Quantcast
PplWare Mobile

iPhone vs Android – Qual tem o browser mais rápido?

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Simões


    • Paulo says:

      Meus amigos, será este estudo é mesmo válido? Poderemos ignorar as vozes que o consideram inválido?

      Como explicam que a PC World tenha dito exactamente o contrário no passado dia 25 de Fevereiro?:
      http://www.pcworld.com/article/220788/study_apples_mobile_browser_is_fastest.html

      Por último gostaria de chamar à atenção do editor da PPLWARE para o que me parece uma contradição neste seu artigo ou na sua tradução do texto original:
      “…Os resultados foram conclusivos e demonstraram que a Google está muito à frente da Apple no que toca ao browser que acompanha o seu sistema operativo móvel. Apenas em 16% dos sites visitados a Safari consegui um resultado inferior ao browser do Android” Quer isto dizer que o Safari foi mais rápido em 84% dos casos? Ou percebi mal?

  1. jorge says:

    não liguem, pois a apple vem já com o marketing e ainda oferece uma capa nova, lol

    fora brincadeiras.. tenho um android, dos simples, um LG GW620 com o firmware 2.2 froyo, e um da TMN o softstone com 2.1
    apesar de menso rapidos, são excelentes telemoveis e consegue-se quase tudo..
    E o meu já velhinho Bluebelt com o seu WM6.1 tambem tem sido excelente..
    Imagino sim um topo de gama, deve ser uma delicia.. seja apple ou android ou WM7, etc
    Por isso, tudo se equivale.. e depende muito de quem os usa..

  2. JoseM says:

    … o Bada da Samsung 🙂

  3. Observador says:

    Ao menos que não sejam aldrabões e realizem testes que assim possam ser chamados.

    http://www.appleinsider.com/articles/11/03/17/android_vs_iphone_web_page_loading_speed_contest_flawed.html

    • Vítor M. says:

      ÓO claro e se isso foi dito pelo site appleinsider é verdade e não se discute… eles até não são nada tendenciosos 😉

      Lembras-te do Scolari dizer “e burro sou eu?” 😀

    • Cláudio Esperança says:

      Sinceramente não considero que tenha existido aldrabice, mesmo porque tanto o android como o ios foram testados em igualdade de circunstâncias ou seja, para ambos foi desenvolvida uma aplicação dedicada que utiliza um componente do core de cada um dos sistemas que permite carregar/interpretar páginas Web dentro das aplicações.

      O que acontece é que no Android este componente tem exactamente as mesmas optimizações que no browser nativo do sistema, algo que não acontece no iOS onde a Apple decidiu que o seu browser deveria ter uma vantagem competitiva em relação às aplicações desenvolvidas por terceiros (nomeadamente as web apps), utilizando um motor diferente que reduz a velocidade de renderização e que não disponibiliza funcionalidades como web cache ou execução de pedidos de forma assíncrona.

      Assim a Apple é vitima das suas próprias decisões, sendo que, a meu ver, não faz sentido que tenhamos um sistema onde existem aplicações privilegiadas face a outras que não têm acesso aos mesmos recursos.

      • Ppietra says:

        Tb não creio que tenha sido intencional! Mas não deixa de ser uma falha na metodologia, que não permite tirar as conclusões que têm sido publicitadas em virtude do estudo – comparando os browsers! As conclusões só são válidas para comparar a navegação embutida dentro de outra aplicação!

        • Cláudio Esperança says:

          @Ppietra:

          Pessoalmente penso que o erro não está na metodologia (porque como referi, os sistemas estão em igualdade de circunstâncias) mas sim da generalização que se fez para os browsers. Como disseste, estas conclusões são válidas apenas quando falamos no contexto de aplicações com navegação embutida, no entanto compreendo que se tenha feito a extrapolação para os browsers nativos de cada um dos sistemas pela sua relação directa. A falha aqui penso que esteja diferenciação foi feita pela Apple entre as suas aplicações e as “dos outros”. Os autores do estudo limitaram-se a assumir que o sistema era justo e que esta diferenciação não existia…

          • Ppietra says:

            Os sistemas não estão em igualdade de circunstâncias, pois as aplicações têm diferenças inerentes e diferentes graus de optimização face aos browsers.
            Se o objectivo do estudo era comparar os browsers (e é bem evidente que era esse o objectivo), o método falha logo ao não usarem os browsers, ou então ao não realizarem ensaios para estudar o erro do método face aos browsers.
            Para não haver erro de metodologia (segundo a tua perspectiva) é preciso alterar o objectivo do estudo… ora isso significa um estudo e conclusões diferentes.

            Mas como já disse, o Android até pode ser mais rápido em vários testes, e o iOS noutros, mas este teste em particular não diz nada sobre os browsers

      • pfbatista says:

        @Claudio.

        Isso é uma técnica engraçada…

        é uma forma de “viciar” e fidelizar, sem opção de escolha, o cliente apple… é cliente apple, por causa do equipamento, e tem de ser só apple porque se quiser navegar de forma decente (num aparelho que é pago a peso de ouro)tem de utilizar o browser embutido.

        • Cláudio Esperança says:

          @pfbatista:

          Concordo contigo, mesmo porque esta diferenciação entre o que é Apple e o que não é, é algo que não só é injusto para os consumidores como para os consumidores, pois acabam por ter um sistema que não é tão rápido como poderia ser.

          A leitura que faço deste estudo é que, uma aplicação web com um cliente iOS versus cliente Android, o cliente android será na maioria dos casos mais rápido, o que dá uma vantagem competitiva a este último.

          Existem várias teorias para esta abordagem da Apple, desde ser um bug, a estar relacionado com questões de segurança, ao facto de no caso das webapps a Apple perder a capacidade de controlar como a aplicação está desenhada (uma vez que está é mais independente do sistema), etc. Para mim no entanto isto são apenas suposições que poderão ter mais ou menos fundamento. No entanto o importante é que neste momento, e no que diz respeito a esta questão, o android tem uma vantagem competitiva…

  4. Rui "ALL" Sousa says:

    A Apple ficou mm mal a dizer “a diferença e so de 1 segundo, n é relevante”

    Trabalhem mas é p fazer melhor q o Android pois se pagamos bem por um tlm, eles tem obrigação de trabalhar p bater a concorrência.

    • Vítor M. says:

      Muito bem, faço minhas as tuas palavras.

    • Francisco says:

      Se a Apple tivesse dito isso!!! Mas não foi bem isso que disseram.! O que a Apple disse:

      Apple’s official response was that Apple

      Primeiro,

      “regards the tests as flawed because Blaze used its own proprietary application that doesn’t take advantage of Apple Safari browser’s Web-performance optimization”

      Segundo,
      Lastly, Kerris also noted that

      “Despite this fundamental testing flaw they still only found an average of a second difference in loading Web pages”.

      o que apple disse é que o teste tinha uma falha..! Não tirava partido da optimização introduzida no safari. e que apesar disso só era mais lento 1 segundo ou dois. e sublinho apesar disso. o que é bem difrente do que disseste!

      • TM says:

        No entanto basta passar no youtube para ver que testes realizados de i4 vs android 2.3 o android vence sempre! :/

        E mais triste ainda i4 vs andoid 2.2 o segundo nem sempre fica atrás!

      • Rui "ALL" Sousa says:

        N gostei do facto de a Apple ter desvalorizado o teste, só isso…

        Tal como na antennagate demonstraram que os outros tlms tb tinham o mm problema (verdade ou mentira), demonstrem que na realidade o Safari mobile é melhor q o Chrome mobile (se na realidade o for…)

        Agora dizer que 1s é pouco qd a media é de 2/3 segundos lol
        Acredito que o teste posso n ser 100% credível ou realizado por os parâmetros desejados mas a verdade é q nos vídeos q vemos no YT grande parte dos casos o Chrome “fica por cima”

  5. Francisco says:

    Olhem neste http://www.pcworld.com/article/222418/android_web_browser_faster_than_iphone_or_is_it.html o iphone é mais rápido!!!

