PplWare Mobile

Spotify notifica utilizadores que usam serviço Premium sem pagar


Pedro Simões

Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

100 Respostas

  1. Rodrigo says:

    Tenho spotify cracado no iphone atraves do tutuapp e funcional

    • JV says:

      És o maior…

    • Antonio Salaraz says:

      Sempre bom, tem de experimentar trabalhar de borla para a comunidade

    • eu says:

      São pessoas como tu que tornam este mundo mais pobre.
      Que miséria de pensamento.
      És um triste.

      • Hugo says:

        Não sejamos hipócritas.
        São pessoas que ganham milhões que tornam este mundo mais pobre. Pessoas que juram e se comprometem com a sociedade.
        Estes caso de pirataria em particular é o típico “olha aqui 5€no chão…já ganhei o dia”.
        Nem o utilizador fica mais rico nem o fornecedor mais pobre, mas claro, em última análise é sempre errado fazê-lo, assim como afirmar “Que miséria de pensamento.
        És um triste.”.

        • Miguel says:

          provalvelmente, se é que trabalhas, ficarias sastifeito por ter de trabalhar todos os dias para ganhares o teu päo, e o produto do teu trabalho ser pirateado e roubado. irias longe no teu emprego

          • Hugo says:

            Se leste o meu comentário reparaste que eu escrevi “em última análise é sempre errado fazê-lo”. SEMPRE.
            De qualquer forma essa comparação é mais complexa do que parece.

          • bruno says:

            Miguel tens de experimentar deixar de ser retardado, empresas grandes não dão nada a ninguém. São produto do capitalismo exarcebado, se tiverem de te dar uma facada nas costas dão. E acredita que estas empresas não ganham menos e não desempregam ninguém por causa da pirataria.

        • David says:

          Se você entender o serviço que a aplicação presta como se fosse feita em sua casa, sem levar em conta todos que trabalham nela e sem levar em conta os artistas, aqueles que cantam… Então sim, eles não perdem nada.

          • Hugo says:

            É uma analogia muito complicada admito, pois muitos dos que usufruem gratuitamente, nunca pagariam, nem que fosse 5 cêntimos.
            Obviamente que perdem SEMPRE. Muito ou pouco terão sempre a perder e NUNCA a ganhar com esta situação. Como já disse têm uma falha de sistema e, não querendo de alguma forma desresponsabilizar quem utiliza o serviço sem pagar, compete-lhes a eles, única e exclusivamente, tratar de arranjar uma solução.

        • Guilherme says:

          Mentalidade comuna

          • Jorge Silva says:

            Concordo com o Hugo, acho que há alguma hipocrisia em quem diz que se é assim ou assado porque se tem a app crackada. Simplesmente porque, qual de vocês que disse isso, nunca sacou uma música da net, filme, série ou veja os mesmos ou até canais de TV (sportv…) na net?
            E isto tem tudo a ver com a riqueza mal distribuida tal como o Balearic Soul disse. Se a mensalidade do Spotify fosse mais ajustada ao poder de compra de cada país, havia muito menos pirataria. Imaginem o que é na Suíça, onde qualquer pessoa ganha pelo menos 3000 francos suíços (2570€+-) e tem de pagar 7€ (8.1 francos) por mês, e um tuga que ganhe 580€/mês tem de pagar os tais 7€/mês. Fazendo as contas arredondadas, um suíço paga 0.27% do salário na mensalidade enquanto um tuga paga 1.2%, ou seja paga quase 4.5x mais do que um suíço.

          • Marco says:

            @jorge silva: Mas o problema n é da Spotify nem das outras empresas. É nosso enqt pais que sobrecarregamos as empresas com impostos e outros custos, o que faz com o salário não cresça como deveria. Não se pode competir em vender barato, e depois ter muitos custos, não temos escala para isso. e se pesa muito no ordenado n se compra, tb queria comprar um portátil novo, mas não posso pesa muito no orçamento. Mas n vou culpar as empresas por venderem ao preço que vendem.

