PplWare Mobile

O que é um smartphone?


Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. Vasco says:

    Força! Precisamos de concorrência à altura e da Nokia de volta! Um favor que vos peço…. pensem mais nos utilizadores.

  2. afrsa says:

    Nunca fui grande fã da Nokia, mas espero que eles continuem a ser um player grande no mercado dos telemóveis! É bom para todos!

  3. Peter Panton says:

    Confesso que a Nokia tem vindo, ao longo dos últimos anos, a desapontar-me; não obstante aguardo um regresso em força com mais simplicidade features.

    “Less is more”

  4. dbrenha says:

    o site do pplware podia ter versao mobile. ou entao o feed rss que fosse da noticia completa para poder ver no google reader. finalmente compro um android e nao consigo ver o meu site favorito direito…

  5. Pegasus says:

    Não resisti a escrever aqui o comentário dito por um amigo quando abri o artigo: “Smartphone? – É um telemóvel que tem a mania que é fino.”

    Voltando ao tópico: espero também ter a Nokia de volta ao seu melhor nível, ou seja, direccionada para os consumidores. (Atenção aos preços!)

    Cumps

  6. Rui 'ALL' Sousa says:

    A minha caminhada por dispositivos Nokia teve inicio no 3210 e acabando este ano com o 5800XM, sendo que no seu percurso cerca de 12 tlms me passaram pelas mãos, e todos eles Nokia.

    Sendo eu um utilizador exaustivo Nokia, a mudança para outra marca era difícil não só por por já estar habituado a interface como também por a transição entre dispositivos Nokia era suavizada por todo o software q a Nokia tem ao seu dispor.

    Contudo após 1 ano com o meu 5800XM achei q o mesmo n estava a conseguir colmatar alguns “aspectos críticos” mencionados no artigo.

    Consequentemente mudei-me para 1 iP3Gs e estou mt satisfeito. Apesar das mudanças q a Nokia tem vindo a fazer como a oferta do Nokia Maps o que queiramos ou não inclina os utilizadores, a verdade é q o S60v5 n esta a meu ver tão bem conseguido como seria de esperar (falando do 5800XM). Esses aspectos criticos que tanto falam, em particular as barreiras deveriam ser consideravelmente limadas.

    Contudo e não desprestigiando a Apple, há q admitir que a Nokia tem o melhor conjunto de software para quem gosta de usar o tlm ligado ao PC (Nokia PC Suite e Ovi são 2as peças de software que continuo a sentir falta após a minha mudança)

  7. António Costa says:

    Eu espero é que a NOKIA abra os olhos e acorde para a realidade. Sempre foram líderes em Portugal e na Europa devido à excelente qualidade dos seus produtos, quer a nível do HW como do SW.
    Acontece que agora com o advento dos touch screens e smart mobiles foram-se completamente a baixo.
    O symbian, outrora bom, é um sistema operativo pouco adequado à realidade actual. Com o advento dos iPhones e aparelhos com Android isto ficou ainda mais exposto, e o mercado está cada vez mais exigente. Bem tentaram remediar a situação com alguns telemóveis – com touch screen resistivo (!), mas foi apenas um facelifting numa senhora (symbian) já muito idosa. Para não falar na OVI Store, que ninguém utiliza, estando a anos luz da Apple Store ou do Market.
    Na minha modesta opinião deviam aproveitar o Know How que têm no hardware, optar por um SO aberto – Android – e acrescentar-lhe valor com alguma camada por cima.
    Foi o que fez a HTC com o Sense e visto bem os números têm-se dado bem com isso.
    Já a Nokia é só olhar para a cotação deles em bolsa no últimos meio ano para percebermos como está a situação.

    Cumprimentos,
    AC

  8. Ryan says:

    Gosto dos telemoveis da Nokia e continuo a recomenda-los. Obviamente que estao um pouco atras do que acontece com o Android e do outro que nem quero dizer o nome. Espero que a Nokia repense um pouco a estrategio com o Meego ou outro qualquer que usam e facam alguma coisa melhor e mais atraente. O mercado precisa de coisas mais atraentes. Ter o outro como modelo e uma treta. Ter o google a fazer barulho ja irrita.

  9. Mike says:

    Por acaso surgiu-me esta dúvida há uns dias quando conversava com um amigo. Ele vai comprar um HTC legend e eu estou interessado no Nokia N8.

    Continuo a achar que o Symbian ainda não está morto, se bem que tenho noção que está a ficar muito para trás. Mas acho que a Nokia acordou para a vida com o N8; bom hardware e bom investimento na nova versão Symbian^3. E serve exactamente para tudo o que me interessa.

    O importante é o que se faz com eles 😛

    • António Costa says:

      O que importante não é o que se faz com ele. É o que a comunidade faz por ti.
      Tu vais comprá-lo e depois usas as aplicações que vêm de raiz, e as 500 que tem a Ovi Store.
      Se comprasses um Hero p.ex. tinhas uns milhares valentes de aplicações.

      Mas claro, se fores bom a programar e quiseres reinventar a roda, força nisso!

  10. op says:

    e se não quiser apss, tem cada uma cada um usa faz o que acha melhor por isso comprava um iphone e pronto, ja que e o melhor.

