PplWare Mobile

Windows 8 – Novidades na interface de cópia de ficheiros


Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. santiago says:

    muito bom !

  2. joão says:

    hmmm o vídeo não tem nada a ver…

  3. a imagem de copia de arquivos eh uma copia chupada do Ubuntu, eu uso desde a 9, kaoakao grande inovação mesmo

  4. Gonçalo Alves says:

    Que video e este??? :s

  5. André says:

    Não será algo já visto em outros SO..

  6. Zécolmeia says:

    LOL… A Sapo tem mesmo que mudar a pub…
    Metam como no youtube. opcional e pode ser fechada.

    Desde que meteram isso assim, tiram-me qualquer vontade de ver videos pelo sapo.

  7. Mike says:

    No Mac já podiam meter um sistema de cópia de ficheiros que intercale conteúdos, como o Windows usa. No OS X, ou copias e sobrepões, ou não copias.

  8. Vítor M. says:

    O vídeo está OK agora 😉 e mostra a nova funcionalidade. Está interessante este método.

  9. kekes says:

    A interface basica já habia em Ubuntu mas o resto está bastante interessante, pelo Windows 8 espero…

  10. Serva says:

    Existe em Ubuntu desde a versão 6.10 , ou seja fará em Outubro 3 anos em que esta funcionalidade já existe .

    Cumprimentos

    Serva

  11. K says:

    Finalmente! Isto é uma função que só se manteve igual desde, bem, sempre. E com tanto software alternativo a fazer melhor, já se justificava à muito. Infelizmente parece ainda não haver uma função de sincronismo entre pastas como o antiguinho total commander tem.

    Também me pareceu uma cópia chapada do linux, mas se vamos copiar, copiamos o que está bem feito, logo parece-me bem.

  12. Yamato says:

    Nada se cria, nada se inventa, tudo se copia.

      • Ruaben says:

        P: de onde copiaram os pc’s?
        R: aliens. lol
        mas e agora de onde copiaram os aliens?

        • Paulo says:

          Não sou bom em história mas eu compreendo a coisa desta forma, se alguem quizer que te explique melhor ou utiliza o google:

          Os pc’s foram criados muito antes do “povo” poder ter-lhes acesso e foram o resultado de uma necessidade humana de automatizar as coisas.
          na apolo 11 o calculo disponível na altura era pouco superior ao de uma calculadora normal, foi muito arriscado, nos anos seguintes isso evoluiu, e os pc’s começaram a aparecer por exemplo com as necessidades dos jornais e das gráficas imprimirem ou alterarem documentos e controlar máquinas de impressão, a apple pegou nisso na mesma altura que a microsoft e virou o pc para o utilizador comum ainda que a preços proibitivos na altura mas muitos conseguiram comprar novos ou usados e foram evoluindo até hoje altura em que os telemóveis lhes começam quase a passar a perna, tablets e afins.
          Posso ter algum erro temporal isto foi escrito sem consulta mas a história é essa, a necessidade aguçou o invento, o homem precisava de automatizar e acelarar as coisas e criou robots e computadores pessoais.
          Tal como o yamato disse e tens imensos documentários que o explicam, o PC não é uma peça só, procura na net e vais encontrar que o chip X foi feito pelo fulano X em 1960 e tal e foi contratado para ajudar a empresa Y a fazer uma maquina para um determinado fim e depois foram comprados por não sei quem e a ibm entra ao barulho e assim por diante, o pc é um aglomerado de coisas que já existiam e passaram a fazer mais sentido unidas.

        • Carlos says:

          De mim!

          😛

  13. Ryan says:

    O Ubuntu ja fazia isto ou estou enganado. Eu acho que quem inventou deveria processar a Microsoft e eles nao deveriam vender o Windows 8 na Europa ou no mundo. Esta patente sei la das quantas esta a lixar a “venda” do Ubuntu. EHEHEEHEHEHEH

  14. Jhonny Oliveira says:

    Realmente, ou muito me engano ou este tipo de funcionalidades já existe à bastante tempo noutros OS!!! Enfim, pena que o software livre não tem dinheiro para patentear inovações…

    • Olly says:

      Se bem me recordo, um dos fundamentos do software livre é não cobrar pelas eventuais patentes que possam registar. i.e. as inovações serem livres e de acesso a todos (ou estou enganado?).