        • Balearic Soul says:

          Concordo contigo em certa parte! A má distribuição da riqueza obriga-nos a estas manobras. Se o povo tiver bons salários paga tudo e mais alguma coisa. Se não tiver e ver que a sociedade ainda lhe rouba o pouco que tem, terá de se virar por outros meios… Em Portugal muito mais… Onde um ganha 200 mil (o Mexia da EDP), e o funcionário que está pendurado no posto sujeito a morrer eletrocutado ganha 700… Agora cada um que pense por si!

          • joka243 says:

            Então experimente por o Mexia no poste e o operário na gestão da EDP e vejamos pra onde irá a dita EDP juntamente com seus funcionários e clientes. Chega de demagogia barata.

          • Balearic Soul says:

            Não sejas anjinho! Fazemos assim: dois dias de greve na EDP. No primeiro dia param os gestores, no segundo os trabalhadores. Sabes qual é o dia que vai dar mais prejuízo? Não brinques comigo!!! Não defendas o esclavagismo.

          • Marco says:

            é fácil torna-te acionista da edp e contesta os salário.

      • maxim says:

        Claro que sim. Sabes pouco, falas muito.

    • Miguel says:

      ainda bem que näo és artista e näo vives do showbiz.
      assim podes continuar a sorrir por seres um heroi que consegue roubar os outros sem seres detectado, hurra

    • carlos p says:

      que vergonha. paga caro num iphone e usa apps modificadas. LOOOL

      • Rodrigo says:

        O mundo e pos espertos, se ha de borla para que pagar? Tenho um desktop de 3k e nunca paguei um jogo ou programa ou SO. Aprende

        • Pedro says:

          Fica tranquilo que ninguém te obriga a ser inteligente. Relaxa.

        • Hugo says:

          Bem, comentários tão distintos em termos de opinião e tão semelhantes e ricos em imbecilidade.
          Tenham algum bom senso. O mundo não é tão quadrado como imaginam.

        • Nuno says:

          Isso quer dizer que, vai ao supermercado e roubas? porquê pagar? Roupa tambem não é preciso, umas folhas de aluminio sensor arrancado. pagar roupa? ka burro!!! Eletricidade? pagar? uma puxada e é gratis, é preciso ser burro para pagar.. Pagar para ter pc? vais à worten e usas o de exposição, afinal de contas até está lá o dia inteiro. e não pagas 😉 afinal ainda és “esperto” que pensava. Até casa… porque comprar casa ou arrendar? com tanta casa abandonada… vivas os espertos! Se tens telefones melhores que o android porque usas um Iphone? foi o Unico que conseguiste roubar? O PC de 3k, deve ter sido roubado não?
          e que há PC mais baratos… Talvez não seja rigorasamente assim… talvez seja mesmo só “atrás” do teclado é que és mauzão. Vai lá beber o biberon e vai para a cama que já é tarde.

    • Balmer says:

      Só espero que não sejas daqueles que vem para aqui dizer que só não tem iPhone quem não pode.

    • Rodrigo says:

      Bueda louco. Os teus pais devem estar orgulhosos de ti. Putos.

    • Fabio Pereira says:

      Suponho que tenhas dinheiro para o iPhone mas para pagar o spotify ja não… Mais um crédito ao consumo para iludir o ego

    • Helder says:

      Devias era ter vergonha na cara!

      Para a próxima compra um Android!

