Está prestes a chegar um novo smartphone com Linux?


Destaques PPLWARE

37 Respostas

  1. João Lopes says:

    Só para que fique claro. O sistema operativo Android é também ele um sistema Linux.
    A diferença é que android vem com alguns blobs de código fechado.
    Da maneira que o artigo está escrito da a entender que android é outra coisa qualquer, mas de facto android também é linux.

    citação da wikipedia: “Android is a mobile operating system developed by Google, based on the Linux kernel and designed primarily for touchscreen mobile devices such as smartphones and tablets.”
    main info aqui: https://en.wikipedia.org/wiki/Android_(operating_system)

  2. João Luiz Gomes Silveira says:

    Precisa de uma bela polida na interface.

  3. NT says:

    Parece prometedor… Infelizmente o mercado mobile está saturado com Maçãs e Droids…. 😐
    Vamos lá ver se conseguem, pelo menos ficar com o mercado de nicho e que não façam como alguns (firefox os, Ubuntu phone…) que metem meia dúzia de smartphones para o mercado com preços MUITO acima da média e especificações muito abaixo… depois dizem que não rende. Enfim…

  4. Ed warren says:

    Esse vídeo já tem algum tempo

  5. Carlos Nobre says:

    o unico SO capaz de destronar o duolopio Apple e Android chama se W10m e será com o surface phone que atingira numeros para redefinir o mercado. Kde é tao buggy que nem a comunidade linux o usa quanto mais num tlm…será mais um fracasso

  6. Godlike says:

    O segredo está em estar no sítio certo à hora certa, depois disso já é tarde, infelizmente.

    Podemos ver isso no caso do Facebook e Google+
    Ou no caso do Windows Mobile, que era um sistema com tudo para progredir, porém não o suficiente para competir com sistemas como Android e iOS, que já estavam estabelecidos no ramo.

    Resumindo: Este smartphone veio tarde de mais e não trás nada de inovador para além do sistema, que a meu ver, é só mais um.

    • Napoleon Bonaparte says:

      O W10M só não teve outro sucesso por culpa de quem está a frente da empresa. Fizeram tudo para chegarem ao resultado atual, com disparos duplos nos dois pés, pelo que não devemos estranhar a situação atual do sistema operativo que é residual. E quanto mais tempo passar antes de voltarem com produtos frescos ao mercado, pior será a situação.
      Até os utilizadores mais resistentes e teimosos acabam por se fartar da falta de rumo da Microsoft. É uma vez idos, torna-se muito difícil trazê-los de volta…

    • JoaoBarra says:

      “Podemos ver isso no caso do Facebook e Google+” comparação infeliz, o Google+ converteu-se e mudou o rumo, sendo hoje algo muito diferente do que inicialmente tentava ser. O Facebook continua igual e por isso com os dias contados, o que acontece a todas as redes sociais.

  7. Daniel says:

    “Prestes”… a mais de um ano de distância 😉

    E isto se obtiver financiamento… se conseguir, os primeiros equipamentos a serem entregues (e é ao pessoal do crowdfunding que eles estão a organizar) será em Janeiro de 2019.

  8. Rui Martins says:

    Eu há uns tempos tive um Samsung H1 com LiMo (Linux for Mobile). Comprei-o na Vodafone, também havia um outro modelo, o Samsung M1.
    Lembro-me que tinha um excelente desempenho, com 16Gb de armazenamento interno, e estou na ideia que era linux “puro”, sem ser Android (Alguém quer comentar isto? Já foi à tanto tempo, que já não me lembro bem).
    Lembro-me de descarregar algumas aplicações em c++ e compilar para instalar lá.
    Também me costumava ligar por SSH a ele e colocar aplicações a correr em background pela bash.
    No entanto, o touch deixou de funcionar, e a Vodafone deu-me em troca um Samsung GIO com Android, não tinha nada a ver a nível de desempenho, mas como seria o meu primeiro Android, aceitei a troca.

  9. UmRevoltadoComOMundo says:

    Já ando a acompanhar este projeto logo desde os primeiros tempos e para ser honesto não tenho visto uma grande evolução. Infelizmente o android é usado em demasia. Já é quase um padrão e por esse motivo as empresas não vão adotar. (Mas espero que tenha sucesso)

  10. Fail says:

    Linux lançando celular? Enquanto nenhum designer se interessar por Linux nunca trará nada bom. É um sistema ainda inútil para pessoas. Querem que sejam popular por fazer o básico e obrigatório, mas esquecem que precisa ser user-friendly e funcional.

    Mais uma ideia que irá morrer antes mesmo de chegar ao mercado.

    • 3mleao says:

      Que eu saiba Android é linux.

      • NT says:

        usa o kernel… mas tem tanto código fora do “linux” que já poucos dizem que android é linux. O kernel utilizado para android tem montanhas de patchs que não passaram para o kernel principal… e já agora grande parte das versões do kernel utilizadas no android são muuiiiiiito antigas.

  11. carlitos says:

    O problema depois são as apps, tal como o W10Am. Enquanto não houver uma norma que estabeleça total independencia entre hardware, OS e apps, não haverá livre escolha, ou concorrência pela qualidade.

  12. Janito says:

    ANDROID É LINUX

  13. Pérolas says:

    Quando é que se pode comprar?

  14. Bruno M. Dias says:

    Na minha opinião vai acabar por vingar, porque o mercado está monopolizado. A mozilla, tal como o ubuntu, também se arriscou a lançar um sistema operativo sara smartphones mas também falhou.

  15. 3mleao says:

    Já ando a ver vídeos desse KDE à perto de dois anos, não tem qualquer hipótese! Pronto talvez venda uns milhares mas isso não é nada, o actual mercado está todo focado no Android e IOS, quando chegar ao limite de saturação então talvez coisas novas possam vingar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.