PplWare Mobile

Tóquio 2020 – Medalhas olímpicas feitas de smartphones velhos

Vítor M.

Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

Deixe um comentário

11 Comentários em "Tóquio 2020 – Medalhas olímpicas feitas de smartphones velhos"

avatar
  Subscreva  
Notify of
Tiago
Visitante

O logo tá porreiro até

pois
Visitante

Que fixe ja tenho uma medalha olímpica em casa 😉 🙂 e nem precisei de ir aos jogos olímpicos nem esperar para 2020!

Carvalho Carreira
Visitante

como ténico ajudante de ourives tenho a dizer que a ideia é fantástica, mas o material vai ser de fraca qualidade e riqueza… se bem que a emocional continuará forte.

João RS
Visitante

Podes explicar isso?

Ouro, prata, cobre e estanho (que é feito o bronze), são ELEMENTOS QUÍMICOS.

O que tu dizes, não faz sentido nenhum. Eles não são nenhuns burros que não saibam purificar os extratos até à pureza desejada.

Rui
Visitante

Um país exemplar a todos os níveis!!!!!

Mas há por certo um erro no artigo. 143Kg de ouro não é nada em comparação com o que existe no mundo. Só Portugal tem mais de 382 toneladas de ouro nos cofres do Banco de Portugal!!!!!!
Mesmo assim, se forem 143Kg….. o ouro equivalente ao português de 19,2 quilates vale mais de 24.000€ o Kg!!!!!!!

Rui Miguel
Visitante

Um dos jogos olímpicos mais memorável foi Tokyo 1964.

Estes 2020 prometem, já não me parece que alguém se vá lembrar dos deste ano para o ano, a não ser os brasileiros e por maus motivos…

Filipe Teixeira
Visitante

Sinceramente também achava que iam correr mal, mas enganei me e tudo correu bem. Gostava que fundamentasses isso de ninguém se lembrar destes jogos.