PplWare Mobile

Suíça: Tesla Model S incendeia-se e condutor morre


Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

70 Respostas

  1. Simão Marques says:

    Penso que no acidente em Viana do castelo o piloto automático estava ligado e o carro subiu o passeio, continuo a acelerar e acabou por embater no poste com violência!

    • Jorge says:

      Senhor Simão o acidente em Viana do Castelo englobou uma segunda viatura e o carro primeiro embateu com violência nessa mesma viatura tendo depois subido o passeio e por conseguinte tendo derrubado um poste.
      Tenho pena que em todas as notícias sobre esse acidente às pessoas só tenham visto o tesla €€€€€€€.
      Pois para as pessoas tudo o que interessa são os preços do material e não a verdade da notícia.
      E soube também de fonte segura que o veículo não acelerou sozinho como o proprietário argumentou.
      Sei o que estou a falar e estou a falar verdade por mais que custe a algumas pessoas saber da verdadeira história.
      Abraço.

  2. André Correia says:

    Após acidentes particularmente graves é normal que os carros incendeiem depois (se fosse a gasolina e após ficar com a frente totalmente destruída se a gasolina entrar em contacto com o escape quente provavelmente incendeia também isto é mais bullshit interessa é saber se o erro é humano ou da máquina (sempre sabendo que mesmo o autopilot tem que ser supervisionado pelo condutor) agora as baterias são potencialmente explosivas e aí sim talvez possa ser feito algo para evitar que a sua combustão afete o condutor agora incendiar depois de um acidente particularmente grave não é relevante se o meu Renault se incendiar em andamento não será uma notícia internacional com certeza.
    Cumprimentos

    • Rui says:

      1º Renault é grande marca, tenho 7! =)
      2º A Tesla tem mediatização excessiva (boa e má) há muita gente que acha que eles reinventaram a roda.
      3º Muito artista manhoso a mexer num Tesla ainda hoje passei aqui num local por 2 Tesla Model S com a frente desfeita a serem reparados numa garagem de uma moradia, amanhã estão à venda como semi novos num determinado stand, quem lhes mexe não tem nem formação nem meios para saber o que está a funcionar e o que está avariado, pelo menos cá em Portugal.

  3. ervilhoid says:

    Em Portugal devia ser notícia também?

    Agora não se pode ter acidentes com estes carros?

    • Pedro Pereira says:

      Ehpá dizem que começou a acelerar sozinho e não deu hipótese do condutor o controlar.

      • Nadadenovo says:

        Claro que fake. O travão quando é iniciado pelo condutor, o assisted driving fica sem qualquer poder de aceleração, semelhante ao que acontece com cruise control. Mais depressa o condutor irá descansado com os pes fora do alcance dos pedais e quando teve de tomar alguma medida meteu o pé no acelerador

  4. Fábio Marrelha says:

    Esta noticia está a induzir o público bastante em erro e claramente o intuito para a escolha deste titulo foi com mesmo com esse objectivo em mente.
    A causa do acidente ou da morte do condutor não foi o incêndio, no entanto, é a isso que o titulo dá ênfase.
    O carro ou o condutor perdeu o controlo e embateu, como resultado disso é que o carro pegou fogo, fazer uma noticia com o titulo: “Tesla incendeia-se e condutor morre”, juntamente com outras noticias de acidentes de Tesla’s, bem, claramente dá para perceber a opinião pessoal do autor desta noticia em relação à marca, ou isso, ou com todo o respeito, não sabe escrever uma noticia.
    Honestamente? Deixem o ego de lado e sejam imparciais quando escreverem, eu nunca fui de comentar publicações e muito menos de as criticar mas isto foi triste.

  5. Helder says:

    Andara a Tesla a dar facadinhas na Panasonic e a usar baterias da Samsung?

  6. Rui says:

    Não percebo estas “críticas” á Tesla, diariamente há carros de várias marcas que se incidiam e não é por isso que são notícias (Seja “do nada” ou por um acidente).

    • Pedro Pereira says:

      Pois mas em percentagem os carris não Tesla que ardem são residuais, face á meia dúzia dos Teslas nas estradas..

      É uma cena chata. Mas os acidentes, como o crime, segundo terceiros, faz parte do dia-dia.