    E segundo consta este teste está errado!!! Por o simples facto que as app ainda não conseguem tirar partido dos melhoramentos do ios 4.3 entre eles o nitro javascript.
    http://www.appleinsider.com/articles/11/03/17/android_vs_iphone_web_page_loading_speed_contest_flawed.html

  6. Observador says:

    Fica-vos muito mal afirmações gratuitas e falsas destas.
    “este teste demonstrou que o browser que a Google colocou no seu Android consegue ser mais rápido e dar uma melhor experiência de utilização a todos os que o usam.”

    • Vítor M. says:

      É a tua opinião. Eu acho que nos fica bem ter apreciações racionais e verdadeiras, não vale a pena escamotear a verdade, mesmo que para alguns seja aborrecido ler as verdades.

      • Francisco says:

        Eu também acho se publicassem outros testes que dizem o contrario!! isso sim era ser isento, racional e verdadeiro!!!

      • Observador says:

        A verdade seria se tivessem sido correctos.
        Desta forma é falsear resultados.

        • TM says:

          No entanto basta passar no youtube para ver que testes realizados de i4 vs android 2.3 o android vence sempre! :/E mais triste ainda i4 vs andoid 2.2 o segundo nem sempre fica atrás!

        • Vítor M. says:

          Observador, lê o artigo, assim além de incongruências, evitavas a falta de verdade.

          • Observador says:

            ????

            Incongruência escreveram vocês.
            Tais como
            “Apesar de todos os argumentos utilizados quer de uma parte, quer da outra, este teste demonstrou que o browser que a Google colocou no seu Android consegue ser mais rápido e dar uma melhor experiência de utilização a todos os que o usam.”

            Não tem NENHUM fundamento em que basear esta vossa afirmação

          • Vítor M. says:

            Bem pelo contrário, os testes e eu concordo plenamente com eles, mostram que o Safari não é o mais rápido. Mesmo que existam alguns problemas pois nenhum teste será aceite pelas partes, nenhum, pelas diferenças normais de estrutura, no dia a dia noto que o Android, e neste caso utilizo o Acer Liquid Metal, é mais rápido a carregar as páginas.

            Pela utilização, pela minha experiência te digo que se nota essa diferença.

            Experimenta e verás que é verdade. Deixando algum “clubismo” de lado verás que é verdade.

          • Ppietra says:

            @ Vitor M.
            Mas se o teste não usa o Safari, como é que se pode tirar essa conclusão?
            Se não tem comparação com o Safari, dadas as limitações do software que usa, como é que é sequer possível extrapolar alguma coisa. E por último, se quem fez o teste já veio dizer que realmente não está bem, porquê defender assim os resultados.

            Eu até aceito que haja sites onde o Android seja mais rápido, haverá outras em que o Safari será mais rápido, mas que se façam os estudos como deve ser!

          • Vítor M. says:

            Ppietra não usa o Safari, usa a essência do safari, aquilo que de facto faz a diferença para o utilizador.

            E eu não disse, nem eles, que é em todos, eles disseram e eu concordo (por experiência) que é maioritariamente melhor no Android.

            Essas são as conclusões que se têm de tirar e são as reais. É por isso que o artigo tem valor e é por isso que o fizemos baseado num estudo concreto e não numa suposição.

          • Ppietra says:

            @ Vitor
            Essência do Safari? O Safari tem um motor de Javascript diferente, o Safari tem optimizações como aplicação diferentes… lá por haver pontos comuns não significa que são a mesma coisa e que têm a mesma velocidade!
            Eu por exemplo, posso pôr o mesmo motor em carros diferentes e estou certo que vão se comportar de forma diferente, pois o motor não é o único factor que influência a rapidez dum carro.

      • Ppietra says:

        Quem fez o estudo já recuou nas conclusões e concordou que houve realmente limitações!
        http://news.cnet.com/8301-30685_3-20044325-264.html?tag=topStories2
        O estudo fica logo ferido de morte ao usarem uma outra aplicação em vez do browser – e levaram ao engano, pois foi preciso alguém ler a metodologia para perceber que não testaram o browser!

        A isto adiciona-se o facto de existirem outros estudos que já mostram o contrário.
        Aliás algumas publicações estranharam estes resultados, pois eram diferentes da experiência que tinham.
        http://www.slashgear.com/android-loading-websites-faster-than-iphone-report-debunked-17140681/

      • Pedro says:

        Então, da velocidade do browser pode-se concluir que ele dá uma melhor experiência de utilização? Não há nada de racional e verdadeiro nessa afirmação. Muito menos este artigo esta a escamotear a verdade. A pilha de testes que se encontra na internet e a resposta da Apple são suficientes para que se tenha mais cuidado com estas afirmações radicais e absolutas. Este artigo é sensacionalista e representa desinformação para quem o lê com menos atenção.

        • pfbatista says:

          Há fanáticos de todas as cores… e neste artigo ve-se aquele que não consegue ver mais além do que a sua própria cor, é triste!

          PorquÊ que o fanboy tem de procurar outra noticia contraditória a esta e diz que esta é que é a falsa?!

          às vezes até podemos dizer que a unica falsidade é eles terem nascido para importunar o comum sociavel e racional 😀

          Se entramos por esses campos… uns dizem que isto é verdadeiro… outros vêm dizer que há um artigo que diz que este artigo é falso… e outro que diz que o artigo que contradiz este artigo é que é falso.

          Cresçam caramba!!! Até parece que o Iphone é a melhor coisa do mundo.

          • pfbatista says:

            Só para rematar… de certeza que não são capazes de defender alguem da vossa familia conforme defendem o iphone…

          • Ppietra says:

            Quem fez os testes já veio dizer que realmente existe uma falha na metodologia, o que não permite tirar conclusões. Eles não usaram o Safari para realizar os testes, e a aplicação usada não tem as optimizações que a Apple introduz no Safari
            http://news.cnet.com/8301-30685_3-20044325-264.html#ixzz1GwjmywpD

          • Vítor M. says:

            ppietra isso não é verdade e deixo-te a conclusão deles mais recente:

            We see this is a bad interpretation of our results. First and foremost, our tests were run over networks and conditions more favorable than the average user browsing on his mobile device. Second, on many sites the gap was greater in absolute terms (for example, on wsj.com we saw a 5-10 second gap). The median gap was only one second, thanks in part to the great network conditions.

          • Ppietra says:

            @ Vitor
            Não é verdade? Vais contrariar um declaração da empresa?
            “Blaze backed away from its conclusion in light of the new data. Chief Technology Officer Guy Podjarny told CNET in a statement:
            This test leveraged the embedded browser which is the only available option for iPhone applications. Blaze was under the assumption that Apple would apply the same updates to their embedded browser as they would their regular browser. If this is not the case and according to Apple’s response, it’s certainly possible the embedded browser might produce different results. If Apple decides to apply their optimizations across their embedded browser as well, then we would be more than willing to create a new report with the new performance results.”

            Read more: http://news.cnet.com/8301-30685_3-20044325-264.html#ixzz1GxSn0HYD

          • Vítor M. says:

            Desculpa lá, vai à fonte sff, ou só usas artigos de terceiros, olha aqui:

            http://www.blaze.io/business/embeded-browser-vs-native-browser/

          • Ppietra says:

            @ Vitor
            não entendo a tua objecção! É uma declaração feita a um jornalista, por isso tem toda a validade.
            Para além disso o link que providencias até vem confirmar aquilo que disse, ao reconhecerem que há várias diferenças ao nível de optimização, diferenças essas que eles desconheciam e que muito provavelmente tornam o Safari mais rápido.
            Chegam ao ponto de mudar a ênfase do estudo para o browser embutido numa aplicação, em vez do próprio browser. Coisa que era pouco clara, pois estava enterrada na metodologia.

          • Vítor M. says:

            Ppietra… tem claro que tem, mas está truncada. No site vem mais informação do que aquela que o jornalista publicou.

            Essa é a minha objecção em relação ao que aparece em vários locais que estão, supostamente, a defender o browser da Apple suportando-se no argumento falacioso que o Steve Jobs lançou.

          • Ppietra says:

            @ Vitor
            truncada?
            Mas será que leste? Aquilo foi uma resposta a um jornalista, não é algo retirado do site deles.

      • Francisco says:

        Nesse Pressuposto e sabendo o que se sabe já à algum tempo como
        é que chegaram a esta conclusão?
        ‘Apesar de todos os argumentos utilizados quer de uma parte, quer da outra, este teste demonstrou que o browser que a Google colocou no seu Android consegue ser mais rápido e dar uma melhor experiência de utilização a todos os que o usam.’

