Quantcast
PplWare Mobile

ANACOM: Quer que sejam retirados postes ou cabos na sua residência?

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. John Doe says:

    E a quem reclamar para retirarem cabos de postes á porta de casa, onde quando olhamos para eles nos sentimos na Índia, perante as teias e emaranhados?

    • Pipoca says:

      cortar, cortar é a solução.

      • John Doe says:

        Ja foi um, mas são difíceis de cortar.

      • Henrique says:

        não se esqueça de cortar também o que vai para sua casa.

        • advogadodojohndoe says:

          isso é que era! já nem vinha aqui comentar!!! 🙂

        • Sem nome says:

          Pois mas secalhar se não forem esses cabos ninguém tem servicos, e tão fácil criticar, mas quando forem lá cortar os cabos todos e você ficar sem serviços secalhar já não vai querer que os retirem de la, cortou um cabo alguém ficou sem serviços se fosse eu, cortava o cabo da sua casa e cada vez que lá fosse um técnico repor, cortava-o logo de seguida e ainda avisa o técnico de o porquê, ia fazê-lo ter de andar sempre a ligar para as operadoras a pedir que lhe reposesem o servico

    • Luis Henrique Santos Silva says:

      Reclamam reclama, mas se não fosse isso, nem fibra havia nas aldeias, onde passar por baixo de terra é mais complicado……
      Manda retirar tudo…..depois se ficares também sem net….

      • John Doe says:

        Primeiro, não é numa aldeia, é no Porto. Segundo, basta para cada casa, não 2 ou 3, como se vê.
        Por último, os fins não justificam os meios, e as operadoras não precisam de pseudo-advogados.

        • advogadodojohndoe says:

          por acaso, já foste perguntar à tua camara municipal se deixam abrir valas…??? vai lá e logo vês a resposta.

          • Miguel Real says:

            Bem visto já viram as paredes do Patrimonio Mundial tipo a Ribeira do Porto? cheia de cabos??? com o que ganham e aos preços que estão nem a camaras nem os operadores aguentam vão a falencia.
            Tdo seria resolvido se tal como a electricidade existisse algo como a REN uma rede de Fibra nacional mas lá está ainda iamos pagar mais se essa rede não fosse dos operadores mas explorar por alguma entidade tipo REN.
            pra não falar do monopolio da agua

    • Paulop Baptista says:

      +1
      Parecemos um país do 3º mundo. Urbanizações recentes, não há um cabo de telecomunicações subterrâneo. É tudo por via aérea.

    • Keyboardcat says:

      Em aldeias consigo entender, visto ao elevado custo/beneficio. Mas nas grandes cidades por vezes é inaceitável. Ás vezes vejo rolos de cabo pendurados nas fachadas de prédios. Muitas vezes cabos que já se encontram cortados, mas o operador não de deu ao trabalho de remover o cabo.

      Para quem um dia visitar os Países Baixos (qualquer cidade ou vila) é interessante notar a ausência de quaisquer cabos visíveis (sejam eles elétricos ou comunicações). É claro que isto é relacionado com leis e não por bondade dos operadores.

      Acho que era interessante existirem regras semelhantes para os centros históricos de algumas cidades Portuguesas. Visto turismo ser um foco em muita cidades.

      • Ricardo says:

        Então cabos adsl cortados e pendurados nos postes é ao pontapé.

        É que muitas vezes são cabos cortados de um serviço de cliente que acabou de mudar para a concorrência. E enviar técnicos para retirar esses cabos custa guito. Uma vez que a mama terminou, não compensa ao operador pagar aos técnicos para o fazer. Sá f#d@!

        No lucro? No cable removal.

        Money talks.