    • EuZinhO says:

      Tens dinheiro para um iPhone, que não vale metade do que custa, mad não pagas por um serviço que até tem um preço justo…

  2. Joao says:

    Dizem que ao criar uma conta Spotify US e contactar por skype o hacker Janko , por 2$ tem uma conta premium pra sempre

    • rimelixeim says:

      Por skype? Tas maluco?
      Skype é a pior coisa que existe a nivel de segurança e ainda vais mandar mensagens por skype a um hacker?
      O skype difunde o teu IP a CADA mensagem ou chamada que fazes, com ferramrntas especificas descobres o IP e apartir daí no minimo, mandam-te DDOS… E eu duvido que tenhas cloudflare para resolver o problema… Entre ddos muitas outras coisas que se pode fazer com o IP, como por exemplo dá para controlar computadores remotamente…
      Cai nessa de contactar um hacker pelo skype cai…

      • Alex says:

        Concordo com quase tudo o que dizes menos a parte em que eles a partir do ip, podem te controlar remotamente, pelo menos, penso que não existe até ao momento nenhum método de ter acesso remoto apenas por saberem o teu ip.

        • rimelixeim says:

          Alex
          Com o IP podes-te conectar ao PC remotamente atraves De programas…
          Procura no youtue, o que nao falta sao videos a dizer como encerrar pcs pelo IP, deixar mensagens no ecra, etc.

          • Alex says:

            rimelixeim
            sim podes, mas para isso precisas que no pc da “vitima” também esteja instalado um software que abra uma cerca porta no router e que te possibilite fazer a conexão, software esse que não vem instalado por predefinição.
            Já agora, sabes que para conseguires desligar o pc por ip e deixar mensagens, tens em primeiro lugar de estar na mesma rede, visto que funciona por lan e segundo, tens que preparar o outro pc, a suposta vitima, para que tal funcione.

          • DS says:

            Adoro como pessoas como tu falam muito mas sabem pouco…

      • Toni da Adega says:

        Qualquer website que acedas sabe o teu ip.

        • rimelixeim says:

          Toni da adega
          Ya sabe… Mas vais hackear um servidor?
          Hackear o Skype todos fazem atraves de um video do youtube…
          Mas um servidor nao é qualquer um…

    • carlos p says:

      depois choras que os teus dados foram a vida

  3. Natanael says:

    Depois os politicos é que sao os corruptos,
    eles sao apenas o reflexo do povo que temos….
    Utilizar um serviço pago, sem pagar pelo mesmo, na minha terra chama-se roubar.

  4. Lumia 640 XL says:

    “É estranha a forma como estes dados foram obtidos, através da análise das apps em utilização,…”
    Então, se o login é o mesmo em centenas de dispositivos….

  5. Paulo says:

    O portugues (e não só) estão sempre a falar da corrupção, etc. mas são os mesmos que tentam contornar a lei fazendo pirataria (que é crime), ou seja, é como se fosse uma iniciação à corrupção (um pequeno crimezito, com a desculpa que da ao si proprios de estarem a lutar por alguma causa)

    • Hugo says:

      Sem dúvida. E quem negar é hipócrita.
      Eu tive spotify alguns meses a pagar e depois quando aderi ao yorn X passei a ter de borla.
      Entretanto em Janeiro ou Fevereiro informaram que só estaria disponível gratuitamente até dia 5 de Março, se não me engano, e qual não foi o meu espanto ao ver que logo a partir da data da informação fiquei sem acesso.
      Não foi concerteza culpa do spotify, mas olha…desde essa data que uso versão pirata. Para grandes males…grandes remédios.

    • Mota says:

      É diferença de 5€ para 500000€
      Então diz me lá Paulo, quando o netflix não tem o filme que queres ver, como é que fazes? ficas meses à espera ou vais ao clube de video buscar o dvd?!

      Poupem-se. O spotify c*ga dinheiro. Preocupa-te com questões reais.

  6. Mr.T says:

    A solução parece-me simples. Reduzam os preços das mensalidades e forcem (se conseguirem) as operadoras a a aumentar ou a deixar de contabilizar o trafego gasto e desta forma tendo o utilizador final um preço muito mais simpatico a pagar, de certeza que o numero de utilizadores premium que nao pagam, baixa drasticamente.