  7. conspiracy theorist says:

    Indústria do petróleo a influenciar os media….
    Há carros a combustíveis fósseis a pegar fogo também..

    • João Santos says:

      É isso mesmo, os magnatas do petróleo estão com medo de perder o monopólio e vão atacar principalmente a Tesla e todos as outras marcas com fabrico de viaturas não combustão interna. Vão arranjar todas as artimanhas para denegrir os modelos eléctricos.
      Se repararem nas autoestradas existem largas centenas de manchas na berma de alcatrão queimado, isso são de viaturas de combustão interna que ardem com a maior das facilidades.
      Com as novas baterias de solid state este problema das baterias de lítio serem perigosas acaba.

    • Vnis says:

      Eu também pensei isso de imediato porque não vejo qualquer problema em o carro incendiar e quês..ainda por cima é sempre” Tesla..isto Tesla aquilo”todos nós sabemos que os tubarões não querem ver a marca a nível mundial visto que ultimamente há pessoas que preferem mais carros eléctricos do que os tradicionais…cá na minha opinião a indústria petrolífera está por trás destes tais “acidentes”

  8. o vendas says:

    Os Nissan Qashqai tem problemas de direcção, eixos empenados e os travões eléctricos estão sempre a dar problemas porque só trava uma roda ou lembra-se de destravar, e já houve acidentes e não foi noticia, e é igualmente sério…

  9. Henrique says:

    Vamos lá ver, veículos que embatam violentamente em superfícies rígidas, correm o risco de incendiar, quer seja elétrico, a gasolina ou gás (possivelmente a diesel seja o único caso em que isto não acontece). Por isso este tipo de noticias é só para criar sensacionalismo.

    Noticia seria caso o houvesse um incendeio numa situação de condução normal, e isto acontece com alguma frequência em veículos de combustão interna, mas disso já ninguém faz noticia.

    • Vítor M. says:

      Não é bem assim. A notícia traz mais informação, além do incêndio no mais recente há os casos de alguns que aceleraram sozinhos, como é o caso do que embateu contra o ginásio. Depois há o caso do outro que ia em piloto automático e a generalidade deste tipo de acidentes com os Tesla estão ligados a fatores que não existem nos outros veículos.

      É preciso é ler as notícias e perceber o que está em causa.

      • Traveller says:

        Vitor M. Olha que não é bem assim, Tesla que acelera sozinho não está comprovado , mas basta pesquisar um pouco para veres as noticias de carros que aceleram sozinhos não elétricos e não Teslas, piloto automático há em vários carros não elétricos.
        Acho que o Porsche de um ator famoso também ardeu depois de bater e acabou por falecer.

        • tuga says:

          Tens um video no youtube de um tipo que comprou um Tesla e passado uns tempos o Tesla sozinho durante a condução assumia o auto-piloto abria e fechava os vidros, cada vez que ele colocava as mãos no volante ele mandava tirar e acelerava sozinho inclusivé, não sei o url do video mas é só pesquisar, o tipo postou e gravou todas as anomalias q o carro faz, para mim é tecnologia a mais acho que nada substitui um operador humano atras do volante, coincidência ou não 80% dos acidentes que se têm visto a envolver Teslas é sempre com o auto-piloto ligado que acontecem.

      • Pedro says:

        Bom dia, sou proprietário de um Tesla, tenho 80.000 km,
        Posso confirmar que o meu não acelera sozinho, eu vou dentro do carro e activo o regulador de velocidades adaptative, estou atento, desativo quando acho necessário simplesmente travando.
        Enfim.
        É triste o scénario descrito do autónomo, quando à tesla não tem a opção desenvolvida.
        O ser humano parece que nunca quer ser responsabilizado.
        Pergunto: quem ativa e desativa o regulador adaptative?
        Autopilot sem mãos no volante é igual a bicicleta sem mãos…

  10. João Santos says:

    Acidentes deste tipo acontece todos os dias com todas as outras marcas e modelos, não vejo como isto pode ser noticia só por ser um Tesla ! Um Tesla não é o carro perfeito, não existe o carro perfeito.
    Depois há o factor humano e normalmente ai é que começam os problemas antes do acidente…

    • Vítor M. says:

      Certo, claro mas repara que em causa estão outros fatores, Em termos de percentagem como já se referiu, os Tesla estão seguramente a ter um destaque pela negativa. Não é que não possam ter acidentes como os demais, aqui está em causa os acidentes que a tecnologia não evita, quando foi projetada e paga para tal e o novo tipo de acidentes provocado pela utilização irresponsável do AutoPilot. Por isso é que é um cenário completamente diferente.

