PplWare Mobile

Cibersegurança de geração 5: Quantos ataques já sofreu hoje… e nem percebeu?


Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. blablabla says:

    “As empresas portuguesas estão num nível tecnológico de segurança básico, onde a conjugação de baixos investimentos de renovação dos seus parques informáticos com a falta de atualização dos softwares usados pelas suas equipas, criam falhas de segurança que podem levar a prejuízos incalculáveis.”

    Isto é a Pplware a tentar constatar algo? Ou estão a citar alguém?
    Caso seja a Pplware, onde estão os dados e a fonte dos mesmos para esta constatação?

    • BC says:

      Eu, que faço field support a parques informáticos de centenas de clientes, posso confirmar a frase do Pplware. É incrível a quantidade de empresas que deixam para último plano a renovação e manutenção (a vários níveis) dos parques informáticos. E depois quando já está quase no fim de tempo útil de vida, é que contratam os serviços da minha empresa para irmos lá resolver aquilo. E no fim ficam surpreendidos quando a solução passa por mudar o parque informático completo, que vai desde retirar PC’s ainda com o Windows XP (+ Offices e outros licenciamentos), switchs 10/100, cablagem CAT4, segurança de rede, antivirus, etc etc etc.
      Por isso, sim. É um facto que as empresas não querem saber de manutenção informática. Julgam que basta ter 1 PC ligado à net e não se precisa de fazer mais nada.
      É como os carros: não basta meter gasolina e andar. Só que ninguém percebe isso.

      • blablabla says:

        Ah, portanto não é só o Pplware, você também quer tentar constatar afirmações sobre todas as empresas portuguesas. Fantástico.

        Olhe lá, e já pensou em talvez não tentar constatar afirmçãoes relativamente a todas as empresas portuguesas? Não que eu seja dono de uma mas é que pode ser um pormenor relativamente importante e certamente nem você nem o Pplware conhecem todas.

        Ah e ainda me há-de explicar o que é que “switchs 10/100” e “cablagem CAT4” tem a ver com segurança informática.

  2. Mc says:

    Acho que o problema são mesmo os €€€ ou $$$

  3. Devsys says:

    Problema básico de se explicar, segurança não produz valor em toda a engrenagem da empresa, portanto, é sempre visto como desperdício.
    Não adianta tentar explicar a quem gere que algo não seguro pode gerar perdas futuras.
    A palavra chave é “pode”, e como o “pode” não é certo, ninguém quer saber disso.
    Já gastos com melhor software é mentira, quanto mais com segurança. Ainda em 2010 (mais ou menos), havia uma empresa (multinacional) com muitas lojas abertas em Portugal de material de escritório, e era tudo “gerido” e registado em folhas de Excel.
    E o responsável pela “modernização” queria, pagando migalhas, que todo o seu modelo de “gestão” das dezenas de lojas fosse feito por software entretanto feito á medida, com as dezenas de sincronizadas, stock sincronizado, pedidos de encomendas, facturas, loja na internet, enfim, tudo sincronizado. Incrivelmente, achava que aquilo era básico e fácil de se fazer e que não iria custar mais que umas migalhas pagas a um “macaco da programação”.
    Portanto, esqueçam lá isso de grandes gastos com a segurança. Aliás, achei inacreditável quando vi uns tipos na TV, até um general, a dizer que Portugal estava capacitado para ataques em grande escala, que havia um tal de “centro de controlo” hahaha apartir dali, quem é do meio sabe uma coisa, mesmo em entidades públicas, o que interessa é fachada, o faz de conta.

  4. sakura says:

    Não quero que o meu ISP me atribui 1 endereço IPV6 pq?
    Gosto mais NAT IPV4 mas já estou a ver o filme ……
    Em IPV6 “todos podem falar com todos” (todos= IP),
    “as pessoas sabem o que isto significa? ”

    com a sucata na rede 1 jantar que sò dura 10mim online.
    -boss, lol eu quero é aceder aos meus ficheiros quando estou no café, e nada melhor que IPV6……. aiai win xp.

  5. Jorge says:

    Pois.
    Colocar uma empresa de origem Israelita dentro da nossa empresa a inspeccionar o tráfego de rede dá um pouco que pensar …

  6. Leonel says:

    manuais sobre o tema, alguem aconselha ?

  7. sakura says:

    3 Horas, ate que 1 trabalhador uzou wifi para actualizar 1 smartphone Chinês………

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.