PplWare Mobile

Imposto Único de Circulação: Já sabe quanto vai pagar em 2018?


Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

33 Respostas

  1. int3 says:

    E mota com 300cc do ano passado? supostamente pago 7.22€ mas como fica abaixo dos 10 fico isento.
    confirma-se?

    • Narciso Miranda says:

      Até 10€ está isento este ano também….
      Ando a ponderar comprar uma para as idas para o trabalho

      • int3 says:

        eu comprei mesmo no fim do ano passado. Pelas minhas contas poupo em € e em tempo apesar de fazer as revisões mais vezes (4000 em 4000 versus 30000 em 30000 no carro). Ao fim de 30k km são 7 revisões (700€ em média). mas tmb pago prai 300 euros em manutenção e mais pneus etc. e as peças para o carro não são baratas…

    • Diamantino says:

      Mas não te esqueças de ir às Finanças pedir o comprovativo do imposto de não fica lá registrado.como não pago depois logo se vê no que vai dar

  2. jaugsuot says:

    Pois … desviam fundos comunitários das regiões mais pobres para Lx e arredores e o resto ficam a ver navios com promessas de coisa nenhuma logo sem carro próprio como vou trabalhar, ao medico, á escola, ás compras aos serviços municipais e centrais etc ? O carro é um luxo ao que parece, sempre abrir com impostos gasoleo iu portagens etc etc …

  3. PopeY says:

    A julgar pelo Excelente estado das nossas estradas…

    … Acho que ainda têm que me devolver dinheiro.

  4. Bruno Jacob says:

    Não tenho a certeza mas em cima disso ainda falta 10€ de taxa especial (na categoria B)

    • Bruno Jacob says:

      No ano passado 176€ e agora está a dar me 168€, por isso ou falta a taxa especial, ou acabaram com a taxa especial e acaba por ser mais barato este ano o IUC.

  5. Jose Baptista says:

    Boa informação. Muchas gracias!!
    Bom ano para toda a equipa.

  6. José Carlos da Silva says:

    Felizmente temos dos carros mais baratos da Europa, à saída da fábrica.
    Num país em que 40% do valor final na compra de um carro novo são impostos, ie., dinheiro directo para o lixo, isso não basta. Ainda pagamos portagens, IUC todos os anos (que vai aumentando), pontes, estacionamentos. Pagamos IVA sobre tudo e tributações múltiplas sobre tudo e mais alguma coisa.

    Pagamos e continuamos a pagar alegremente porque, felizmente, vemos melhorias contínuas em tudo. Nas estradas, na iluminação pública, no escoamento de águas, na protecção e prevenção. Em tudo. Saúde, ensino, cultura, tudo. Ah, espera…

  7. Luiz says:

    Como é que um carro de Janeiro de 2007 paga 21,26€ e um de julho paga 100 e tal. Felizmente o meu é o primeiro já que tem 1248cc e é a Gasóleo. já está pago para este ano. agora é esperar que não avarie para não ter de comprar mais novo é pagar o imposto sucata(Sócrates) pior político de sempre a juntar aos outros todos

  8. jorge machado says:

    tanto alarido com o imposto eu paguei mais 16 centimos no dia 3 janeiro

  9. says:

    Em resumo: Quanto mais recente, mais seguro, com menores consumos e emissões, mais paga. E os petroleiros com mais de 20 anos a cair de podres não pagam quase nada. Sou só eu que acha que devia ser ao contrário?

    • Alex Webster says:

      Sim, porque toda a gente tem dinheiro para andar a trocar de carro, por um mais novo, para ver se paga menos imposto…

      Se tens um carro “novo”, então quer dizer que tens “posses”, por isso pagas mais, tal e qual como se passa com o IMI.

      • António Fagundes says:

        Então e quem não tem posses, simplesmente já andava com carro velho há 30 anos até que teve de trocar por algo em segunda mão mas depois de 2012?
        Não podes generalizar.

    • mykos says:

      Segundo li, a partir de 30 de Junho de 2007 a lei mudou e houve uma redução IA (imposto automóvel, chamado agora ISV) no momento de aquisição, para depois haver um pagamento maior e faseado durante a vida útil do carro, e ao mesmo tempo usar o valor de emissões de CO2 na fórmula de cálculo, penalizando os mais poluidores. e por isso, a partir dessa data há essa diferença de valores .