      • JJ_ says:

        A uns 10/15 anos atrás, começou acontecer um novo cenário diferente de acidentes provocados pelo uso de telemóveis ao volante. Teve de se criar regras mais duras.

        No caso do AutoPilot, a Tesla vai ter de começar a ser mais rigorosa em que condições o mesmo é permitido ser activado. Talvez só podendo ser activado em determinado tipo de estrada, ou em determinada condição atmosférica. Ser obrigatório que o AutoPilot nunca ultrapasse o limite de velocidade do local onde circula. Ter no mínimo de x metros de visibilidade para poder começar acelerar. Etc…

        Talvez alguns pontos já estejam abrangidos, mas a Tesla vai ter de tornar o sistema menos volátil nas mãos do condutor. Onde se o condutor quiser usar o sistema, vai ter de se sujeitar a determinado tipo de regras.

  11. Sérgio J says:

    Gostava de conhecer o número de acidentes em carros de gama alta, com número equivalente de unidades na rua.

    É um facto que qualquer acidente com um Tesla é exponencidado, mas também não podemos comparar com carros de gama baixa ou média.

    • Vítor M. says:

      particularmente é importante saber quantos dos outros têm acidente derivados da utilização do AutoPilot.

      • Tiago Vieira says:

        O interessante seria saber os acidentes causados por erros do autopilot, caso ativado. E apenas com fins de resolução desses mesmos erros por parte da marca, porque ja há informação a mostrar a menor frequência de acidentes por 100k kms dos carros Tesla em comparação com os restantes.

        Ainda se pode sobre este ponto argumentar que a informação utilizada dos “restantes carros” incluem carros antigos e assim menor segurança. Mas sendo assim, porque é tesla notícia e não a falha de segurança em carros antigos?

        • Vítor M. says:

          Sabes que a Tesla e os seus carros são atualmente o pináculo da tecnologia automóvel, são os vanguardistas que nos mostram como, em poucos anos, irão ser as nossas estradas. O objetivo é sempre olhar para o futuro, projetar informação relevante da tecnologia presente com um pé futurista e os carros antigos não são de todo o alvo daquilo que nos interessa. Importa saber se o AutoPilot é ou não seguro e sobretudo se as tecnologias já ao na estrada são ou não as adequadas para o futuro próximo. Se não haverá outro caminho, se é preciso amadurecer os conceitos, se é preciso educar os condutores, se é preciso adaptar infraestruturas… que importa os carros antigos? Qual o ponto de interesse?

          • Sérgio J says:

            Percebo o teu ponto de vista completamente, mas creio que o Tiago estava a falar que quando comparamos estatísticas de quem tem menos acidentes, provavelmente está a se contabilizar também os acidentes com os carros antigos, baixando a média.

            O problema é so um, a Tesla ‘vende’ a ideia que o autopilot é condução autónoma, quando é “apenas” um assistente de condução. Claro que é um grande passo em frente, mas as outras companhias se o quisessem também o já teriam posto há muito. Mas é preciso dar passos seguros. Imaginem que era uma Mercedes a ter estes acidentes. A imagem sairia manchada, afectado as vendas dos outros modelos e pondo em risco a credibilidade da condução autónoma. É muito giro aqui que somos todos geeks ou quasi-geeks, mas a maioria continua a olhar com desconfianca e estas notícias só vêm piorar esse sentimento.
            A Tesla é uma faca de dois legumes. Puxou pelo mercado que estava a trabalhar há muito tempo em todos estes conceitos, mas queria dar passos certeiros e agora está fazer à tua e a tentar ir em cima do joelho. Imaginem todas as marcas com autopilots na estrada a ter estes acidentes… Lá se ia a credibilidade da condução autónoma

  12. CLARA ALVES VAL SILVA BABO says:

    Tantos carros convencionais , a gasolina , que se incendeiam em todo o mundo , e NINGUÉM fala disso , pois acham normal …… mas se um TESLA tiver qualquer acidente , está na BERLINDA CONTEMPORÂNEA ! ……