    • security says:

      Baixa também o teu salário para a tua empresa poder contratar mais pessoas e oferecer melhores serviços e instalações. Assim, o desemprego baixa drasticamente.
      Se não tens dinheiro para usar uma subscrição paga, vais ouvir ao YouTube ou outro serviço onde seja gratuito. Só usa quem quer, só paga quem quer. O custo não significa que tenhas de piratear. Custasse 5€/mês ou 1€, haveria sempre pessoas com esse pensamento de “se posso contornar e ter gratuito, porquê pagar?”.

      • security says:

        * Custa-se

      • Hugo says:

        Como se a grande maioria dos patrões pagasse o ordenado mínimo por vontade própria.
        Está no ser humano este “egoísmo”. Têm de haver entidades reguladoras. No caso do spotify terão de evoluir o sistema, assim como acontece em todo o tipo de software pago, pois para todos os efeitos é uma falha do sistema.

      • Mr.T says:

        Estás a ver mal as coisas… Analisa bem a escala de grandeza que utilizas e usa o cerebro. Segundo o TEU pensamento, então a app ate pode custar 700€/mês que só usa quem quer e só paga quem quer (tens ainda a versão free, que com publicidade incluida tambem dá para ouvires musica, apesar de nao ouvires o que queres – para isso, pagas o premium). E se tivesses lido com atenção em vez de te armares em virgem ofendida, tinhas lido o que escrevi ” o numero de utilizadores premium que nao pagam, baixa drasticamente” e não que iria acabar na totalidade como das a entender quando dizes “Custasse 5€/mês ou 1€, haveria sempre pessoas com esse pensamento …”. É OBVIO que nunca vai acabar, mas pode reduzir bastante, ou não?
        Se para ti 7€/Mês + todo o trafego que gastas (que tem de ser pago na maioria dos casos), facilmente te leva a valores entre os 15 a 20€ por mês extra. No final do ano serão extra, umas simpaticas centenas de €. Se a ti não te custa, se calhar a outros custa bastante.
        A mim, felizmente não me custa, mas como acho que esse valor é mais bem empregue noutras coisas, não tenho subscrito o tal do Spotify ou qualquer outro serviço de streaming de musica (e não, tambem não tenho as apps crackadas). Como dizes ha outras alternativas.
        Uma curiosidade, sabias que na America do Sul o valor da mensalidade é bem mais baixa? Por ex. na Argentina o valor mais caro da mensalidade Spotify fica abaixo dos 3€.

    • Miguel says:

      deixa-me ver, reduram para ZERO, depois já te inscreves como utilizador.
      queres fazer dos outros teus escravos

      • Mr.T says:

        Nãp pá… Estou a espera que me paguem para começar a utilizar… Folgo em saber que és daqueles que não tem dificuldades nenhumas para pagar todas as contas ao final do mês, sejam elas abusivas ou não. É de malta como tu que a economia precisa, para fazer girar o dinheiro. Agora pobres, tss tss, era manda-los a todos pra forca não era???
        mas estou curioso, tens o Spotify Premium? E quanto pagas? E o trafego, tambem es tu que pagas ou ainda é o papá?

    • António Fagundes says:

      Quem não paga 6 ou 7 também não pagaria 3, isso já é uma questão de principio do que de valor. Se não fosse pelo valor, dividiam a conta de família, como quem quer pagar e não o faz por ser “caro” faz.

      • Mr.T says:

        Não concordo. O problema é o acumular da mensalidade com o trafego extra que tens de cosumir e pagar para ter esse serviço. Se o pacote “familia”, fosse como o da NetFlix, poderias juntar alguns amigos e subscreviam o pacote todos juntos e ai ficaria os tais 3€ por cada um. So que no Spotify, todos tem de morar na mesma morada. No meu caso, deixa de fazer sentido e como tal, nao tenho o Spotify subscrito (e não, tambem nao tenho crackado – simplesmente nao utilizo) mas tenho Netflix subscrita.

