PplWare Mobile

Chegou o Scratch 3.0! É hora de aprender a programar


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Luis says:

    O ensino de programação peca, no meu entender, por uma falha grave. Antes de aprender qualquer linguagem de programação os alunos deviam aprender o conceito de algoritmo e a escrever algoritmos através de Pseudocódigo para uma variedade de problemas matemáticos. Assim, quando chegasse o momento de aprender uma linguagem de programação pela primeira vez o foco estava na linguagem de programação e não em tentar perceber a linguagem de programação&algoritmo. O ensino de algoritmos devia ser introduzido nas aulas de matemática desde cedo, para que se “entranhasse” de forma natural. Saber criar algoritmos é não só útil para futuros programadores como para os problemas do dia a dia…ensina a pensar de forma lógica e a criar soluções para problemas. Sobre o Scratch 3.0 é engraçado!

    • Jhonathan says:

      Qnts anos tu tens?

    • Jorge Valdo Jr says:

      Obrigado Luís!

    • João Terra says:

      +1 totalmente de acordo… Antes de começar a programar, tive conceitos de algoritimia e como tudo funciona na pratica, foram N de aulas até passar ao JAVA e HTML em Bloco de notas. Claro que uma casa não se faz sem a base…. Mas hoje em dia o que querem é que as crianças já saibam programar desde a primaria e acho isso um absurdo. Hoje em dia a programação é por objectos, mas também é preciso saber em que consiste.

    • Italo says:

      Cara concordo com você menos em um ponto, em pseudocódigo, porque você usar portugol por exemplo te mata depois na linguagem que você irá aprender como C, C++, Python que são totalmente em inglês, estudar pseudo linguagens podem acabar dificultando nesse aspecto pois as pessoas não se familiarizarem com o inglês, claro que nem todo mundo é assim mas muitos profissionais desaconselham isso!

  2. Tiago Afonso says:

    Eu uso o Scratch há muito tempo e, para ser sincero, prefiro a versão 2.0. Eu acho que é mais simples para programar. Mas eu adorei os novos sons!

  3. Tiago says:

    Eu uso o Scratch há muito tempo e, para ser sincero, prefiro a versão 2.0. Eu acho que é mais simples para programar. Mas eu adorei os novos sons!

  4. Maria Ana Peixoto Carvalhal says:

    Se alguém poder ajudar: No Scratch 3.0 onde encontro as opções de estilo de rotação …Por exemplo: anda 10 passos -> se estiveres a bater na borda, ressalta -> a minha dúvida é onde altero a rotação para o carro (por exemplo) para não voltar de pernas para o ar!! Isto porque no Scratch 2.0 clicava no (i) no ator e alterava o estilo de rotação!!

  5. Amilcar Alho says:

    E como instalar essa nova versão no Lubuntu…? 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.