  13. TugAzeiteiro says:

    Os Mercedes ardem todos os dias e desses ninguém fala…. (Há processos nos EUA contra a Mercedes)
    Fonte: https://www.engadget.com/2017/03/03/daimler-recall-one-million-mercedes-fire/

  14. Ricardo Gomes says:

    Bom primeiro: Esse condutor ia a uma velocidade superior a 200km/h quando embateu nos rails se proteção e na consequência o veículo deu umas quantas piruetas no ar acabando por se incendiar. Mesmo assim demorou cerca de 10min até que o veículo ficasse no estado reportado na imagem, tempo suficiente para o condutor abandonar o veículo, isto se este estivesse consciente. Acidentes de carros que subitamente se incendeiam são uma constante em todo mundo, infelizmente só se reporta algo quando é um Tesla 😉 depois vamos ao acidente em Portugal, em que pelos vistos o carro embateu por ele próprio num poste…bom isso é impossível e a história está mas é muito mal contada 😉 abraço

  15. JJ_ says:

    No meio disto tudo, começa haver condutores, que por serem inresponsáveis, culpam o AutoPilot do acidente…

    O Tesla, ou outro qualquer veiculo do género, com características de prevenir algum acidente, continua a estar sujeito a inresponsábilidade do condutor, que continua a ter atitudes irreflectidas ao volante.

    Gostava de ver uma analise ao numero de acidentes, onde foram culpados, ou multas, desses mesmos condutores em outros veículos. Talvez ia-se chegar a conclusão que são reincidentes…

  16. CARLOS PEREIRA says:

    Bom, eu pessoalmente fico cada vez mais com a ideia que estes carros tem uma segurança muito superior aos outros devido á quantidade de acidentes que têm, se cada vez que algum tem um acidente sai uma notícia é porque realmente há poucos acidentes, imaginem se de cada vez que um Mercedes, um BMW, um Ferrari ou outro carro da mesma gama tivessem um acidente saísse uma notícia!!! Não haveria jornalistas, repórteres ou blogueiros para mais nada…
    E sim eu sei que a percentagem de carros na estrada ainda é diferente. Mas mesmo assim. Pensem nisso.

  17. Telmo Almeida says:

    É bom verificar pelas notícias que atualmente só os Teslas têm acidentes e os condutores morrem. Estou safo.

  18. Pedro says:

    Não se trata apenas de ser um Tesla. A indústria automóvel está mudando, empurrada pela Tesla, os construtores em geral estão cada x mais a adoptar carros híbridos e elétricos nas suas mais recentes gamas, e claro temos vários construtores e empresas dedicados a desenvolver e a aperfeiçoar sistemas de auto pilot. Leram o q aconteceu com o Volvo autónomo da Uber? Proibida de fazer testes foi a sentença dada a Uber. Um erro de um carro autónomo ou supostamente q vá em modo auto pilot é notícia por todo o modo.
    A Europa e o resto do mundo ainda não estão preparados para agir e legislar sobre veículos autónomos, na Alemanha foi multado á um par d anos atrás um condutor por ir a dormir com o autopilot ligado, e pelo q s constou a polícia não sabia como agir perante o q presenciavam. Na Inglaterra foi multado um proprietário por ir no banco do pendura e ligar o auto pilot. A ficção científica q vivíamos em garotos olhando pra TV essa mesma aos poucos está se tornando realidade, gerando muita controvérsia, receios, cepticismo, etc. Sim todos os Teslas são notícia qnd algo acontece, mas aki é mais saber se a inteligência artificial da máquina nos convencerá e dará segurança ou não!…

  19. jaugusto says:

    O problema destes Teslas é que quem os usa pensa que são binquedos… é não só artimanhas com o Autopilot mas tb o carregamentos rápidos sucessivos que atingem velocidades de carregamento e temperaturas extremamente elevadas – por exemplo o novo Nissan Leaf bloqueia ao fim de 2 carregamentos rápidos sucessivos em pouco tempo – para não falar nas cenas do Ludricrous mode para fazer 2,5 segundos 0-100 km/h que força o sistema/baterias ao limite.
    Claro basta pesquisar em inglês “ford truck gets on fire” ou outra marca para se ver as mesmas imagens…

  20. Zinco says:

    Churrascada em plena via publica. A Tesla sempre a inventar tecnologia.

