Portal de contraordenações: Tem alguma multa de trânsito?

Portal de contraordenações Rodoviárias


Destaques PPLWARE

106 Respostas

  1. Nokia 3310 says:

    prefiro que cheguei a notificação por correio assim pode ser que prescreva

    • lol says:

      e o que é que uma coisa tem haver com outra ?
      o portal só serve para consultar o estado. O facto de o estares a fazer não quer dizer que vá acelerar o processo.

      • Mauro Henriques says:

        Não vai acelerar mas assim ficam com os teus dados.

        NIF, Carta de Condução, Morada. Quanto mais devagar tiver a carta para chegar melhor.

      • marco says:

        desculpem a minha ignorância para que querem o nib? no ato do resisto? obrigadas.

        • AAA says:

          Segundo eles, o NIB, serve para devolverem coimas e custas pagas, que depois venham a ser reclamadas pelo infractor e cuja reclamação tenha sido aceite.
          Isto segundo eles dizem, note-se

        • Miguel Antunes says:

          Marco, mas qual NIB? Eles pedem é o NIF!
          O primeiro, é a identificação bancária que eles, obviamente, não querem para nada!
          O 2º, é a identificação fiscal que serve para… isso mesmo!

          • António says:

            É tão bom comentar! Alguém dizia-me, há tempos, que uma das caractetistícas dos portugueses é acharem que tem opinião sobre tudo e mais alguma coisa e SEMPRE com razão!
            Pedem o NIB na última linha do formulário: “NIB (para devoluções)” se bem que a informação não é obrigatória.

    • Malcom X says:

      O Big Brother Esta Pedindo apenas que facilite seu trabalho de control de estado policial e dictatorial quanto mais depressa o poder ajudar facilitando todos os seus dados pois seus gostos pessoais seus segredos mais intimos, suas taras e tabus nos ja os sabemos. agora por favor colabore para que seus crimes rodoviarios possam ser rapidamente condenados. O Big Brother Ama voce Irmao e Irma, logo logo teremos uma Nova Ordem Mundial Luciferiana Para vos oferecer. Vices vao adorar, terao muito mais espasc na terra para cada um dos que sobreviver a todo o exterminio em massa que estamos preparando pensando so e apenas so em vosso bem. Colabora vai.

  2. gebrael says:

    Porque e preciso tanto informacao para se registar ? Devia bastar o registo do portal das financas e daria ligacao a tudo , nao trabalham todos para o mesmo ? Se ate as multas das autoestradas e pontes sao feitas pelas financas e nao tem nada a ver com o estado , resumindo MAIS UMA QUINTA PARA ALGUNS CHULECOS.

    • Falconet says:

      De facto é uma estupidez. Não percebo porque não pode haver uma única conta por contribuinte/etc para todos os seviços do Estado seja finanças, seg social directa, saúde, multas, etc.

      Enfim….

    • Ricardo says:

      Não pode haver um único registo por cidadão pois a Constituição Portuguesa não o permite, tem haver com as liberdades individuais.

      Se bem que tecnicamente é perfeitamente exequível fazer um “query” a todas as bases de dados, legalmente não é permitido.

      • Ruben says:

        Peço desculpa se vou parecer rude, mas como é possível usar exequível numa resposta e depois – neste caso antes, na frase anterior – não saber diferenciar haver e a ver? Ou mesmo que ver?

        • Ricardo says:

          As duas formas são corretas, mas têm sentidos diferentes.
          Ter a ver com, ou ter que ver com, tem o sentido de «estar relacionado com; dizer respeito a»:
          O texto tem a ver com política.
          Ter a haver quer dizer «ter a receber»:
          O cliente tem a haver 2 euros de troco.

          • Prof says:

            Tem haver com liberdades individusis? Ou tem a ver com com as liberdades individuais? Deu um explicação correta mas continua mal escrito.

          • cogudelice says:

            Ambas estão corretas, apenas teem sentidos diferentes, ou têm* ok ? (O.K.* de Oll Krigth? ) prof?

        • lol says:

          Peço desculpa vou parecer rude, mas porquê uma pergunta tão desnecessária?

  3. Flavio Oliveira says:

    Não façam registo………. Mais uma forma de ser controlado mais rapidamente…. nao devem ir atras disto cheira mal 😉

    • Eu says:

      Hummm…. Cheira-me que tens facebook….