    • Mike says:

      Pois. E os vinte e tal anos que andámos a pagar e bem, não contam para nada, pois…

  10. nice says:

    isto é só rir

  11. Ricardo says:

    Quando temos uma máquina Governativa (estes e todos os outros que lá passaram) que só vive dos impostos, está tudo dito… continuem a injetar nos bancos nas PP’s nas fundações, na Edp, nos partidos e em todas as outras que havemos de descobrir porque o rol é grande demais para a economia do nosso país… Tenham vergonha, trabalhem em prol do povo que foi para isso que foram eleitos.

  12. Ricardo says:

    600 euros. Ainda bem que é só uma vez por ano. Roubem nos mais.

    • Mário says:

      Se tens de pagar isso é porque podes, logo pagas hahaha

      • Ricardo says:

        Não deixa de ser um roubo na mesma. Pagamos taxas para tudo, somos escravos do sistema. Que tenho eu culpa de ganhar bem e ter um bom carro? Porque tenho que pagar a terceiros por isso?

        • int3 says:

          meu caro, é assim que a sociedade funciona. para a sociedade funcionar precisa de contribuintes. sem dinheiro de impostos tudo deixava de funcionar. ninguém pagava serviços públicos, ninguém pagava polícias, INEMs, bombeiros, militares, segurança social, fundo de desemprego, reformas, incentivos ao investimento e emprego, tanta outras coisas que faz melhorar a nossa vida.
          tu ao pagares que seja 40% em impostos (IVAs, SS, IRS, ISP, ISV ,etc) do teu rendimento estás a contribuir bem mais do que tu pensas. Não há sociedade que vive sem impostos. simplesmente não pode existir. E as que existem com baixos impostos são cidades-estado muito pequenos que vivem de empresas externas.

  13. Filipe says:

    Obrigado mas as finanças já me fizeram questão de enviar o e-mail com 255€ de IUC para pagar.

  14. TugAzeiteiro says:

    1º Temos os carros Novos mais caros da Europa;
    2º Temos dupla tributação com ISV e o IVA sobre tudo (que a UE já considerou ilegal);
    3º Pagamos todos os anos IUC… que não é assim tão barato quanto isso, a não ser que se compre apenas <1.6cc
    4º Temos os carros Usados mais caros da Europa;
    5º Somos uns dos países da UE que mais taxas paga sobre os combustíveis… ficando assim como um dos mais caros.
    Em suma… ter um carro mesmo que 1.0cc em Portugal é um Luxo!!

  15. Sergio says:

    Continuo sem perceber o que acontece à minha kawasaki 249cc de 97.. nunca paguei IUC provavelmente deve continuar..

  16. Andre says:

    Tenho um carro de 1996 que foi importado em 2008, e na altura, o azeiteiro que o importou tinha alta panela de escapes e aquilo acusou maior CO2 na importação, mal o comprei, retirei e meti original, fui ver e entra no escalão abaixo (paguei em Dezembro ~260€), sabem se é possivel fazer uma nova “leitura de CO2” de forma a baixar o IUC?

  17. Jorge Clemente says:

    Então não temos que financiar os partidos politicos nossos defensores,e não temos que pagar os almoços a alguns politicos ,no valor identicos ao que recebem ao fim do mês a grande maioria dos portugueses.Os defensores da #democracia*,portas,perestrelo e companhia,não merecem os nomes com letra grande,porque na minha terra, Abrantes,não valem um colhão dum porco ,são um grupo de chulos do nosso triste Portugal.Meu rico 25 ABRIL ao qual tive a honra de participar,e estamos entregues aos bichos,vigaristas,ladrões,corruptos e outros malandros,meu pobre PORTUGAL.

  18. Pedro says:

    No nosso Portugal, há um lote chorudo de formiguinhas a trabalhar para sustentar um pequeno lote de zangões glutões e chulos, o povo gosta , desde que tenha dinheiro para o café e tabaco esta tudo bem.
    Pais de chulos e ladrões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.