Quantcast
PplWare Mobile

Powerline Communications – Realidade nos lares portugueses

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pplware


  1. Vantagens:preço
    Desvantagens:preço ????? não percebi?

  2. The Duke says:

    Ainda hoje perguntei num fórum o que era isto, visto que quero ligar a minha Xbox 360 à net, mas o modem e a mesma estão separados por dois andares…Ou seja seria necessário um cabo Ethernet 15m no mínimo. Isto será a solução ideal.

  3. Paranoiasnfm says:

    Eu já tive a oportunidade de trabalhar/instalar este tipo de equipamentos e, sem dúvida nenhuma, acho que vale imenso a pena.

    Há casos e casos, alguns é a solução ideal, outros nem tanto.

    Mas é uma boa tecnologia. 😀

  4. Zecalentejano says:

    Fiquei um pouco confuso, mas o mais provável será ignorância… o fornecimento é feito pela rede electrica? Não necessita a telefónica? Quem fornece este serviço?

    • Sim. É só preciso a rede eléctrica. O que isto faz é pegar no sinal do router e transporta-lo pela rede eléctrica.

      Isto não é bem um serviço. compras os adaptadores e ligas e já está 🙂

    • Invision says:

      Necessita na mesma, pensa assim, imagina que queres ter net num pc no outro lado da casa e nao queres ter um cabo a atravessar a casa toda. Com isto ligas um dos adaptadores à tomada ao pé do teu router e o outro adaptador no pc que tá no outro lado da casa e assim já nao tens de ter um cabo a atravessar tudo.

    • Rodrigues says:

      Neste momento não há ISPs em Portugal a fornecer internet desta forma, logo apenas deves considerar este sistema para expandir a tua rede doméstica que já deverá ter uma ligação à net por cabo ou linha telefónica, no entanto o serviço é possível e a EDP e a ONI fizeram alguns testes no sentido de o implementar (não tenho referências mas tenho uma vaga ideia de isto ter acontecido, corrijam-me se estiver enganado).

      • Pedro Miguel Pinto says:

        Estes testes foram conduzidos em poucas localizações, uma das delas na zona da Expo.

        Incialmente existia alto nível de ruído o que fazia com o sinal de voz fosse terrível e a Internet funcionasse mal; não obstante foi melhorado posteriormente tendo reunido condições minimas para utilização.

        Creio que não avançou para uma fase comercial.

  5. Invision says:

    Só é pena ser caro senão já estava a usar isto com a PS3…

  6. Filipe Vieira says:

    Esta solução também é boa para quem quer meter um router wireless afastado do modem (para o caso deste estar num canto obscuro da casa), na teoria parece-me ser uma boa ideia =D

  7. Biker says:

    Boas

    Ja utilizo PLC à cerca de dois anos e é bastante prático e util… excepto quando ligam o aspirador cá em casa :s

    • Luís says:

      deixas de ter rede?
      Já agora se tiver este sistema num apartamento e o meu vizinho tiver um adaptador destes vai ter acesso à rede certo? Não tem limite de alcance?

      • Pedro Pinto says:

        Antes de mais, bom tema João.

        @Luis, essa é uma questão pragmática…pois a rede eléctrica dos apartamentos. Segundo me aconselhei, existem filtros à entrada da portadora.

        Agora tudo o que é lâmpadas florescentes, microondas,motores de alta rotação é um problema para este tipo de tecnologia…mas está a evoluir

      • nfu says:

        Não tem acesso à rede porque as ligações são encriptadas com chave, e para funcionar precisam estar emparelhadas.

        Funciona como Wireless mas através da rede eléctrica em vez do éter.

      • The Duke says:

        Ehehe, isso já conheço, tens interferências por causa da energia reactiva que certos aparelhos precisam para trabalhar, e para os seus motores serem excitados…Pode ser tb provocado por harmónicos, ou seja, tb energia reactiva como harmónicos são consequências desse tipo de aparelhos. É um prob de qualidade de energia eléctrica.

  8. Jose Simoes says:

    Esse sistema tem um problema.

    O fornecedor de internet culpa o fornecedor electricidade e vice-versa.