        Visto a Blaze não ter usado nem o safari nem o browser do Android mas sim um app feita por eles que não tira partido das optimizações do safari!!!

        • Vítor M. says:

          Atenção, não é nada disso, eles usaram um UIWebView para ambos os browsers.

          Pesquisa sobre isso para saberes do que se trata.

          • Ppietra says:

            “Atenção, não é nada disso, eles usaram um UIWebView para ambos os browsers.”
            E a tecnologia é a mesma nos dois lados? e com as mesmas optimizações que existem ao nível do browser.
            Se falam em comparar browsers, mas depois não usam os browsers, nem fazem estudos controlo para poderem saber qual é a possível extrapolação para os verdadeiros browsers, como é que se pode dizer alguma coisa dos resultados

          • Vítor M. says:

            não usam os browsers??? Não entendo mesmo.

            O importante é a utilização do exercício de navegar, de usar o browser para chegar ao seu objectivo. O mais importante num browser é o meu motor e o seu suporte a tecnologias e aquilo que tu queres, como qualquer utilizador, é ter um browser rápido e na verdade o que se concluiu é que a experiencia de utilização é favorável ao browser do Android.

            Eu dou-te como exemplo, o Safari carrega a página do pplware.com de forma vergonhosa, já o Android apresenta aquilo perfeito e o que me interessa a mim como utilizador é a experiência de navegação.

            Sejam racionais e esqueçam a clubite aguda sff.

          • a Friend® says:

            @Vitor M

            “Eu dou-te como exemplo, o Safari carrega a página do pplware.com de forma vergonhosa, já o Android apresenta aquilo perfeito e o que me interessa a mim como utilizador é a experiência de navegação.”

            Em tempos vi-te dizer uma coisa completamente oposta a essa.. alias, gabavas imenso a forma como o Safari abria o pplware….que dizias ser perfeita.

            Essa conversa surgiu numa altura quando te perguntei porque não implementavam um plugin para o pplware em dispositivos móveis…na altura até tinhas o 3GS e penso que essa conversa voltou a surgir quando apareceu o Opera para o iPhone…que nos decepcionou a todos…

          • Vítor M. says:

            a Friend® não é verdade, se bem te lembras chegamos a falar da interpretação do Safari que colocava sempre o scroll horizontal no site, lembras-te? Nessa altura falei que no iPhone nunca aparecia centrado, ao contrario do browser do Android (na altura dessa conversa estava a usar o Galaxy S).

            Inclusive tu próprio disseste que sempre aparecia descentrado no Mac, verdade?

            Em termos de usabilidade, disse e afirmo que o pitch/zoom é muito bom, o melhor mesmo mas que em termos de “apresentação” e carregamento o Safari não era de todo o melhor.

            Lembro-me inclusive de, há uns tempos, de ter dito que o mais rápido até hoje ter sido o browser do Windows Phone 7. Aliás, deixei isso bem patente quando fiz a apresentação do Omnia 7.

            Quanto à conversa sobre a “perfeição do Safari” na altura do Opera… está na cara, o Opera, que era a comparação, é um aborto para o iOS. Nada tem a ver com a comparação entre o browser Android e iOS. Não mistures os assuntos, para não confundir. Tenho presente uma linha bem expressiva de opinião, não faço desvios à conveniência.

            Esta é a verdade.

          • a Friend® says:

            Sim mas o erro de formatação do Safari não está no browser, está mesmo no próprio pplware…

            Acontece-me o mesmo no browser do computador. Continua-me a aparecer a barra de deslocação, seja em Safari, Chrome ou Firefox.

            E quando ao teres dito que gostavas do Safari, não foi só em comparação com o Opera. Muito dessa conversa até tinha vindo de antes.

            O Safari em apresentação de páginas é de facto perfeito. Basta verem os resultados do ACID3 que falam por ele mesmo. (100/100)

            Agora se disseres que os loads não eram os melhores.. sim é um facto.. mas nas versões iOS 4.1 para trás.

            Na 4.2 melhorou, na 4.3 está bem rápido…e na próxima versão que deverá sair a meio deste ano melhor ainda, já que a nova tecnologia (já usada no Safari 5.1 beta do Lion) vai dar um boost enorme.

          • Vítor M. says:

            a Friend® desculpa lá mas não é nada em todos. Estou neste preciso momento no Chrome e não aparece. Depois o mesmo não acontece no browser do Android.

          • Ppietra says:

            Qualquer pessoa sabe que muitas vezes são necessárias optimizações nos sites para poderem correr bem em qualquer browser. Não é novidade nenhuma e em parte explica que haja casos em que um browser abre mais rapidamente um site enquanto que noutro site já é mais lento!

          • a Friend® says:

            Garanto-te que há um erro de formatação de páginas no pplware.

            Não encontras no teu computador porque possivelmente estas a usar a janela toda redimensionada para as dimensões do teu portátil.. mas se começares a “encolher” um pouco a janela aparece logo a barra de deslocação.

            Repara até no teu artigo do pplware, o próprio IE9 a fazer o mesmo:

            https://pplware.sapo.pt/informacao/ie-9-foi-descarregado-2-3-milhoes-de-vezes-em-24-horas/

            O facto de isso não aparecer no Android não significa que ele esteja a abrir bem.. pelo contrário, significa que não está a assumir as dimensões de certas tags que deveria assumir…

  7. K says:

    Falar é fácil.
    Se em vez de criticar os resultados dos outros por motivo X e Y, porque é que em vez de falar e apontar, não desenvolvem um teste vosso “à prova de bala” que tire isto a limpo?

    Caso contrário, estudo são mesmo isso, estudos e esta discussão é irrelevante.
    Dependendo das condições de teste, cada um pode dizer o que quiser.

    Em side note, tentar desvalorizar uma situação desfavorável é a pior das racionalizações, em minha opinião.

    • pfbatista says:

      @K

      Para muitos falar é fácil e criticar mais fácil é!

      E criticar algo que vá contra o seu fanboyismo é o que está na moda.

      É óbvio que muita gente não tem capacidades de provar que está errado… logo vai buscar o que alguém (que se desconhece a veracidade) contradisse acerca do artigo.

  8. Ppietra says:

    A verdade é que quem fez os testes já veio dizer que realmente existe uma falha na metodologia, o que não permite tirar conclusões. Eles não usaram o Safari para realizar os testes.

    http://news.cnet.com/8301-30685_3-20044325-264.html#ixzz1GwjmywpD

    Acho que muita gente já teve a experiência de notar que a navegação dentro doutras aplicações consegue ser lenta…
    Para além do mais há outros estudos que apontam no sentido contrário. Mesmo antes do iOS 4.3, houve um estudo que mostrou o Safari muito mais rápido a fazer o “loading”.
    http://www.pcworld.com/article/220788/study_apples_mobile_browser_is_fastest.html

    E o novo iPad é a mesma coisa. Mais rápido a fazer o loading das páginas.
    http://www.anandtech.com/show/4215/apple-ipad-2-benchmarked-dualcore-cortex-a9-powervr-sgx-543mp2/2

  9. carlos says:

    Se mal pergunto, o que é que isso interessa?

    Dá para instalar o Chrome no iPhone? Não.

    Dá para instalar o Safari no Android. Não.

    Então qual é a relevância da comparação?

    • Tiago Dias says:

      A relevância da comparação é que estes resultados, aliados a outros factores, poderão pesar na escolha aquando da compra de um smartphone, entre um iPhone e um telefone com Android.

    • Vítor M. says:

      É, no fundo, tentar que as marcas melhorem a condição dos browsers nos smartphones ao ponto de, se necessário, obrigarem os programadores a adoptarem boas práticas.

    • Carlos says:

      Ah… É que eu não acho isso uma diferença relevante entre o Nexus S e o iPhone 4. Seria relevante se a diferença fosse enorme, tipo um ser o Pepe Rápido e o outro ser uma tartaruga dopada com soníferos.

      Quem compre o iPhone 4 compra-o precisamente por ser o iPhone 4, o resto são racionalizações que se fazem para justificar os quase 600 euros que ele custa. 🙂

      E o Nexus S pode ser muito bom mas para mim tem um defeito fatal: é feito pela Samsung.

