Quantcast
PplWare Mobile

O Menu Iniciar pode estar de volta ao Windows em breve

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. CMatomic says:

    Peço desculpa é inevitável , “O Menu Iniciar pode estar de volta ao Windows em breve” LOL hahahahahahahaha , Quem utiliza sistemas abertos entende .

  2. Ainda bem que eles perceberam o que o cliente “nos” quisemos dizer…

    • Sergio says:

      O meu avô acha o mesmo…

      • facepalm says:

        mais uma vez me pergunto XD
        mas havia mesmo gente que usava o menu iniciar? XDDDDDDDDDDDD

        quem usar win8 no dia a dia, e quando digo usar, e tirar partido de todas as funcionalidades e shortcuts que aquilo tem nem se lembra que tal menu alguma vez existiu

        • Sergio says:

          Exatamente…
          Quem se queixa, que vá primeiro aprender a mexer num PC… Enfim…

        • Rochita says:

          Querem aquele marmanjo na barra estão á vontade, mas façam o favor de ter a opção de remover, o menu metro é um menu inicial 10x melhor que o original.

          • Fabio Pisco says:

            Amigo, há pessoal que gosto de trabalhar apenas no desktop sem usar qualquer tipo de interface do género do metro

          • José MR Silva says:

            Mais um! Nunca entendi, essa necessidade absoluta do menú iniciar antigo~, se a maior parte das pessoas nem sequer sabe bem para o que serve! Para mim o W8.1, tal como está, está muito bem, pode melhorar claro, mas gosto imenso de ter o ambiente de trabalho limpo e ter o menú modern para as aplicações, é tão natural que seja assim e apesar de termos 2 telas, é super simples de usar.

  3. Telmo Sousa says:

    Acho que foi mais um tiro que saiu pela culatra!

    Windows 8 – Estável, rápido e fiável mas sem botão do iniciar

    Windows 8.1 – Introdução de problemas/bugs que antes não existiam no 8, mas com o “fantástico” botão do iniciar! Não esquecer algumas funcionalidades que antes ficavam à distância de um clique e agora tem de se recorrer à linha de comandos!

    Agora já há rumores de voltar a ter um menu iniciar como desde sempre o conhecemos! Windows 7.1 vem aí 😀

    Esperemos que tudo não passe de rumores e que as pessoas se habituem à mudança e que a Microsoft abra os olhos!

    • Jeromo says:

      Por que você acha bom que as pessoas se habituem com algo que veio para favorecer a MS na sua integração de plataforma e não traz qualquer vantagem ao usuário de PC?

      • Telmo Sousa says:

        Faço a pergunta de outra forma: “Que tem de mal ou assim de tão diferente esconder o botão quando a ação do utilizador é exatamente a mesma? Mover o rato para o canto inferior esquerdo do ecrã e clicar!”

        Vantagens?
        – Menos um ícone/botão a “estorvar” na barra de ferramentas.
        – Menos desorganização na listagem de programas.
        – Já desde o WinVista que uso na maior parte das vezes a pesquisa de aplicações pelo nome portanto a meu ver acho que foi uma boa política.

        Agora meu amigo Jeromo isto claro que é a minha opinião, para mim traz vantagens para si claramente que não traz. São opiniões e cada um tem direito à sua.

        Eu acho mal é a Microsoft não se decidir acerca do destino botão iniciar!

        Já agora a própria integração de plataforma que você chama é mesmo o quê? A mesma interface em vários dispositivos? Sejam eles smartphones, tablets ou pcs? Então e isso não é uma vantagem?

        Cumprimentos

        • Jeromo says:

          Caro Telmo, você discorreu bastante mas não respondeu a pergunta…
          O menu iniciar só será desorganizado para quem não sabe usar. Ter que usar a pesquisa de aplicações é voltar à linha de comando, um retrocesso!
          Pra MS é ótimo que todo deslumbrado se ache super dotado ao conseguir usar a “nova e moderna” interface. Mas e o usuário de PC? Que vantagem leva em ter que se adaptar para servir aos interesses da MS, de ter que usar uma interface de tablet/telemovel em um PC?
          Me desculpe, mas claramente isso não é uma vantagem!