      • Mauro Henriques says:

        Hum… cheira-me que tens conta Google.

        É exatamente isso Flávio. É mais uma forma de controlo não é nada para facilitar o utilizador/condutor.

    • cogudelice says:

      ya, pedem muitos dados.. mas tambem de quem é , estranho andarem atrás desses dados e sua relação, pois duvido que não tenham acesso a estes dados e mais alguns. Pode ser segurança, e coerencia, ou destaque da sua independencia, enquanto entidade do estado. Mais uma maminha, para a ovelhinha :/ dooh.. seja como for cheira mal sim…

  4. bartlol says:

    Ainda por cima o site está sempre a crashar… mandem as multas para casa…quando chegarem logo se vê se se pagam…e se há cash flow…

  5. xico esperto says:

    Para informação as coimas prescrevem passado 2 anos, ANSR só pode cobrar coersivamente em tribunal por enquanto os tribunais demoram mais tempo que os dois anos por isso não paguem esperem os dois anos passado esse tempo prescrevem e deixam de existir, antigamente era só 1 ano mas como viram que passava rápido passou a 2 anos.
    Já tive varias e nunca paguei tanto de estacionamento como de velocidade todas prescreveram….
    Só as pessoas mal informadas é que pagam com medo do ESTADO …..

    • W10 Incoming says:

      Aqui está um bom comentário. Já sabia disso mas gostei. Tou a ver que não sou o único.

      • DD says:

        Não é bem assim caros senhores. A partir do momento que são notificados do levantamento da contraordenação, o prazo interrompe-se e volta a contar de novo 2 anos. Após isso e se não pagarem serão notificados de uma decisão administrativa condenatória de valor superior ao da multa inicial e por vezes já com período de inibição de conduzir, se ainda assim nada disserem mas tiverem sido efetivamente notificados desta decisão o processo é sim, remetido ao tribunal competente e aí os prazos já não vos valem de nada, a multa será triplicada assim como a sanção acessória de inibição de conduzir ou apreensão de veículo. Se forem notificados (pelos CTT ou presencialmente no ato da multa) estão de facto, tramados.

        • Adv says:

          “O procedimento por contraordenação rodoviária extingue-se por efeito da prescrição logo que, sobre a prática da contraordenação, tenham decorrido dois anos.”
          Não fazer confusão entre a notificação da decisão administrativa, e a primeira notificação do auto de contraordenação.

        • MJSantosLx says:

          Não é bem assim, pois eu fui autuado e só soube passados 3 anos e mesmo assim a multa não perscreveu

        • Maria Ivone says:

          então, se não levantar a carta nos CTT, que acontece????

    • eu sei says:

      Caríssimo está mal informado são 5 anos e não 2 e já era

    • Fabio Silva says:

      E quando eles dizem que se o pagamento não foi feito no momento ficam-te com a carta e que depois terás de ir pagar a multa a uma esquadra para reaver a carta, como fazes? o que dizes?

    • David says:

      tb posso alegar que :
      só as pessoas irresponsáveis é que estacionam em cima do passeio, nas passadeiras e andam muito acima da velocidade limite em localidades e depois se gabam de nao pagarem multas.
      É o chamado “chico-esperto” no seu melhor!
      Bravo!!

      • A. Ferreira says:

        David, imagina que estás a trabalhar e que o teu trabalho involve estar sempre na estrada e fazer muitos quilometros por dia. Vais numa nacional daquelas que nao ha passeios nem peoes, apenas umas casas no monte. Nesse meio do nada o limite de 70km/h passa para 50km/h e tu vais a 73km/h.
        Os “nada-chico-espertos” dos GNR estao a um cantinho refastelados no carro estacionado à tua espera e é quando percebes que, na calma da tua conducao nessa estrada de alcatrao liso e a vista livre de pessoas por uma ampla distancia, vais apanhar uma multa grave porque vais a mais de 20km/h acima do limite.
        Percebes tambem que andas a trabalhar para te extorquirem 120 euros e ainda te tirarem a carta de conducao, que tanto precisas para trabalhar, durante 1 mês.
        Mas para compreender isto tudo primeiro precisas de perceber que estas a trabalhar… ;p