        • Miguel Real says:

          Agradecido por ter os olhos abertos!!! pois cada vez são mais a dormir em pé e alguns estão preocupados com o turismo, (compreendo), mas e os que vivem por cá o ano todo? e as assimetrias interior/litoral haja paciencia mas é verdade que se esburacada em qualquer dia e hora de um mes para o outro e alguns proposeram ‘calhas tecnicas, (infraestutura tipo a da ‘REN’ só que enterrada modular e acessivel a todos, assobiaram para lado ignoramdo que com o tempo acaba por sair mais barato até na expansão e manutenção.

          • Ricardo says:

            Verdade.

            A questão central prende-se com os custos associados ao estudo, e à gestão desses procedimentos. Viabilidade existe. Condições técnicas também. Mas quando chega à questão do investimento….O
            oh, well… o € estraga tudo. Para o investimento em infraestruturas modernas – de forma progressiva, ponderada e equilibrada – impossível. Antes é desviado o € disponível para “outros assuntos” do que tratar de investir com cabeça, conta peso e medida – sempre a pensar na modernização constante e progressiva. Importa o lucro fácil em PT. Enquanto as políticas implementadas não forçarem a que se mude esse paradigma. Tudo ficará igual.

            É como o caso dos eléctricos. Mas alguém acredita que este país quer saber do ambiente lara alguma coisa? Os governantes (e privados) vêm é um enorme pote de ouro na tecnologia – e por isso fazem algum esforço para tentar que esta venha oara ficar e prospere.

            Este país esta uma selva (no sentido mais entrópico da palavra).

  2. Postes says:

    John Doe,
    Mudas de casa ou olhas para o chão.

  3. SergioCardoso says:

    Não acredito que isto vá acabar

  4. SergioCardoso says:

    Não acredito que isto vá acabar

  5. says:

    Ninguém pode colocar cabos nas fachadas sem autorização das pessoas. Normalmente as operadoras não ligam nada. Da última vez que tive de fazer um pedido destes, só a NOWO respondeu. As outras nem sabiam dos pedidos. curiosamente depois de queixas no livro de reclamações eletrónico, lá apareceram os pedidos iniciais.
    Em todo o caso, e na minha opinião, caso não seja dada resposta nos ditos 15 dias úteis, é cortar os cabos que eles no dia a seguir aparecem. Só aprendem assim.

  6. LA says:

    Meter cabos, todos metem. Mas tirar os que já não são utilizados, ninguém os tirar. Pelo menos quem mora nos primeiros andares, sempre tem onde, estender a roupa.

  7. Filipe says:

    e se for da PT o poste?

  8. António says:

    Deviam fazer o mesmo com os cartazes das eleições….Tudo coloca em todo o lado, retirar é que está quieto.

  9. João Magalhães says:

    Lembro-me de um amigo ter uma antena da vodafone no predio onde morava mas tambem me lembro que o condominio recebia uma bela nota para a vodafone ter la a antena.

  10. advogadodojohndoe says:

    Vocês são uns artistas. Toda a gente quer fibra e 5 G, mas ninguem quer os cabos e os postes. Haja paciência. Só refilam!

  11. Alberto says:

    Alguém sabe se esse processo funciona para a EDP? Sabem o procedimento se for poste da EDP?