          • NokTham says:

            Usar a pesquisa é voltar à linha de comandos? Não necessariamente… ao ler o que escreveste, dá-me a entender que nunca usaste o Windows8, se estou errado, então retiro o que disse, o W8 está projectado como um All-In-One (PC, Tablet e Smartphones), já agora, tens consciência que nem toda a gente sabe mexer num PC? Nem toda a gente sabe como organizar bem o Menu Iniciar, sabes disso, não sabes? Tens que ter uma visão mais ampla, ver que também existe quem não tenha bons conhecimentos a nível informático… A Interface Metro do W8 está excelente para o utilizador comum, para o utilizador que não tem os mesmos conhecimentos que tu aparentemente tens, está mais facilitado, basta a pessoa carregar no botão do Windows e escrever o nome da aplicação, depois dar Enter, vais-me dizer que não é uma excelente ideia? Ao invés de andar à procura com os olhos da aplicação que queres? Agora, o que pode estar em falta, é a informação acerca dessas funcionalidade, eu notei isso, notei falta dessa informação… OK ao efectuares a configuração do PC ele vai-te explicando essas coisas, mas falando a verdade, há quem ponha aquilo a configurar e vá beber um café lol.

      • Pedro says:

        Boa pergunta!

    • Miguel Correia says:

      Ai Telmo Sousa que estás tão enganadinho, enganaste-te e trocaste a versão do windows o 8 sim foi um fiasco o 8.1 não, não foi um fiasco e não digo isto por causa do menu iniciar, digo isto porque o 8.1 para mim foi o melhor até agora. Esse sim estável e fiável. E acredita que sei do que falo.

      E já agora as pessoas é que têm que abrir os olhos não a microsoft, esta já muito tem feito. Aliás dos grandes lideres eu nc vi a microsoft parar de tentar e muito menos a parar de inovar. O mesmo já não se pode dizer de algumas por aí que basicamente criam o hype à volta da situação toda mas basicamente espetam com mais hardware a preços exagerados e como quem não sabe é como quem não vê sustentam esse mesmo hype. Eu não tenho nada contra a microsoft fazer voltar o botão iniciar, chama-se opção de escolha e versatilidade. Provavelmente num próxima versão será possível escolher entre botão ou menu. Assim como no 8.1 já é possível escolher entre arranque direto para o ambiente de trabalho ou para o menu.

      Maior parte das pessoas não percebem que podem utilizar o windows 8.1 como um tablet mesmo no portátil ou no computador de mesa. Ou seja não precisam do ambiente de trabalho, podem fazer tudo através do menu iniciar, inclusive escolher as aplicações que mais usam por exemplo facebook e aceder ao mesmo como se estivesse a utilizar um tablet.

      Sinceramente não percebo a dificuldade, nem como alguém pode dizer que não trás vantagens aos utilizadores.

      • Pedro Miranda says:

        Tenta fazer update do 8 para o windows 8.1 num ssd com a pasta de utilizadores num disco hdd e depois vem me dizer que não é um fiasco… :/

        • Miguel Correia says:

          O quê? lol

        • Miguel Correia says:

          Páh, para já que faz upgrade de windows x para windows y é porque não percebe mesmo nadinha da póda. Instalação de raiz é o melhor a fazer.

          • NokTham says:

            pois meu caro, mas nem toda a gente tem esses conhecimentos de como formatar e instalar de raíz, já agora o problema referido pelo Pedro Miranda é conhecido, um ponto negativo para o W8.1

        • Miguel Correia says:

          @NokTham

          E então? Até parece que formatar um PC e instalar um windows é uma coisa de outro mundo mesmo para quem não sabe. Isto das pessoas quererem tudo feito sozinho abana-me com a cabeça de uma maneira que não tens noção. Por esse pensar se mudares de emprego não te vais dar porque o emprego não está a funcionar bem….ai ai ai o comodismo.

  4. Daniel San says:

    Em 2015… Até lá muitas coisas vão rolar e muitos usuário irão sair dessa jogada…

  5. Gonçalo Pereira says:

    Pedro Simões, qual é o software que se utiliza para por as aplicações da modern UI no ambiente normal?

  6. Joel says:

    Windows 8 + Classic Shell
    Com o Classic Shell a remover todas as “mariquices” que até podem ser úteis para tablets, o Windows 8 provou ser um sistema operativo muito bom.

  7. José Rodrigues says:

    Não preciso. Adaptei-me perfeitamente ao Modern UI e uso teclado e rato!

