Quantcast
PplWare Mobile

Manuais Escolares gratuitos: Vouchers disponíveis a partir de hoje

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Carlos Ramos says:

    Uma excelente e justa ideia. Oferecer os manuais escolares aos alunos.

    Mas porque é que os alunos que andam no ensino privado TÊM DE PAGAR os manuais?
    – Não damos despesa ao estado!
    – Damos lucro pois pagamos impostos para os nossos filhos estudarem no ensino privado!
    Mesmo assim não têm os mesmos direitos!

    Antes que os pobres de inteligência venham dizer “podem pagar o colégio também podem pagar os manuais escolares”. Digo só o seguinte e em palavras simples para poderem perceber. Estão atentos? Aqui vai.
    Por vezes o ensino privado é a única solução ou até a mais barata.
    Os pais colocam os filhos no ensino privado, com dificuldades ou não, porque querem o melhor para os seus filhos e não vêm o estudo como uma obrigação .
    No ensino público existem alunos a irem para a escola pública sentadinhos no BMW ou Porsche da mamá e até esses têm os manuais escolares de graça.
    Se mesmo assim ainda não entenderam… tenho pena ! (ou não)

    • Urtencio says:

      Como diz o Camilo! “Foram vocês que votaram neles! ” agora aguentem!

    • Aiaiai says:

      A tristeza resumida numa frase: No ensino público existem alunos a irem para a escola pública sentadinhos no BMW ou Porsche da mamá e até esses têm os manuais escolares de graça.
      É sempre e deverá continuar a ser sempre uma escolha!! (pelo menos para quem a pode ter)!
      E é ao ensino publico, que não se faz discriminação por ‘capacidade financeiras’ nem gostos pessoais, que devem ser dados os apoios.
      E esse tais alunos não usufruem de qualquer tipo de apoio escolar. E foi escolha dos pais terem-nos a estudar numa escola publica. Ou porque andam sentadinhos num BMW ou Porsche são obrigados a andar em escola privada?

      “– Não damos despesa ao estado!
      – Damos lucro pois pagamos impostos para os nossos filhos estudarem no ensino privado!”
      Essa matemática… deve ter sido feita no privado. Ou então desconhece por completo o apoio que os privados recebem do estado.
      “Por vezes o ensino privado é a única solução ou até a mais barata.”
      Os únicos casos que conheço são no interior do país e nesses casos há apoios para que todas as crianças possam frequentar a escola como se se tratasse de uma escola publica.

      • milho says:

        Não faz discriminação ? claro que não faz – Se fores da Damaia vais por o filhos na c+s da Damaia se fore rico, trabalhares próximo ou arranjares esquema de morada pões na secundária do Restelo . Na primeira convém pôr uma ponta e mola junto ao lanche para os putos se defenderem na segunda os miudos vão de uber para a escola.

        Ambos recebem livros à borlex.

    • Helder Pinto says:

      Tem bom remédio…
      Não quer pagar passa para o público… ninguém o obriga a ir para o privado!

    • Idiocracia says:

      Se querem melhor ensino.. “vão para o privado”.. desculpem lá.. a sério?? e resolver o problema?? não?? “ah.. o estado não faz nada..” fonix!! duplo a sériooo???? Chama-se sociedade civil.. podemos todos resolver.. dá muito trabalho?? pois dá! e vai dar sempre! nada se faz sem trabalho.. o privado não é solução, nunca será, nunca deveria sequer ser opção. A educação tal como a saúde não pode ser um negócio. Melhores professores? isso! vamos exigir que só os melhores possam ser professores, vamos exigir que um professor seja A profissão mais bem paga. parem de se lamentar e esperar que alguém vos venha lavar os dentinhos dar de comida às refeições.. parem de se deixar levar.. os “donos disto tudo” só nos querem à briga uns com os outros…

    • BM says:

      Boa noite ..não entendo não…se estás no privado é porque podes! Se podes então tudo lá é diferente… então paga
      Tens de pagar os livros!…ou então queres que eu te pague os livros e fazemos uma troca da mensalidade que pagas aos teus educandos….não me importava nada ter todos os meses mais 300€ na carteira 🙂
      agora a sério se tens dinheiro para ter os teu filhos no privado aproveita que fazes bem…eu fazia o mesmo se pudesse …agora vir chorar 200€ de livros fica-te mesmo muito mal!

      • Pedro L. says:

        Nem sei como aceitam pessoas com seguro de saude privada nas urgencias ou têm comparticipação em medicamentos . Ou como dão descontos a crianças e estudantes em transportes e museus quandp estudam no ensino privado. Sinceramente também nem dava reformas a quem tivesse PPR.

    • Ana says:

      Pobres de inteligência?
      Se tem dificuldades é muito simples por na pública agora não venha com esse discurso,ninguém anda no privado com dificuldades e se anda são realmente pobres se inteligência e simplesmente idiotas.
      Quem excede as suas capacidades financeiras é simplesmente burro.
      Se não percebeu tenho pena … Ou não!

  2. Fagundes says:

    Ensino artístico tbm não tem livros de borla.
    E são parte integrante do ensino dito “público”, pois os alunos não pagam mensalidade.
    O problema é que os savanas do estado por um pormenor fazem com que os alunos do ensino artístico tbm tenham de pagar os livros.
    É o chamado contrato de parceria, que inviabiliza tal possibilidade.
    Só artistas nestes governos.

  3. Ana says:

    Eu gostava era de saber quand no aceitam o e mail do encarregado de educação como é q se deve fazer

  4. Fernando Miguel Cruz says:

    Tenho procurado a resposta a esta pergunta e não a encontro: os alunos que vão frequentar o 1° ciclo no próximo ano letivo terão de devolver os livros? Agradeço se alguém tiver uma resposta clara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.