Quantcast
PplWare Mobile

Conheça a surpreendente solução de VPN completa que a Ivacy oferece

                                    
                                

Autor: Mário Sousa


  1. pedro says:

    boa tarde, se partilhar uma assinatura com um amigo pode cada um usar em sua casa?

  2. Spoky says:

    Olhem para a Mullvad e depois comparem, da 10 a 0. Sem espigas.

  3. Jertrudes says:

    Um amigo disse-me que um router com TOR é melhor e gratis. Que acham?

    • scp says:

      O tor browser por si não é muito seguro, mais vale uma vpn (lê bem as opiniões em vários sítios antes de usares uma empresa de vpn). Cuidado com as grátis.

  4. scp says:

    Não vai contra a política da netflix? Imagina que estou há meses a usar a netflix em portugal e de repente conecto a conta a uma localização nos estados unidos, eles podem fechar a conta ou restringir de algum modo?

    • Mário Sousa says:

      scp, poderá consultar a política de serviços da Netflix e verá que não encontra nenhuma proibição sobre o uso de VPN para aceder ao serviço:

      https://help.netflix.com/legal/termsofuse

      Além do mais, enquanto utilizador do Netflix será que deixa de poder de usar serviço quando viajar para outro país?

      • LG says:

        “4.3. You may view the Netflix content primarily within the country in which you have established your account and only in geographic locations where we offer our service and have licensed such content. The content that may be available to watch will vary by geographic location and will change from time to time.”

        não é assim muito certo…

        • Mário Sousa says:

          LG, parece existe necessidade de interpretação. Deixo aqui o mesmo texto mas em Português, dos TOS NETFLIX em português:

          4.3. Poderá ver conteúdos da Netflix essencialmente no país onde criou a sua conta, e apenas em localizações geográficas onde a Netflix ofereça o serviço e para as quais tenha obtido licença para os referidos conteúdos. O conteúdo disponível para visualização irá variar conforme a localização e será alterado periodicamente. O número de dispositivos em que pode ver simultaneamente depende do plano de subscrição escolhido e encontra-se especificado na página “Conta”.

          Claramente se lê que podemos ver no pais onde criamos a conta, essencialmente, e apenas em localizações onde a NETFLIX opera e tem licença para tal, não será isso?

          E já agora, uma vez que veio aqui com o famoso ponto 4.3, onde é que fala ali do uso de VPN? Quem é o Netflix para dizer se uma pessoa quer usar vpn a tempo inteiro na sua casa ou não? Quem usar VPN a tempo inteiro, ou mesmo a tempo parcial, está proibido de usar o Netflix? Onde diz claramente isso? E não vale inventar como aconteceu no comentário…

          Acredito que às vezes se possa querer ver algo que não está lá, mas fará parte da natureza humana, digo eu…

          • LG says:

            “e apenas em localizações geográficas onde a Netflix ofereça o serviço ____E____ para as quais tenha obtido licença para os referidos conteúdos”…

            Então? As licenças do conteúdo depende da localização geográfica e por isso mesmo varia de país para país…

            Obviamente o 4.3 não fala explicitamente de uso de VPNs por existem outros métodos de dar a volta nisso. Mas utilizar VPNs para “metir” na localização é literalmente contra essa regra.

            A Netflix já várias vezes baniu seviços de VPNs. Porém onde mata um nasce outro daí funcionar maioritariamente.

          • Mário Sousa says:

            LG, mais uma vez penso que será uma questão de interpretação.

            Temos aqui duas situações:

            Quando a Netflix diz “e apenas localizações geográficas onde a Netflix ofereça o serviço” refere-se em todos os países onde eles operam. É simples, não é?

            Depois quando escrevem “e para as quais tenha obtido licença para os referidos conteúdos” o que se lê aqui refere-se às licenças de conteúdos que a Netflix tem em cada país.

            Se há alguém que tem de fazer a proibição clara e inequívoca de uso de VPNs e afins, esse alguém é a Netflix e, até ver, não há qualquer declaração oficial da parte deles para tal.

            Podem vir sites terceiros, pode vir quem quer que seja dizer que vai contra, mas na verdade quem ler os termos de uso do serviço nunca lerá ou encontrará, ao dia de hoje, essa clara proibição.

            Tomemos como exemplo outros TOS onde claramente se proíbem atos contra os serviços e que são especificamente claros, como os TOS do Windows ou do Office.

            Por outro lado, deixo uma questão: enquanto utilizador americano Netflix, se eu vier à Europa e quiser continuar a ver uma série ou filme que iniciei a visualização ainda os EUA, não posso fazê-lo simplesmente por estar na Europa?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.