    • cogudelice says:

      Correu-lhe bem, pois sabe que, p.ex. sendo “mandado parar” pelas autoridades, terá que pagar as suas multas no ato, e acredite que terão acesso a elas, ou se perdesse a carta de condução, e precisasse dela para um registo ou um seguro, e tivesse que tirar uma segunda via, penso que teria coo condição a regularização das multas pendentes ( estou quase certo desta, mesmo que hajam excepções, que as há!)
      Mas há muitas que expiram sim, já me expiraram algumas, graças ao Sistema 🙂
      Mas o giro era uma consulta a este site, fizesse um “reset” ao tempo de prescrição. 😛

  6. Miguel says:

    Nesta fase inicial (?) preocupa-me se os dados submetidos para registo estarão suficientemente seguros, não tanto quanto aos protocolos de acesso ao Portal, mas mais quanto à base de dados dos utilizadores.

    Também me preocupa que a mentalidade do Estado continue a ser a de “primeiro paga, depois logo faz o requerimento”.

  7. Pedro says:

    Boa tarde. Como é que as multas prescrevem se quando são multas por excesso de velocidade registadas por radar por ex. e se depois são entregues pelos CTT e com necessidade da nossa assinatura aquando da entrega?

    • DD says:

      Precisamente, a assinatura faz prova da receção da notificação ao “arguido” em Tribunal ou na Entidade Administrativa e faz prova também que foi notificado dentro do prazo legal para pagar voluntariamente. Volta a contar novo prazo de 2 anos. Caso não pague nem diga nada (através de recurso administrativo que interromperá o prazo de novo) o processo remete a Tribunal e aí são aplicadas penas bem mais pesadas com coercividade mais evidente.

  8. DD says:

    As pessoas que estão a dizer que têm multas prescritas – considerando que foram notificados da multa ou decisão administrativa no prazo de 2 anos a seguir à prática da contraordenação – provavelmente já têm o processo a correr em Tribunal no seu nome e ainda não fazem a mínima ideia porque estes processos contraordenacionais muitas vezes “jazem” em Tribunal mas tendo todos os prazos sido cumpridos voltarão a ser notificados. Aconselho sempre a apresentar recurso administrativo.

    • José says:

      Meu caro, eu só fui notificado um 18 meses depois da suposta infracção. Paguei a multa a minha 1ª em 30 anos de condução porq

    • José says:

      (Cont.) peço desculpa sem querer carreguei no “enter”. Como dizia foi a minha 1ª multa em 30 anos, e única até agora. Faço tudo mas mesmo tudo que me for possível para cumprir as regras, mas dessa vez eu nem faço ideia sequer como aconteceu. Apenas vinha referido na tal notificação que tinha passado a 70 Km/h num local de 50 na Avª da India, mas tudo está muito mal assinalado, para não variar. Disseram também que foi um radar que obteve essa informação. Ora eu simplesmente não faço a mínima ideia desse dia, nem sequer situação porque é muito raro eu passar nessa avenida, mesmo muito raro. Mas só mais de um ano e meio, é que soube que tinha cometido uma infracção que apesar de estar no prazo, não me deu nenhuma oportunidade de me explicar ou sequer defender, simplesmente não faço ideia. Suspeitei da seriedade do nosso Estado, pois como expliquei sou muito cuidadoso com as regras se bem que por vezes é, quase impossível respeitar seja o que for, mas fiquei convencido que houve caça à multa para fazer dinheiro de qualquer maneira, porque se quisessem apanhar infractores, não falta por aí quem cometa verdadeiras barbaridades sem qualquer sanção.

      • Carlos Gomes says:

        Se foi dentro de uma localidade, não é necessário estar nada assinalado. Dentro das localidades é no máximo 50, salvo esteja assinalado que seja inferior.

  9. Hugo Santos says:

    Comecei a registar-me e desisti… É preciso tanta coisa? É preciso o upload de tanto documento? Vão levar no…

  10. bismarques says:

    Não consigo fazer o registo, na altura de começar a carregar a documentação vai baixo! Já é a segunda vez que o site é “lançado” e está sempre com o mesmo problema!

  11. Bruno M. says:

    Ainda por cima EXIGEM cartão cidadao + carta de condução digitalizada!!!