    Geralmente ambos NÃO têm razão, mas têm desculpa.

    Já vi a funcionar bem, e já vi onde não funciona e não se percebe porquê. Mas há tantas incógnitas no sistema e as euquações são difíceis de resolver.

    (a altas frequências a corrente eléctrica tem comportamentos que podem parecer aberrantes. Instalamos uma extensão no outro lado da casa e as equações mudam todas…)

    José Simões

    • Jose Simoes says:

      PS – que vive numa casa isolada tem algum controlo, mas nos apartamentos e electricidade está toda ligada (as altas frequências pulam os interruptores os dijuntores, etc.)

      Note-se que um esquema referido indica uma casa isolada.

      Em Portugal, à alguns anos, uma empresa tento fazer disso modelo de negócio para fornecer internet a um conjunto de apartamentos ao mesmo tempo, MAS a coisa nunca funcionou bem e esse serviço desapareceu muito depressa do radar.

      Curiosidade: este sistema tem grandes potencialidades GLOBAIS nos países onde a corrente é 220V mas poucas onde é 110V, porque o sistema de 110 V tem muitas mais estações de transformação de corrente eléctrica.

      José Simões

      • Parece-me que não é bem assim….

        A definição de casas isoladas não existe na maioria dos casos… A não ser que as casas sejam alimentadas por gerador próprio.

        Todas as casas que possuam ligação á rede eléctrica da EDP estão “ligadas” com todas as outras.

        Tudo o que pode facilitar a propagação das frequências usadas pelo PowerLine, é o facto de haver maior distância entre outra casa consumidora de energia eléctrica da mesma rede. O ruído criado por outros aparelhos é amenizado.
        Em electrónica de potência existem problemas semelhantes relacionado com a “contaminação” da instalação eléctrica, que normalmente são minimizados através de filtros. Poderia passar por aí, a solução para os utilizadores do PowerLine, mas é algo cara… e dispendiosa em termos de tempo de aplicação.

        Nada como aguardar mais algum tempo até que novas soluções cheguem, onde estes problemas estejam já resolvidos de raiz.

        • Jose Simoes says:

          “Todas as casas que possuam ligação á rede eléctrica da EDP estão “ligadas” com todas as outras”.

          Claro que isso é verdade, mas a distância funciona como um filtro que atenua de modo brutal as altas frequências.

          Portanto podes estar ligado para os 220V 50Hz mas estares desligado para os megahertz a que estas maquinetas funcionam simultaneamente e sobre o mesmo fio.

          (O contrário também pode ser verdade. Se cortares o fio ficas isolado para os 50Hz mas podes ficar ligado a altas frequências).

          Portanto podemos falar de casa isolada no sentido prático (no sentido teórico não há isolamento nunca de nada).

          José Simões

    • Nuno says:

      Deve ter mais a ver com a quantidade de ruido de alta frequencia e distorção harmonica que está presente na rede não ?
      Talvez num meio urbano com montes de fontes de alimentação comutadas e grandes oscilações do factor de potência se obtenha uma performance mais baixa deste tipo de aparelho

  9. Francisco says:

    Já uso a muito tempo e não tenho razões de queixa.

    Recomendo

  10. Nelson says:

    Não conheço muito bem esta tecnologia, mas a 1ª vez que ouvi falar nela foi há uns 8 ou 10 anos. Foram feitos, segundo entendo, pouquíssimos progressos. No fim de contas, vai dar no mesmo que o dsl: serviço instável, heterogéneo e extremamente dependente das linhas eléctricas, que em pouco ou nada são diferentes das linhas de cobre pelas quais circula o sinal dsl.

    Na minha opinião, o futuro está na fibra óptica. Possuo este tipo de acesso há 5 ou 6 anos e contam-se pelos dedos de 1a mão o número de vezes que tive sem acesso e se somar todos os minutos, acho que não chega a 2h (à excepção de há uns tempos em que fiquei 1a semana sem acesso por que, ao fim de 5 ou 6 anos, o modem avariou).

    Mais 1a vez trata-se da opinião de quem utiliza (em lazer) fibra e trabalha com o dsl.