  8. fornost says:

    sempre fui contra a essa nova “tendência”, já discuti muito isso aqui. Sempre procurei soluções, mas nunca achei uma fiável de modo que continuei a usar a mordern UI. Ainda tenho o 8.0.
    Acho que um regresso agora já vem tarde demais, se até eu me acostumei e não sinto mais “necessidade” imaginem os outros…de qualquer forma, se mudarem ainda ficarei um pouco contente, quase no nível da indiferença, mas contente.

  9. Lugopt says:

    Nunca percebi a razão de tanto alarido por causa de um botão. Na prática, o menu Iniciar sempre existiu no Windows 8, só que em vez de ser um pequeno menu, ocupa o ecrã todo. Além disso, traz mais funcionalidades, como ter ícones “inteligentes” que se auto-actualizam.
    Todos os teclados trazem uma tecla que lhes permite chamar o menu Iniciar. Levando o rato ao canto inferior esquerdo do ecrã activa o menu Iniciar.
    A sério, para que precisam do botão e qual o problema do menu ocupar o ecrã todo?

    • Ricardo says:

      Concordo plenamente. É até uma questão de hábito. Já não me passa pela cabeça voltar a ter o botão de iniciar antigo em vez do modernUI.

    • Armando says:

      O botão é necessário para aquelas pessoas que seguram a cabeça ou para colocar no meio das pernas para a aquecer, em vez de a utilizar para permanecer no teclado e dar ajuda no trabalho que se desempenha.
      Por incrível que pareça há bastantes pessoas que fazem tudo com o rato (excepto escrever).
      Cerebros pequenos…

    • NokTham says:

      é normal, primeiro estranha-se, depois entranha-se, eu também quando li acerca da remoção do botão iniciar, fiquei indignado, algo que de certa forma simbolizava o WindowsOS fora retirado, no entanto ao fim de algum tempo e paciência acabei por me habituar à interface metro e a ter gosto em explorar as novas funcionalidades do mesmo, mas isso nem sempre é assim com grande parte das pessoas. Muito sinceramente, acho que a Microsoft deveria de ter dado a possibilidade ao utilizador de escolher entre a interface metro e o botão iniciar, deste modo evitavam estas guerra (que já eram previsíveis).

      • NokTham says:

        Outra coisa chata, em relação à Interface Metro, o facto de as aplicações Metro apenas funcionarem em resoluções iguais ou superiores a 1024×768, ou seja Netbooks com Windows8, esqueçam lá as aplicações, é chato….

      • Pedro says:

        Se dessem a escolher as pessoas continuavam a usar o winxp porque é sempre muito difícil evoluir.

        O problema é que as pessoas olham e porque é diferente não gostam e em pouco tempo passam a odiar uma coisa que na grande maioria das vezes nem sequer chegaram perto quanto mais experimentar.

        Sempre que algo muda tem sempre gente contra mesmo sem saber do que se trata. O FB passou para timeline e toda a gente chorou baba e ranho sem sequer mexer 5 min para perceber o lógica. Ao fim de meses já ninguém se lembrava como era o layout anterior e acham fantástico como está agora….

        Suspeito que em 2015 se voltarem a colocar o botão iniciar toda a gente vai reclamar por o terem colocado e terem que se voltar a adaptar ao modelo antigo…é que daqui a 2 anos quem tem o win 8 já nem sabe para que servia o botão iniciar.

        • NokTham says:

          Existe sempre aquele bichinho curioso que nos faz experimentar, o amigo gaba-se da nova funcionalidade, e lá vai o fulano experimentar também para ver o que ela tem de especial, portanto mais tarde ou mais cedo as pessoas acabariam por ver o que realmente vale a pena, e o que se adaptaria melhor a elas

    • Sergio says:

      Sabes qual é o problema, chama-se leseira.

      A MS sempre foi um prato apetecível para se criticar, se não inova é porque não inova,e se inova é porque inova e queremos como estava.

    • Pedro says:

      Concordo plenamente, alem disso quem não quer use o Windows 3.11, já que são velhos do restelo e não querem inovar e evoluir, se assim não fosse ninguém usava tablets, telemóveis, etc afinal são tudo coisas novas, enfim… se uma pessoa quer usar só o ambiente de trabalho usa, mas acho que para o utilizador comum é alem de mais giro (discutível é claro) estar no metro, os ícones são enormes logo mais acessíveis, dá para agrupar por categorias, e é bem mais rápido que o menu iniciar, mas cada um sabe de si.

