Quantcast
PplWare Mobile

Olli, o minibus autónomo, eléctrico e fabricado na impressora 3D

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Vítor M.


  1. Victor T says:

    É tudo muito bonito…mas, a ser realmente seguro e viável…contem com a quase “extinção” de motoristas. Desemprego em massa.

    • PeFerreira98 says:

      No entanto se esta ideia for viável, também vai originar emprego a nível de construção, testes e etc…

      • lol says:

        no entanto esses empregos nao vao cobrir tudo…

        Isto é bom, temos é que reavaliar o nosso sistema económico pois está prestes a dar o peido, nao será só nesta area que o desemprego tecnologio se vai fazer sentir.

    • NT says:

      E pronto… “Desemprego em massa…” Temos que evoluir como sociedade. Se não ainda andávamos a cavalo e tudo era feito à mão… Pensa lá bem desde a “invenção” da inchada, passando pela revolução industrial e agora estamos no principio/meio da revolução digital… Agora o que devemos perguntar é como é que todos iremos viver com essas novas tecnologias, se vamos evoluir também como seres humanos que somos ou se vamos ficar a “pregoar” como velhos do Restelo.
      Quanto à segurança já existem alguns dados interessantes quanto à condução autónoma, ainda não são 200% seguros mas aparentemente são bem mais seguros/eficientes que os condutores humanos. (A modos de curiosidade… vê na industria da aviação, que já tens uns aninhos valentes, quantos aviões é que tiveram um acidentes por falha humana e quantos é que tiveram acidentes por falha mecânica e/ou erro de programação dos computadores de bordo.)

    • Pedro says:

      vai ser igual ao no passado deixarmos o uso do cavalo e carroça para termos os primeiros automoveis que até eram electricos. com o tempo tudo acenta e faz parte da evolução. o desemprego terá de ser uma acção politica progressiva para que as pessoas nao sofram tanto o impacto tecnológico.

    • RA says:

      vamos parar com a evolucao!
      evolucao significa isso mesmo… evolucao das coisas e das pessoas.

  2. PeFerreira98 says:

    Concordo com este projeto, mais na parte do transporte publico ser elétrico.
    Quem fica meia hora na paragem a levar com o fumo dos autocarros (principalmente os mais antigos) que passam, percebe o que quero dizer.
    Estas ideias deviam ter prioridade elevada na parte dos projetos a investir. Em vez de certos aeroportos ou autoestradas…

  3. Joana Almeida says:

    São os novos tempos que vão chegar. Estamos a ver os saltos civilizacionais, que no passado chamaram de revolução industrial, entre outras.

    • Pedro says:

      é de facto a 4 revolução industrial. no passado tambem houve manifestos, protestos, objecções e no entanto os anos passaram e agora nao podemos deixar os automoveis, telemoveis, aviões etc tudo faz parte. cabe sim ao poder politico, como no passado encontrar medidas progressivas para que o impacto da tecnologia nao seja destruidor em varios aspectos. aliás, estas noticias são medidas progressivas em antevisão.

  4. Ruben says:

    em portugal, com as nossas maginficas estradas e calçada ondulante, deve ser um conforto com aqueles pneus…

  5. xico says:

    Temos que nos começar adaptar a este tipo de coisas, a vida vai mesmo ser assim, isto é um pequeno exemplo do que está para chegar ou então esbarramos e nunca saímos do mesmo. Vai acontecer com os carro, barcos aviões e quem sabe amigos de casa robts.

  6. LUMIA 630 DS says:

    1° Enquanto formos amigos dom paralelo, estes plasticos ir-se-ao desfazer em meses.
    2° O vidro tambem foi feito em 3D? Tenho umas janelaas que precisam de ser trocadas.
    3° E que tal se fizessemos isto nas nossas faculdades???

  7. Ivo Alexandre says:

    Concordo com a evolução, mas o desemprego será cada vez maior e em massa! Como o PeFerreira98 diz, está na altura de pensar no ~nosso sistema económico.

    • Marcio says:

      Ja ouviram falar de Jacque Fresco? Projeto Venus? A tendência no meu ponto de vista é ir por ai, o nosso sistema económico nesta era digital está completamente desactualizado. Vão ao google e youtube que devem encontrar isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.