    • Jimmy Jazz says:

      Nelson,
      Estamos a falar de duas coisas diferentes: o Powerline a que te referes (e onde, de facto, foram feitos poucos ou nenhuns progressos nos últimos anos) é uma espécie de concorrente do xDSL, virado para os ISPs.
      O Powerline de que fala o artigo (e a que se refere a maioria dos comentários) é a variação doméstica, que é um parente (muito) distante e com uma implementação completamente diferente.
      E, no campo doméstico, foram feitos tremendos avanços nos útlimos anos, não só em termos de largura de banda, como de fiabilidade, consumo, etc.
      No campo doméstico (e em pequenos escritórios) é um substituto excelente e fiável das redes sem fios. Só isso – e já é muito!
      Tens mais informação sobre esta tecnologia (que é hoje uma norma no campo da electrónica de consumo) em http://www.homeplug.org/home.

  11. dajosova says:

    Pelo menos já vi isso à venda na Media Markt em Aveiro.

  12. neliojesus says:

    as powerline sao óptimos meios de comunicação na rede eléctrica…mas como ja foi dito tem sempre o problema da rede eléctrica…nem sempre as redes eléctricas domesticas oferecem as condições necessárias para um bom funcionamento destas redes…

    por exemplo, posso vos dizer que ja vi um fabricando de PLCs a dizer que nao queria um na sua casa por nada deste mundo…

    tambem, e como trabalho em telecomunicações, ja substitui muitos PLCs por cabos de rede em casa de clientes…isto em serviços de televisão digital…embora ja vi tambem muitos a funcionar sem problemas, mas agora se falarmos em internet no pc as falas nao se nota tanto…

  13. CT1XXX says:

    Espero é que tenham sorte de nao viverem perto de um RadioAmador, porque isso cria interferencias ate dizer CHEGA!!

    Convido-vos apenas a ver estes 2 videos como exemplo:

    https://www.youtube.com/watch?v=POj3vKpB8ow
    ou
    https://www.youtube.com/watch?v=TmZbUrn3dm4

    O ruido electrico produzido por esses equipamentos espalha-se para todos os equipamentos ligados em casa (e na dos vizinhos)

    Material necessario para resolver o ruido necessario

    1 Emissor de Onda Curta
    1 Chave de Morse
    1 Linear de 1 KW

    10 segundos depois.. tudo resolvido (equipamentos PLC queimados 🙂 )

    • CarlosMC says:

      E 1 advogado para a queixa-crime subsequente… essa atitude pistoleira está mesmo a pedi-las.

      • André Pais says:

        Realmente tem razão. Um radioamador que seja merecedor da sua licensa sabe que pode apresentar queixa à ANACOM, que irá detectar quem está a usar os aparelhos que não são regulados, e manda a pessoa retirá-los, sob pena de multa.

        Esses aparelhos são muito bonitos, mas os mais baratos provocam interferências nas comunicações dos radioamadores, e arriscam-se por isso a terem uns senhores da ANACOM à porta a mandarem desligar os aparelhos e arrumar a um canto.

        • Jose Simoes says:

          “da ANACOM à porta a mandarem desligar os aparelhos”

          Se esses aparelhos foram comprados e usados legalmente merecem a mesma protecção legal – da ANACOM ou de outros.

          Na realidade ter licença de radioamador não dá nenhum direito a que a coisa funcione. Apenas a tentar. E é facil ver que com as coisas que têm vindo a ser licenciadas a vida dos radioamadores – dentro de localidades – não está fácil, mas não têm a lei do seu lado.

          Na cacofonia de altas frequências que detecto onde moro, apenas os sistemas adapatativos conseguem funcionar. Mesmo com todos dentro da total legalidade.

          Eu cá em casa tenho os diversos routers-wifi quase sempre com o wifi desligado (excepto quando tenho visitas) e excepto um sinal de baixa velocidade para alguém que passe na rua em estado de privação.

