PplWare Mobile

Será que finalmente foi encontrada vida extraterrestre?


Destaques PPLWARE

  1. JJ says:

    Se a estrela estiver rodeada de asteróides, essa situação é mais de normal…

  2. José Antonio says:

    Com tanto universo, acredito que o que aconteceu na Terra tenha acontecido noutros sitios, claro com diferentes resultados

  3. Francisco Almeida says:

    Muito curioso, mas não me admirava que existisse vida.

    • jorge santos says:

      Vida no espaço existe. A questão é se é inteligente ou não? E se é mais avançada do que a nossa.

      • David says:

        Inclusive penso que já foi descoberta vida microscópica em Marte. A questão é, onde existe vida mais próxima da terra que nos fascine? É como navegar num oceano e nisso os portugueses são bons pode ser que sejamos nós a dar o primeiro passo na direção certa.

        • Daniel says:

          Até ao momento não houve provas conclusivas de nada. Há uns meses o Ellen Stofan da NASA (chief scientist) dizia que dentro de uma década (até 2025) encontrariam fortes indícios disso e que no espaço de 20 a 30 anos seria encontrado evidências definitivas disso.

          Mas pode ter-me escapado alguma notícia pelo meio (isto foi dito em Abril), o que dúvido pois se isso acontecesse era algo para abrir os jornais de todo o mundo com pompa e cirscunstância (à semelhança do anúncio do CERN do 5 Sigma para o Bosão de Higgs).

      • Rondonia says:

        Acredito que se existir é mais inteligente, que 53 Milhões de eleitores Brasileiros!

  4. Ivan Cantarino says:

    Se na imensidão do Universo, nós formos os únicos, então podemos constatar que há um enorme desperdício de espaço.

  5. Liberal da Cerca says:

    Eu quero acreditar que é uma mega construção alien. As observações de agora têm 1480 anos, pois a luz emitida demorou esse tempo a chegar cá. 1480 anos de evolução exponencial é fantástico, estas observações datam de um tempo em que na Europa nem havia países e eram os Godos e os Visigodos e quejando que reinavam…

    • Homo Erectíssimo says:

      Excelente comentário.Realmente tem toda a razão,esta observação já data de há 1480 anos,ano que a luz chegou até chegar cá.E vou-lhe dizer o que penso—»acho mesmo que é algo feito por seres de outro planeta.Esta notícia tem sido referência em tudo o que é televisão,jornais e internet.É algo de monta,lá isso é.Para deixar os maiores cérebros da astrofísica de boca aberta,perplexos,tem que ser algo nunca visto.Uma das explicações é que é uma espécie de estrutura envolta de painéis solares para reter a luz de uma estrela.Mas para ter a dimensão disto é uma coisa super gigantesca !! Já agora,dou os parabéns à autora deste artigo,a Andreia de Almeida. 🙂

  6. Tiago says:

    Bom bom era mandar os politicos para la -.-

  7. Tchessetiger says:

    Nos ainda nem conhecemos os cantos do univeso, não fazemos a minima ideia de onde esta o “inicio” e o “fim” nao sabemos se é redondo quadrado retangular ou seja la que forma for! nao sabemos sequer os limites! e já temos chegado consideravelmente longe nas investigações, sim acredito, que no meio do espaço todo nos somos 1 grau de areia numa praia! se formos assim tão grandes! No meio de tudo isso, não há certezas mas é quase certo que tem de haver algo “vivo” no meio de tanta coisa! Pode até nem ser um “extraterreste” como lhe chamam ! Até pode ser uma pequena bactéria, algo que se possa dizer que tem vida! E o nosso planeta e privilegiado por ter as condições certas para a vida ! Mas nos fomos adaptados a viver em certas temperaturas em certas condições, quantos mais planetas/estrelas ou outra coisa qualquer, possa vir a ter também essas condições certas …? ou até mesmo adaptarem se a essas mesmas condições, o mesmo se passa no nosso planeta, há espécies a viver no ártico, ou como no deserto! E para eles são as condições certas porque a especie foi feita para isso mesmo, agora imaginamos que outro planeta algum tipo de vida tambem se adapta a essas condições! Não acredito nessas coisas de marcianos ou de naves extraterrestres, isso será a nossa imaginação a tentar pensar neles! Mas acredito sim, que até pode ser um ser microscopio, mas que existe