  15. Sérgio says:

    Está fixe!
    Uma das coisas que mais gostei foi a resolução de conflitos. Era uma verdadeira seca ter que reolver conflito a conflito.

    O Pause também era uma coisa que fazia muita falta. Várias vezes cancelei um cópia porque queria rapidamente uma outra que também estava a decorrer.
    Uma interface única acabará com as confusões. Um ambiente mais clean. Um “simples” gestor de cópias

  16. Cláudio Esperança says:

    Bem, tal como já foi dito por muitos outros visitantes, esta é uma funcionalidade que já existe à bastante tempo em outros sistemas. A funcionalidade de cópia integrada bem como a possibilidade de fazer pausas nas transferências em curso, é algo que já existe no KDE à bastante tempo (penso que mesmo antes desta funcionalidade ter aparecido no Ubuntu). Pessoalmente agrada-me mais a implementação do KDE por esta funcionalidade estar integrada numa widget na taskbar, o que facilita o acesso. Estas funcionalidades aliadas a outras como:
    – possibilidade de dividir a janela do gestor de ficheiros em dois, com duas áreas de navegação distintas que facilitam imenso as operações com ficheiros
    – possibilidade de trabalhar com separadores (à semelhança do que acontece hoje nos browsers mais utilizados) no gestor de ficheiros, não sendo necessário abrir uma dúzia de janelas para fazer múltiplas operações em simultâneo
    – as actividades e as àreas de trabalho independentes, que permitem separar, por exemplo, a diversão do trabalho com um simples gesto do rato
    são características que tornam o KDE um ambiente extremamente produtivo.

    Pessoalmente não tenho problema nenhum que as coisas boas de alguns sistemas sejam adoptadas por outros sistemas concorrentes: acredito que privilegia a inovação e beneficia os clientes finais. No entanto acho que é importante não assumir como seus os créditos por o trabalho e esforço desenvolvido por quem criou estas funcionalidades.

    • Ricardo Elias says:

      Nao me parece que a Microsoft disse que foram os que inventaram essa funcionalidade. No blog, eles indicam programas para o Windows que fazem mais ou menos o que eles decidiram implementar no Windows 8. Se eles tiraram alguma inspiracao no KDE… e’ provavel, mas nao e’ completamente certo.

      O KDE tem muitas funcionalidades que vieram directamente ou foram baseadas no Windows, e nao e’ por isso que colocam a seguir a cada funcionalidade “Baseado/Retirado do Windows”.

      O que e’ irritante e’ quando se decide nao implementar uma boa funcionalidade de um outro sistema operativo/programa apenas para nao dizer que “copiaram”.

      Fiquem Bem!

  17. Paulo says:

    Uma coisa que gostava de ver resolvido é que quando em qualquer sistema operativo microsoft se arrasta um ficheiro para determinado sitio, o local de destino fica inacessível até a cópia estar terminada, por exemplo, arrastar um ficheiro com 5GB para o desktop, não se pode tocar mais no ambiente de trabalho até a transferência estar concluida, senão abrindo uma pasta e navegando até ao ambiente de trabalho. nunca entendi o motivo deste funcionamento do windows, e irrita bastante.

  18. rodasp says:

    já era sem tempo, a função “pausar” já à muito que faz falta.. é pena o velho XP não ter estas novas funções.. sim porque o forte do XP em relação ao Vista, 7 e 8… é o consumo de RAM. Para quando uma redução?

    • Hélder Ferreira says:

      O XP nada tem a ver com o Vista e 7.

      O XP x64 é uma autêntica porcaria, cheio de incompatibilidades, instabilidade e apesar de ser 64bits, por vezes atrofiava com máquinas com mais de 3GB de RAM.

      O XP também é muito inseguro, tem falhas colossais de gestão de consumo de memória e por coisas insignificantes, dava logo um Bluescreen.

      Agora tanto o Vista como o 7, são muito mais estáveis, a versão x64 é muito mais estável, muito mais compatível e já não tem aqueles problemas de compatibilidade com mais de 3GB de RAM como tinha o XP x64.

      Para alem de que, o Vista e o 7 são muito mais seguros do que o XP.

