Quantcast
PplWare Mobile

RapidShare vai encerrar já no final do mês de Março

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Simões


  1. Nelson says:

    e existe alguma que nao tenha ficheiros ilegais !!!

  2. Abílio says:

    N minha opinião traçou o seu próprio destino. O RapidShare já foi bastante badalado e não soube aproveitar a marca.

    • Zé Montanelas says:

      O Rapidshare podia ter adoptado uma estrategia para se converter de um filehost tradicional para um filehost tipo cloud/backup, para se tornarem numa especie de Mediafire

      Mesmo assim a má gestão matou-lhes a popularidade, lembro-me quando o Megaupload fechou no inicio 2012, o Rapidshare voltou a ter uma grande popularidade e nesse momento eram bastante generosos com velocidades ilimitadas para os frees, mas pouco depois decidiram armarem-se em gananciosos e reduzir as velocidades para 30 kb/s e forçar premium à força toda, não soberam aproveitar o momento, porque naquela altura nenhum uploader queria usar 1 filehost com velocidades tão baixas sem programa de afiliado a pagar em dinheiro real, desde ai foi sempre a descer, o que restou foram meros utilizadores que apenas usavam o Rapidshare para backups e isso acaba por não ser sustentável

      É uma pena, old memories, o Rapidshare foi o primeiro filehost no qual criei conta e fiz uploads em 2007 tinha eu 12 anos

      • Ricardo Silva says:

        concordo, no inicio era muito bom, depois começaram a exagerar tremandamente nas velocidades para os free, sacar a entre 30 a 60kb com uma net que me deixava sacar normalmente entre 4 a 5Mb fez-me abandonar e ignorar qualquer link desse site.

        hoje em dia nao podes obrigar o free a pagar, tens de lhe dar um bom serviço e meter uns extras favoraveis para o aliciar a mudar para o pago, nao impingir ou o utilizador abandona.
        eu normalmente começo com o free e durante muito tempo, so quando vejo que o serviço vale mesmo a minha “doação” é que passo para o premium

  3. JJ says:

    O mercado muda… se o negocio não mudar, não vai longe.

  4. André says:

    O problema é que as próprias operações de internet tem mudado. O suporte da maioria dos filehosts até 2008 era baseado na publicidade. Quanto mais gente usasse, mais dinheiro eles recebiam. Depois do que se passou com o megaupload, muitos aproveitaram para criar serviços cloud pagos (que eram a mesma coisa mas só funcionavam a 100% paga pagantes e a 1% para os visitantes ou 2% para registados). Com essa ideia livravam-se da maioria dos utilizadores (e dos problemas) mas manteriam um grupo avultado que ia continuar a usar pagando… aí falharam. O rapid colocou os preços de tal forma altos que mal devem ter pessoas a pagar.
    Depois disso, a fama foi-se e os utilizadores fugiram mais depressa que a luz… Já há mais de 1 ano que eles andam a vegetar.

  5. Dumitru Toderici says:

    Já era sem tempo, lembro que quando o mega ainda estava vivo, o antigo mega claro, o rapidshare tinha um mercado razoável também, eu era um dos que o utilizava bastante, mas depois decidiram armarem-se em espertos e diminuíram as velocidades e muitas outros coisa que ficou impossível de utilizar e claro as pessoas mudaram para rapidshare ou clouds… Não saber aproveitar e mudar consoante o mercado da nisso!

  6. Oscrates says:

    O Megaupload ainda existe, renovado e com outro nome, quanto ao rapishare e outros similares, podem fechar todos porque ninguém quer pagar por esses serviços quando existem alternativas gratuitas.

  7. AlexX says:

    Suponho que deve fechar porque a praticar aqueles preços a maioria dos clientes já terá migrado para concorrentes muito mais em conta.

  8. Joao says:

    Vai ser dificil arranjar alternativas!

    1Fichier, 1St-Files, 2Shared, 4Shared, AllMyVideos, ASFile, CatShare, Datafile, DataFileHost, Datei . to, Depfile, Dl.Free, Extmatrix, Filecloud . io, Filefactory, Fileflyer, Fileparadox, Filepost, Filerio, FilesABC, Filesflash, FilesMonster, Fileswap, Gigapeta, Gigasize, Greenboxes, HugeFiles, Hulkshare, Junocloud, Keep2Share, Kingfiles, Letitbit, Luckyshare, Mediafire, Mega, Megashares, Netload, Nitroflare, Oboom, Purevid, RapidGator, RareFile, Redbunker, Rockfile, Rutube, SecureUpload, Sendspace, Share-Online, ShareFlare, Speedyshare, Turbobit, Tusfiles, Ulozto, Ultramegabit, Unibytes, Uploadable, UploadC, Uploaded, Uploadhero, Uploading, Uploadrocket, Uptobox, Veevr, Vip-File, Yunfile, Zippyshare

    muito difícil :%

  9. Nokall says:

    Morreu logo a nascença dos 99EUR mensais… Brutos 😀 idem nao ha que ter pena deles.

  10. Ismael Guimarães AJ says:

    O tipo de aplicações tipo Copy, Mega, DropBox, OneDrive para além do limitado (em espaço gratuito) Google Drive são alternativas ao tipo de serviço prestado RapidShare.

    Além disso temos o Abelhas.pt que é um serviço bem mais interessante para hospedagem de arquivos para partilha. Temos alojamento ilimitado e, no máximo, pagará quem quiser fazer o download do arquivo, sem ser o autor do upload.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.