PplWare Mobile

SNS: Exames Médicos disponíveis na Área do Cidadão


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Carlos Costa says:

    Algo está errado nesta noticia. Recentemente fui informado no meu posto médico que iam passar a cobrar a recepção de análises, exames… etc
    E ao fazer análises fui informado que já não podiam eles entregar no centro de saúde, que tinha que ser o paciente a entregar.

    Será que vamos pagar para um funcionário passar do papel e estar a colocar isto online? Que desperdício de tempo…

  2. B80 says:

    Vai ser uma maravilha quando esta base de dados for hackada e os dados forem parar às seguradoras. Ou quando um funcionário descontente resolver vender os dados a terceiros…

    Também sou contra o papel, nas este tipo de coisas deixa-me sempre de pé atrás, principalmente em Portugal onde a segurança destas infraestruturas deixa a desejar e onde certos tipos de “amiguismos” tornam o sistema vulnerável. Ah! e sabemos que em portugal os sla’s são mesmo para cumprir…pois claro.

  3. hsff says:

    Isto é um abuso, os exames são das pessoas não dos hospitais ou dos governos. Qualquer sistema que não notifique o titular relativamente à manipulação dos seus dados é um sistema ilegítimo, espanta a ligeireza com que se faz tudo isto.

  4. hommer says:

    acho muito bem, o Privado já funciona assim há que tempos, finalmente o SNS pensou no mesmo, só as chatices que isto poupa…

  5. NunoR says:

    A ideia é boa… na teoria! Mas na prática:
    – As plataformas informáticas do SNS e dos prestadores privados não comunicam entre si, e portanto… a ideia boa não vai funcionar!
    – Não está assegurada a segurança e integridade da chamada Base de Dados Central Nacional, nem a sua independência a Governo, Seguradoras, etc

    Não sei se alguém sabe (eu não sei!) onde está essa “Base de Dados Central Nacional” ou quem a gere! Suspeito que seja a SPMS, e se assim for… temos todos um problema sério!

  6. Fernando Santos says:

    Recebi a notícia via email pessoal. Nos Brejos do Assa – Palmela, o posto abre duas vezes por semana, ontem não abriu e não se sabe porquê. As marcações das consultas não são possíveis neste posto via internet ou telefone. Marcações só no primeiro dia de cada mês. Depois vêm estes iluminados arvorarem-se com a tecnologia dos exames sem papel. Tudo o resto é um atraso do século passado ou pior.

  7. informado says:

    No meu centro de saúde não dá. Tenho de ser eu a ir buscar o resultado dos exames e a entregar os exames que fiz.

  8. Agostinho Pereira says:

    Tantas modernices e afinal temos um país que continua atrasado em vários aspetos. Atrasado porque muita gente não tem possibilidades de aceder a chaves digitais nem irá ter certamente. Não esquecer as pessoas de idade que vivem em aldeias, muitas vezes sós. Atrasado porque os exames e análises que deveriam constar do Portal da Saúde já não constam. Isto é. Inicialmente estava lá tudo. Agora só algumas coisas. Para que andam a anunciar estas modernices com data de início de funcionamento ( o caso do Portal da Saúde que vai deixar de aceitar a palavra passe para aceitar apenas a chave digital).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.