    Enfim!!

    Não me vou registar.. pelo menos para já!

  12. F.Nobre says:

    Vendo a notícia publicada acima parecia de facto que finalmente alguma modernozação administrativa tinha sido implementada. Parece que com o cartão do cidadão e respctivo PIN se acederia aos dados pessoais relativos a contra-ordenações rodoviárias de uma forma simples e sem burocracia.
    Pois não.
    O cartão de cidadão apenas permite fazer a parte inicial do registo no portal, sendo necessário indicar dados já constantes na carta de condução, tem ainda de se enviar cópia digitalizada da referida carta de condução (dados já existentes na ANSR) e aguardar que seja enviada PELO CORREIO uma senha de acesso.
    Pergunto eu:
    -para quê e porquê se insiste na complicação burocrática dos processos mesmo quando se invoca a sua simplificação?
    – porque não foi este processo explicado na notícia publicada neste site? Não é dever dos jornalistas testarem a veracidade das informações publicadas?

  13. Andre says:

    O que questiono aqui é o facto do portal das finanças ser https e este apenas ser http. Não duvido que o portal seja fidedigno, mas com digitalização de documentos… no thanks!

    P.S.- No entanto gostava de saber mesmo quantas multas tenho para pagar.

  14. Gerardo says:

    O processo é provavelmente é exigente para provar que o condutor é mesmo o condutor. Depois quando levarem uma multa, recebem imediatamente no e-mail, provavelmente ainda vão ao volante 🙂

    O estado não é pessoa de bem, convençam-se disso. (Paulo Morais ou Medina Carreira)

  15. João Martins says:

    já me registei a uns tempos e ficaram de me mandar a pass para casa atraves de carta..mas o site ainda esta com alguns problemas e ja la vao mais de 15 dias e nao me chega carta nenhuma..

  16. Manuel Monteiro says:

    Alguém me pode dizer porquê tanta coisa para se registar? Das duas uma ou o estado não tem o registo de todos os condutores ou esta fazer dos português burros! Eu quando tirei a carta tive que apresentar o BI (na altura BI) e a carta foi passada pela DGV, então pergunto eu
    -Para que scanner dos documentos?
    Alguma coisa não está bem!

  17. bosnia says:

    Não se registem , não vale a pena , este processo é só para confirmar e cruzar informação com moradas da carta de condução e com o cartão do cidadão ou bi, caso não estejam iguais , então ai vem a multa , e nem só , também verificam as cartas falsas etc. ( este ultimo até tem logica ).

    Veja-se o meu caso , notem só , para que serve o registo no portal , se o estado já tem o registo, isto é só para confirmar que se autoriza a multar e notificar , mais depressa.

    No meu caso , tenho duas viaturas em meu nome, uma quem a conduz é a minha filha e anda com ela a tempo inteiro , no passado mês recebi uma carta registadas via ctt , vida da GNR, bem pensei deve ser uma multa , bom a minha cabecinha não parou de pensar até ao momento que fui levantar a carta aos ctt e verifiquei que, na verdade era uma multa de estacionamento do mês de julho de 2014 , quase um ano passado ,. bem , não deixaram papel no carro , não foi possível identificar o condutor , então através da matricula do registo do carro , notificaram -me., e o que me leva a ficar preocupado é o seguinte, afinal um qualquer GNR tem acesso a base de dados da minha identificação , porque na multa , vinha , numero de contribuinte , numero da carta de condução e numero de c.c , toda informação .
    Então agora pregunto eu , como é que os dados pessoais do cidadão estão protegidos.?.

    Sem me dizer ?,. não vão em tretas. os bofias , com um único telefonema , e sem mandato conseguem toda a informação , e ainda se gabam .