  21. Joao says:

    isto na mete medo a quem vai fazer uma viagem daqui a um mes num S P100D pela europa. 13 dias, vamos ver como se porta.

    já agora: http://www.greenride.at/en

  22. falcaobranco says:

    Quase praticamente todos os acidentes são com os modelos S… só raramente entra o modelo X… porque será? Não estará na altura do Elon ver o que se passa realmente com os carros?

    Os acidentes acontecem, todos nós sabemos isso, mas é de estranhar que em quase praticamente todos os acidentes com os Tesla… o autopilot está accionado… é de ficar a pensar…

  23. joaquim says:

    aqui à uns meses vi um Opel a arder em plena auto estrada sem ter embatido em nada. Será que a Opel está a por a segurança dos condutores em risco?

  24. Rafael says:

    Ninguém pode contra a correnteza do Rio.

  25. Rui says:

    Pela quantidade de comentários a tesla parece que esta cada vez mais forte

  26. Ricardo says:

    Noticias pagas tristeza haja vergonha

  27. Victor says:

    Para os “inteligentes” … o sistema de auto pilot não estando homologado na Europa, não está ativo nos carros cá… o software na Europa não integra o sistema de pilotagem autónoma.

  28. Paulo says:

    Tanta ignorância com o autopilot… Até parece que não sabem como funciona um autopilot!!! Se os pontos de referência falharem é óbvio que o autopilot vai falhar. Muito provavelmente neste momento a causa das falhas do autopilot será mais devidoa abusos dos proprietários, a falhas de marcas nas vias, sinais pouco visíveis, etc…que propriamente falhas do autopilot.

  29. obinoob says:

    Já tive 5 carros a gasolina e dois a bifuel (gasolina/GPL). Tive vários acidentes dos quais sai ileso. Infelizmente, não posso dizer o mesmo dos automóveis em questão (que foram para a sucata). Ainda assim, nenhum se incendiou (juro pelo meu paizinho que já não se encontra entre nós). Na minha humilde opinião será prematuro dizer que a culpa é da Tesla contudo, também é sabido que a tecnologia das bateria é particularmente duvidosa. Para que fique registado no início da era moderna os carros a gasolina também se incendiavam facilmente. Foram necessárias décadas para os tornar relativamente seguros. O que a Tesla trouxe para o mercado automóvel e ofereceu à humanidade (quer aceitem quer não) foi uma revolução sem precedentes com incontáveis benefícios mas é necessário aceitar o risco! O resultado de qualquer salto tecnológico é quase sempre consequências mas a visão do carro eléctrico é sem quaisquer duvidas fabulosa e acima de tudo necessária. Isto porque, como todos sabemos não é mais possível continuar a viver nos termos que temos vivido desde há um século! A Terra está literalmente esgotada/doente. Agora digam-me que os carros eléctricos não são cá precisos para nada que eu pergunto como é que vai ser quando os combustíveis fosseis se esgotarem? Eu sei é duas coisas, os lobbies protegem os seus interesses a todo o custo e o mal de inveja é um mal que só a morte cura. Quanto ao título do artigo é uma vergonha mas cabe aos responsáveis cuidar dos seus interesses. E por último uma crítica ao pplware, acho que ao invés de produzirem artigos de qualidade irrelevante com alguns pasquins amplamente conhecidos podiam sim fazer do pplware um website com conteúdo.

  30. César Nobre says:

    O meu telemóvel as vezes sobreaquece quando a bateria ainda ao meio.

  31. César Nobre says:

    O meu telemóvel as vezes sobreaquece quando a bateria ainda está ao meio. Parte de trás do telemóvel fica quente e estou com medo que possa incendiar ou que exploda. Será que acontece o mesmo nos automóveis eléctricos??

  32. Pedro says:

    Ainda assim há pessoas que que fazem comentarios do tipo :tesla o melhor carro do mundo
    Nao tê nenuma base cintifica nao precebem rigorosamente nado do assunto no entanto dizem parvoíces,
    .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.

Blogs do Ano - Nomeado Inovação e Tecnologia