Quantcast
PplWare Mobile

IRS: Obtenha aqui as tabelas de retenção na fonte para 2022

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Sagedaces says:

    Que grande vigarice, metem com uma mão, tiram com a outra, cambada!

    • Reis says:

      Concordo plenamente. Mas tem noção que neste caso as pessoas vão ficar com mais dinheiro no final do mês, certo?

      • Luís Costa says:

        Vão ficar onde? Vai lá fazer os cálculos depois volta cá

        • Reis says:

          Então se em 2021 um ordenado de 754€ desconta 8% (60,30€) e em 2022 vai descontar 6,3% (47,50€), não vai ficar com mais dinheiro? Em 2021 fica com 610,74€ e em 2022 ficará com 623,56€ (já com desconto da Seg. Social de 11%).

          Penso que as minhas contas estejam corretas. Embora possa estar enganado.

          • Luís Costa says:

            Agora conta com a inflação e todos os outros produtos que vão aumentar a conta disso.. até diria que o que disseste é meio verdade

          • Molete says:

            Somando depois o aumento de praticamente tudo – até o simples pão – no fim é provável ficar a perder em relação aos anos anteriores. Não fiz contas também… Mas..

          • Sagedaces says:

            não fez a conta corretamente, antes de isso, acrescente o aumento de 0,9 que o estado vai “dar”, logo calcule novamente a taxa onde será incerido e verifiquem verá que vai ficar surpreendido REIS.

          • Reis says:

            Aqui estamos a falar apenas de rendimentos, não estamos a fazer de despesas. Isso é outra conversa. A inflação existe e vai ser mais elevada quando comparada com a dos últimos anos. No entanto, o que eu queria dizer, claramente “ficar com mais dinheiro” não foi o mais correto, é que o rendimento vai aumentar.

  2. Tiago Silva says:

    O mais engraçado é que uma pessoa que ganhe 710€ e uma pessoa que ganhe 754€ vai acabar por ficar quase com o mesmo valor na carteira ao final do mes. Só que uma, a dos 710€, não desconta e a dos 754€ desconta (e bem, num valor de 47,5€). Agora ficamos a pensar, vale a pensa ser aumentado para fazer descontos, no qual ninguem nos garante que daqui a 40 anos teremos reformas? xD

  3. Mamba says:

    Agora não se esqueçam de votar outra vez no Costa em Janeiro..

    Tuga: vota sempre nos mesmos
    Also tuga: ‘ah e tal é sempre os mesmos, só a roubar’

    Facepalm

    • Adeus says:

      O Costa é o menos corrupto. Por isso é votar nele novamente.

      • Zé Fonseca A. says:

        Continuem a votar no socialismo, quando formos todos pés rapados e o país não tiver serviços publicos não se queixem.
        Por aqui levam-me 50% do ordenado todos os meses e os serviços publicos são tão maus que naqueles que é possivel sou obrigado a recorrer a privados para tudo.

      • Test User says:

        Memoria tão curta
        ->Azeredo Lopes no caso Tancos
        ->Artur Neves e o negócio das golas antifumo
        ->Galpgate envolve três secretários de Estado
        etc

        Se é ser menos corrupto………………………

    • Gato por Lebre says:

      Queres o que?
      Que votemos num Partido que apenas diz mal e que quando lhe é pedido para apresentar soluções nunca o faz?

  4. jc says:

    O pior do IRS é a lógica dele e… quanto mais se ganha menos recebe em relação ao ordenado mínimo.
    Aqui vai um exemplo:
    Renum. Bruta Mensal – 705€ Ordenado mínimo recebe com descontos – 627,45€
    Renum. Bruta Mensal – 710€ Ordenado Bruto recebe com descontos – 631,90€
    Renum. Bruta Mensal – 720€ Ordenado Bruto recebe com descontos – 627,80€
    Renum. Bruta Mensal – 720€ Ordenado Bruto recebe com descontos – 625,30€
    Renum. Bruta Mensal – 720€ Ordenado Bruto recebe com descontos – 620,00€

    • Paulo Martins says:

      Isto é a estupidez de como as nossas tabelas de IRS são calculadas, és aumentado e recebes menos dinheiro no final do mês… Honestamente não percebo como é que nunca ninguém corrigiu isto.