      A Microsoft quando lançou o SP3 para o Windows XP, pensou que salvasse por uns tempos a vida do XP, mas pouco resultou, os problemas do XP eram tantos que nem que lançassem o SP6 resolvia todos os problemas que tinha.
      Por isso que a Microsoft já à muito (mesmo antes do SP3), anunciava a descontinuação de actualizações / suporte para o XP, mas mesmo assim ainda lançaram o SP3 com a esperança de prolongarem por mais uns tempos a vida do XP.

      Apesar do Win 7 não ser adorado por muitos, é actualmente o sistema, para uso normal, mais seguro da Microsoft.

      Actualmente os sistemas 64bits mais estáveis e compatíveis é o Windows 7 x64 e o Mac OS X.

      Por exemplo o Ubuntu x64 é muito instável em comparação às outras plataformas.

  19. Emannxx says:

    Está mesmo muito bom, mal posso esperar, eheh.

    No entanto, seria também uma óptima implementação um botão “re-transfer”, I mean, por vezes quando se está a copiar de dispositivo A para dispositivo B e ocorre um erro, lá vamos nós repetir o processo todo. Se existisse um botão tipo o refresh dos browsers que permitisse retomar a transferência de onde ela tinha terminado, seria super útil.

  20. mr_mufy says:

    Boas pessoal.

    Uma pequena observação.

    Não é o Ubuntu que possui este sistema, mas sim o Ambiente gráfico X, ou seja, os gestores de ambientes gráficos.

    Neste caso o inovador o KDE,e por conseguinte o Gnome.

    Mas na minha opinião não importa quem inventou, desde que seja funcional!!! coisa que no Windows o Copy nunca funkou com as melhores opções por isso uso aplicações extra.

    Mas finalmente a Microsoft esta a tentar melhorar o sistema.

  21. Ricardo says:

    Eu gostava era de ter as taxas de transferencia iguais às do XP… É uma seca copiar no vista, um pouco melhorada no 7…

  22. MySeLf says:

    Já implementavam era uma Queue… aos anos que isso já deveria estar implementado.

  23. PM says:

    Eu estou-me borrifando se já tem no Ubuntu ou no xiribu…:-) Quem copiou quem… o que me interessa é que no próximo windows isto esteja presente.

    Mas já que é tão bom no Xiribu, porque é que só meia duzia de tipos é que o usam esses sistemas operativos? Já ouço esta conversa há mais 10/15 anos, xirubu para trás xiribu para a frente, mas pelos vistos a maioria não se interessa e não fica esmagado por tantas qualidades…curioso…mas que os fanáticos vem se esforçam lá isso esforçam…:-)

    • joao l says:

      Primeiro usa depois critica eu uso archlinux com kde um dos ambiente graficos mais pesados e so consumo 600 mg de ram em 3.5 para alem de ter um desempenho incrivel e sem bluescreens e breaks ou seja o que for.

      Faz isso e veras que ate mesmo o ubuntu tanto falado supera o windows a brincar a nivel de desempenho

  24. Helguera says:

    Espero é que resolvam aquela treta do “tempo restante” que tanto passa de 1 min para 15 e vice-versa…..isso sim, seria útil -_-‘

  25. lucifer says:

    uma novidade ja utilizado no BeOS …. ha mais de uma decada/

  26. Filipe says:

    Ai que nervos que me metem porraaaaaaaaa, nao se calam com o Ubuntu, ja enerve, estamos a falar no windows 8 aprendam nao venham para aqui falar de outras coisas nem qual e o melhor dasse, ja começa a ser irritante .. Sim esta novidade ja existe noutros sistemas e ? querem um premio por isso ? crescam e apareçam, nao gostam do windows 8 ? azar ! porra sempre com o linux e ubuntu e sei la mais o que ..

  27. Filipe says:

    Ai que nervos que me metem porra, nao se calam com o Ubuntu, ja enerva, estamos a falar no windows 8 aprendam nao venham para aqui falar de outras coisas nem qual e o melhor dasse, ja começa a ser irritante .. Sim esta novidade ja existe noutros sistemas e ? querem um premio por isso ? crescam e apareçam, nao gostam do windows 8 ? azar ! sempre com o linux e ubuntu e sei la mais o que ..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.