      • Jorge Silva says:

        Eu não pago 7€ mas se fossem 3€ pagava. É mais do dobro e o Spotify não é a única coisa que tenho de pagar mensalmente. Se fosse a usar serviços premium de todas as apps ou serviços da vida social não ganhava só para mensalidades. Uso a app versão free e chega!

    • Leonardo says:

      Antigamente quem comprasse um cd/cassete – que equivalia a umas 3-4 mensalidades no Spotify atualmente. Também nesse tempo havia todo um sistema de cópias e duplicações piratas, equivalente ao que fazem hoje estas APPs, darem volta ao sistema. No fim a razão é a mesma, forretice e a não valorização dos direitos de autor.

      • Hugo says:

        Não concordo.
        Eu diria que é um problema de “acessibilidade”.
        Eu sempre comprei CD’s e no entanto também gravava cassetes.
        Não me importo de dar 60-80€ para ir ver um concerto de uma banda que goste e gastar mais 15 ou 20€ de gasóleo, no entanto se quiser ouvir determinado álbum, muito provavelmente recorrerei a youtube, spotify ou torrent. É extremamente acessível. Comprar dá mais trabalho. É esse o problema (acho eu).

    • eu says:

      Só se fosse de borla.
      Se custa-se 1 €, provavelmente a desculpa seria a mesma.
      Já são preços muito esmagados para uma coleção completa que ainda se tem de fazer a partilha com os autores.
      É uma questão de principio ou melhor a falta de principio de muitas pessoas.
      Queixam-se dos ordenados mas andam sempre a ver como piratear.

      • Mr.T says:

        Se a mensalidade fosse mais barata, não creio que a desculpa fosse a mesma (apesar de haver pessoas que o fariam na mesma, sem duvida). E não acho que sejam preços muito esmagados. Estamos a falar de milhoes de subscrições e nao de dezenas. Neste tipo de negocio, qualquer centimo de diferença reflete milhares na conta final. Se o serviço fosse mais barato, provavelmente teriam mais pessoas a subscrever (com muitas delas a deixarem de piratear a app). Outra alternativa é o trafego deixar de ser contado ou as operadoras deixarem de ter limite. Desta forma tambem já ajudava a quem quer subscrever, pois o valor final acumulado fica mais barato. Quanto à partilha com os autores, não ha mais falacia que essa. Quem ganha dinheiro a sério por norma nao são os artistas, são as Editoras ou as Produtoras e mais uma vez essas têm o seu negocio assente nos milhoes de pessoas e tambem elas (Editoras/Produtoras) expremem ao maximo os artistas.
        Num pais que se rege pela politica de salarios baixos não podes querer que as pessoas estejam totalmente disponiveis para apgar o que paga noutros paises cuja politica salarial é completamente inversa à nossa. A malta desenrrasca-se como pode. É triste mas é a realidade. Para este problema desaparecer (a medio, longo prazo, porque tambem a mentalidade tera de evoluir ao habituar-se às mudanças), ou os preços dos serviços baixam para ficar de acordo com os ordenados, ou os ordenados sobem, para ficarem de acordo com os serviços que se tem de pagar ou utilizar (e aqui não é so serviços de luxo como o spotify ou o netflix).

    • Douglas Ferreita says:

      Não sei aí, mas no Brasil o preço é bem acessível. E se fizer o plano familiar e dividir com parentes e amigos fica ainda mais baixo.

      O preço aqui fica em R$ 16,90 equivalente a 4,24 euros, hoje. Já o familiar está a R$ 26,90, ou 6,74 euros.

      Como no plano familiar são cinco contas, ficaria por 1,35 euros para cada um.

  7. Rui says:

    Usava o mod do dogfood, ainda para mais era open source… Uma pena… O que os mods faziam era simplesmente deixar te escolher as músicas e não teres as publicidades, não deixavam fazer download das músicas, não era bem bem igual ao premium…

    • ICavalera says:

      Essa versão é apenas a remoção de publicidade. No xDa ele acabou por voltar às ideias originais. Porque o xDa não permite que façam pirataria.

