PplWare Mobile

Multi – O elevador sem cabos, que se movimenta na horizontal


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Dan Ben says:

    Artigo interessante. Deixo só um reparo: enquanto é verdade que “Elisha Graves Otis criou um sistema de segurança no caso dos cabos rebentarem”, isto deu-se entre 1852 e 1854 e não, como disseram, em 1953.

    Cumprimentos.

  2. Marco Martins says:

    Pedro, dizer que os elevadores não evoluiriam de uma maneira significativa, é uma afirmação de quem não sabe do que fala.
    eu trabalhei em uma empresa de elevadores durante 23 anos e sei do que estou a falar.
    Quanto á noticia,só posso dizer,como o S.Pedro disse,ver para querer.
    Mas se acontecer é uma grande evolução.

  3. Pedro Fernandes says:

    Assim de repente lembrei-me que num dos filmes do harry potter os elevadores do ministério deles andam para os lados desta forma.

    O que lá está, confirma, eles não são feiticeiros, só têm acesso a tecnologia mais recente e como todos sabemos, para quem não é conhecedor, toda a tecnologia desconhecida é magia. 😀

    Agora a sério, isto é mt bom.

  4. Woot! says:

    E se faltar a energia? 🙂 Vão todos ao fundo?

    Outra coisa, se os elevadores conseguem ir para cima, baixo e lados, o que os previne de não virarem ao contrário? Suponho que o que previne seja algo informatizado, logo com falhas.

    Não me parece seguro…têm que provar muito bem que funciona.

  5. Fabio says:

    A tecnologia na “ajuda” à obesidade 🙂

  6. Nuno Vieira says:

    Apenas uma correcção. Não foi Vitrúvio quem inventou o elevador. Ele foi a primeira pessoa a fazer referência ao elevador, mas o elevador mencionado era um invento de Arquimedes e não dele próprio.

  7. Alex says:

    Então a inovação é apanhar transito no elevador?

  8. Tiago Lino says:

    Só deixo uma pergunta para se esclarecida de se possível algo que não estou a perceber como e feito, porque no que toca a electricidade qualquer gerador ou ups consegue garantir o sistema agora no caso de avariar a placa de maglev o que é que acontece?
    Como e que funciona o sistema? o Elevador fica estanque ou cai?

  9. Redin says:

    Não ficará mais económico investirem em passadeiras rolantes? É que isso também se movimenta horizontalmente, ou estarei deveras enganado?
    É só para serem diferentes ou só mesmo para complicar?

    Qualquer dia, a estarmos a tirar mobilidade às pessoas, ainda acabamos como aquela comunidade que vive numa unidade espacial onde nem sequer mexem os bracinhos e depois ficam “gordinhos”?, doentes cardiacos? Lembram-se do filme “Wallie”? É esta imagem que estou a querer passar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.