          [tenho muitos routers-wifi porque uso os routers como switchs e como pontos de acesso, o preço hoje em dia é quase o mesmo e o sistema fica mais versátil, se falhar alguma coisa passo a wifi enquanto não resolver o problema]

          Mas o uso de fios ethernet é muito mais caro (incluindo a montagem por dentro das paredes) e portanto cada vez mais se vai usar wifi.

          José Simões

  14. dc says:

    Uiii, essas coisinhas libertam radiação que é uma maravilha!

    Cá por casa usa-se o cabo, foi perder umas horas de trabalho, retirar todo o cabo telefónico pela casa e por cabo de rede tal como tomadas RJ45 e tá feito, tenho Internet por cabo em toda a casa e também estou servido por WiFi.

    PLC, também não obrigado, então na minha zona onde existem muitos picos de tensão e falta de luz. Se não fosse as UPS tava lixado.
    Já para não falar de que falta a luz e a rede vai abaixo!

    Com UPS a servir o Router e o Switch, tal como os computadores, a coisa continua a funcionar plenamente.

    (Para quem se questionar, como é que este maluco tirou os cabo de telefone de casa e tem Internet… a resposta é, Fibra-Óptica!)

  15. DreamWave says:

    Lembro-me de instalar PLC’s ha cerca de 5 anos atrás, era rezar para que funcionassem…
    vivendas que tenham corrente tri-fásica distribuída por pisos, podem esquecer, pois não vão conseguir comunicar com a cave a partir do quarto.
    Para não falar no aspirador hehe, ligas e lá se vai o torrent 😀

    Deduzo que os equipamentos tenham sofrido alguns melhoramentos a nível de isolamento de ruídos, no entanto não me recordo de ver uma instalação do género a funcionar decentemente.

    UTP cat5 e cat6 Rulez
    cumpz

  16. Susana says:

    A PT(meo) colocou-me uma coisa dessas cá em casa, porque não conseguiram transmitir o sinal para a box da cave.

    Durou 40 minutos, porque o mínimo toque bastou para dessincronizar as duas tomadas e depois tínhamos de esperar que o Técnico voltasse a deslocar-se (mais uns 15 dias), porque só ele podia fazer isso!

    Mandamos logo embora, e passou-se o cabo pela parede.

    • neliojesus says:

      no que toca à utilização de PLCs em instalações 3play é mesmo para esquecer…é tao mau que a PT proibiu o uso desses tipos de equipamentos ca na madeira…so mesmo em casos extremos e com autorização de engenheiros…

  17. Bug Killer 03 says:

    Isso é uma bela treta, tinha isso para o meo, e vai na volta não ligava a box!

    Está sujeita a muitos “ses”…

  18. Pisquinho says:

    Boas

    Eu era (sou) cliente da ADSL da Vodafone e aproveitei para subscrever o serviço de IPTv que é gratuíto até 31 de Dezembro deste ano.
    Como a minha linha telefónica e o router ficam distantes da sala que era onde tenho a TV principal e na qual desejava a box, foi-me instalado, gratuítamente, este sistema para ligar o router à TV e posso dizer que apesar de ter uma instalação eléctrica antiga (a minha casa tem entre 50 a 60 anos) funciona uma maravilha.
    Já tive que desligar os aparelhos para pintar a casa, já me foi a luz abaixo, já fiquei sem Internet (durante 15 minutos), mas sempre voltou a funcionar sem problemas.
    Mesmo com Aspirador, placa eléctrica e forno e ainda exaustor em funcionamento simultâneo, e penso ainda que o cilindro também (tudo equipamentos que “puxam” pela rede eléctrica, e ainda assim, sempre a bombar.

    Recomendo, podem é os equipamentos não serem todos iguais.

    Cumprimentos,
    A. Pedro Coelho

    • Phill Walker says:

      Tenho vodafone tv + net + telefone, e uso plc,s há 4 meses e até agora não tive nenhum problema. Uso e recomendo, ja tive falhas de luz e continuou a funcionar perfeitamente. Já agora devo dizer que a box da vodafone comparada com a meo e zon é muito melhor.

      • sei lá says:

        Confirmo tambem que os PLC distribuidos pela vodafone de marca LEA sao de elevada qualidade. Uma extensao ligada à entrado do PLC com aspirador funciona bem… facil configuraçaõ. velocidades excelentes. optimo para trnasferencias de fixieros nos pcs ca de casa!

