:

    Como instalar isto de raiz num macbook?
    É que para substituir um sistema operativo, tem mesmo de ser o OSX, porque o Windows 10 é de longe superior a ambos, e não existem alternativas para o que utilizo.

  34. Balearic Soul says:

    Um sistema operativo que no século XXI exige um curso para instalar um simples programa, é óbvio que o pessoal vai continuar a optar pelo Windows. Nem vale a pena responderem. O Linux é exclusivo para utilizadores avançados. O utilizador comum fica às aranhar com essa porra! Ponto final.

    • David says:

      Vê-se que nunca instalou ubutu….aliás ubuntu permite correr do CD de instalação SEM ter de se instalar…nem o OSX nem o windows fazem isso.

  35. Mendes says:

    Como instalar isto de raiz num macbook?
    É que para substituir um sistema operativo, tem mesmo de ser o OSX, porque o Windows 10 é de longe superior a ambos, e não existem alternativas para o que utilizo.

  36. Serato says:

    E que tal instalar isto de raiz num Macbook?
    Sim, porque tanto o Linux, como o OSX têm taxas de utilização inferiores a 12% juntos….
    Gostava de pelo menos UMA VEZ, ver um titulo que fosse: “Chegou o Ubuntu 16.04 (Xenial Xerus)! E agora OSX?”, só para desenjoar a conversa de ser sempre “alternativa” ao Windows… Fica a dica, e não vale a pena virem com a conversa do Kernel, porque nenhuma aplicação dos OSX corre directamente em nenhum sistema Linux.

    • carvalho says:

      Uma das coisas que a malta detesta no OSX é de serem muito fechados e neste especto são muito mais manhosos do que o windows. Uma amiga deu-me um desktop mac cujo so foi descontinuado e comprou um novo. E agora instalar o linux naquilo? Aquela coisa nem BIOS aparece, não aceita a pen a drive de CD não aceita o livro CD. Aquilo custou 2.500.00 e agora é um mono.

  37. Jonas Costa says:

    Queria saber linux para experimentar, não seu instalar nada nele ser ler um monte de tutorial : /

  38. VC says:

    Depois de ler os comentário, apenas chego a uma conclusão:

    O windows é o sistema operativo mais usado?
    Sim

    É o melhor?
    Não

    As pessoas deixam o Windows por Linux?
    Não

    Porque motivo?
    Pelo simples facto que o ser humano, por si só, é resistente a qualquer mudança.
    A maior parte das pessoas trabalha apenas com Windows desde pequenos, logo alterar para um sistema novo (seja Linux ou outro qualquer), com ferramentas que fazem o mesmo é algo que as pessoas resistem por simples conformismo e mente pouca aberta para evoluir e conhecer algo novo, mesmo se for para algo melhor. O ser humano é assim no geral e por isso certas tecnologias novas, melhores que as atuais têm tendncia a demorar a aparecer e a triunfar…

    • carvalho says:

      Não é bem assim. A mãe de um amigo meu reformou-se do estado (utilizador mais fechado e resistente à mudança não há) e pediu ao filho um computador. O filho agarra num portátil que tinha, instala-lhe o ubuntu com 2 indicações: do lado esquerdo estão os ícones com as aplicações que necessita e umas vez por mês clica no ícon atualizações. Primeira reacção: “aí o ecrã é diferente daquilo que eu tinha”. Problemas desde então: 0 (zero). Um dia destes estava toda orgulhosa e comentou com o filho que um neto de uma amiga lhe disse que tinha um computador com um software muito bom.

  39. Fernando Cardoso de Oliveira says:

    Nunca vai alcançar o sucesso do Windows em desktop.

  40. Carlos Sacramento says:

    Tenho uma Empresa que tem 16 desktops, usamos ubuntu a cerca de 10 anos, antes tinhamos problemaqs constantes com o Windows, ha 10 anos que nao temos problemas, todo o Software e servidores sao Linux, tudo funciona 100 % , e de borla, Windows, não obrigado !!!