    • jc says:

      Enganei-me a seguir aos 720€ no quarto eram 740€ e no quinto era 750€
      era 705
      710
      720
      740
      750
      Favor retificar

      • Zé Fonseca A. says:

        No final do ano no IRS as contas são diferentes, enquanto as pessoas que descontaram podem vir a receber, as outras podem não receber nada ou até ter de pagar.

    • Luís Costa says:

      Eu ainda fui ver a tabela e fazer os cálculos.. quem recebe 750€ brutos vai acabar por levar menos líquido para casa do que quem recebe o ordenado mínimo.. isto é sequer legar nesta republica das bananas? Estou parvo com isto

  5. jc says:

    Enganei-me a seguir aos 720€ no quarto eram 740€ e no quinto era 750€
    Favor retificar

  6. david says:

    no tempo do Passos Coelho ate nas reformas mais baixas tiraram 10 eur..
    Costa sempre!!

    • Gato por Lebre says:

      O dinheiro que o Costa andou a oferecer no inicio do mandato, deves pensar que veio de onde?

    • José says:

      Falta sempre o detalhe de que nos encontrávamos na pré-bancarrota- “oferta” socialista e, sob resgate internacional. Detalhes, mas que “lixam” sempre essa sua lógica. Olhe que eu estou hoje a receber menos e aumento de ordenado em 20 anos tive apenas duas vezes: a “loucura” de 0,7% em dois anos. Ah, já me esquecia, nós agora no Ocidente e sobretudo no rico Portugal, temos de empobrecer – ouvi eu em conferências dirigidas por especialistas que seguem determinadas agendas políticas, até na Ciencia – vá lá saver-se o porquê.

      • Zé Fonseca A. says:

        Não percebo porque as pessoas assim se mantêm nos empregos.
        Por aqui todos os anos recebo no minimo 500€ de aumento, no ano que isso não acontecer apresento carta.
        Retenção é chave, sem retenção de pessoas que façam a diferença as empresas não valem nada.
        Voces devem ser daqueles que agradecem a oportunidade, por aqui nunca agradeci nada a nenhuma empresa, mas sempre exigi que me agradecessem a mim pelo meu trabalho, dedicação e empenho.

    • Test User says:

      Sócrates teve preocupação com pobres quando aumentou IVA de 20 para 23 %
      Faz calculo 3% sobre uma reforma.

      Costa baixou ?

  7. Mangostão says:

    LOL. Deve ser, deve

  8. Tiago says:

    Os ilusinistas fiscais é isto que fazem com as tabelas de IRS e o mais grave é que fazem nas pessoas economicamente mais desfavorecidas com poucos conhecimentos em que o importante é tentarem sobreviver até ao fim de cada mês ! agora dão 4% mas depois no cálculo do rendimento com a declaração IRS vão cobrar 7% no mínimo ! Comprovei no ano transato no preenchimento de declarações irs.

  9. AE says:

    O problema está nos escalões esses já há muito que deveriam ter sido mexidos, pois estão demasiado aproximados e faz com que aconteça essas tretas basta fazermos mais um pouco e pimba é-se mais penalizado que o escalão abaixo, isto não faz sentido nenhum.

  10. jc says:

    O pior do IRS é a lógica dele e… Descontando 11% para a SSocial + o x % do IRS o lìquido fica assim:
    Renum. Bruta Mensal – 705€ Ordenado mínimo recebe com descontos – 627,45€
    Renum. Bruta Mensal – 710€ Ordenado Bruto recebe com descontos – 631,90€
    Renum. Bruta Mensal – 720€ Ordenado Bruto recebe com descontos – 627,80€
    Renum. Bruta Mensal – 740€ Ordenado Bruto recebe com descontos – 625,30€
    Renum. Bruta Mensal – 750€ Ordenado Bruto recebe com descontos – 620,00€

    Ou seja quanto mais se ganha menos recebe em relação ao ordenado mínimo.

  11. Coppola says:

    No entanto quem ganha o salário mínimo ficará com 627,45 acima de si. Embora você ganhe 754, quem ganha o mínimo 705, ficará com mais 4 euros, sem contar com os apoios próprios de quem ganha o mínimo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.