PplWare Mobile

Livro de reclamações digital: Agora pode fazer elogios e deixar sugestões


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. SL says:

    É engraçado. Obrigatório para as empresas publicas, e cobra-se um valor por “página do livro virtual” seja lá o que isso for…

  2. Carlos says:

    Já me pediram dinheiro para fazer uma reclamacao numa loja apple GSM. Tinha um iphone dentro de garantia e eles recusaram se a arranjar e tive de pagar 250euros de arranjo e 25euros para escrever no livro de reclamacoes

    • antonio says:

      O que tinha acontecido ao iPhone?

      Quanto a pagar para escrever no livro de reclamações “nunca taL houvera visto, nem ouvido”. A GSM é um estabelecimento comercial de venda a retalho (ao público) por isso parece-me que deve ter livro de reclamações – físico ou electrónico.

      Só se não estão obrigados a ter e e então pediram os 25€ – tipo: “Quer escrever no livro de reclamações que não somos obrigados a ter? Passe para cá 25€ para adquirirmos um”.

      Se são obrigados a ter não vejo como é que possam pedir dinheiro para se poder escrever no livro de reclamações (estive a ler o que diz o site da Direção Geral do Consumidor sobre o livro de reclamações) .

    • Rui says:

      Todas as lojas tem obrigatoriamente que ter livro de reclamações (pelo menos lojas físicas em Portugal), e também é completamente ilegal pedir dinheiro para escrever uma reclamação.
      Numa situação semelhante, chamar as autoridades para registarem o caso (pede depois o numero da ocorrência para garantir que eles levantam o respectivo auto de contra ordenação à empresa).

    • Luis carreira says:

      não seria 25€ de taxa de não aceitação de orçamento?? Pelo que percebi foi considerado fora de garantia e sucessivamente (consoante as SAT’s) cobrada taxa de não aceitação de orçamento

    • polik says:

      Enganaram-te… Ninguém te pode exigir dinheiro para reclamares… Para a próxima chama a polícia…

  3. anonymous says:

    Na minha opinião o livro de reclamações não serve para nada! Já fiz imensas reclamações para a EDP com conhecimento da ERSE e não resultaram até ao momento em nada. A ERSE diz que não tem poderes só os tribunais. Para que serve reclamar???

  4. Carlos Campos Serra says:

    O problema é simples. Reclamar a quem? Não tem poderes, ou não querem trabalho?? São negocios, estamos tramados!

  5. João Pratas says:

    Livro de “sugestões”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.