PplWare Mobile

Aprenda a instalar o Ubuntu Mate 14.04.2


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Joana Rita says:

    para que linux? Windows ou OSx fazem tudo e mto melhor, linux serve para servidores e mais nada..

  2. CMatomic says:

    Tenho muitas saudades do gnome2 , mas as modernices , transformaram um desktop estável e simples , num ambiente de atalhos de teclado que é o gonome3 .
    As maçãs exibiam-se atrás dos portáteis de quem desenvolvia o gnome3 .

  3. ww55 says:

    Deus! perdoe os ignorantes, eles não sabem o que dizem!!

  4. Edtttt says:

    Já ca canta, já o estou a experimentar!!

  5. eleck says:

    A primeira coisa que fiz quando adquiri um macbook pro foi, instalar windows, e linux, em modo dualboot, nest caso triboot :p,
    windows para jogar uns joguitos, pois queiramos ou não é o melhor SO para jogos no pc (compatibilidades/directx), osx, só mesmo para programar objective-c e para poder colocar apps na appstore, resto linux para a cabeça, com xfce como DE, mais leve rápido que outro que qualquer um dos dois, e para programar java, c/c++, py, para im é top

  6. Giovani Pinotti says:

    Utilizei a versão do Ubuntu com Mate por alguns dias. Acabei retornando para o Kubuntu. Ela é leve, bonita e amigável, mas achei um pouco simples. Prefiro o Unity e o KDE. Atualmente estou testando o Netrunner 15 com o Plasma 5 e estou gostando. Estou aguardando o lançamento Kubuntu com Plasma 5, pois a beta não me agradou por culpa de alguns bugs.

  7. Daniel says:

    O que mudou no processo de instalação do Ubuntu nas últimas 50 versões?
    Um artigo a explicar como fazer next, next, next? Damn.

  8. ArTuRiX says:

    Pois! next para alguns continua a ser básico mas depois vê-se as maquinas dos mesmo, principalmente em windows, muito lentas e cheias de malware e programas que não viste antes do next, arranque super lento etc!! Pelo menos assim pode sempre destapar as vendas a mais uns receosos que não sabem o que perdem!

  9. eddyhxc says:

    joana rita,isso e pura parvoeira,nem todos querem ser uns applefan ou usar windows,n tem haver com dinheiro tem haver com gostos,e a liberdade q um so da linux permite, acredita que se aprende mais em 6 meses com linux,e n sou nenhum nerd e ja n sou virgem e ate namoro,tem haver com a vontade se aprender em mexer em algo,crescer mentalmente.
    e se a vossa senhoria e tao rica ainda bem,pq te inteligencia e estupidez ja vi que e abstecida

  10. eddyhxc says:

    de inteligencia n e assim tt

  11. José Pedro says:

    Digam-me uma coisa, eu instalei o Ubuntu mate por este tutorial e a partir daí não consegui aceder mais ao Windows 7 que já estava instalado (deviam ter referido que não o procedimento não dava para ficar com o Ubuntu em dual boot). Se eu eliminar o Ubuntu consigo recuperar de novo o Windows? Como é que lhe posso aceder???

  12. Rafael says:

    Instalei agora num INSYS e-Escolas. So far so awesome 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.