    • TioPedro says:

      Sim, não tenho duvidas da existência de outros seres neste universo ( e mesmo noutros). Tenhamos noção da nossa ignorância nestas matérias, pois temos muito a aprender ainda. Para nós, ou se encontra dentro dos nossos padrões de conhecimento ou não existe ou sequer é possivel. E quem estabeleceu estes padrões? À que questionar sempre tudo e todos, o nosso ser na condicionante física está bastante limitado, mas um ser alem do físico tem a consciência que, essa sim, é universal e faz parte de uma matriz muito maior. Vejam as descobertas que se fazem no campo da ciência relativamente ao Micro e como este afeta o Macro e vice versa, o multidimensional que se procura, p.expl. no CERN. Se nem neste “berlinde azul” nos entendemos como queremos fazer os outros entender o que vai alem dele? Primeiro arrumemos a nossa casa e aí sim, poderemos contar em ver mais alem, como outros já nos veem a nós… Estamos ainda no grau 0 civilizacional…

  8. luislelis says:

    Nao somos todos politicos? (pq sera q ultimamente os meu comentarios nao sao publicados? Estou a ficar importante?)

  9. RF says:

    Hoje em dia ser inteligente que não acredite que haja vida para alem do seu planeta acho que nem devia de ser chamado de inteligente!

  10. Tiago says:

    Vida é vida, qualquer ser habitável em algum planeta seja grande, pequeno ou microscópico é considerado extraterrestre, por isso é que é muito provável que possa haver vida.

  11. César Oliveira says:

    Eu não acredito que aja vida inteligente no universo, eu tenho a certeza disso.
    Existem mais planetas no(s) universo(s) do que grãos de areia em todas as praias do planeta terra.
    Então, como seria possível que só a terra tenha vida inteligente no universo ? É impossível.
    Existe um enorme grupo de religiosos fanáticos que dizem que não existe vida extraterrestre porque suas religiões dizem que não há.
    O facto de existirem muitíssimas civilizações inteligentes no universo só engrandecem Deus.
    Se apenas houvesse vida inteligente na terra isso mostraria o quanto a obra de Deus é inútil porque existiriam uma “infinidade” de planetas que não serviriam para nada.

    • JJ says:

      Existe Deus… logo existe vida inteligente fora da Terra! Um facto simples…

        • Daniel says:

          O JJ estava a ironizar a falácia e demonstrar o ridículo (cereja no topo do bolo: rematar com “facto” “simples”, e as aspas em separado são de propósito).

        • Sim ! says:

