PplWare Mobile

WPA3 está a chegar para proteger as redes Wi-Fi


Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

13 Respostas

  1. Hefesto,o Grande says:

    Estou muito animado com que este novo padrão,o WPA 3,chegue bem depressa,para proteger o meu router e o meu PC.Que excelente notícia que me deu,Pedro Pinto. 🙂

    • Bruno says:

      Lamento dizer mas nada é seguro não há nada que não se consiga isto é uma maneira das empresas manterem as coisas seguras e não perder clientes não há nada que não se consiga quebrar com um terminal de um os Linux eu falo porque percebi das coisas lamento 🙂

      • Kurare says:

        O TRUMP também diz que é um “génio estável”. Se tu dizes que percebes das coisas é porque percebes! No entanto parece-me um pouco exagerado essa de “não há nada que não se consiga quebrar”. Teoricamente é verdade, mas na prática a coisa não é bem assim.

      • António Fagundes says:

        Falas asneiras, sabes quantos anos demorou para derrubarem WPA2?

  2. Carlos says:

    Um link de um conhecido para perceber se realmente é uma melhoria na segurança ou se são apenas optimizações.

    http://www.sniffwifi.com/2018/01/wpa3-adds-four-security-enhancements.html

  3. Joao ptt says:

    Este bando de idiotas da WiFi Alliance(C)(R) como não cometeram erros suficientes até ao momento, querem lançar novamente uma nova certificação sem expor tudo à vista do público e respectivos especialistas espalhados pelo planeta todo, para encontrar os erros no “protocolo” que querem certificar e finalmente lançar algo realmente funcional e seguro.
    Já era tempo de aparecer alguma iniciativa privada aberta a todos que desenvolvesse um novo protocolo sem fios que fosse totalmente aberto e seguro e que desse resposta a todos estes problemas principais, nomeadamente aquele óbvio de não se conseguir utilizar os hotspots públicos de forma realmente segura sem utilizar algumas espécie de VPN bem configurada.

    • Hugo Freitas says:

      O que é que a segurança dentro de uma rede (de hotspot ou outra qq) tem a ver com a encriptação do Wifi?

      • Joao ptt says:

        O que estou a dizer é que eu queria ligar-me a qualquer WI-FI e ter a certeza que pelo menos todos os outros utilizadores ligado ao mesmo aparelho não têm maneira de interceptar/ desviar o tráfego… isto é o mínimo.

        Depois também gostaria que o problema de se ligar a um qualquer WI-FI que em si fosse maligno pudesse ser terminado de vez , através de alguma solução tecnológica que garanta que nem mesmo que o aparelho de WI-FI em si seja maligno que o dispositivo ou a pessoa possa ser enganado. Não tenho conhecimentos suficientemente avançados, mas parece-me que terá de ser algo a nível de protocolos IPv4/ IPv6 para garantir tal segurança e confidencialidade e até certo ponto anonimato… mas tipo redes Onion/ I2P e conceitos similares.
        Não estou a escrever que é simples ou sequer possível, apenas que gostava que isto fosse alterado de forma significativa para aumentar a segurança de forma natural sem ter necessidade de fazer nada de especial além de colocar os dados de acesso à rede WI-FI… e depois o resto era tudo automático para o utilizador final.
        Sim, talvez tenha de ser a nível do sistema operativo, e sim já existem plugins para activar tais possibilidades, mas tem de ser instalado, configurado às vezes e activado, o ideal era ser automático e optimizado ao nível de protocolo para ser o mais rápido possível ao mesmo tempo que permitia alguma configuração para maior privacidade se necessário.

  4. Rogério Fernandes says:

    Vai haver um update da norma para os routers MEO? (quando a mesma norma sair claro)

  5. poiou says:

    eu não esperava updates nos dispositivos, possivelmente os únicos que devem ter updates são as gamas empresariais e as gamas domésticas altas, e possivelmente as marcas/modelos que recebem normalmente updates. Por isso não acredito que os da meo e assim tenham update.

  6. Filipe V says:

    Não serve de muito novos padrões se o problema persistir, ou seja a possibilidade de introduzir uma Key genérica durante o processo de 4-way handshake.
    Veremos o que vai acontecer.

  7. Joao ptt says:

    Suporte a esta nova certificação “WPA3” deve ser possível a menos que as exigências a nível do protocolo sejam muito substanciais, mas lembro-me de ter visto vários equipamentos que vinham por exemplo com o WEP e WPA-TKIP/CCMP depois introduzirem por firmware o WPA2-TKIP/CCMP. Pelo menos em alguns modelos que suportam o DD-WRT e firmware alternativos similares acho que poderão receber uma actualização que permita que se tornem compatíveis com o “WPA3″… de notar que tecnicamente pelo menos o firmware alternativo DD-WRT não é oficialmente certificado como “WPA” ou “WPA2” já que não inclui aquela porcaria do WPS (WI-FI Protected Setup) que tantas dores de cabeça do ponto de vista da segurança tem criado, mas de resto comunica perfeitamente com equipamentos WPA/ WPA2… que de resto dispensavam bem o WPS no seu formato actual [que às vezes tem outros nomes conforme as empresas, já o vi chamarem por exemplo QSS (Quick Security Setup)].

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.