      • Jeromo says:

        Caro Pedro, se você observar bem a interface do win8 verá que é bem mais parecida com o windows 3.11 do que qualquer outra versão do windows com menu iniciar. Acho que o nome disso é involução – o fato de algo ter sido feito depois não significa que seja moderno ou melhor – coisas planejadas são melhores! O simples fato da MS ficar indo e voltando já mostra que planejamento ali nunca houve

        • Sergio says:

          Não vas por ai, a Apple desenvolveu e projetou uma consola de videojogos que foi um fiasco.

          Lol, ya a MS desenvolveu o W8 à sorte. O problema da MS é querer agradar a gregos e a troianos depois dá nisto. Há uma serie de pessoas que querem viver na idade da pedra e lá tem a MS que lhes “mostrar” um PC com aspecto de pedra.

          E quem disse que isto não é jogada da MS, assim vai-se falar e enquanto se fala do Windows não se fala da concorrência 😉

          • Miguel Correia says:

            LOL! É só o que tenho a dizer sobre esse comentário Sergio. Claramente não percebes nadinha.

          • Sergio says:

            @Miguel Correia

            Pois não Miguel…
            O que disse de errado então corrige lá…. Foi dizer que a apple falhou???? Oh todinho feri um fanboy!!!!!

            Oh tadinho, quer chá de limão ou água das pedras…

          • Miguel Correia says:

            Fanboy? Lol, olha nem quero entrar nessa guerra de apple x microsoft porque não vale a pena. Eu uso windows porque é o mais me possibilita fazer aquilo que faço. Não uso um os só porque meti na cabeça que nasci para ser artista e fui ao papá pedir um mac. Um dia que me limite a navegar na internet e ou a produzir musica, se calhar sim, uso um osx. Mas falei a sério se achas que a microsoft fez o windows, seja ele qual for à sorte não percebes mesmo nada da póda. Mas enfim isso já é outra coisa, cada gosta do que gosta. E btw digo-te mais podes começar a dizer “adeus” à tua querida apple. Dá 3 anos à microsoft a começar pelos smartphones e depois lê este comentário. Aí sim algum fanboy vai ficar ferido e andar a aguas 😉

          • Sergio says:

            @Miguel Correia
            Ai Miguel Miguel…Tens que aprender a ler…

            Em relação à MS ter feito o windows à sorte estava a ser sarcástico para com o comentário do Jeromo que disse que a se o Windows fosse pensado era bom. Aliás se leres todos os comentários percebes isso, não é leres nas entrelinhas…

            Para bom entendedor meia palavra basta, pelos vistos quem não percebe nada és tu. Uso windows (como já disse aqui) porque o meu trabalho assim o obriga. Também tenho mac (como já o disse) e dai, comprei paguei, fui-te pedir opinião? (E pelos vistos ainda bem que não, porque quem não sabe ler…) Ah e também como já disse aqui tenho Windows Phone…

            Para uma pessoa “tão” entendida tens que começar a aprender a ler… enfim

          • Miguel Correia says:

            Como deves perceber, não vou estar a ler 10.000 comentários, muito menos procurar a ver quem disse o que.

            Tu é que deves pensar que o sarcasmo é algo legível, até pode ser mas no teu comentário não é. E só mencionei Apple porque fizeste referencia à mesma. No entanto devo dizer que caso não tenhas entendido dei o exemplo de um estereotipo do porquê de muita canalhada comprar um mac, mas não quer dizer que comprar um mac tenha que ser um estereotipo.

            Como disse uses o que usares és senhor teu e não tens que me pedir opinião, assim como eu não tenho que te pedir autorização para opinar seja do que for.

            Sossega a pomba. Que ninguém aqui está a pôr em causa quem é melhor ou pior, simplesmente há quem goste e quem não goste, quem ache bom e quem ache mau. Certo ou errado são opiniões e sinceramente não sou pago para explicar o que é bom ou o que é mau, cada um com a sua ignorância.

            Posto isto não se trata de eu saber ler trata-se de ter dois dedos de testa e perceber que provavelmente não li a quem respondeste ou quem te respondeu a ti.

          • Sergio says:

            Este post só tem 71 comentários…

            Falei na Apple só para mostrar que mesmo a tal imaculada para muitos também falha em projetos pensados.

            Não acho de todo que o W8(.1) seja um projeto falhado, a ideia foi excelente, o sistema é muito fluído, a MS só peca por andar neste avança e recua para agradar a todos os utilizadores. Não tem nada que recuar o velhinho menu já ficou lá atrás no tempo da carochinha, e quem não se habitua ao novo é porque não precisa do PC para nada e não quer perder 2h a aprender novidades num SO bastante mais funcional e preferem mandar papaias….