    • Edgar says:

      Vejo pessoas sem capacidade para ter carta quanto mais para fazer comentários infelizes como o seu. Só mostra a cultura de cada um. Mandato para aceder aos dados de um proprietário de uma matricula???? Se a tal Bófia como lhes chama não a tem, quem a deveria ter? O papa??
      ´Você é um infeliz e sem cultura

  18. Florista says:

    Em Junho de 2011 tive de ir ao Porto com a minha esposa, mais propriamente à Av. da República. Estavam vários carros estacionados em 2ª fila que ocupavam uma das faixa de rodagem. Não deixei ali o meu porque estava à multa, fui estacionar bastante longe num local onde não existia qualquer impedimento. No regresso a casa. já na autoestrada, vi um papel a vibrar no limpa para-brisas. Parei de imediato numa estação de serviço e para meu espanto, era uma multa de estacionamento cuja hora indicava que fui multado nesse preciso local. Fiquei revoltado e a minha esposa disse; “-Paga e não vamos arranjar problemas.” O problema foi pagar!… não consultei o artigo referido na infracção e poucos dias depois de ter pago recebi uma carta do MAI com 6 meses de pena suspensa porque estacionei em cima de uma passadeira. Ao pagar, assumi que assim foi. Jurei. nunca mais na minha vida voltarei a pagar uma multa voluntariamente. Devemos contestar sempre e é uma realidade que o estado, incluindo as autoridades, não é uma pessoa de bem.

    • pedro says:

      Então pois eu digo te melhor, eu que não acredito em bruxas acabei por ir a um centro de espíritas que me disseram ser médium e que terei sempre esse problema(azares com outras pessoas) enquanto não dominar a não deixar entrar a inveja e maldade dos outros (que para meu azar são representantes do nosso estado)..Fui multado em excesso de velocidade num radar e não paguei pois não tinha como no acto (ficaram com a carta e passaram me guia), com essa permitir-se conduzir até à pagar, qual o meu azar quando tenho um acidente e depois deste infeliz episódio apanho um guarda que com os meus documentos e 3nquanto aguardava dentro do veículo imobilizado a chegada do reboque,deito o cigarro pela janela porque não tinha cinzeiro e o guarda se me dirige e diz já h ganhou mais 60 euros “,não percebi o que queria dizer até me dizer paga já a multa do cigarro que deitou para estrada ou ficam os documentos?”, recusei me a pagar tal situação e ficou me com os documentos e passou me outra guia, aqui já tinha guia de carta e de documentos..
      Passado um mês nem tanto, sou parado por uma patrulha da GNR que me pede os documentos ao que disse não os ter comigo (sabia que os tinha mas como já imaginava que ao me.deslocar com guias seria tratado de forma diferente de um outro qualquer cidadão optei por tal, enquanto.me dirijo ao carro deles para dar os meus dados e eles se certificarem , qual o meu espanto quando.um deles dizia final tem-nos aqui”, tinha acabado de entrar no meu carro e mexer-me em tudo na porta luvas e começado a ler desde extratos bancários a cartas pessoais etc, não satisfeitos dizer-me que iriam revistar o carro e para abrir porta bagagens numa revista, melhor foi eu ter descoberto que a inspeção tinha acabado 4 dias antes e que estaria a transgredir em tal (250euros), para tufo m3lhorar qual o meu espanto quando.me diz para assinar a multa de falta de carta e de documentos ao m3smo tempo que o vejo a esconder papeis meus no bolso,o que peço para mos devolver pois está me a roubar as às guias que me permitiam conduzir e não ser.multado(ao o que se recusa dizendo nada ter meu com ele), quando.mw viu tão enervado e preparado para chamar outra brigada lá retirou uma das guias e ma rasga diante da cara dizendo vê é lixo, não. Lhe serve de nada”, quando.mw preparo para telefonar para a polícia a pedir alguém perguntar-me se não assino a multa e aviso de entrega dos documentos em 8 dias, recusei apenas assinando a multa da inspeção e põe-me no lugar da assinatura-recusou-se a assinar” ,me tem-se no carro e fogem literalmente…dirijo- me ao centro de inspeções e não. Me faziam.sem os documentos ou guia,revoltado fui à GNR e falo.no que se tinha passado ao que me atende e esse diz-me”nao fui eu pois não é tem provas ou testemunhas que os colegas fizeram isso?”,calei-me e vi que cada palavra só piora vá a minha situação, pensei em ir ao posto desses senhores que afinal eram.de outra esquadra que não a que me tinha dirigido mas pensei que ainda seria pior nessa..
      Se isto parece um filme então imagine em o que é em cada sítio darem uma informação diferente para pedir uma segunda via que me permitisse fazer a inspeção caducada, numa que era no comando central a 80 km do sítio onde estava, nessa depois de fazer essa km que era no norte a 600km de onde me encontrava que onde me tinham actuado e passado a guia que poderiam resolver a minha situação, deslocar-se a minha família lá e dizem que seria nesta zona que teriam de resolver pois era onde tinha sido actuado por último, volto a Faro e dizer-me que lá em cima não sabem.o que fazem e que lá é que terão de me dar a 2 via, lá consegui que me passassem a fotocópia dos meus documentos apreendidos no sul mas que já tinham sido enviados para o norte e que me.permitiu efectuar a maldita inspeção pois tinha na fotocópia o carimbo da GNR…mas desde esse dia que ando sem guia de carta de condução e agora apareceu me uma notificação por desobediência à autoridade (julgo que por ter tido medo de me dirigir à esquadra a fazer queixa dos guardas,encontram eu agora como arguido de desobediência e aqui me mantenho sem.nada para poder fazer prova pois ninguém sabe quem afinal tem que me tratar de passar nova guia..
      Agora tenho mais o episódio de ir para tribunal e pedir a Deus e aos anjos que a minha mãe não tenha um ataque cardíaco quando lhe disser que tem que ser minha testemunha, visto que foi a ela que lhe disseram em 2 dias diferentes que não podiam passar nova guia, como se faz então para apresentar?!?!

