PplWare Mobile

Vodafone fecha parceria exclusiva com a Apple


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Filipe F. says:

    Ou seja uma especie do que ja meteram no Android já há algum tempo que é comprar aplicaçoes na Play Store com o saldo do telemóvel certo? https://www.vodafone.pt/main/particulares/apps-servicos/google-play.html

    So falta fazerem como a Vodafone aplicou aos clientes YORN, que é dar 10% desconto em todas as Apps pagas da Play Store

  2. sam says:

    Para quando o E-sim para podermos comprar o iWatch com LTE?

    • mrodrigues says:

      Sem descurar esta funcionalidade, concordo que era bem mais interessante tratarem do suporte para o e-sim, do que esta funcionalidade que não trás muito de novo para quem já tem um cartão de crédito associado à app store. Andam com preocupações baralhadas.. Cá para mim as compras por esta via têm uma taxa bem interessante de retorno para a Vodafone, portanto mais que dar funcionalidade aos clientes a preocupação foi encaixar mais algum.. Em relação ao e-sim, segundo li algures trata-se de um tema de tecnologia e não deverá ser suportado tão cedo. Oxalá esteja enganado.

      • Sam says:

        Infelizmente também me parece que não vá ser tão cedo. Já perguntei por isso a todas as operadores e até a Apple mesmo, ninguém sabe nada sobre o assunto

  3. Marqs says:

    Desnecessário, duplicação de serviços.
    Que tal negociarem algo mais interessante como um programa de troca de Iphones ou (androids) ao fim de 2 ou 4 anos. Com vantagens para os seus clientes ??? isso sim seria interessante.

    • Security says:

      Muito longe disso… não há cá duplicação de serviços não. Mas sim facilidade de pagamentos. Eu pessoalmente prefiro ter o saldo associado do que ter um cartão de crédito

  4. Paulo says:

    Se for tão boa como a parceria com a Netflix em que não lhes pagavam e depois cancelavam as assinaturas aos clientes sem aviso prévio…

  5. Um gajo indignado says:

    Em Espanha a Vodafone fazia uma habilidade com o Netflix.
    Cobrava 10 euros pelo serviço + IVA. Ao consumidor dava a entender custava 10 euros tal como o serviço contratado directamente com o Netflix, mas depois de contas ficava claramente mais caro.

  6. Maria says:

    Em Portugal também fizeram o mesmo – ofereceram um tarifário Fix 12 , cujo preço era dado sem IVA. Depois, surgiu o IVA e posteriormente mudaram o nome e preço do tarifário sem aviso.

  7. Pedro says:

    Já alguém conseguiu activar esta funcionalidade? No meu iPhone aparece essa opção mas não consigo receber o código de confirmação

  8. Henrique says:

    “Exclusiva”

  9. Jota says:

    Tenho vodafone e logo que possa vou mudar de operador!

  10. Mutepa says:

    Em Moçambique usamos M-pesa VODACOM ( Vodafone ), é um banco móvel que a pessoa faz todas as transações, será que essa de comprar APP e comprar músicas via M-pesa VODACOM vai servir para cá também? Tomando em conta que a VODACOM é mesma pareceria com a Vodafone cá em Moçambique. É que uso iPhone e pretendo comprar músicas, filmes, aumentar a memória do meu Icloud e comprar vários apps lucrativos como facebook, YouTube…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.