  10. Ppietra says:

    “Apesar de todos os argumentos utilizados quer de uma parte, quer da outra, este teste demonstrou que o browser que a Google colocou no seu Android consegue ser mais rápido e dar uma melhor experiência de utilização a todos os que o usam.”

    Não entendo esta afirmação, não tem muita lógica! Se os argumentos da Apple forem válidos o estudo deixa de ter valor para comparar os browsers, e assim não se pode dizer que “Android consegue ser mais rápido e dar uma melhor experiência de utilização a todos os que o usam”. É o mesmo que dizer que independentemente de quem tenha razão eu estou sempre certo e os outros errados.

    • Vítor M. says:

      Mas a Apple apenas diz que o browser deles não foi usado, não referiu que o termo de comparação foi igual em ambos so browsers… cada um argumenta como quer, para defender a sua marca… obvio! 🙂 Mas na verdade é que a lentidão deum notou-se perante o outro, como podes ver no artigo de quem fez os testes.

      Deixo-te a página:

      http://www.blaze.io/business/embeded-browser-vs-native-browser/

      Aqui podes ver que a Apple está a baralhar a opinião para escamotear o que de facto aconteceu. Quando lhes interessa dizem que as aplicações que recorrem ao UIWebView são tão rápidas como o browser nativo, quando não interessa diz que usar o UIWebView é mais lento que usar o próprio Safari.

      Bom, é muito do que sabemos que acontece.

      • Ppietra says:

        uau! tou a ver que esta é outra em que não vale a pena argumentar contigo, será repetição atrás de repetição até alguém se cansar!
        Se quem fez o teste já recuou nas conclusões…

        • Vítor M. says:

          Está visto, não argumento mais contigo porque nao tens opinião, apenas metes links de terceiros. Já alguma vez usaste o browser do Android?

          Eu duvido que conheças.

          Mas ok, é a tua opinião, Respeito, mas apenas digo que tens de ir ler à fonte.

  11. Ppietra says:

    Deixo esta sugestão. Se o pplware publicou isto – mesmo sabendo que havia argumentos válidos contra, e que por essa altura até já tinha havido um recuar por parte de quem fez o estudo – acho que deviam apresentar outros estudos que mostram resultados diferentes. Aliás até podiam mostrar os estudos sobre o novo iPad, esses sim bastante surpreendentes!

    • Vítor M. says:

      Obviamente que estamos a acompanhar esta situação e obviamente que nos interessa a resposta. São estas notícias que fazem as marcas saírem do estado latente em que muitas vezes se encontram. E nós estaremos , como sempre, atentos.

      • Ppietra says:

        :S não entendo essa atenção! “Rapidamente” publicam isto, e põem os argumentos contra, por sinal mais do que válidos, quase como nota de rodapé e sem qualquer relevância. Enquanto que no caso do iPad, os estudos que surpreenderam tudo e todos, já lá vai quase uma semana e nada.

        • Vítor M. says:

          Desculpa, isso são ilações tuas, pois os argumentos contra estão presentes, só não vê quem não quer. Quanto ao iPad já falámos no iPad e falaremos mais quando o que temos em mãos (o iPad2) estiver testado e bem testado.

          • Ppietra says:

            Por acaso disse que não estavam presentes? Disse que são apresentados quase como nota e logo a seguir desvalorizados, dizendo que apesar dos argumentos o browser do Android é mais rápido. Tu tens um iPhone e deves ter algumas aplicações que usam um browser embutido, e quase de certeza que já deves ter notado como o loading é mais lento. Eu uso o Fuse e acontece isso, tenho outra que acontece o mesmo.
            Não creio que Safari seja mais lento que o Android de forma significativa, mas por mim até poderia ser, mas se é para provar então que as provas e argumentos sejam apresentados como deve ser, e que testem realmente o browser e não uma outra aplicação qualquer.

          • texasflood says:

            Vitor, desculpa mas não compreendo a tua afirmação sobre o iPad, vocês estão a aguardar para o terem nas mãos e efectuar testes? Porque é que não apresentam já testes efectuados e disponíveis, como este sobre a velocidade dos Browsers? Aqui tenho que concordar com o ppietra. Os resultados do iPad2 são surpreendentes e isso merece mais destaque do que esta notícia.

          • Vítor M. says:

            texasflood mas não é de maneira nenhuma uma notícia temporal. Estamos a testar o iPad 2 e queremos reunir as informações relevantes para a altura que o formos apresentar, não é novidade nenhuma que o iPad 2 é o melhor gadget desde o dia que saiu. Aliás nós escolhemos esse gadget como o gadget do ano 2010 e até hoje não tem concorrente. Mas isso está na cara e a concorrência não existe até ao momento, vais comparar o iPad com quem?

          • Vítor M. says:

            Ppietra mas foram usados os mesmos argumentos em ambos os browsers:

            “To perform the measurements, we made use of purposefully written apps that used each platform’s Embedded Browser (as stated in the initial report). Embedded browsers are software components available to mobile apps to invoke the browser, and are the only ways both platforms allow users to interact with a browser. It’s important to emphasize – we used each platform’s embedded browser, not our own browser.”

            … isto não referiste tu, apenas referiste que o teste não usou o Safari… estás a ser, na minha opinião, tendencioso. 😉

          • Ppietra says:

            @ vitor
            mas desde quando é que o erro dum compensa o erro do outro!?
            Não fazes ideia de qual é o erro num lado e outro. Aliás nos últimos dias não têm faltado artigos a falar sobre a enorme diferença em Javascript no iOS entre o Safari e aplicações.
            Se querem comparar browser, então usem os browsers.
            Quanto ao iPad, até pode ser que tenhas o teu calendário para mostrar mais coisas, mas duvido que precises de usar o iPad para mostrar o que a Anandtech e a Arstechnica fizeram.

          • Vítor M. says:

            Ppietra não é um erro a desculpar o outro! Aqui trata-se de usar os mesmo argumentos em ambos os lados.

            Ao usar a essência dos dois browsers, retirou-se a cada um deles factores que atrasam o carregamento das páginas e a entrega dos detalhes.

            Não terá este teste beneficiado o Safari? A diferença não poderá ser maior?

            Não será o safari pior a “pintar” o html? (coisa que eu tenho a certeza que é)…

            Podemos estar aqui a exortar um sem número de factores que estarão a prejudicar os resultados do Android e que afinal favoreceram o Safari…. e concluir que os resultados poderiam ser bem piores para o Safari.

          • Ppietra says:

            @ Vitor
            mas que argumentos são esses?
            A única coisa que o teste prova é que uma aplicação com um browser embutido é melhor no Android.
            Tu não fazes ideia qual é o erro para fazer uma comparação real dos browsers. Se isto fosse um estudo científico era logo chumbado, mandado para trás, e pedido para fazerem os testes com os browsers para não haver dúvidas; caso não fosse possível, então deveriam montar testes que permitissem determinar os erros em cada plataforma face ao seu browser. É assim que se trabalha no ramo científico, não se assumem coisas que são facilmente desmontadas por quem avalia. ALiás eles próprios acabam por confessar que assumiram que não havia diferenças, quando têm vindo a ser demonstradas essas diferenças ao longo desta semana.

  12. racpxt says:

    O Steve Jobs já declarou que o resultado destes testes é errado porque a entidade que os realizou segurou o iPhone da forma errada. E apela a que repitam o teste e não segurem o dispositivo daquela forma, ou então que usem a protecção em latex.

  13. aver says:

    Então o post original, de quem fez o teste (Blaze), e que tem em cima em Update, o link para outro post em que reagem às críticas aos testes feitos pelo cNet e a Apple.

    http://www.blaze.io/uncategorized/mobile/iphone-vs-android-45000-tests-prove-whose-browser-is-faster/

    Basicamente a “coisa” é assim. Segundo a Apple, o Safari do iOS 4.3 é mais rápido, em JavaScript e noutros aspectos, do que o “web viewer embebido no iOS 4.3” e que foi utilizado pelo Blaze nos testes. Diz o Blaze, então que a Apple o demonstre.