    • carvalho says:

      Onde trabalho também foi tudo migrado para Xubuntu à 2 anos e apenas um dos servidores tem o windows server por causa do manhoso erp pri-inverno (que tem os dias contados), mas, mesdmo assim assenta em debian e kvm. De início a malta estava céptica, mas, ao verem a diferença de rapidez em relação ao w7 a opinião mudou radicalmente. Um história engraçada foi a de um colega (céptico) que passado uns dias de ter uma máquina com o Xubuntu o hardware avariou e quando lhe disseram que podiam, ainda, atribuir-lhe a máquina antiga com o w7 a resposta foi “não, não, prefiro esta.” Faz lembrar aquela máxima “não negues à partida uma ciência que desconheces”.

  41. Emanuel says:

    “E agora windows 10?” -> Fica tudo igual, o Windows continua com a esmagadora maioria do mercado, o 10 continua a crescer, o Linux mantém-se no limbo do costume e o mundo continua a girar como sempre girou 😉

    Não valem a pena estes títulos sensacionalistas (não é que os editores daqui dêm grandes ouvidos aos leitores, mas pronto, fica a opinião).

  42. Ray Mendes says:

    Posso rodar Jogos neste? Tipo Asphalt 8, Dungeon hunter?

  43. David Ramos says:

    Não notei nenhuma diferenças em relação ao 14.04.

  44. paulo says:

    Eu acho mais pesado, pelo menos na minha maquina

  45. VC says:

    Que continue tudo com Windows, as botnet agradecem 🙂

  46. David says:

    Linda fotografia com o Vitor M. Vocês fazem um grande trabalho em prol do software livre, são referência até no Brasil em muitos canais de comunicação inclusive no Diolinux. Parabéns pelo vosso trabalho!

    Sobre esta nova versão, compreendo as vantagens. Continuo a questionar-me se a versão 16.04 faz sentido. A canonical é a unica empresa que faz uma versão nova com o mesmo layout. Isso não acontece nem com o windows nem com o MAC.

    Já li um artigo de um especialista a desmentir a canonical em algumas afirmações que fez sobre a segurança desta versão e ele provou o que disse… o que pergunto é que se apesar de haverem melhorias significativas se elas chegam para serem consideradas a versão 16 e uma atualização. Só por ser LTS não me parece suficiente. Chamaria a esta versão 14.5. A Canonical está envolvida em tantos projetos que acabam por não dedicar-se aqueles que talvez não lhes traga tanto retorno financeiro.

    Por exemplo, vejam a nova central de programas e digam-me (além da aparencia melhorada e maior rapidez) irão notar problemas. Para já não vou actualizar. Vou ler mais sobre o assunto e logo decido. Obviamente que não mudo de sistema operativo no máximo continuo na versão em que estou.
    Há, penso que nem o playonlinux trabalha bem…

  47. silvio says:

    quem usa linux sabe o porque ele é otimo tive windows e a potencia que tem o linux outros nao chegam nem perto respeito o gosto de cada um mas linux é usado em trabalhos que necesitam de precisao e iso so o linux que conheço que pode garantir

  48. Eduardo Fernandes says:

    Deixo o meu contributo acerca do Ubuntu. Esta semana comprei um all In one da Asus para a minha empresa que vinha sem OS. Depois de duas idas a lojas da especialidade para adquirir a licença do Windows 10 e não conseguir devido a rutura de stock decidi dar uma chance ao Ubuntu.
    Eu sou um utilizador médio, com curiosidade mas sem qualquer aptidão e/ou conhecimento de programação e posso já dizer que contrariamente ao que se veicula a instalação foi fácil e rápida. Concluí todo o processo em menos de uma hora e isso incluiu o download do programa, colocação do mesmo numa pen usb pronto para correr o programa (algo que também nunca tinha feito) e instalação do mesmo no equipamento. Tudo isto apenas com a ajuda de dois tutoriais. A parametrização é bastante fácil e intuitiva e o interface bastante simples (acho que o facto de ter algumas semelhanças visuais com o IOS ajuda). Relativamente às apps disponibilizadas parece me que serão mais do que suficientes para as nossas necessidades. Já confirmei que os drivers para impressora estão disponíveis.
    Pros – custo (gastei 2,89€ numa pen + 1 hora), facilidade de instalação, fluidez e leveza do programa
    Contra – falta de alguma sofisticação visual, número de apps e programas, falta de reconhecimento público (que me irá obrigar a 1 hora de ‘evangelização’ ao staff que irá usar o equipamento).