            Tens razão e zona e opinar e sempre fui coerente com a minha opinião.

          • Miguel Correia says:

            @Sergio

            Eu não acho que se trate de um “avance e recua”. Porem também não percebo a dificuldade que muitos utilizadores têm em perceber que de botão passou a menu, está lá tudo na mesma. Como tal não vejo mal em a MS pensar “pah se é por causa do botão que há está zaragata toda, não se chateiem que a gente trata disso”. Como já referi versatilidade nunca matou ninguém, mas já se sabe que ao não ter é isto mas se tiver é aquilo, infelizmente a critica vai estar sempre presente porque ninguém é igual, nem ninguém usa um pc da mesma forma.

            Agora na minha mais sincera opinião como utilizador, penso mesmo que o 8.1 foi mesmo um pedido de desculpas da microsoft pela boa ideia do 8.

            Não é que o 8 esteja mau, mas em termos comparativos o 8 é um vista (obviamente não tão mau nem de perto) e o 8.1 é um 7 melhorado em todos os aspetos a meu ver. Mas lá está é a minha opinião e quem não concordar é bem vindo na mesma.

          • Miguel Correia says:

            Aliás por alguma razão pela primeira vez na historia da MS tivemos dois sistemas operativos lançados em tão curto espaço de tempo.

    • Marco says:

      Eu também concordo. Para que é preciso um menu iniciar com um monte de atalhos dentro, quando podemos ter esses atalhos para programas e ficheiros na area de trabalho ou na barra de tarefas á mão de semear?

  10. manuel says:

    Death to mocosoft and apple!!!

    Long live ubuntu and steam and valve and android 😛

  11. tugajogos.pt says:

    Em minha opinião, o caminho que deveria ter sido seguido desde o início…

  12. Sergio J says:

    O caminho é o desaparecer do desktop e não do menu inciar.
    Quando digo desaparecer digo perder significancia como a prompt. São importantes não são o método mais produtivo. Mas as pessoas insistemem usar o ambiente de trabalho. Se não precisam do ambiente de trabalho para que é necessário o o botão iniciar?
    Continuam a achar que vocês dão mais importância a excepção do que a regra

  13. JMCS says:

    Se fosse um “Start Menu” como o do XP é que valia a pena. Ao Vista saltei por cima. No 7 o menu foi inutilizado para ficar numa janelinha tipo ecran de telemóvel. A vantagem que tinha no XP era a facilidade de acesso às opções pelo teclado, no 7 já não ajuda nada. Temos sempre de usar o rato. Quando a Micro$oft tenta melhorar alguma coisa acaba por estragar tudo. Tal como no Word 2013 em que em certas situações o cursor submerge e não volta a emergir recorrendo apenas ao teclado, é preciso usar o rato para o fazer aparecer de novo. Enfim: “porficionais”!

    • Tiago says:

      sim, porque o windows 8 não é mais rápido que o 7 em tudo, e olha que não uso o pc para o facebook. As pessoas criticam o 8 porque é diferente, ponto, não têm paciência para perder duas horas com o sistema. O 7 é o mais estável fruto de anos de updates, o 8 o mais rápido em qualquer computador com menos de 7 anos.

  14. Edgar says:

    Acho o Windows 8.1 espetacular! Habituei me de tal forma que não sinto necessidade do botão iniciar.

  15. António says:

    Outra vez esta temática?!

    Será que este será o primeiro passo para a unificação de SOs que a MS quer implementar?

  16. quffy says:

    O Windows 8(.1) é muito mais fluido, intuitivo e user-friendly que outro SO da microsoft. Usava o xp com um pc fraco de 1gb ram e à mesma era ótimo. Agora tenho um pc personalizado com hardware médio/alto. Ou seja, usei o win7 e win8 com o mesmo pc e houve boas melhorias e quem dizia que se perdia nos jogos estava enganado.

    Do win8 para 8.1 ficou ainda melhor, até já nem noto loading quando passo do ambiente para metro, por antes o wallpaper mudava para outro fundo no metro, agora fica igual, só escurece um pouco. O arranque rápido também é muito bom, só reinicia o pc quando é mesmo necessário com actualizações, porque de resto nunca fica lento. Uso o win8 há 1 ano e agora pus por cima o win 8.1, está com grande performance.
    Pronto já perceberam, só tenho coisas boas a dizer.