    Já agora um à parte. Já há algum tempo que se falava que no Safari do iOS 4.3 tinham sido introduzidas melhorias que ainda não estavam nas APIs para os outros browsers (todos baseados no WebKit) que correm no iOS (situação que será também a do “web viewer embebido” usada no teste). Até se especulava se não era intenção da Apple matar, dessa maneira, os outros browsers para iOS. Se até eu sei disso, também não se percebe por que é que o Blaze não fez os testes com o próprio Safari, que já sabia ser mais rápido.

    • aver says:

      … pesquisem por ” Nitro Safari Web Clips UIWebView “

      • Vítor M. says:

        Isto é um pau de dois gumes.

        “So if you load a page in Safari or have a Home Screen bookmark that launches into Safari, you get Nitro because Apple trusts Safari (which given how big an attack target Safari has is… interesting.) If, however, you load a page in an app using UIWebView you get the old JavaScript engine because Apple doesn’t trust that app. If you launch a Home Screen bookmark that includes specific code for full screen mode, Safari doesn’t pick it up but it opens in Web.app and — for some reason — Apple doesn’t trust that either (yet?).”

        Fica a questão.

  14. texasflood says:

    Peço desculpa, mas não vejo interesse nenhuma nesta notícia, mas isso é apenas a minha opinião, como leitor assíduo do pplware. Existem centenas de reviews e testes na Internet e foram logo publicar uma que vai gerar uma guerra do tipo Benfica Porto e não vai levar a lado nenhum. Também não seria importante informar os resultados de testes comparatívos do iPad 2 com a concorrência ? Não se esqueçam que ele está ai à porta, é já na próxima semana, e talvez os utilizadores queiram também saber essas notícias. Já existem muitas delas, é só procurar. Isto é de mestre, muitos comentários, mais publicidade. Foi pena esta noticia ter saído agora, porque as cerca de 1 milhão de pessoas que compraram o iPad2 ao longo desta semana teriam preferido um Smamsung ou Motorola, por causa dos tais milésimos de segundos que melhoram e de que maneira a navegção na Internet.

    • Vítor M. says:

      Sim mas no caso do iPad estamos ainda a testar o iPad e temos outros tablets em mãos, não se fazem testes com algumas horas verdade? 😉

      Em relação à notícia… é graças ao mercado concorrencial que o mundo evolui e o Safari não é de todo um browser de topo e tem estado um pouco aquém do resto do que o iPhone oferece. É interessante é ver que os outros browsers estão na linha da frente e que beneficiam o utilizador.

      Por acaso tenho essa opinião, pois utilizo ambos os sistemas e a navegar o Android é mais rápido do que oSafari no meu iPhone 4.

    • a Friend® says:

      Há noticias que “vendem” mais que outras..ou seja.. aquelas que tenham um ataque directo a um produto Apple, mesmo que os factos estejam todos deturpados pelos autores dos ditos “testes…” 🙂

      Se formos a falar de uma noticia anterior a esta, de um Motorola Xoom com Tegra 2 ser envergonhado por um iPad2 (o pisa papeis na versão 2..) em que os benchmarks REAIS mostraram ser 5x a 8x mais rápido em processamento gráfico.. isso não interessa a ninguém… já que se corre o risco de ser considerada uma noticia tendenciosa… 😀

      • Vítor M. says:

        Pois, mas lá está, não viste essa noticia aqui de forma a dar relevância, até porque não temos essa experiência e porque sabemos do valor do iPad.

        Esta, além de revelar alguma (muita verdade) traz outros assunto à luz da discussão.

        Não misturem os assuntos para facilitar a argumentação de escape. Não estamos a falar do browser do iPad2.

        • a Friend® says:

          O browser do iPad2 é o mesmo browser do iPhone4 … só muda a estrutura da interface.

        • Ppietra says:

          por acaso até estamos a falar tb do browser do iPad 2, afinal tb iOS.
          Aliás a Anandtech, no estudo iPad2, começou por usar uma metodologia semelhante a este estudo mas voltou atrás ao verificar que não batia certo com o que viam. Cronometraram os verdadeiros browsers e chegaram à conclusão que o iPad era bem mais rápido que o Xoom no loading, isto apesar de usarem processadores semelhantes – ARM cortex A9

        • Observador says:

          O “problema” é que o browser do iPad2 é o MESMO do iPhone4.
          E NÂO FOI o utilizado pelo teste.

      • Ppietra says:

        Hoje é o dia de aumentar a afluência, as coisas andavam fracas nas noticias!

        • texasflood says:

          Estou a fazer um teste:

          Jogar Angry Birds num HTC Hero (2010) e num iPod Touch (2007).

          Ganhou de longe o iPod Touch, mesmo apesar de 3 anos de diferença. No HTC o jogo corre em câmara lenta.

  15. Manel says:

    Tanta confusão por causa de uns segundos a abrir um site num telemóvel. Se a maior preocupação da minha vida fosse essa..

  16. Tagus says:

    Não quero com isto tirar valor a quem quer q seja.
    Mas sinceramente, há assim tanta gente a usar o browser no iPhone ou nos Android OS?
    O que se usa mais é mesmo as app’s (facebooks, jogos, IM, GPS, etc), calendário…
    Eu se fui 50x’s ao browser em 2/3 anos no iPhone foi mto. E qdo fui, não fiquei insatisfeito com a velocidade (estava por wifi).
    Importante era mostrarem outros aspectos de hardware, como tempo de bateria, qualidade de GPS, sensibilidade ao toque, rapidez em abrir app’s, entre outros…

    Cumprimentos.

  17. Diogo Vila Viçosa says:

    Vocês parecem todos fanáticos religiosos. Daquelas velhas que não conseguem compreender como é que alguém não acredita na religião delas.

    • Vítor M. says:

      É no dialogo, na conversa e na troca de argumentos que se aprende e se tiram conclusões.

      A ditadura obriga ao silêncio e à castração intelectual. Felizmente todos nós temos uma opinião baseada no que lemos, no que sabemos, na nossa experiência mundana e na nossa socialização.

      Pensa nisso. 🙂

      • Diogo Vila Viçosa says:

        “Felizmente todos nós temos uma opinião baseada no que lemos, no que sabemos, na nossa experiência mundana e na nossa socialização.”

        É com esta parte que eu não concordo. Pelo tipo de diálogo que se pratica não estamos no campo das opiniões fundamentadas, estamos no campo das opiniões aleatórias.

        É como ser do Benfica ou do Porto. Qual é a diferença? Tanto faz, eu nunca vou defender o Porto porque sou do Benfica mas sou do Benfica porque sim! Não há nenhuma razão lógica (no entanto, ser do Sporting seria ainda menos acertado;)).

        Digo isto porque, sempre que há um estudo “pró Android” aparecem 50 mil a dizer que há outro estudo que desmente esse e que prova o contrário. E vice-versa para o caso do Android.

        Como alguém disse, todos tem prós e contras, é indiferente! Nenhum é melhor que o outro.

        Cumprimentos

        • Vítor M. says:

          Não vás pelo caminho do futebol que aí não há… discussão… nem interessa haver.

          Quanto aos gadgets, o melhor é sempre o que nos serve melhor. E não vale a pena andarmos à volta do que dizem os outros, pois nós é que vamos usar e não os outros.

          • Diogo Vila Viçosa says:

            Exactamente! Por isso devemos tornar a discussão baseado em opiniões e não numa discussão partidária.

            A grande maioria das pessoas sabe de ante-mão que vai defender o SO/browser/etc.. que gosta mais e depois encontra os argumentos. Isto é igual ao que acontece no futbol.

            Que já agora, no futbol isto faz sentido. Eu vou sempre defender o Benfica porque isso me diverte (gozar com a malta do scp, etc.). Agora aqui a questão não pode ser parecida ao futbol, mas torna-se sempre exatamente análoga.

            Cumprimentos

          • pfbatista says:

            @Diogo…

            Deixa-me aproveitar entao essa questão 😀

            O Benfica não presta… pimba 😛

            E o Porto é o Maior.

            E não gozes o ppl do SCP… coitados

  18. Eu mesmo says:

    geez tanta gente ofendida, por amor de deus…

  19. Pisca says:

    É verdade o que li aqui, que o Iphone 4g tem que ser usado com capa de borracha ou ser segurado de determinada forma, (Steve dixit) ???
    Boa
    É como comprar um carro topo de gama, mas só pode ser usado na cor roxa, com os farois acesos e na faixa do lado esquerdo da Autoestrada de Cascais ????
    Quando não é igual a um Fiat Uno com 20 anos e sem inspecção

  20. a Friend® says:

    Esta noticia já foi desmentida. Nada a acrescentar porque já deixaram os Links acima.