  12. João Vieira says:

    Bem. Vou contar a minha história.
    Moro numa rua de um conjunto de várias parelas. A cada 2 ruas há postes na rua que servem as casas que estão em frente mais as casas da rua anterior. Eu moro numas das casas servida por postes da outra rua. Na casa atrás da minha tinha um poste onde passava cabos que servia várias casas na minha rua. Tudo NOS porque era a única disponível na altura das instalações iniciais. O poste estava dentro do terreno de uma casa. A dona dessa casa pediu para repararem o poste porque estava velho. Todos os pedidos foram ignorados. Essa pessoa fartou-se e mandar retirar o poste. E o que a empresa responsável pelos postes fez. Pegou na caixa desse poste, meteu dentro um saco plástico e enfiou dentro da chaminé da casa ao lado da minha, casa essa que raramente tem gente por ser uma casa de férias. As ligações a essa caixa vem de outro poste, tb dentro de um terreno de uma casa, e usam a minha chaminé para segurar os cabos e passar para outras casas. Já foram feitas várias reclamações à NOS. vários técnicos que vão lá dizem que não pode ficar assim e reclamar com a NOS. Nada foi feito. Não podemos fazer muito mais porque já nos disseram que sem aquilo a NOS rescinde o contracto por não ter como providenciar serviço. Já tentamos mudar de operadora. Aliás chegamos a mudar. A vodafone foi lá para fazer a instalação mas disse que não era possível trazer a ligação da outra rua sem ser através dos postes nas casas vizinhas. E que era da minha responsabilidade ir pedir autorização a todas essas casas vizinhas para eles puderem passar as ligações. Ninguém quer pedir porque a dona do terreno de um dos postes já demonstrou querer tirar o poste de lá. O que significa que ficaríamos sem serviço. E é assim que andamos. 2022 e temos uma rua que parece uma favela cheias de ligações a sair de postes, cabos a tocar no chão e caixas de derivação em chaminés. Quando poderiam ter posto tudo pelo chão quando andaram a fazer obras há uns anos atrás. Mas para isso é preciso gastar dinheiro.

  13. falcaobranco says:

    Por acaso nesta ultima semana, entrei em contacto com a ANACOM por uma situação parecida e deram-me a conhecer esses emails…esperava mais uns dias e via o pplware 😀 😀

    Mas é verdade, é enviar os emails, se ninguem responder, é reclamar… porque se ninguem reclamar, as coisas ficam como estão.

  14. Miguel F. says:

    Agora faço a pergunta, do outro lado da trincheira: se deitam abaixo o poste que alimenta o prédio onde vivo, com a fibra, obrigando o mesmo prédio a ficar, apenas, serviço de satélite ou ADSL, posso cancelar o meu contrato de telecomunicações?
    O poste que trás a fibra da nos cá para o prédio (única) vai abaixo… Ou seja, toda esta rua vai ficar sem fibra. Tenho um contrato de 2 anos ainda no início, e já recebi uma carta da operadora que o meu serviço vai mudar, mas eu não tenho interesse em ter serviço ADSL ou satélite… Prefiro não ter NET em casa…

  15. Bruno says:

    Hahahahahahhahahahahahahhahahahahh
    ANACOM ne?? Hahahahahah

  16. Joao Torres says:

    Li este artigo à dias e dispunha dos email’s para contacto de cada operadora. Agora vim cá, à procura desses contactos, porque necessito contactar a NOS, devido a deslocação de um posto e para meu espanto….os e-mails não estão mais no artigo! Podem disponibilizar os mesmos novamente? Obrigado desde já.

  17. Maria Garcia says:

    No meu caso, vou mudar de casa e o proprietário exige que sejam retirados os cabos de fibra que vêm de um poste próximo. Ele ,ou eu não queremos que tirem o poste, apenas os cabos que percorrem a parede da casa. O meu período de fidelização acabou e pedi a denúncia do contrato, tudo isto feito muito rápido e facilmente. Foi agendada a data para vir buscar o equipamento. O pior foi quando pedi para removerem os cabos que percorrem as paredes da propriedade. A VODAFONE diz que não o pode fazer, pois os cabos pertencem à NOS. Ora bem, se assinei contrato com a Vodafone, e paguei tudo até ao fim, sempre à Vodafone, porque devo dirigir-me à NOS, se nem sabia desses contratos entre operadoras? Apenas a VODAFONE será a quem me devo dirigir. Entretanto, falei com a DECO, vou escrever uma carta registada com aviso de recepção, e cópia para a DECO, para a VODAFONE pedindo a remoção dos tais cabos. Em breve terão que dar resposta. Também me parece um absurdo ter que pagar 50€ para esse serviço, até me parece ilegal, mas já veremos. É tudo muito fácil se for para instalar e ganhar um novo cliente, mas depois…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.