    Não acho necessária a reintrodução de um botão fixo e um menu tipo win7 neste win8. Mas se meterem que metam com opção on/off.
    Basta passar com o rato para o lado esquerdo e aceder à metro ou botão windows do teclado, ou alt+tab. Do lado direito tens o painel de controlo, à mesma passando com o rato.

    • Miguel Correia says:

      Exactamente, no que diz respeito a gaming, fiquei parvo. Segundo forums que vi por aí tudo dizia que o windows 8.1 não se aproximava do 7 em performance. Contudo instalei o 8.1 e a verdade é que o 7 ao lado deste é pequenino, muito pequenino. O 8.1 para mim é o melhor OS da Microsoft so far, após anos com o 7 na liderança da minha escolha. Eis que finalmente existe uma opção de escolha maior para quem realmente tira proveito de um computador. Em baixo rendimento o 8.1 não é muito diferente do 7, mas em alto rendimento é genial, fluido, competente e a melhor parte é que não crasha por nada deste mundo.

  17. Miguel Correia says:

    que não erra*

  18. NokTham says:

    opinar/criticar nunca fez mal a ninguém, que eu saiba… já agora, este tipo de criticas já era de esperar, tanto do lado do W7 como do lado do W8, junta-te a nós e opina/critica xD

    • Jeromo says:

      Caro Noktham, você fez um comentário mais acima que me deixou confuso… Como é que um usuário inexperiente “que tem dificuldades com o menu iniciar” pode usar a pesquisa para procurar o programa pelo nome? Se ele é tão inexperiente ele não sabe o nome dos programas, concorda?

  19. Há três opções de menu: o “clássico” no estilo Windows XP, uma versão em duas colunas como no Windows Vista e outra no estilo do Windows 7. E o Classic Shell não esconde completamente a Tela Iniciar do Windows 8: é possível adicionar um atalho para ela no menu, bem como ver uma lista de todos os apps instalados em Todos os Programas / Apps.

  20. Luis Silva says:

    preferia que a Microsoft tivesse feito mais isto:
    dar ao utilizador escolher usar metro ou Menu iniciar, pois assim ficava mais ao gosto de cada um. Agora tirar completamente uma coisa e obrigar as pessoas a usar uma coisa qe não gostam é dar um tiro no pé.
    Uma pessoa bastava ir às opções e ter interface metro ou o clássico com menu iniciar……uma coisa bem simples…..

  21. EacHTimE says:

    Finalmente abriram os olhos

  22. Jose says:

    A maneira como a ModernUI foi forçada no Windows 8 e Windows 8.1 não trás qualquer benefício ao mercado Desktop.

    Eles ainda tentaram enganar os clientes, ao adicionar o Botão Iniciar no Windows 8.1, mas mesmo assim, as vendas estão aquém das expectativas.

    O ModernUI é extremamente limitado, e não faz qualquer sentido num Desktop.

  23. Tomás M. Santos says:

    Como é que a microssoft faz uma aposta tão forte e não consegue resistir algum tempo para que as pessoas se habituem? ridículo, tremem com uma ciobinha qqr! muito fraquinhos cada vez o acho mais. Se a apple se lembrasse de tirar a barra de baixo nunca mais a punha, apostava na nova solução e habituava os utilizadores, agora estes pancrácios andam aqui à deriva com medo de perder o mercado, lamento mas assim é que o perdem num instante

  24. Mike says:

    A MS demorou mais de um ano a perceber o que a Canonical fez logo à primeira: diferentes dispositivos, diferentes interfaces, mesmo SO.

    Antes tarde que nunca, vá lá 😀

  25. n0nnus says:

    Ó Microsoft, o q foste tu fazer?

    O win8 tava tão bem e tinhas q inventar.. Desde que fiz o update para o 8.1 começaram a aparecer bugs q antes não existiam e tudo por causa de um ridiculo botão iniciar..

    Se calhar os smartphones tb convêm deixar os touchscreens e voltarem para os teclados qwertys incorporados.

  26. Rui Bernardo says:

    Boa noite, não quero ser muito mau,mas na loja onde comprei o meu primeiro pc com W8 o dono instalou-me uma coisa chamada “classic start menu” uma coisa é certa…
    O meu W8 tem botão Iniciar,agora se isto é da microsoft ou não já não é comigo…
    Abraço

  27. Gilberto says:

    O menu na forma antiga, é pratico rapido afinal o que e bom é o que é mais eficiente, o resto é balela…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.