    Ainda por mais numa altura que o iOS 4.3 deu um disparo estrondoso no load das páginas.. parece que mais uma vez a Google anda numa de lançar FUD’s.

    Aparte disto (ou não) a Apple também já está a finalizar o WebKit2 que introduzirá no Safari 5.1, peixe que depois irá render (mais uma vez) aos browsers da Google…

    • Vítor M. says:

      Onde foi desmentida?

      Que eu veja, na página dos responsáveis eles deixam clara a sua opinião e sustentam os resultados. Ora vê aqui:

      http://www.blaze.io/business/embeded-browser-vs-native-browser/

      Depois, em relação à tua interpretação, eu continuo a ver o browser do iPhone 4 mais lento que o browser do Acer Liquid Metal que trago no bolso… mas se o Steve diz que é melhor… seja!

      Eu não acho, mas lá por isso é que ele é o CEO da Apple 😉

      • a Friend® says:

        Pois mas a noticia não foi “Desmentida” ou “Desmistificada” pelo Steve Jobs…

        Todos os grandes sites que fazem constantemente testes desmistificaram isso mesmo e reforçaram a ideia que estes testes apresenta várias falhas que sustentem a afirmação que o Android é 50 e tal porcento mais rápido.

        Se o CEO da Apple tivesse “defendido” a situação.. também não me admirava nada… é o papel dele.. assim como fazes o mesmo aqui mesmo quando as noticias não correspondem à verdade… faz parte. 😉

        • Vítor M. says:

          Errado, nós aqui não defendemos mentiras, se defendemos algo é porque é verdade.

          Mas estás a dizer (o que não deixa de ser surpreendente) que Steve Jobs defende mentiras sobre os seus produtos?

          Muito me contas 😀

          • a Friend® says:

            Da forma como defendeste, então assumes que defendes uma mentira é isso? Repara lá bem no que escrevi.. eu não disse que o Steve Jobs defende mentiras.. disse que ele podia muito bem ter defendido este caso, que não me surpreenderia! 😉

            Se primeiro fala-se em browsers, vocês escreverem isso mesmo.. depois vamos a ver e referiam-se ao “browser embebido” … há uma longe distância… logo não estão a defender nem a verdade nem a mentira.. estão a ocultar pontos que podem induzir em erro para quem lê… que é bem diferente.

          • Vítor M. says:

            Emendaste a mão a tempo ok ok 😀

            hehehe…

            Cuidado que o nosso texto está carregado de detalhes importantes e explicativos, na diagonal perde-se o conteúdo rico nas verdade. E há muita gente que só lê na diagonal.

          • a Friend® says:

            Sim há muita gente que só lê na diagonal.. isso já é da praxe.. mas nem sempre o pplware está 100% certo, não por culpa própria, mas porque por vezes as fontes não foram as mais certas a divulgar os factos.

            Há situações que quando se revelam outros factos, fica bem, não digo apagar, mas riscar por cima e emendar o “erro” ou “gaffe” … numa especie de “noticia actualizada” … é uma coisa que é pouco comum acontecer no pplware mas que seria interessante acontecer…em vez da defesa absoluta da “verdade” escrita.. mas isto, meramente a minha humilde opinião… 🙂

      • Hugo Cura says:

        Se dizes que o Acer Liquid Metal é rápido no browser (e mais rápido que o iPhone 4) foi porque não viste o Nexus S a carregar páginas… ui, dá 10 a 0 ao Acer 😀

  21. texasflood says:

    OFFTOPIC: Não tem a ver com a guerra dos browsers, mas tem a ver com a forma como se publicam artigos e notícias. Às vezes a forma com são apresentados os títulos leva a que se gere polémicas, muitas vezes desnecessárias.

    Hoje, título do Económico na Internet, após o resultado do sorteio das competições europeias:

    Benfica e Porto podem jogar final da Liga Europa.
    http://economico.sapo.pt/noticias/benfica-e-porto-podem-jogar-final-da-liga-europa_113762.html

    Este título, não deixa de ter alguma possibilidade de ser verdade, mas publicar desta forma, enfim …

    • Vítor M. says:

      Mas é alguma mentira?

      Onde está o ênfase não está em termos duas grandes equipas a disputar a final, e isso, perante os adversários saídos do sorteio não confere grande verdade?

      Então?

      Tudo vai dos olhos de quem lê e, repara, numa um título agrada a toda a gente… nunca. 😉

  22. BENDiX says:

    O meu e52 bate qualquer android ou iPhone 😛

  23. Ryan says:

    Eu tenho o iPod Touch primeira geracao… sim ja e velhinho… e muito recentemente e por causa do trabalho tive de “aceitar” um segundo telefone que tem Android instalado. Deslcupem la pessoal mas em termos de browsers o Google ainda tem de trabalhar. O iPod Touch the a versao 3.1 nao da para mais e nao me vou por a aldrabar aquilo mais do que ja esta e o Android e 2.1 nao posso aldrabar o telefone por nao ser meu.

  24. pfbatista says:

    Vamos todos dizer bem do acesso web do Iphone e passamos a dizer mal do Android, pode ser? que dizem?
    é que torna-se mais fácil aturar os fanboys do Android do que os ultra-fanboys-que-nem-dormem-descansados-se-nao-concordarem-com-eles da apple 😀

    Quem concorda comigo?

    • Ppietra says:

      Ninguém aqui defendeu que o Android é pior! Foram, isso sim, apontadas falhas nas assunções do teste, que não permitem retirar conclusões quanto aos browsers dos dois sistemas. Se não usaram os browsers, se o Safari tem muito melhor desempenho do que o software que utilizaram, o que é que se conclui? nada!

    • Pisca says:

      Concordo totalmente e mais ainda o Pplware deve meter no topo do seu site, a toda a largura algo a dizer:

      “O Iphone é o melhor seja no que for, até na capinha de borracha”

      e quando a Apple inventar a roda que tudo pare no mundo

  25. Re0 says:

    Ah ah. os fanboys (vocês sabem quem são) ficaram todos ofendidos e magoados porque o aparelho que têm na mão não é o mais rápido!
    E continuam a recalcar a ideia de que se fossem comparados os browsers os resultados seriam diferentes! Querem comparar? Então vejam o vídeo https://www.youtube.com/watch?v=0Y9ALrLtDnM.
    Estou curioso para ver como vão contradizer as evidências.

    • pfbatista says:

      Isso é uma evidencia… para quem vê bem claro…

      Mas ainda vão por em causa dizendo que aquilo não é um Iphone, que é uma imitação chinesa 😀

    • a Friend® says:

      Se gostas de evidências.. faz melhor as pesquisas.

      Na data desse video, o iOS 4.3 ainda estava longe de ser lançado. E o maior progresso que o Safari teve na renderização de páginas, foi precisamente na versão iOS 4.3.

      Para não falar que, para além de rápido e estável, faz o Acid3 a 100… como sempre fez. Esses são os factos.

      Outros factos, estão também aqui… que falam desta noticia.
      http://www.redmondpie.com/browser-wars-flawed-study-shows-android-surfs-web-52-faster-than-iphone-4-on-ios-4.3/

      Entre outros sites mais. Há situações que o Android bate em velocidade e outras o iOS… mas a guerra tem sido muito paralela e não com diferenças abismais de 50% como estão a pintar, mais uma vez. Até porque o factor qualidade deverá igualmente entrar em jogo, e não sei se ainda persiste, mas a ultima vez que vi o Acid3 do Android, estava nos 93…

      • Re0 says:

        O que trouxe não são notícias. Trouxe vídeos que mostram a fraca performance do iphone. Vê os vídeos, rende-te à evidência and move on.

      • Re0 says:

        Mais. Queres ver comparativos entre ios 4.3 e 4.2.1?
        https://www.youtube.com/watch?v=BqL0BkgoM6o

      • a Friend® says:

        E junta mais um facto ao teu video…

        Optimus 2x – 800×480
        iPhone 4 – 960×640

        Menos resolução, influencia na performance também. Não é factor decisivo, mas é outro dado a juntar.

