Quantcast
PplWare Mobile

Pesquisa com escrita manual no Google Mobile

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. Killphone says:

    Está giro sim senhor. Como raio é que eles fizeram isto ? Não conheço nenhuma app de reconhecimento de escrita manual que preste – e agora acedo a uma página web, no caso com um iPad, escrevo no ecrã e a escrita manual é reconhecida ?!

    Penso que não se acede a uma página web normal mas sim a uma web app. Seja de que maneira for está bem feito.

  2. Razy says:

    Próxima notícia: Apple processa a Google. Pois INOVAR foi patenteado pela Apple.
    Como é que eles se atrevem a inovar? LOL

  3. Serva says:

    A Google no seu melhor , é das empresas com maior dinâmica e tudo nos é dado de forma gratuita , um dia que estes Srs pensem em agarrar no Linux para fazer a sua distribuição ( sei do Chrome OS ) para pcs de secretária e portáteis , certamente que o sucesso estará mais que garantido .

    Cumprimentos

    Serva

    • S3 says:

      Já tinha pensado nisso também.

      Talvez um dia, quem sabe.

    • Carlos André says:

      Eu gostava que isso realmente acontece-se também, mas acho pouco provável.
      Pois eles (google) também não querem estragar o negócio à microsoft pois ela vive dos seus windows para pc’s de secretária e portáteis basicamente e com um concorrente à altura e de forma gratuita era para esquecer (windows).

    • Labras says:

      Não me parece… eles estão a cortar com o suporte para tudo o que é opensource…

  4. Ricardo Borges says:

    Experimentei e gosto, está muito bom o reconhecimento a escrita de galinha…

  5. Perfeito! A funcionar muito bem!

    Obrigado pelo aviso desta nova função!

  6. CMelo says:

    Tem um browser para Android que faz esse tipo de reconhecimento, pelo menos algo parecido… você desenha um G e ele abre a página do Google e existem outros gestos configuraveis.

    Se não me falhe a cuca, é o Dolphin.

    • Ana Narciso says:

      Sim, isso são os browser gestures, mas a capacidade de reconhecer um número ilimitado de palavras é que é de louvar.

      • Killphone says:

        Reconhecer um número ilimitado de palavras ?

        Acho que não é bem isso. Estive a ver com cuidado e depois do “ah” de espanto inicial, na verdade o que se está em presença é de um “truque de prestidigitação”.

        Combina, numa web app, o reconhecimento de letras isoladas (à Dolphin) com o search inteligente do Google – escreve-se PPL e é sugerido pplware, que nós é que selecionamos. Aqui é que está o truque. Se escrevermos a palavra toda tem que se apagar alguma(s) letra(s) que não foram reconhecidas à primeira e começa-se a perceber que o reconhecimento não é assim tão bom.

        Ainda estamos longe do reconhecimento de um número ilimitado (texto) em “escrita de galinha” (gatafunhos).

        Mas continua giro. Tem é que melhorar. A própria Google diz que ainda está em período experimental.

    • Hugo Cura says:

      E para quem não conhece, há também o velhinho Gesture Search para Android, made by Google.

  7. Carlos says:

    Obrigado pela dica, desconhecia por completo esta funcionalidade.

    cumps

  8. CS says:

    Impressão minha ou eu já fazia isso no Nokia 5800…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.