  19. probiotico says:

    É treta

  20. CT2XXX says:

    Para quem pensar em aderir a esta tecnologia, que diga-se de longe que é uma verdadeira porcaria, certifique-se que não mora perto de um radioamador, pois tal como o colega CT1XXX diz provoca muitas interferências e basta umas portadoras bem fortes para vos destruir o equipamento, quanto ao outro colega que fala em advogado.. enfim… nós radioamadores somos licenciados pela ANACOM, pagamos as cotas anuais e nada nos impede de utilizar-mos os equipamentos a que temos direito, se vos queima os plc´s, temos pena porque com toda a certeza que esses equipamentos não são amologados pelo ICP-ANACOM!

  21. RCT says:

    Esqueceram-se foi de dizer tambem que consome bastante energia…

    À factura mensal da Meo, acrescenta 1,00€/mês por cada Plc ligado!

    • Jimmy Jazz says:

      Os adaptadores powerline são como tudo (televisores, amplificadores, até automóveis): uns gastam mais do que os outros…
      Como disse mais abaixo, tenho cinco (!) em casa e não notei qualquer “pico” na factura da EDP. Por outro lado, andei a fazer o trabalho de casa (sabem, aquilo que se deve fazer antes de se dizer o que não se sabe…?) e confirmei o que pensava: no caso dos adaptadores da Devolo de última geração, estamos a fazer de um consumo de 4 watts no máximo (ou seja, na presença de sinal) e de menos de 1 watt em stand-by.
      Confiram em http://www.devolo.com/consumer/dlan-200-avsmart/pdf/datasheet-dlan-200-avsmart-starter-kit-en.pdf.

  22. exil3d says:

    O PLC tem vantagens… mas o facto de qualquer equipamento que provoque oscilações na rede eléctrica mandar o sinal abaixo torna-se uma grande desvantagem. Eu aqui à uns tempos tive que fazer uma apresentação sobre PLC na faculdade… e este n existe apenas desde os anos 80/90…. renasceu nessa altura… o projecto remonta a algumas décadas antes em sistemas básicos de monitorização de avarias pelas companhias eléctrica (EUA). Entretanto pensou-se que os ISP’s podiam aproveitar esta tecnologia e fazê-lo em paralelo com as companhias de energia…. mas tal revelou-se dificil de implementar pois os transformadores de energia e os quadros eléctricos funcionam como filtros passa-baixo (apenas diam passar sinais com baixa frequência) e isso torna a transmissão de serviços de internet praticamente impossível… seria necessário uma total remodalação da rede (de referir que os sinais da rede eléctrica têm uma amplitude de 220V e frequência de 50Hz… e variações na fase do sinal mt fortes o que introduz des-sincronismos e ruído intrínseco à rede). A tecnologia foi então posta de parte renascendo nos últimos anos com o aparecimento de noas plataformas tecnológicas que permitem, com equipamentos mais fiáveis, a sua proliferação.

    De referir que qualquer casa cujo circuito não seja contínuo, ou seja, que tenha ligações paralelas, condiciona a utilização deste tipo de equipamentos. Estes normalmente só tendem a funcionar no mesmo segmento de linha eléctrica.

    PS: aquilo que referi sobre os quadros eléctricos funciona tanto num sentido como noutro… ou seja: o que está lá fora não entra mas o que está cá dentro também não sai.

  23. Hugo Monteiro says:

    excelente tema um futuro próximo, será tão vantajoso quanto o propagam? mtos ses pouca certeza.
    Ando a estudar uma possibilidade de montagem disso cá em casa, mas tendo eu clix fibra fico um pouco reticente.

    “Quanto ao preço, por cerca de 70€ conseguimos um par de adaptadores mas cá em Portugal são poucas as lojas que vendem este tipo de produtos.”
    tenho a resposta com um pouco de publicidade 🙂
    novoatalho.pt – o Caminho a Seguir

  24. Diogo Almeida says:

    E na domótica? Powerline sempre a bombar, tal como o Z-wave (wireless), já não é preciso andar a rasgar paredes 🙂

  25. Diogo Almeida says:

    Ah só mais uma coisa, em PT este tipo de aparelhos é um roubo descarado, pesquisem lá fora que vão encontrar preços arrebatadores, especialmente na Alemanha e os portes são baratos!