      • pedro says:

        .nunca me lembro de reler o que escrevo e só depois de enviar é que vejo a imensidão de erros que o telemóvel escreveu e alterou por mim..paciência para quem leia e no caso de ser aprovado por quem nesta democracia modera se são válidos ou não para serem apresentados..Acho que cada um da forma que seja tem o direito de se exprimir..

  19. PP says:

    Boa tarde, alguém já recebeu a carta com a senha ?

  20. Anónimo says:

    Malta cuidado!!! isto é só para iludir os estúpidos… Inscrevem-se utilizando os vossos dados pessoais e depois consideram-se notificados!!! Não há nada como a tradicional maneira do correio, que (in)felizmente, graças à falta de vontade de trabalhar dos juristas da ANSR permite jogar quase sempre com a prescrição do processo contra-ordenacional!

    Abram os olhos!!!!

  21. Paulinho do céu says:

    Não se deixem apanhar, isto é apenas para lhes facilitar a vida, há muita multa a voltar para trás, não conseguem notificar o infractor, por várias razões, e uma é a residência desactualizada na carta.
    Desta forma o tempo e rápido chega à prescrição.
    Não lhes facilitem a vida, não actualizem as moradas, se querem dinheiro das multas que as passem na hora.

  22. Paulinho do céu says:

    Não se deixem apanhar, isto é apenas para lhes facilitar a vida, há muita multa a voltar para trás, não conseguem notificar o infractor, por várias razões, e uma é a residência desactualizada na carta.
    Desta forma o tempo e rápido chega à prescrição.
    Não lhes facilitem a vida, não actualizem as moradas, se querem dinheiro das multas que as passem na hora.

  23. Sofia Pinho says:

    Boa noite!

    Por acaso acabei de me registar, e só agora vi os comentários … alguém que se tenha inscrito teve alguma espécie de problema? Agora até fiquei com algum receio e creio que não dê para cancelar a inscrição …
    É que hoje entrei em paranóia, pois passei por um radar no percurso Ovar – Aveiro, quer a ir, quer a vir, e apenas na vinda me apercebi!!!
    Se alguém puder acrescentar algo, agradeço!!!

  24. Hélder Soares says:

    Numa tarde destas passei num cruzamento onde se encontrava uma operação stop, ao atravessar o cruzamento, pois fui em frente, reparei que na via à direita de onde segui estava um agente com a lanterna no ar, mas como não virei para lá assumi que não seria para mim.
    Mais tarde, um amigo meu que se encontrava lá parado no momento disse que o comentário do agente foi que EU FUGI… Quando na realidade parei no stop, Arranquei calmamente e segui na minha via a não mais do que 40kms/h.
    Na realidade não fugi, somente assumi que não seria para mim. Poderia ter parado perfeitamente, pois tenho tudo legal e ok.
    O que poderá estar aqui em causa? Como a eventual ordem de paragem foi dada numa via por onde não segui, e o referido agente encontrava-se afastado e não foi evidente que a ordem foi para mim. E o facto de eu seguir calmamente viagem comprova, quanto a mim que não fugi.
    O que me poderá acontecer?
    Desde já grato pela vossa ajuda e esclarecimentos.
    Respeitosamente,
    Hélder Soares