          Ok ! Estamos de acordo ! O Universo é infinito na medida do que os Seres Humanos conhecem, também se sabe que o Universo tem um passado, um presente e um futuro, visto na óptica da “idade” do Universo, por exemplo, se observarmos a nossa galáxia vemos que ela está em expansão e que teve um início, dessa forma o centro da galáxia estará mais perto do seu início e será o passado, o lugar onde nos encontramos, na nossa visão, é o nosso presente e as regiões mais afastadas do centro, serão o futuro, esta expansão continua acontece em todo o Universo de acordo com o nosso conhecimento, logo podemos concluir que todo o universo tem um passado, um presente e um futuro. Tendo em conta as distâncias que já se conhecem no Universo, em que uma estrela a 1481 anos luz é uma uma “vizinha” da nossa “casa” deveremos considerar que o nosso Planeta é um grão de areia no conjunto de todas as praias do nosso mundo, relativamente ao Universo no seu infinito, nestas circunstâncias, colocar em dúvida a existência de outras formas de vida, lá fora, deverá ser considerado uma imbecilidade absurda e uma arrogância fora de limites. Por tudo aquilo que já sabemos acerca da formação da vida no nosso Planeta só poderemos concluir que o Universo fervilha de vida por todos os lados e que essas vidas serão mais evoluídas onde tenham mais tempo de existência e mais primitivas onde tenham menos, seguindo uma lógica Humana.
          Quanto às questões da origem material e da origem Divina, são, no contexto actual do nosso mundo direitos iguais, pois nenhuma das partes conseguiu até agora, provar que a outra parte está completamente errada. Para aqueles que no seu direito acham que tudo começou numa terrível explosão, da qual não apresentam nenhuma origem, explosão essa, que dir-se-ía continuar a acontecer até ao nosso tempo relativo, dado o facto de a expansão do Universo, continuar a ser sempre observada.
          — Porreiro pá ! Para os outros, que acham e têm a certeza que tudo foi feito por um Ser Divino e superior que criou os Céus e a terra, apenas porque sim e essencialmente por uma questão de Fé, no caso de não serem fanáticos, “refugieees”, ou nem tanto, deverão ter no seu coração a certeza de que a obra de Deus foi ou é o Universo no seu todo e o “Homem” é exactamente esse fervilhar de vida que ele contém…
          Não devemos de fazer-nos de grandes, mas também não deveremos de querer ser exageradamente pequeninos…

      • César Oliveira says:

        Não é bem isso.
        Se se reconhece a existência de Deus como se poderia negar a existência de vida inteligente fora da terra visto que existem mais planetas no universo do que grãos de areia em todas as praias da terra. A obra de Deus seria inútil.
        Esse argumentos apenas de destina aos fanáticos religiosos que negam a existência de vida inteligente em outros mundos.
        Esse argumento não se destina a quem não reconhece a existência de Deus.

    • ervilhoid says:

      De facto existem mais planetas que grãos de areia, mas se vires a probabilidade do que aconteceu para haver vida na terra vais ver que tirar o euromilhões é uma brincadeira…

    • censo says:

      Acho que tens nova oportunidade de te explicar melhor…

    • Vlad says:

      Na ciência temos que entrar com a cabeça livre de preceitos. Olha tu acusas os fanáticos de serem cegos ao afirmarem com toda a certeza que não existe vida extraterrestre, mas tu es culpado do mesmo fanatismo ao afirmares que é impossível não haver vida extraterrestre. Podes dizer que acreditas, tal como eu que existe vida extraterrestre, mas não o podes provar. Alias não são só religiosos que acreditam na inexistência de vida extraterrestre, muitos cientistas também acreditam, como por exemplo Enrico Fermi e Michael Hart.

      • César Oliveira says:

        Sim, concordo que na ciência deve-se entrar com a cabeça livre de preconceitos.
        Assim como também há cientistas com os seus preconceitos. São seres humanos como cada um de nós que estamos aqui a comentar no pplware.
        Um preconceito é um prejuízo.
        O maior obstáculo ao conhecimento é o preconceito.
        Mas também não devemos ser fanáticos científicos. Há pessoas que chegam ao ridículo ao afirmarem que só aceitam o que foi provado pela ciência.
        A ciência é um caminho para o conhecimento não é o conhecimento absoluto de tudo.
        Há muitas realidades ainda que a ciência não conhece.
        Por outro lado, quantas vezes a ciência não veio desmentir aquilo que ela tinha “provado” ?
        Quantas vezes a comunidade científica ridicularizou ideias que posteriormente aceitou ?

        Não há fanatismo nenhum em afirmar que é impossível que só na terra exista vida inteligente. Porque só a terra seria a portadora de vida inteligente no universo ? Qual a razão para isso ?

        • Paulo H says:

          Viva,
          Tenho lido os seus comentários e de outros e não resisti a perguntar-lhe: Quando pergunta “Quantas vezes a comunidade científica ridicularizou ideias que posteriormente aceitou ?” Dê me um exemplo dessas ideias sff.