  26. Ricardo says:

    A pior experiência que tive até hoje foi com esse esterco de aparelhos, a meo lembrou-se de pôr essa bosta de plc’s ca em casa, e foi o maior desastre que alguma vez vi!! a box funcionava cerca de 1hora e nunca mais dava sinal de vida e pk?? presumo eu que era por estarem ligadas na mesma fixa: box+plc+televisão, o certo é que ganhei 4 boxes novas(pk deixavam de receber kalker sinal), tive 3meses sem televisão na 2ºtv, ate que finalmente decidiram-se por passar um cabo com muita insistência minha, e nunca mais tive kalker problema!!

  27. Eu tenho 3 da devolo fora de uso , mas usei bué ……….

  28. Iv@n says:

    Estão aqui querendo implantar o mesmo serviço. Como técnico eletrônico estou esperando o início para uma análise. Adiantaria que somos campeões em raios atmosféricos e se não houver um sistema muito seguro(o que eu duvido), em cada verão será uma enxurrada de aparelhos danificados e haja laudos para se fazer… E não temos, obrigatoriamente, que ter sistema de aterramento eficaz nas instalações residenciais e o do provedor de energia é ineficiente, o que faz com que assumam e paguem todos os danos causados nesses casos. Já existiu um sistema de interfones que usava a rede elétrica, não sobreviveu por causa dos excessivos danos. Essa idéia é eficiente e muito prática, mas a rede de condução tem que ser perfeita para. No caso das interferências, outro grande problema! Nem digo sobre radiotransmissores, os reatores eletrônicos e lâmpadas econômicas(madeinChina) já conseguem interferir até em controles remotos(infrared) dos domésticos. Acredito eu que se chegarem a uma satisfação no fornecimento, vai custar os “olhosdacara” como todo outro tipo que se usa aqui no Brasil. Estou no aguardo.

    Por último…E aqui? Como se fará? Não irá interferir?

    http://img23.imageshack.us/img23/706/gatos1.jpg

    Abraço

  29. Guilherme Venancio says:

    Já uso PLC à um tempo, e estou mais que satisfeito com a tecnologia.

  30. Tenho há duas semanas o kit da Belkin a 1GB (Belkin CPL HD Gigabit) que mandei vir da Pixmania por cerca de 150€. Não testei ainda o débito mas nas condições em que me encontro, é mais rápido que o Wifi a 54Mbit.

  31. façam como eu fiz, cabo de rede parede fora ate ao quarto e um switch no quarto. consumos miseraveis, e poupei muito dinheiro. este sistema consome muita luz. 70€ pelas peças + coisa – coisa + o cosumo deles.
    se tiverem um quadro marado o sinal pode nao chegar ao quarto entre muitos outros “se’s” que com um cabo de rede e um repetidor wifi ficariam resolvidos.
    para quem gosta de velocidade, cabo gigabit e siga pra canto.

  32. Jose Simoes says:

    “repetidor wifi”

    Aí estava uma coisa que me dava jeito, mas até agora tudo o que vi os repetidores não funcionam com WPA.

    Sabes outra coisa?

    José Simões

    • ha uns adaptadores wifi da SMC que recebem o sinal por cabo de rede e a partir daquele local com 2 antenas omni ou uma direccional aumentam o sinal. muito util para por exemplo contornar uma parede de pedra.
      os novos de norma N parece-me que continuam caros

  33. Jimmy Jazz says:

    Em minha casa tenho desde há quase três anos 5 adaptadores dLAN 200 AV da Devolo, de primeira geração. Tudo a funcionar 5*:
    1 – Desktop
    2 – Desktop
    3 – Desktop + impressora (com hub)
    4 – Meo box + Xbox 360 + leitor Blu-ray (idem)
    5 – Router