        Como vês, as palas por vezes estão a quem não gosta de aprofundar os factos.

        • Re0 says:

          É um dado a juntar ao facto de o iphone 4 ser mais lento, realmente…
          A juntar ao tamanho do ecrã 😉

        • Re0 says:

          Vá lá, diz que o iphone 4 do vídeo só pode ser uma imitação chinesa sem qualidade. Make my day.

          • a Friend® says:

            Erros cruciais que estás a cometer na tua cegueira anti-apple.

            1. Iphone tem maior resolução.
            2. iPhone bate o Acid3 nos 100, ou seja, qualidade na abertura de páginas.
            3. Os testes foram feitos no iOS 4.2
            4. Nunca se faz comparativos em redes 3G (iOS 4.2 vs iOs 4.3) que embora o iOS 4.3 tenha sido mais rápido, isso não quer dizer nada.. a rede é totalmente inconstante, mesmo que estejas a usar a mesma operadora e estejas no mesmo local…

            Portanto o que concluo é que estás a fazer testes superficiais de fontes não credíveis e assumir isso como “eu tenho razão”

            Eu se quiser posso arranjar videos com o iPhone a renderizar páginas mais rápido que um Android. Mas se desconheço as fontes, nunca posso assumir como verdade absoluta.

            Factos, é que após estas noticia, vários sites desmentiram certos pontos destes testes ao ponto de quem fez os testes mudar o titulo de “browser mais rápido” para… “browser embebido mais rápido” … para não perder mais credibilidade que já perdeu.

            Essa é que é essa.

          • Vítor M. says:

            Re0 cuidado que o iPhone não é o melhor em tudo mas não tens máquina que ombreie com ele. Temos em mãos o novo Nexus e olha que não consegue ainda ter a mesma qualidade no conjunto.

          • re0 says:

            @a Friend

            Erros cruciais que estás a cometer na tua cegueira pró-apple

            1. O iphone tem ecrã mais pequeno

            2. acid3 não significa necessariamente melhor qualidade na experiência web. do your homework

            3. Os testes foram feitos no 4.2 e 4.3

            4. A eventual volatilidade na transmissão de dados numa rede 3g pode também acontecer numa rede wifi. Se o 4.3 era supostamente muito mais rápido que o 4.2 e android em geral, então seria visível nos vídeos, o que não acontece

            5. Arranja lá essa quantidade enorme de vídeos em que se compare um android (equipamento hig-end) e iphone4, quanto à velocidade de processamento e/ou navegação web. Mandar bocas para o ar é fácil 😉

            6. O teste que serviu de base para esta notícia mantém a sua credibilidade, independentemente dessa tentativa pró-apple de descredibilizá-lo, como aliás acontece sempre que é apontado um defeito ou menor qualidade a um produto apple (aqui os episódios são inúmeros). A tentativa de forçar a todo o custo uma imagem de qualidade e superioridade imaculada, mesmo que perante evidências, gera, por um lado, um facciosismo pró-apple que não consegue discernir a realidade do marketing, e, por outro lado, um certo desprezo para com este tipo de atitudes mercantilistas, obtusas e non-sense que muitas vezes na companhia da maçã (o exemplo mais recente ocorreu na apresentação do ipad 2 onde se citaram declarações na companhias rivais de forma completamente distorcida. Terá sido propositado?)

            Os produtos apple têm qualidade? Sim, têm. Qualidade significa perfeição e, por isso, um preço, em regra, (muito) mais elevado do que a concorrência? Não. E até tu a friend devias ser capaz de perceber isso (ou se calhar não).

            @Vítorm
            Se comparares o iphone 4 tens de o fazer com o creme du creme do mundo android. Em termos de specs, o nexus está ultrapassado. 😉 Como está aliás o iphone 4

          • a Friend® says:

            @Re0

            Só por estes 2 argumentos iniciais, já mostraste que não sabes o que falas.

            “1. O iphone tem ecrã mais pequeno”

            “2. acid3 não significa necessariamente melhor qualidade na experiência web. do your homework”

            As apps(Browsers) não lêem as dimensões dos ecrãs…mas sim a resolução dos mesmos.

            Se tiveres um ecrã de 24 polegadas e outros de 20, ambos a resoluções iguais… o desempenho (de um jogo, por ex) será sempre o mesmo.

            Até te digo mais.. há TV’s de 50 polegadas com apenas 720p e ecrãs de 20 polegadas com 1080p … qual deles é o mais rápido? … Acho que chega para perceberes.

            Ponto 2.. Acid3 sim, é qualidade. Se atinge os 100 significa que é 100% compativel com os web-standards. Se o Android não atingir esse nível, significa que quando deveria ler certas “tags” … simplesmente as salta.

            Quanto a comparativos, tens da propria engadget até que ficaram ela por ela, mesmo juntando os factores que te falei acima.

            https://www.youtube.com/watch?v=PuaM8TTsNoo

            E com certeza se andar a procurar desenfreadamente comparativos que ponham o iPhone na frente, encontro-os.. mas como te disse.. não conheço as fontes…ou seja, até eu, ou tu, podemos muito bem aldrabar comparativos e por no Youtube e levar toda a gente a crer que são reais.

            Voltando aos facto da noticia.. que mais uma vez estás a ignorar propositadamente.

            http://www.networkworld.com/community/node/72282?hpg1=bn

            Cada vez mais sites desmistificam detalhes do comparativo feito. E se repararem, em nenhum dos meus links pus “AppleInsider” … para depois não apontarem o dedo de falta de “parcialidade”.

      • Rui "ALL" Sousa says:

        redmondpie FTW

        • Re0 says:

          Voltando aos factos que tanto queres escamotear.

          Ponto 1. A partir do momento em que dizes que basta saber a resolução e o tamanho do ecrã para saber a velocidade de processamento está tudo dito.

          Ponto 2.
          Acid3 não é qualidade. A única coisa acertada que disseste é que esse teste dá conta do grau de compatibilidade com web standards. Se achas que essa compatibilidade é equivalente, por si só, a qualidade, então não há nada mais a dizer.
          Simplesmente não percebes o conceito de qualidade de experiência em navegação web, ou finges não perceber. Espero que seja esta última razão…

          Quanto ao vídeo, lamento desiludir. Acho que fui bastante claro quando disse: “Arranja lá essa quantidade enorme de vídeos em que se compare um android (equipamento high-end) e iphone4, quanto à velocidade de processamento e/ou navegação web. Mandar bocas para o ar é fácil”. Friso high-end. Se precisares de ajuda avisa.

          Finalmente quanto ao teste que foi efectuado e que demonstrou de forma categórica a inferioridade do sistema ios face a android na velocidade de carregamento de páginas web, penso que é evidente. As premissas usadas são claras. Foi usado o browser embebido (o que acaba por ser porventura o mais utilizado, basta ver alguns dos comentários aqui mesmo)e o ios foi completamente esmagado, sem dó nem piedade. Até a própria Apple admitiu-o.
          Agora só falta um teste para tirar todas as teimas, ou melhor, para mostrar a outra parte da realidade: um teste velocidade de carregamento usando os browsers nativos. Não seria o teste mais importante, é certo, mas era engraçado ver também o resultado.

          • a Friend® says:

            Dizeres que o tamanho do ecrã é um factor… ficou para a história… e sim, compatibilidade É QUALIDADE… se não fosse o teste ACID3 não era considerado um dos testes mais importantes dos browsers! 100 significa que todos os sites irão ser interpretados com 100% eficácia, logo traduz-se em qualidade… díficil perceber isso?

            Já agora fazes o quê mesmo, se não for indiscrição? Designer? Programador? Ou apenas lanças uns bitaites?

          • Re0 says:

            Dizer que a resolução teve aqui um papel importante é que fica para história e esse factor, caso te tenhas esquecido, foste tu que o trouxeste à baila.

            Repara simplesmente na diferença de resolução entre os aparelhos e depois na diferença na velocidade de processamento entre eles, e diz-me que é um factor minimamente relevante. Penso que está à vista que não o é. É mais uma vez um daqueles argumentos que serve apenas para atirar areia para os olhos. Não é minimamente sério da tua parte dizer que a resolução explica isto.

