Quantcast
PplWare Mobile

Portugal entra em Situação de Alerta. Conheça as restrições

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Joao Ptt says:

    25 patrulhas das Forças Armadas… ah ah ah
    Vai ser uma dissuasão do caraças.

    Se dissessem 2500 patrulhas… aí já seria um número respeitável, mas 25, por favor.

    Não se importam de proibir tudo, e todos, restringir o acesso a áreas públicas, mas meter os criminosos que andam a provocar tantos incêndios atrás das grades ou internados por 25 anos (o máximo permitido por lei) para pelo menos durante esse tempo não andarem a provocar novas desgraças… isso tá quieto ou mau… forte com os cumpridores e fracos com os incumpridores mesmo que provoquem estragos e mortes ao nível do terrorismo ou até pior.

  2. Barbas says:

    João Ptt, concordo com tudo o que dizes e acrescento um pequeno nada: Quando apanharem em flagrante um gajo a pôr fogo, amarra-lo a uma árvore e deixa-lo a arder até ele confessar quem lhe paga para fazer tal serviço , creio que de uma vez por todas, talvez os fogos parassem. No tempo de Salazar já as florestas existiam e não havia fogos, claro que também não havia fabricas de papel .

  3. Profeta says:

    E sempre no verao que aparece trabalho com fartura para estes inceindiarios. Sim nao tenho duvidas Barbas que isto tem alguem por tras envolvido. Nao sao so malucos a solta como muitos de nos pensamos que o sao. Se envolver politicos entao (infelizmente) e para continuar com estas desgracas ano apos ano. Pobres dos que ficaram para tras. No fundo estes incendiarios tambem acabam por ser homicidas ou isso nao f ica contemplado na lei ? E uma consequencia dos actos que eles proprios criaram.

  4. Jorge Malabarias says:

    Já soltaram todos os incendiários para mais uma temporada de “trabalho” patrocinado pela industria da madeira?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.