    Até essa altura tinha uma rede wireless. E antes disso cheguei até a ter Phoneline (alguém ainda se lembra?) que queimavam uns atrás dos outros.
    Os adaptadores da Devolo são simplesmente fantásticos. Fiabilidade total (quase três anos ligados 24/7 sem nunca falhar). AliáS, penso até que têm garantia de fábrica de 3 anos.
    O meu filho mais velho, que gosta de jogar CounterStrike nunca mais me chateou por causa do “lag” da rede sem fios!
    Não sei se outras marca funcionam assim tão bem, mas estes posso garantir que sim. Os débitos reais entre adaptadores oscilam entre os 60 e os 120 mbps.
    A minha Meo box está ligada ao router via Powerline e funciona 5*, mesmo com canais HD.
    No entanto, note-se o seguinte: a qualidade da transmissão de dados é proporcional à qualidade da instalação eléctrica, pelo que em instalações muito antigas, embora funcione na mesma, poderá não funcionar à mesma velocidade de uma instalação num apartamento moderno.
    É verdade que não é muito barato, mas é o preço a pagar para ter uma rede em casa com problemas ZERO.
    Quanto às alegações sobre “interferências” na rede eléctrica são uma espécie de mito urbano que não desaparece enquanto algumas pessoas que irresponsavelmente insistem nele não forem chamadas à razão. (ver mais em http://www.anacom.pt/render.jsp?contentId=351137).
    Problemas com Powerline nunca tive, de facto. Já problemas com um rádio amador no prédio ao lado do meu e cujas emissões interferem na recepção de TV do condomínio… 🙁

  34. canidger says:

    Desvantagem se vocês fossem utilizadores de radio amador ou radio CB viam que isso tem grande desvantagem, pois isso interfere de tal forma que deixa todos os instrumentos de radio sem funcionalidade nenhuma pois não se consegue fazer nada tento perto uma casa que use este sistema no meu ver (utilizador de radio CB) este sistema devia ser proibido ou então controlado de outra forma a não interferir a quem paga por licenças e não pode usufruir delas…..e não sei ate que ponto não será prejudicial a saúde visto que aquilo emite um ruído muito forte.

  35. Adelino Faria says:

    Neste momento os isp’s estão a descartar este tipo de soluções, a edp disponibilizou, uns tempos atrás, esta tecnologia mas acabou por retirar do mercado e oferecer aos clientes da sua PLC ligações ADSL pagas pela edp.

    No entanto é uma boa solução para quem não tem fios numa certa zona da casa, como eu. Por enquanto, 70€ vezes dois equipamentos para ligar do router ao computador é relativamente caro. Mais vale comprar um repetidor wireless na minha opinião.

  36. Bernardo Gomes says:

    Olá, fiquei com uma duvida, porque é que não é aconselhavel ligar a uma ficha dupla? Significa que não posso ligar os dois adaptadores a uma extensão juntamente com outros aparelhos eléctricos?

    É que se nao for aconselhavel, então não existem uns aparelhos que sirvam de ponte do sinal wireless? Tipo por um aparelho desses no limite do sinal original para o copiar e transmiti-lo novamente? Se existem como é que se chamam?

    • Jimmy Jazz says:

      Ser possível é (tenho alguns dos meus devolo em casa ligados dessa forma), mas perde-se um bocadinho o débito – embora nada de especial. O que não se pode MESMO é ligar a extensões com filtros, pois esses filtros interferem com o sinal e não passa informação de dados nenhuma.
      Há uma solução, que é a de usar adaptadores com tomadas pass-through, ou seja, o adaptador liga-se directamente à tomada mas podemos depois continuar a usar a tomada. Vê aqui: http://www.devolo.com/consumer/5_dlan-200-avplus_starter-kit_product-presentation_1.html.

      @Adelino Faria: estamos aqui a falar de outra coisa, que é PLC doméstico. O da EDP é outra coisa… Vê mais os comentários mais acima. Pelo contrário, o powerline está a ser cada vez mais usado em situações em que seja preciso garantir largura de banda que o WiFi não consegue – veja o caso da Vodafone TV, q

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.