Quantcast
PplWare Mobile

Sabia que só pode viver no máximo 115 anos?

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Pinto


  1. kakka says:

    A comer Fast food , beber coca colas , fritos e muita carne nem aos 70 chega lolol

  2. José Rodrigues says:

    A vida não se resume a estudos. Mas sim de realidade.

  3. liberal da cerca says:

    Se tirarem os medicamentos a esperança média de vida baixa para 35, como na idade média, p.e. Qual é a dúvida?

    • Zé Xico Esperto says:

      Uma coisa é morrer por doença, outra é por degeneração das próprias células…

    • alienflowerx says:

      se tirarem os medicamentos livrar-se logo das “doenças”
      andam todos a ser ENGANADOS.
      FAZ DO ALIMENTO O TEU REMEDIO
      E DO REMEDIO O TEU ALIMENTO
      SO ISSO MAIS NADA

      • Einstein says:

        Amen 🙂

      • Aguamenti says:

        Admira-me ainda não terem feito uma religião disso, que hoje em dia é só radicalismo ideológico em todos os sentidos e em todas as áreas.

        A alimentação afecta a nossa saúde, sim, mas sem medicamentos livramo-nos das doenças? Muito bem, espero que nunca te aconteça, mas se fores internado com uma septicémia, veremos se a canjinha te cura ou se vais precisar de uns bons antibióticos para sobreviveres.

        • Flavio says:

          Percebo o que ele quis dizer, é de legumes e plantas que os medicamentos são derivados, a indústria apenas arranja maneira de os produzir em abundância. É o que é certo é que a maioria dos que tomamos fazem nos mal. Por isso é que há muitos estudos que indicam que os medicamentos são a segunda droga que mais mata(a seguir ao álcool). Agora é verdade que viremos a precisar de medicamento um dia mas que podiam ser 100% naturais e não o são.

          • Aguamenti says:

            Que estudos são esses? Tend noção que o que disseste permite deduzir que as plantas e legumes matam – se os medicamentos são derivados delas e estes matam, então as plantas, que contêm essas substâncias, também matam. Se está na Internet não quer dizer que seja verdade. Também há muitos “estudos” que apoiam o fim das vacinas – faço notar as aspas.

          • Paulo S. says:

            Tenho um caso recente aqui em casa, que ao tomar medicamento para o coração, esqueceram-se de dizer que o mesmo, dava cabo dos rins, por isso, não morreu do problema do coração, mas sim de falência completa de rins, por causa do medicamento.

          • Flavio says:

            Paulo S@ nada disso, os medicamentos sao muito saudaveis e nao trazem problemas nenhuns a nossa saúde. Pelo menos ha quem acredite nisto. Sabem la eles o composto dos medicamentos. Eu tambem nao sei mas sei de muitos casos parecidos com o teu.

    • Filipe Teixeira says:

      Oh liberal tu sacas cada teoria.

  4. Sergio J says:

    O que hoje é verdade amanhã é mentira.

  5. jorge santos says:

    Isso é tudo falso, Noé viveu até aos 900 anos LOL .

  6. Doli says:

    Quem é alcoólico e fuma uns dois maços por dia… sE CALHAR NEM AOS 40.

    • shipado says:

      ninguém deve beber nem fumar umas ervas aromaticas. o fumo conserva aprendi com um velhinho.
      thomas parr viveu 152 anos imaginem se ele não bebesse

  7. PilotEyes737 says:

    Treta. Isso tudo é muito subjetivo, dependendo de vários fatores. Conheci imensos casais em que a mulher morreu primeiro.

  8. Flavio says:

    Como é obvio e se diz que pode ser ultra passado, entao o estudo acaba por perder todo o sentido

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.