PplWare Mobile

Tem medo de instalar o novo Ubuntu 19.04 Disco Dingo? Nós ajudamos


Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Luisa says:

    Windows é vida.

    • VaGNaroK says:

      Trojans, Ransonwares, spywares, vírus, falhas em atualizações do próprio windows update também é vida.

      • Luisa says:

        Mito.

        Apresento-lhe baboopro.com.br/falacias-que-linuxers-citam-ao-criticar-o-windows/3/#split_content

        • VaGNaroK says:

          Se for para colocar fontes de informação pelo menos coloca direito com o link completo sem faltar htts://. E usar o baboo que não é neutro em relação sistemas operacionais (já que usa o windows como matéria principal de notícias) não é lá um site que mereça credibilidade no que posta. Mais não deixa de ser verdade tudo que eu citei acima sobre “Trojans, Ransonwares, spywares, vírus, falhas em atualizações do próprio windows update”.

          • Luisa says:

            Por que, você quer que eu coloque um site de Linux falando sobre Windows? Hahahaha. Me poupe, não coloquei o http ou https porque comumente o Pplware detecta como spam. Temos que ser espertos até nisso!
            Todos criticam o Baboo, mas ninguém o refuta. A matéria já tem 1 mês e nenhum refutação foi criada, nem mesmo canais de Linux grandes como Diolinux fizeram um réplica. Quem cala, consente.
            Fala da insegurança do Windows, mas as pessoas não usam como devem. Desativam os antivírus da MS, desativam o firewall, baixam apps de Baixaki e querem que o sistema seja seguro. Windows também tem loja, sabia?

        • Guilherme Lino says:

          Linux não é invencível, mas é mais seguro.

    • Danilo says:

      No meu caso foi quase-morte, utilizar um sistem bugado como esse

  2. Mario says:

    OFF
    Por que em Portugal vocês escrevem detetar e no Brasil detectar?
    Por que em Portugal se escreve correcto e no Brasil correto?
    Por que as vezes a palavra perde o c e as vezes ganha em ambas as línguas?
    Por que se pronúncia ovo como ôvô no singular, mas no plural se pronuncia óvôs se não tem acento? Por que não se pronuncia ôvôs?
    Por que muito se pronuncia muinto se não tem n?
    Por que em Portugal se escreve camião e no Brasil caminhão?
    Por que no Brasil se usa você e em Portugal se usa tu?
    Por que os brasileiros não conjugam verbos com tu e em Portugal se conjuga?
    Por que no Brasil é usuário e em Portugal utilizador?
    Por que os portugueses não usam gerundio?
    Por que em Portugal se diz controlo e no Brasil controle?
    Por que em Portugal se diz consola e no Brasil console?
    Por que em Portugal dizem “em Brasil, em Angola” e no Brasil se diz “no Brasil, na Angola”?

    E depois ainda dizem que português é tudo igual. Aham.

  3. Junior says:

    Medo de instalar? Nah, eu não tenho medo. Só tenho bom gosto, lugar desse Ubuntu é no lixo. Essa distro é o Windows do Linux.
    Prefiro outras distros que usar Ubuntu.

  4. César Boaventura says:

    finalmente chegou o bom tempo

  5. pic says:

    quando o linux correr bem os programas windows e games na boa eu mudo

      • VaGNaroK says:

        Não mudaria, pois mesmo se tivesse os mesmos programas e jogos que ele usa no win, ele ia dizer que o linux é dificil e teria que aprender tudo como como justificativa a esse empecilho.

    • Ruy Acquaviva says:

      Não mude não. Fique no Windows. Aliás, você nem deveria estar comentando aqui. Essa conversinha de “quando (seja lá o que for) ocorrer eu mudo de sistema” é pura hipocrisia de quem tem medo de mudanças, de conhecer coisas novas. Fica aí porque pessoas que agem como você só prejudicam os demais utilizadores.

  6. Ivo Lopes says:

    Em portugal, existe uma coisa que é acordo ortográfico, esse acordo vai na volta é alterado por quem trabalha no mesmo. Em português já não se escreve “correcto”, mas sim “correto”.

    Na minha opinião, a língua brasileira deveria ser ajustada de acordo a língua portuguesa mãe (pt-pt) pois tal como sabemos a dita língua “brasileira” é na verdade português do Brasil.

    Em relação às formas verbais e às conjugações: A língua portuguesa é bastante conhecida no estrangeiro por ser muito complexa e ter várias formas de dizer a mesma coisa. O povo brasileiro achou por bem adaptar a língua portuguesa de uma forma mais simplificada para o próprio povo.

    As palavras que foram alteradas como “usuário” e “utilizador” não tenho certeza porque assim é, mas penso que seja para simplificar de acordo com a língua que neste caso é a brasileira.

    Agora passo a citar uma pequena correção: Nós portugueses não dizemos “em Brasil, em Angola” nós dizemos mesmo “no Brasil, na Angola, no Continente, nas Ilhas”. Não sei onde foi buscar essa informação mas está incorreta, ou então o sujeito que escreveu/disse dessa forma não o fez corretamente. Claro que isto também depende do contexto e da forma como é estruturada a frase.

  7. informado says:

    Vivo Linux 🙂 Pessoalmente uso Linux Fedora 🙂 Pra quem começa Ubuntu é simples e prático .

  8. guivas says:

    Ubuntu sempre engessado ao contrário do seu filho que é livre, leve e solto. Toda vez que tento trocar o Mint pelo Ubuntu, quebro as pernas.

  9. @jrportelinha says:

    Bom dia!

    Alguém por gentileza, poderia indicar um bom tutorial para criar dual boot onde eu possa ter os dois sistemas rodando na maquina, selecionar o SO que desejo carregar no momento que ligar o PC?

    Desde já agradeço a presteza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.