            Quanto ao acid3 volto a frisar o que disse. Acid3 significa compatibilidade e não necessariamente uma melhor experiência web (qualidade). Sorry

            É verdade que o mobile safari tem 100 no acid3 mas tem um “incorrect rendering”? se assim for, desculpa que te diga, só mina, mais uma vez, a tua credibilidade, porque imparcialidade já sabemos que não a tens.

          • Re0 says:

            Não tenho qualquer problema em dizer o que faço. Sou técnico superior de colocação de ladrilhos, especialidade mármore. Também gosto de mandar uns bitaites para o ar, principalmente quando passa um avião perto da obra.

          • Re0 says:

            Aproveita e dá uma olhada a este site: http://www.webstandards.org/action/acid3/

            Aqueles que estão por trás do teste acid3 dizem o seguinte:
            “To answer these misconceptions we need to address the issue of what exactly is being tested and how. The main part of test is automated through JavaScript, a sort of test harness that runs 100 subtests. Getting a score of 100 is not the same as passing Acid3 – a common misconception, or perhaps an oversimplification.”

          • a Friend® says:

            Eu falei-te na resolução que quando maior implica na exigência de um maior processamento, tu falaste na dimensão do ecrã.. portanto… está tudo explicado…

            E perguntei por curiosidade, porque se dissesses que estavas no ramo, com esses argumentos, ias-me assustar.

            E sim, Acid3 implica qualidade. Se apanhares um site que o teu browser não te lê certas tags não vais experimentar o site como deveria ser, e se não o vês como deve de ser…qualidade não é de certeza. Ta complicado perceberes isso, já vi.

            Resumidamente, porque esta conversa não vai a lado nenhum, o que estas a fazer aqui seria o mesmo que eu ir para a tua obra e ensinar-te como se corta marmore. Provavelmente optaria também por olhar para o ar e mandar bitaites para os aviões… seria o melhor que eu faria na tua obra.

          • Re0 says:

            Resumindo e concluindo para terminar esta conversa.
            1. O ios foi completamente dominado pelo android na velocidade de carregamento de páginas Web.
            2. Foram realizados vários testes, tanto usando o 4.2 como o 4.3, e, mesmo assim, o resultado mantém-se: o ios é inferior.
            3. A resolução do ecrã não é um factor relevante tendo em conta a diferença abismal presente entre os dois sistemas operativos.
            4. Não conseguiste trazer nenhum vídeo em que ficasse demonstrado o contrário. Aliás, o que aconteceu, e isso veio a acontecer em teu desfavor e da Apple, é que, no único vídeo que trouxeste, foi feito um comparativo entre o iphone 4 e o nexus one com android 2.2 e o primeiro foi mais rápido. É este o teu conceito de equipamento android high-end? Um terminal ultrapassado e com um sistema operativo desactualizado. Das duas uma: ou tu acreditas mesmo nesse conceito de high-end, o que só demonstra a tua ignorância quanto ao mundo android, ao mesmo tempo que, em certa parte, explica e desculpa o facciosismo das tuas análises, dado que estão enviesadas pela tua ignorância; ou fizeste isso de propósito, o que mostra apenas uma tentativa desesperada de demonstrar o que, pelo menos no estado actual, não corresponde à realidade.
            5. O acid3 ou o facto de um browser obter 100/100, volto a frisar, não significa necessariamente ou obrigatoriamente uma melhor experiência Web. Em primeiro lugar, obter 100/100 não significa passar no teste (visita o site daqueles que estão por detrás do teste http://www.webstandards.org/action/acid3/). Em segundo lugar, o teste acid3 é apenas um de muitos testes possíveis para testar a performance de um browser e, de todos, nem sequer é aquele implique uma análise mais profunda em algumas das variáveis a ter em conta na qualidade de navegação. Em terceiro lugar, pelo que me apercebo, o safari mobile, apesar de obter 100/100 neste teste, apresenta uma renderização incorrecta ou imperfeita. Em quarto lugar, porque parece que isto começa a ser complexo demais para ti, o facto de um browser obter 100/100 não significa uma melhor experiência para o utilizador final. Imagina tu que tens um browser que obtém 100/100, por exemplo, o Opera (que é para não ferir a tua susceptibilidade pró-apple, e para evocar aquele browser que, pelos vistos, foi o primeiro a obter esta classificação), e que apesar disso não oferece suporte a determinados plugins ou, para favorecer a velocidade de carregamento, utiliza técnicas de compressão bastante agressivas. Achas mesmo que a experiência do utilizador final não seria enfraquecida? Por último, o acid3 não relevante para a discussão que estávamos a ter.
            6. Já sabia que, na falta de argumentos, vinha aí o argumento de autoridade. E realmente aqui, não me leves a mal, foste muito inocente. TÉCNICO SUPERIOR de colocação de ladrilhos, especialidade mármores? lol. Não te teres apercebido do significado duplo de avião? Lol. Este argumento de autoridade é mesquinho, obtuso e arrogante. Um trolha não pode discutir, por exemplo, Nietzsche porquê? É a profissão que dita a sua capacidade cognitiva ou cultural? Experiência ou conjunto de conhecimentos que detém? Este argumento só mostra imaturidade (psicológica, cognitiva e cultural) de quem o usa.
            Passa bem, que daqui não levas mais nada.

  26. Vasco says:

    O Android despeja literalmente as páginas, com uma rapidez incrível.

  27. p0int says:

    Das várias vezes que já testei em vários sites, em ambos…realmente o Android é mais rápido.

  28. JJ says:

    Se “Com um tempo médio de carregamento de página de 2.144 segundo, o Android conseguiu ser mais 52% mais rápido. O Safari apresentou um tempo médio de carregamentos de 3.254 segundos”

    Não seria 34% mais rápido? Ou os 52% são a comparação para outra métrica qualquer?

  29. Re0 says:

    E se quiserem comparar browsers já agora metam o Opera ao barulho 🙂

  30. Rui "ALL" Sousa says:

    Isto é tudo mt bonito do Embedded Browser ser mais lento que o Native Browser e tal, mas a minha pergunta como utilizador comum é, qd eu estou no TwitBird ou outra aplicação qq e mandar abrir um site o site vai abrir mais lento que se manda-se abrir no Safari? É isso que chamam de Embedded Browser e Native Browser.

    Se assim for e indiferentemente do teste n ter usado o Native Browser a minha utilização recai 80% das vezes sobre o Embedded Browser e como tal concluo que o meu iP é mais lento do que se tivesse a usar um Android. Posso tirar essas conclusões, tendo em consideração que 80% dos sites que abro é através de outras app q n o safari?

    • a Friend® says:

      Sim, dentro de Apps de terceiros sim.. e é aí que reside o problema. Esse é sim, um facto.

      A Apple ainda não autorizou apps tirarem proveito de certas features do Safari, como o Nitro, por ex. Mas também porque é algo recente implementado no iOS 4.3 e mais cedo ou mais tarde esse VERDADEIRO problema será resolvido.

      E não é só nas apps de terceiros como também nas webapps, que não andam a usufrurir das tecnologias nativas do safari. 😉

  31. afrsa says:

    Realmente… existe gente mesmo fanática! Devem haver aí muitas namoradas (se é que existem) a sentirem-se sozinhas…

    Onde isto chegou! 🙂

    P.S. É mais rápido… vivam com isso!

  32. Tiago Dias says:

    @ Re0

    “Resumindo e concluindo para terminar esta conversa.
    1. O ios foi completamente dominado pelo android na velocidade de carregamento de páginas Web.
    2. Foram realizados vários testes, tanto usando o 4.2 como o 4.3, e, mesmo assim, o resultado mantém-se: o ios é inferior.”

    Vou apenas responder a estes dois pontos, até porque a discussão sobre o resto já vai longa de mais.
    Já está claro que o browser embutido, ou o próprio browser, do android é mais rápido, seja 1 segundo ou 3 segundos.

    Isso não significa no entanto que o “ios é inferior”. Atenção nisto, ao falar-se de iOS e Android é diferente de se falar nos respectivos browsers.

    Não estou com isto a dizer que um é melhor que o outro, até porque isso será uma questão de gosto e utilização de cada um. O que estou a dizer é que são coisas completamente diferentes passar de “X tem browser mais rápido que Y” para “X é melhor SO que Y”, porque o SO não é só o browser!

    Cumps

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.