PplWare Mobile

BitTorrent Sync 2 – O “grande” concorrente do Dropbox, Box…

BitTorrent Sync

Licença: Freeware
Download: Escolha aqui o seu sistema operativo
Homepage: BitTorrent


Autor: Pedro Pinto


  1. Almeno says:

    Gostei, se não tiver limites de pastas a partilhar vai ser a solução ideal para o que tento fazer com o MEOCLOUD…
    Ter uma pasta em todos os clientes a sincronizar com o meu servidor. Para Backups automáticos, etc…
    Preocupa-me é a segurança, mas já estou a testar.

    • EduardoSilva says:

      Estou a pensar fazer o mesmo para várias “pastas” nos meus computadores 🙂

      Acho que se te preocupa segurança, esta solução é possivelmente mais apropriada que o MEOCLOUD e outros serviços Cloud, dado que os teus dados nunca são guardados na Cloud e são transmitidos de forma encriptada entre os teus dispositivos.

    • Mota says:

      Sim serve. O mal é que a sincronização por vezes falha, talvez por estar em beta (?) mas a nivel de segurança é 5*

  2. Carlos says:

    Sincronizar ficheiros entre dispositivos?

    Tipo o velhinho, e defunto, Windows Live Mesh? Quer dizer, o Windows Live Mesh ainda tinha 5GB (há 3 anos…) de armazenamento na cloud, e este não tem nada, só faz mesmo sincronização, e o Windows Live Mesh ainda permitia aceder a ficheiros no computador mesmo que não estivessem numa pasta sincronizada.

    Este tem de novo exatamente o quê?

    • EduardoSilva says:

      Acho que não deves de pensar neste serviço em termos de “armazenamento cloud”… á parte disso, o “aceder a pastas não sincronizadas” não é realmente o objectivo deste serviço (tens outros que permitem fazer isso, e que funcionam em qualquer OS).

      Este serviço é baseado no principio “peer-to-peer”, o que significa que os teus dados nunca são guardados “na cloud” de terceiros (apenas nos teus dispositivos). Isto é apropriado para várias situações, nomeadamente: se tens muitos dados que queres sincronizar entre computadores (e não tens muito espaço na cloud), e também se tens dados que não queres guardar na cloud (por questões de segurança/privacidade/etc.). Estas são (a meu ver) as duas grandes razões para este tipo de “serviço de sincronização” de dados, quando comparado com os tradicionais “serviços de armazenamento na cloud” (Dropbox, Drive, etc.).

      A meu ver o BitTorrent Sync ou alternativas (eu usei muito tempo uma outra aplicação chamada “unison” – http://www.cis.upenn.edu/~bcpierce/unison/) não têm necessariamente de ser vistas como uma substituição de serviços de armazenamento na “cloud”… há quem o faça e é completamente possível, no entanto a meu ver acho que há espaço para os dois tipos de “ferramentas de sincronização de dados”.

      Cumprimentos!

  3. Vasco Soares says:

    Nao consegui pôr a funcionar.

  4. Senh0r says:

    Se tiver a máquina de origem desligada, não faz transferência nenhuma… ou será que faz???

  5. Rui Ribeiro says:

    mais vale terem a vossa cloud… um raspberry pi com o http://owncloud.org/ e está feito…

    • rmcrys says:

      Isso não é uma cloud, isso é um NAS lol ou estou enganado? 🙂

      Para mim cloud é ter um armazenamento fora de casa num sitio externo/3a pessoa acessível pela Internet.

      O Dropbox funciona com ínter e Intranet, o que for mais rápido, e ainda ontem saturou a minha rede WiFi 🙂 6 GB tenho gratuitos, e a cloud da Microsoft permite se não me engano 20 GB gratuitos (tenho mas não uso, estou contente com Dropbox gratuita). Eu tenho 2 NAS: o NAS A é a cópia total dos PCs ca de casa, e o NAS B Backup do A. Só os ficheiros imprescindíveis (trabalho, etc) estão na cloud encriptados 2x com 2 password diferentes para o caso de um roubo/incêndio cá em casa

      • Glink says:

        instalas o Owncloud fora de casa e ta feito -.-‘

        e não, na maioria dos casos o termo cloud é usado desmedidamente e absurdamente para se referir a alojamento de ficheiros, e isso de cloud computing pouco tem…

        agora que as grandes superfícies (dropbox etc) tem de usar clouds para os serviços que prestam, sem duvida…

        • rmcrys says:

          Cloud computing? Quem falou nisso? Lol

          Cloud significa estar em algum lado externo, “algures” na Internet com acesso massificado. Um servidor em casa (NAS, ponto de acesso de ficheiros) ou de um amigo seria forçar demasiado o termo.

  6. Rui Costa says:

    Corrijam esta frase no 1º parágrafo, por favot: “… demoram algum tanto até que a informação esteja disponível end-to-end.”

  7. Maxim says:

    Obrigado pela dica, assim não preciso de estar a ligar o tele ao pc para enviar ficheiros ^^

  8. Gerardo says:

    Dizer que uma das vantagens face aos outros serviços de cloud é não ter limites, é uma completa falácia. Isto não armazena nada na cloud, só usa o espaço das máquinas envolvidas.

    Mas é uma solução óptima para enviar ficheiros ou pastas pesadas para outro lado, porque não temos de fazer o uploda para um lado e depois para outro. Vai directamente da nossa máquina para a máquina de destino com uma grande simplicidade. Já transferi alguns gigas assim.

    • rmcrys says:

      Dentro de casa partilhas uma pasta e já está, demora menos de metade do tempo de instalar este software. Fora de casa podes usar um serviço Cloud usual e ainda tens o material resguardado, e podes fazer a transferência quando quiseres. O único que a cloud não dá (que eu saiba) é transferência directa: estilo ficheiro de 10 GB ao começar a ser enviado do PC A para a Cloud, começar a ser enviado também para o PC B (até agora só os ficheiros já completados, o que num ficheiro grande obriga a esperar muito até o início da descarga no PC B)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.