  49. Fernando_BR says:

    Por experiencia própria afirmo que seu “staff” dificilmente aceitará Linux, muito infelizmente acontece no mercado corporativo onde o Office está tão impregnado na mente das pessoas, o Office é imbatível, principalmente o Powerpoint.

    Resgatando minha opinião sobre o assunto do tópico, em casa utilizo o ubuntu a maior parte do tempo, inclusive sendo ele padrão no boot.

    A grande mola propulsora para usar o Windows o minimo possível foi o facto de não poder desabilitar NA PRATICA a Cortana, sim, porque mesmo alterando a politica de grupo, registro e firewall o processo da Cortana consome recursos, me sonda e ainda está lá, sendo imortal

  50. Dênis says:

    Olha só tenho um PC Core I7 segunda geração, 16 Gb de Ram, sem SSD e 1 Tb de HD. Ele veio com Windows 7 de fábrica, mas confesso que apesar de ter um bom hardware nunca me impressionou muito a performance, gasto de memória, disco, etc. mas enfim funcionava. Passado algum tempo começou a ficar uma verdadeira carroça com todos os softwares que tive que instalar para desenvolver software especialmente Java.

    Faz um tempo resolvi instalar o Ubuntu 16.04 com tudo aquilo que precisava. A diferença de performance é gigantesca, memória, enfim nem parece a mesma máquina. Ele com Ubuntu inicializa em no máximo 10 seg. Com windows chegou a dar quase 1 minuto.

    Posso deixar ele ligado por dias e não fica lento como o Windows. Enfim isso é o sistema operacional de verdade. Performance, Segurança (Não preciso de antivirus), gerenciamento de memória bem superior. E as pessoas normalmente se prendem a interface do windows que é mais bonitinha, mas o qual se paga um preço alto por isso.

    Pra quem acha que ubuntu é difícil eu digo: tente usar por um tempo e verá. Minha mãe que não entende nada de informática conseguiu usar de boa e se acostumou a usar. E olha que antes ela só usava Windows que de tempos em tempos dava problema. Depois do linux nunca mais.

    • JC says:

      Cara, todas as planilhas que tinha em xlsx tentei abrir no linux e virou uma merda. Não adianta ficar falando que é muito mais rápido, e daí, que diferença faz 1 ou 2 segundos??? só vai funcionar o dia que tiver compatibilidade com os mesmos programas que existem para Windows. enquanto você tiver um time usando bola quadrada e o resto do mundo usando bola redonda, você vai ser um mala sem alça. ah, usa um Corel Draw no seu ubuntu e depois poste o resultado.

  51. Jonas says:

    Simples assim, vai continuar sendo linux

  52. kan says:

    nem de graça…ops, é de graça e mesmo assim empresas que colocaram esse pseudo o.s kkk ja estao voltando para windows 10.

    linux é LInuXO…desde 1900 e só lammer acha que tem e pensa que é sabichao de o.s e nao sabe nada kkkk

  53. JC says:

    De vagarzinho o Ubuntu vai parecendo com o Windows, e nem de graça consegue ganhar do que ainda chamam de Ruwindows(imagina se não fosse). É muita gente mexendo no código e pouca gente pensando no usuário arroz com feijão. Assim só vai ficar com os nerds mesmo, que gosta de ficar digitando código e se achando os donos da bola. Enquanto isso eu prefiro o RUWINDOWS que ainda dá tempo de pegar a mulherada que esses malas não pegam. CORRE ATRÁS QUE UMA HORA VAI FICAR IGUALZINHO AO WINDOWS. rsrs

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.