  11. Sarev0k says:

    btw, o CEO da nokia vai ser substituído.

  12. dajosova says:

    Ontem estive com 2 Nokia N8 na mão e gostei bastante do que vi. Mas tratando-se de um produto que ainda não saiu, não me posso adiantar em comentários.

    Entretanto, pelo que sei, a Nokia virá com mais força neste segmento que tanto tem crescido.

  13. Frigo says:

    Nokia a responder o que é um smartphone? Lol, está bem.

    Eles que não abram os olhos. Não lancem nenhum Android que n vale a pena…Devem pensar que um gajo se contenta com meia dúzia de apps da Ovi Store…a sério….

    Só se o maemo for assim algo de super hiper extraordinário… se não…

  14. helder says:

    Eu sempre gostei desta marca e dos seus produtos, mas o Symbian… nunca fui com a cara daquilo…

    Espero que não se afundem mais, pois qualidade de hardware eles têm, que seja uma boa aposta o Meego, se bem que me custa a compreender a resistência da nokia ao android.

  15. bruno says:

    ou esta gente se mete a pau e inova, ou vão ao fundo num instante!

    o que outrora era uma marca de excelência não passa agora de um elefante sem norte.
    equipamentos caros e pouco atractivos em termos de usabilidade; apostas consecutivas em sistemas operativos que comercialmente se estão a revelar um fiasco; a concorrência cresce no segmento low-cost como nunca se vira antes e os clientes que evoluem para telefones mais sofisticados optam por outras marcas (samsung,htc,blackberry,apple)… sinceramente… não auguro nada de bom apesar de contarem com muito know-how e gente muito competente.

  16. ron says:

    a nokia não deve ser a mais indicada para responder a essa pergunta ( a do titulo) ja que há anos que não faz nada de jeito, a ultima tentativa N900, meu deus…

    ecrã resistivo? ainda vivem no passado

  17. Jaime says:

    Eu já tive telemóveis de varias marcas como por exemplo Alcatel, Motorola, Nokia, e penso que alguns dos aspectos mais importantes para caracterizar um telemóvel são:

    Funcionalidade
    Conectividade
    Dimensões
    Preço

    Para mim, a Nokia é uma marca que ao longo dos anos tem vindo a revolucionar no âmbito da conectividade (não faz sentido precisar de cabo x ou y para ligar audiofones, carregador ou cabo de dados). Em muitos telemóveis isso é feito com cabos “próprios” pelos quais a marca cobra 30/40€.

    Funcionalidade, ai desaponta um pouco, pois não revoluciona…limita-se a copiar o que já existe no mercado e tentar não ficar para traz.

    O preço normalmente está ligado à qualidade e a Nokia não está mal posicionada.

  18. aver says:

    Pois. Quer dizer. Fica-se a saber o que já se sabia. A Nokia enterrou o Symbian para smartphones e dispositivos semelhantes e aposta no Meego.
    Acho que vai ficar abafado entre o iOS e o Android. Mas o que ė um facto ė que há espaço para mais sistemas operativos para dispositivos móveis, como está a provar a Samsung com o Bada. Tudo depende da combinação hardware / preço / desenvolvimento e comercializaçāo de aplicações.

  19. Filipe says:

    A Nokia tem de voltar a ser o que era. Muitas pessoas continuam a comprar Nokia pelo nome que conhecem, mas depois ficam desiludidas.

    Eu sempre fui “amante” de Symbian (desde os meus tempos com o N-Gage, que ainda o tenho aqui guardado), e continuo a gostar, mas vejo que o Symbian já não é o mesmo SO que era à uns anos atrás.

    Eu duvido muito que a Nokia algum dia lance um telemóvel com Android, já que é um concorrente directo ao Symbian (Pertence á Nokia).

    Actualmente tenho um N97, suposto topo de gama da Nokia, e vejo telemóveis mais fracos de outras marcas a serem melhores em alguns aspectos, tanto de Hardware, como de Software, sendo o SW a principal desgraça deste “Smartphone” da Nokia.

    Eu sei que não é fácil meter outro tipo de SO neste telemóvel (Meego, Maemo, Android, etc), mas a Nokia podia muito bem fazer algo para que as pessoas que o compraram, continuem a ser clientes da marca. Pelo menos lancem o S^3 para ele, já que o S60v5 é uma desgraça! Têm de deixar de pensar apenas nos novos clientes e começar a pensar um pouco nos antigos…Pois se continuarem assim, daqui a pouco a Nokia é uma marca de “telemóveis” simples, daqueles de 20€ e pouco mais.

    • aver says:

      Pois. Quer dizer. É chocante que o Country Manager da Nokia não tenha tido uma palavrinha para o Symbian. Oficialmente o que se diz é que a Nokia continua a dar apoio ao Symbian e que o lançamento da nova versão foi atrasado.

  20. Vasco says:

    Concordo com a qualidade de todos vossos comentários e de facto o tempo urge Nokia. Deixem-se de conversas de telefones Smart e expliquem a vossa estratégia….estamos baralhados.

    Do meu iPhone on-the-go e a caminho de Praga :p

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.