Quantcast
PplWare Mobile

MP acusa homem por crimes no OLX com recurso ao MB WAY

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Steve Robs says:

    Espero que tenham mão pesada para este tipo de crime.

    • Luis Henrique Silva says:

      Claro que têm!! Só sobre quem rouba milhões é que não

      • Carvalho says:

        Nem escapam uns, nem escapam outros! Que se comece pelos “pilha galinhas” já é bom começo!
        Mas 1600€ de castigo é ridículo! Comigo, devolvia EM DOBRO o que roubou, e pagava uma multa ao estado de 200000€ em tranches! Era garantido que não passava menos de 40 anos a pagar duas rendas de casa para aprender!

      • David Guerreiro says:

        Nem isso. Vai ficar-se a rir, e amanhã está a fazer o mesmo.

  2. Jorge says:

    «condenado a pagar ao Estado 1.600 euros»

    Como é que é?
    O gajo rouba dinheiro a um particular e agora tem de pagar ao Estado?
    Mas os ladrões agora trabalham em equipa?

  3. art says:

    Mais incrível foi ver na TV uma senhora que disse ser advogada e gestora de projetos numa empresa informática , dizer que tinha sido roubada por este processo……custa a acreditar , eu se fosse ela calava-me

  4. Nuno Pereira says:

    É ridículo a quantidade de telefonemas destes que recebo por cada vez que coloco um anúncio no OLX…e acabam todos de uma das 2 formas possíveis:
    1) desligam na minha cara cada vez que lhes digo para terem vergonha de tentarem burlar quem anda a trabalhar para ter comida no prato;
    2) mandam-me para aqueles sítios 🙂
    E ainda mais ridículo é o facto de 99% desses telefonemas serem de pessoas de etnia cigana. As autoridades não fazem nada porque não querem pois não me parece ser muito difícil apanhar estes chicos-espertos

    • David Guerreiro says:

      Eles até fazem. Têm sido detidos. A questão é que após a polícia fazer o seu trabalho, reunir prova, os tribunais libertam-nos, e como se sentem impunes, voltam a fazer o mesmo.

  5. Sardinha Enlatada says:

    Uma das formas devia ser possivel rastrear o numero de telemovel, digo eu. e apanhavam meia duzia deles. Mas isso deve dar trabalho para a PJ. Eu ja vi na televisao uma reportagem sobre este assunto, e realmente de facto so cai quem quer neste tipo de golpes.

    • David Guerreiro says:

      E polícia tem apanhado muitos deles, só que a questão é que já existem reincidentes. Ou seja, foram apanhados, a justiça soltou-os e continuam a fazer o mesmo.

  6. Guilherme Lino says:

    Estórias da tanaga

    Conheço gente que trabalharam em empresas que não pagam o salário passado alguns meses, e continuam a contratar e a fazer o mesmo. E a polícia só diz “têm de continuar a trabalhar lá, até termos provas”
    Estamos a falar de salários de dezenas de pessoas por mês, que acham que se continuarem a trabalhar lhes vão pagar o que devem….

    Se pagarem o salário para o MBWAY já investigam?

    Em Portugal justiça é fachada

    • David Guerreiro says:

      Sabes que após 14 dias de falha de pagamento de salário, o trabalhador pode suspender o contrato de trabalho não sabes? E que após isso, a entidade patronal é obrigada a emitir declaração de dívida e documento para o desemprego não sabes? E o trabalhador fica logo a receber subsídio de desemprego. E após 60 dias, pode intentar ação em tribunal do trabalho. Só fica meses sem receber quem quer. A lei embora já de si permita abusos, nesse aspeto dá logo forma do trabalhador não ficar de mãos a abanar.

  7. zézinho says:

    Espero bem que seja pagar os 1600 que roubou à vitima e outros 1600 ao estado (só?), e não seja simplesmente pagar os 1600 ao estado e a vitima ficar a ver navios…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.