      Entao neste momento, apenas remove as publicidades. Que já não é mau.

      • Rui says:

        Errado… Ele foi proibido de dar continuidade no xda mas não fora dele… A versão que removia apenas publicidade ficou no xda, o projecto continuou, bastava ir ao grupo no telegram dele para teres as versões e updates que retira publicidades e deixava escolher as músicas…

  8. Luis says:

    Usem o MBNet todos os meses e utilizem a aplicação original.

  9. PJM says:

    É só gente que nunca pirateou nada na vida… não sabia que os politicos faziam tantos comentarios aqui no pplware…

    • eu says:

      Música: Spotify free com publicidade + Youtube
      Filmes e Séries: Netflix pago
      Jogos PS4: Todos pagos pela loja
      Software: O que não é free paguei.

      Não falas por mim mandrião.

      • Rodrigo says:

        Ainda bem que pagas, ha sempre um burro prefere gastar dinheiro. Quem e esperto tem de borla, fica la com a tua honestidade que eu prefiro dinheiro no bolso

      • Mota says:

        És um rei do moralismo. Eu farto-me de rir com certos comentários. Se achares 5€ no chão que fazes?! Se um filme que queres ver não está disponivel nas plataformas legais vais esperar meses?!

        A pirataria é errada? Claro. Mas tem os seus benefícios. Não fosse essa mesma pirataria secalhar hoje muitas bandas não tinham concertos cheios, atores não teriam milhões de seguidores que lhe dá destaque perante marcas a.k.a publicidade.

        É tudo uma questão qb

      • Jorge Silva says:

        Imagino que nunca tenhas descarregado um mp3, visto uma série ou filme via streaming ou até um canal de tv. Não acredito que o pessoal que ligue alguma coisa à tecnologia nunca tenha pirateado nada. Ou então és muito rico…

  10. Helder says:

    É assim que o Spotify tem tantos subscritores “Premium”, mas depois dá prejuízo…

  11. 20daruma says:

    Situação muito fácil de analisar, tal como em cima chamaram de “burro” a quem pagava, vamos ver a situação desta forma, todos os subscritores da aplicação premium vão deixar de ser burros e vão utilizar a aplicação crackeada deixando assim de pagar a mensalidade. O que acontece ao spotify?
    E o mais triste é que quem faz estas trafulhices continua a ser maioritariamente quem mais tem posses de o pagar

  12. Mota says:

    Comentários hipócritas on the way… embrace yourselves!!!

  13. Belmiro says:

    Eu tenho Amazon Music (Sou prime) mas incluídas estão poucas músicas; pensei em aderir ao Spotify mas não obedecendo aos critérios de estudante acho o preço algo limitante para os menos audiófilos (e em pt o preço é 6.99, na maioria dos outros países 9.99).

    Deveria haver o preço de estudante para o público geral mas com limite de horas/mês para pessoas como eu que geralmente ouvem rádio (e pagamos taxa rádio) e YouTube e só em determinados casos usam o serviço.

    De resto consigo ouvir do YouTube a maioria das músicas, se bem que a qualidade é muito diferente. Para quem habitualmente ouve música com qualidade on preço português está bem.

    O preço “internacional” (120€/ano) parece-me algo alto, em 10 anos com 1200€ compraria MUITAS coletâneas e afins e seriam para sempre minhas; no Spotify eu apenas pago o uso…

    • Marco says:

      O preço “internacional” (120€/ano) parece-me algo alto, em 10 anos com 1200€ compraria MUITAS coletâneas e afins e seriam para sempre minhas; no Spotify eu apenas pago o uso…

      Isto….. quando os google music, os apple music, os spotifys fecharem: “Ai e tal lá se foi a minha biblioteca de música, lá se foi as minhas playlists”. E sim utilizo estes serviços, mas quando gosto de um CD compro-o fisicamente ou digitalmente fazendo backup. Ficam sem net, ficam sem a musica.

