Quantcast
PplWare Mobile

Hacking Team agora vende serviços de desencriptação de dados

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Simões


  1. Miguel says:

    Estive a ver o pdf e até encriptação do iOS conseguem ultrapassar!

    • JBM says:

      li a notícia original e em lado algum é feita essa afirmação. Falam isso sim é da necessidade das forças policiais em ultrapassar os problemas colocados com a encriptação, mas nem sequer dizem se é a encriptação do disco ou encriptação de comunicações, ou sequer o tipo de abordagem.

    • trolha men says:

      Ai vós pensavas que só era no android e windows, no ios e osx é igual ou com mais facilidade me parece.

  2. pentestbox says:

    Conseguem quebrar AES 256 bits?
    Se sim então estão bem melhor a a NSA rs

  3. Jose Sousa says:

    mas eles agora vao andar a tirar pessoas de criptas? mudaram radicalmente de area de trabalho…provavelmente tinham mais sucesso a decifrar informaçoes….mas eles e que sabem das suas vidas

    • JBM says:

      é, e criptologia é a ciência das criptas e criptografia é para escrever nas criptas. Cripto deriva do grego kruptós que significa oculto, secreto

      • Jose Sousa says:

        as palavras certas sao cifrar e decifrar…..ve no dicionario….tens o etimo certo para criptologia/criptografia/criptanalise
        mas cifrar e decifrar refere.se a cifras e nao criptas

        • JBM says:

          isso não invalida as palavras encriptar ou desencriptar. A etimologia destas palavras faz todo o sentido em português para o uso dado neste contexto. Se há quem prefira usar cifrar e decifrar isso já é outra questão.

        • JBM says:

          e se fores a um dicionário é bastante provável que encontres esta definição para encriptar

  4. diogo says:

    lol Pentestbox. A Nsa é o top, os melhores estão lá. AES 256 bits ja ha muito tempo foi descodificada. quem diz o contrario não vive neste mundo. Mas atenção que há encriptações que funcionam. Documentos do Sr.º Snowden confirmam isso.

    • JBM says:

      Encriptação AES 256 bem feita nunca foi ultrapassada.

      • pentestbox says:

        Pois e o próprio snowden usou rede tor, usou truecrypt com aes256 , acho q a questão de quebrar vai depender da complexidade da senha mesmo e não do algorítimo, que parece ser MTU forte,o snowden pra usar essas ferramentas e pq sabia o q estava fazendo, então AES 256 e seguro sim, a ponto de não ser quebrado se for usada uma chave grande e complexa, acredito eu.

  5. Miaggy says:

    bem se conseguissem quebrar com a encriptação que alguns ramsonware usam era interessante xD iria haver muita gente interessada nisso.

  6. yaclicka says:

    Falar ou escrever de encriptar ou de desencriptar ate parece uma coisa mais ou menos fácil. Mas e essencial em termos de privacidade ou segurança, nada e garantido mas ajuda muito. Faz falta uns tutoriais a explicar de como tirar proveito desta área o mais simples possível, este assunto ainda provoca de forma natural e com razoes muitos medos. A falta de acentuação deve-se ao meu teclado ser inglês.

  7. diogo says:

    O senhor Sowden utilizou tor com PGP. o Snowden disse que o truecrypt era um alvo abater pela nsa, como outros bons programas. AeS é muito utilizado eu acredito ue descobriram ou uma falha ou uma vulnerabilidade ou um exploit.

  8. pentestbox says:

    Se VC ver o documentário citizenfour sobre o snowden vai ver não créditos a lista de softwares utilizados por ele, e lá se encontra o truecrypt.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.