  25. susy says:

    Boa noite, Estou com muita vontade de n pagar as multas que recebi da GNR. E pq? Pq passaram-me varias multas por estacionamento indevido, sempre no mesmo local, mas só soube passado 2meses, ou seja, posso ter desde de outubro até hoje mais umas quantas pq como n sabia que estava a fazer uma contra ordenação, estacionei no mesmo local até hoje. As notificações estao a chegar, até ver já vão em três no espaço de um mes. Isto é legal? Que são os direitos do cidadão neste caso? NENHUM, pelos vistos!!

  26. Antonio A APires says:

    tendo me deslocado a uma consulta médica no regresso derivado a minha esposa ter uma indisposição fui obrigado a para numa rotunda sem quaisqueres vias sinalizadas para que minha esposa recorre se a uma casa de banho tempo de estacionamento não mais de 5 minutos quando dou por ela tenho duas meninas da g n r de cigarrinho na boca á espera do propriétário quando cheguei á minha viatura pediram me a decumentação da viatura e eu espliquei que tinha parado derivado ao acima referido e que não foi mais do que 5 minutos pedi desculpa pelo facto a resposta das mesmas agentes foi que não adivinhavam que eu que tinha parado de emergência não tiveram o minimo de consciência alegaram que estavam a cumprir o seu dever tomaram apontamentos relativos á minha pessoa e que depois eu receberia a notificação em casa será esta a nossa policia duas garotas mal formadas de cigarinho na bôca. pergunto na altura do auto não teriam de me passar recibo? pergunto posso contestar derivado ao que se passou agradêç um esclarecimento

    • Sandra tavres says:

      também tenho essa duvida, pois fui mandada para pela polícia porque não me apercebi de que tinha andado numa via de sentido unico em contramão, a policia estava lá e mandou-me encostar. pediu-me toda a documentação e tirou anotaçoes dos meus dados referindo-me que a notificação haveria de chegar a casa. supliquei ao polícia que perdoasse ao que ele respondeu que ia pensar… será que o facto de não meter dado recibo na hora ainda poderá chegar a multa a casa?

  27. Rui Júlio says:

    Não tenho estado na minha morada habitual e, quando cheguei, verifiquei que tinha um aviso de carta registada com aviso de recepção, já mais do que caducada e uma outra carta com aviso de multa enviada em correio normal, com data de 5 de Fevereiro. Só vi a carta quando cheguei, dia 23, mas como o prazo para pagar a multa, ou para a contestar, é de 15 úteis ainda iria a tempo.
    O problema é que dizem que o prazo para fazer o depósito é apenas de 48 horas. Considera-se depósito, pelo que eu percebi, o dinheiro que seja entregue ao agente de autoridade, caso a autuação seja presencial, ou no prazo das tais 48h se for recebido por correio. Se não houver contestação ou se a contestação for julgada improcedente a multa considera-se paga, caso a reclamação seja atendida o dinheiro é devolvido.
    Ora bem, eu quero contestar a multa, porque sei que naquela data não poderia estar no local da infracção. Apresentei a reclamação, dentro do prazo, mas o que devo fazer em relação à multa? Ainda está dentro do prazo para pagar como multa, mas fora do prazo para ser considerado depósito. Se eu pagar, mesmo que a minha reclamação seja atendida, provavelmente não tenho direito à restituição do dinheiro. Mas se eu não pagar o que que acontece caso a reclamação seja atendida? Não tenho nada a pagar? E caso não seja atendida, quanto terei de pagar a mais por não ter pago nos prazos devidos?
    Será que alguém me pode elucidar?
    Obrigado

    • Maria says:

      Esta também é a minha dúvida. Recebi uma notificação indevida. Como posso fazer a defesa, devo pagar a multa, para depois ser ressarcida? Como resido em outro país, o envio do valor tem um custo alto de taxas, quatro vezes maior que a multa. Devo pagar ou não? Qual o procedimento? Obrigada.