  14. Julio says:

    tenho jailbreak no iphone, logo é obvio que tenho tudo funcional e premium com um tweak que está no cydia.

    para a porcaria de musica que oferecem por cá, deveria ser mesmo gratis.

    • Belmiro says:

      Não é o mesmo que nos EUA, UK, etc?

    • Hugo says:

      Deixa-me ver se percebo o teu ponto de vista: É como eu ir ao supermercado, não gostar de carne de porco e dizer ao homem do talho “pah, dê-me aí 5kg desta porcaria sff”
      Não gostas não usas. Se usas sem pagar alguma coisa te deve interessar.
      Isto para dizer que nada no teu comentário faz sentido.

      • Belmiro says:

        Hugo, isso que dizes faz sentido SE o Spotify for igual internacionalmente. Se for “local” e a oferta disponível em Portugal for fraca e com o Patch ele tem acesso à muito superior oferta internacional, então faz sentido.

        Nós tempos de hoje faria sentido “oferta global” e não localizada, mas como há que dar de comer à máfia local acontecem estas coisas.

        • Hugo says:

          Sem dúvida.
          Não sei se acontece com o Spotify mas temos o exemplo da Netflix.
          Sinceramente nunca me apercebi de falta de conteúdo dentro do género de música que oiço.
          Em todo o caso, ainda que o conteúdo seja limitado, é uma opção do fornecedor do serviço. A nós só nos compete aceitar ou não.

        • Julio says:

          Não, apenas tenho acesso ao que existe no tugal.

          já usei logins de contas um pouco de todo o lado e consegui ver que a oferta era muito melhor

  15. Tó Jó says:

    Eh pah voltando ao Mexia é claro que o homem merece o Ordenado como gestor de topo..Até porque está á frente de uma empresa que sofre uma competição e concorrência brutal..

  16. Joso says:

    Infelizmente isto tudo e reflexo do vencimento do povo!Nos países mais desenvolvidos e que tem bons ordenados são os que tem menos índice de pirataria!
    Agora o “Zé Tuga que ganha uns míseros 600€ e onde a cada mês faz malabarismo com o seu pobre ganha pão e óbvio que vai tentar “sacar” uns códigos aqui e umas musicas acolá…
    Claro que nada justifica as suas acções!

  17. Jose says:

    Na minha opinião muita gente usa App alteradas porque o poder de compra não é igual para todos os países por exemplo para um alemão 7 euros não é nada mas para um português já fica carito por isso se usa App pirata.. Spotify pensem nisso

  18. ViPe says:

    Só não percebo o porque das aplicações alteradas se a própria Spotify já disponibiliza conteúdos gratuitos. Se não querem pagar ao menos tenham a consciência e respeito aos artistas, às empresas envolvidas e a quem paga o serviço. Utilizem o serviço mais limitado se consideram que a não se justifica o serviço pago.
    Conforme vários comentários…gostariam de trabalhar gratuitamente?
    Existem pessoas que fazem voluntariado e que não são renumerados, mas que beneficia destas ações tem que se sujeitar ao que é fornecido.

    • Não querendo justificar nada, lembro-te que a versão paga, ou pirateada, da muito mais do que apenas música sem publicidade. Tens o modo offline, com as músicas a estarem guardadas localmente, tens a leitura não aleatória é muito mais.

      No meu caso é isso que me leva a ter conta premium, todos esses extras somados.

      Quanto ao usar sem pagar, naturalmente que está errado.

  19. Thenameless says:

    Quem sempre pagou, devia receber um bónus
    Se há coisa que me irrita é saber que há por aí demasiados “chicos espertos” a abusar dos que querem e gostam de cumprir as regras da sociedade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.