          Quando refere que “Há pessoas que chegam ao ridículo ao afirmarem que só aceitam o que foi provado pela ciência” eu sou desses tais ridiculos, ou seja o barrete serviu-me. Vou lhe só dizer umas coisas sobre essa sua “teoria”:

          Quando deus ou a religião for responsável (e não a ciência) para que eu venha à internet mandar bitaques para aqui ou para outro local, eu começo a acreditar. Quando o tal deus ou a religião me permitir curar-me de doenças sem recorrer à ciência, eu começo a acreditar. Quando a religião ou o deus me provar que 2+2 não é igual a 4, então eu começo a acreditar. Até lá é tão “impossível” como só na terra existir vida.

          Quanto ao “é impossível que só na terra exista vida inteligente” o possível e o impossível são diferentes de provável ou probabilidade.

          Quanto ao artigo, é melhor esperar que quem percebe mesmo do assunto encontre uma explicação para o tal fenómeno.

          Cumps

  12. Miguel says:

    Eles andem aí!

  13. lima says:

    Seria extremamente triste se fôssemos o único planeta com vida em milhões de biliões de galáxias.
    Se existe vida para além do nosso cantinho? Não tenho a menor dúvida, e só tenho pena de não viver o suficiente para ver com os meus próprios olhos.

    • Daniel says:

      Nós mal nos damos com os seres que vivem no nosso planeta (e nisso incluo os da nossa própria espécie), para que queres mais seres para nos darmos mal?

      Como dizia o outro: se algo prova que há vida inteligente fora da Terra é o facto de nunca nos terem contactado. 😛

  14. Angelo Brito says:

    Vocês vão ver que apenas não passa de um semáforo espacial 😉

  15. VC says:

    A Panspermia ajuda a explicar muita coisa e como existe outras vidas em outros locais do Universo.

  16. sniperpt says:

    Se alguém por curiosidade quer ver como, digamos funciona a caça aos planetas, ou quiser participar:

    http://www.planethunters.org/

    Ou em outros projetos do qual este faz parte este:

    https://www.zooniverse.org/

  17. Cenas says:

    “My philosophy of SETI,” Wright wrote, referring to the search for extraterrestrial intelligence, “is that you should reserve your alien hypothesis as a last resort. Thou shalt not embarrass thyself and they colleagues by claiming false planets.”

  18. Arlindo says:

    Se fizerem uma pequena pesquisa, facilmente encontrarão documentos oficiais do FBI que devido à nova lei dos EUA que torna públicos documentos secretos ao fim de um certo numero de anos. Alguns já começaram a ser disponibilizados e nesses documentos irão ler com todas as letras que existem vida extra terra, que foram capturados varios seres e naves dos mesmos.

  19. NT says:

    Existe vida e existe vida inteligente por esse espaço fora.
    Nem sequer sabemos o que está nas profundidades dos nossos oceanos (E existem relatos de ‘objectos submarinos não identificados’).
    Quanto por esse universo fora… Se calhar até podemos estar a olhar LOOOOOONGE demais e até pode existir um planeta, que consideramos que não é habitável e que tenha vida inteligente.
    Basta olharmos para alguns seres que vivem por exemplo em vulcões submarinos onde se pesava que era impossível existir vida e no entanto lá estão eles.

    Mas realmente são arquivos que devem ser bem interessantes esses arquivos de ‘incidentes’ da NASA(E como eles decidiram apontar o saltite na direção que apontaram). Também alguns arquivos de ‘Forças Aéreas’ até mesmo a Portuguesa. E já agora porque não o arquivo do Vaticano, o que será mesmo que têm de tão importante que ninguém, a não ser uma pequena elite, tem acesso a essas coisas?

  20. Filipe Viola says:

    Pena ser a 1481 anos-luz senão abria lá uma marisqueira!

  21. Prim says:

    Uma coisa é certa… se existir… foi a Apple que criou! 😀

  22. Rondonia says:

    E se for um tipo de elemento que retem o calor, que não conhecemos como na decada de 80 onde Robert Lazar falou sobre e o Elemento 115 ?m

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.