  28. jota says:

    Muito complicado.Muitos documentos a enviar. Ora bolas….será que a consulta das multas é mais importante que a consulta do sitio da Finanças? Não se entende. Eu desisti….que a venha a muita pelos CTT quando tiver que vir.

  29. Antonio Silva says:

    Nem perco tempo a registar, site muito mal feito, até dá dó nos tempos de hoje fazerem sites sem SSO. So falta pedirem para tirar uma selfie tambem

  30. Fuqfatshit says:

    Recebi ontem um aviso de entrega de carta registada dos ctt de um apartado qualquer coisa. Após uma pesquisa do apartado acho que são multas. Não acho que isto seja maneira de notificar de um assunto tão sério, disfarçarem-se com apartados. Não vou aos ctt levantar isto.

  31. jose says:

    já agora alguém me sabe dizer a falta de apresentação do cartão cidadão dá multa ,mesmo tendo apenas a carta condução para apresentar ,fui multado por ter deixado o cartão noutra carteira a 200 metros de mim , nem sequer me deixaram ir buscar ?

    • Diogo says:

      É obrigatório por lei que todos os cidadãos andem com o seu documento de identificação.
      O não cumprimento da lei implica penalizações, nesse caso multa.

  32. RM says:

    Hoje parei o carro junto a uma escola (onde não deveria) para apanhar uma pessoa. Não foi antes nem em cima de uma passadeira e em lugar nenhum que causasse perigo iminente para alguém. O que é certo é que apercebi-me da GNR e iniciei a minha marcha para estacionar num local permitido, apanhei a pessoa e fui embora. A GNR continuou ali a controlar as entradas na escola. Ao nível de multas e da perda de pontos na carta que consequências é que daqui poderão advir?
    Desde já agradeço qualquer esclarecimento.

    • Tiago Sousa says:

      Quanto ao seu caso não sei… Mas vai finalmente fazer com que deixem de meter nojo todas as manhãs e finais de tarde… Eu ia a pé ou de transporte público para a escola… Agora se lhes deixassem entrar na sala de aula os paizinhos entravam…

  33. Pedrovsky says:

    Eu recebi uma carta registada do apartado 8081 (em vez do tradicional apartado 8082 destinado às multas de automóveis!). Qual é a diferença? Ou são apartados de natureza policial distinta (isto é, se podem ser processos judiciais relacionados com outros assuntos)? Agradeço, desde já, os vossos esclarecimentos.

  34. Sergio says:

    Alguém sabe quem é este remetente: apartado 8081 loja ctt???

  35. Vera Silva says:

    Pois eu recebi as cartas em casa e no portal não esta nada a não ser as outras multas que ja paguei….

  36. Hugo Reis says:

    Obrigado Sérgio.

  37. Tiago Silva says:

    Já agora, o apartado 8434 é multa da Polícia Municipal de Lisboa.
    Recebi hoje o galhardete.

  38. Mafalda Sofia Gonçalves de jesus says:

    Alguem me diz apartado 8082

  39. Mara says:

    Alguem sabe quantos dias demora uma multa a chegar a casa??

  40. Ricardo Achada says:

    Alguém me sabe dizer se a visita do PAPA perdoa as multas de estacionamento?

  41. Mac says:

    Em 2004, num dia em que estava com o meu único carro no Algarve, a minha matricula foi multada em Gaia, a +-600kms. por falta de cinto e fuga. Quando passados 3 meses recebi a multa, enviei comprovativos de despesas que fiz na hora da multa a 600kms de distancia e apresentei recurso, sendo aconselhado a pagar os 500€, que depois seria ressarcido. O caso prescreveu, como é óbvio, uma vez que eu não poderia estar nos 2 locais(segundo opiniões recolhidas na altura poderia tratar-se de um lapso na inserção da matricula ou mesmo de um carro com chapa igual? ). Em 2009 enviei um pedido à ANSR com os meus dados bancários para a devolução. Até hoje… Será que algum dia me vão devolver o valor pago?

  1. 29 de Março de 2016

    […] A carta por pontos entrará automaticamente em vigor, não sendo necessária qualquer acção por parte dos condutores, os quais podem consultar o seu registo no novo portal das contra-ordenações. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.