PplWare Mobile

Governo português quer ter acesso ao tráfego das operadoras


Autor: Pedro Pinto


  1. int3 says:

    Agradeçam aí aos nossos amigos americanos.
    Depois vem para aqui dizer bem disto quando é os EUA mas dizem mal quando é a Rússia.

    • Ricardo says:

      E como o governo tem a maioria, esto passa e não há nada que os portugueses possam fazer. Ditadura e fascismo para dar e vender por esta europa fora a mando dos americanos.

      • nix_sysadmin says:

        Alguém os lá pôs, certo?

      • Humm says:

        Pode escrever para a Assembleia da República de Portugal a pedir para que só permitam a intercepção das comunicações (seja lá qual for o meio) por parte da policia judiciária e depois de obter o mandato de um juiz de um tribunal comum.

        Pode dizer que os serviços secretos devem desaparecer, pois discorda da sua existência, e caso os mantenham, que se limitem a recolher jornais e informações da administração pública pertinentes à segurança do país. A espionagem é inaceitável. Somente a investigação criminal por parte da Policia Judiciária com autorização de um tribunal comum é minimamente aceitável.

        Se existir algum ato criminoso “terrorista” algures no futuro diga que considera a assembleia da república a responsável por não ter criado meios que protegessem melhor a privacidade e segurança das pessoas comuns nomeadamente a nível de comunicações realmente privadas e seguras (coisa que não o são atualmente), além da quase inexistência de policiamento eficaz no dia a dia nas ruas… isso sim preveniria terrorismo.

    • Filipe says:

      Sim, na Russia há muita liberdade de informação! Esta mensagem fez-me rir, pelo absurdo…

      • Vlad says:

        Eu não acho que o int3 esteja a defender a Rússia, mas sim a falar da duplicidade de muitas pessoas. Se os Americanos forem apanhados a espiar não há problemas, mas se for outro país qualquer está o caldo entornado. Desta forma as pessoas não conseguem chegar à conclusão que espiar os utilizadores normais sem nenhum tipo de suspeita é inadmissível, independentemente do país que a executa a espionagem.

    • Panhonhas says:

      A Russia até o Tor queria quebrar por ser utilizado para difundir informação contra o regime. Parabéns pelo exemplo.

    • PÁTRIA OU MORTE!!! says:

      O conceito de “Segurança Nacional” é uma desculpa esfarrapada dos maçons americanos para regredirem e subverterem o conceito de liberdade!!!

      Deixo-vos dois exemplos:

      1) https://www.youtube.com/watch?v=mfTaBUF6Bg8

      2) https://www.youtube.com/watch?v=bkRL3heslG8

      Este governo fascista nada mais faz do que copiar e aplicar a legislação maçónica americana!!!!!

      É UMA VERGONHA!!!!!

      Este trecho do texto diz tudo. Leiam bem com atenção a hipocrisia!!!!

      «Neste quadro prevê-se o acesso a dados de tráfego das operadoras de telecomunicações, o que se rodeia de especiais regras para salvaguardar integralmente os direitos dos cidadãos, em especial o direito à privacidade.»

      ELES DIZEM QUE QUEREM SALVA-GUARDAR O DIREITO À PRIVACIDADE QUANDO NA REALIDADE É O CONTRÁRIO!!!!!

      HÁ MUITO TEMPO QUE ANDO A AVISAR!!!!!!!

      SÓ PARA QUE SAIBAM OS AMERICANOS NA AMÉRICA JÁ NÃO PIAM!!!!!! ANDAM TODOS DEBAIXO DO JUGO DA MAÇONARIA!!!!!!

      PARECE CONVERSA DE LOUCOS??? DEPOIS FALAMOS…

      ESTÃO AVISADOS!!!!!!

      ESPEREM PELO TRATADO TRANS-ATLÂNTICO E TRANS-PACIFICO ONDE VAI SER CRIADA UMA ENTIDADE SUPRA-NACIONAL QUE IRÁ DITAR E IMPOR REGRAS AOS GOVERNOS.

      • Humm says:

        Escreva para a Assembleia da República de Portugal e peça para que todos os que estão lá se oponham a tal, e só permitam que a policia judiciária possa interceptar comunicações e com autorização de um juiz de um tribunal comum, no âmbito de investigação criminal. Os serviços secretos não devem interceptar comunicações, apenas recolher jornais e informações da administração pública referente à segurança do país… ou então nem existirem de todo já que o controlo dos mesmos é de qualidade muito duvidosa!
        Isto é uma questão de bom senso. A privacidade e segurança devem vir em primeiro.
        Se vier a existir algum atentado de certeza absoluta que a intercepção de tudo e todos não a poderia prevenir… e a intrusão na vida privada cria muito mais problemas que aqueles que resolve.

      • Glink says:

        por muito que isto pareça grave, não é motivo para alarme…

        voltem para a novela e o futebolzinho ok?
        voltem a dormir, se tiverem dificuldade em adormecer, contem-se uns aos outros…

  2. Tiago Silva says:

    Só mais uns anitos para meter monitorizar os nossos pensamentos tambem

  3. M3mn0t says:

    Temos de fazer nova revolução neste Portugal de hoje em dia, o 25 de Abril não serviu de nada…desta vez não levamos cravos…..

    Vejam aonde isto está a chegar meus amigos…existe limites para tudo!

    • Humm says:

      Escreva para a Assembleia da República de Portugal e diga claramente que apenas a Policia Judiciária no âmbito de investigação criminal e com autorização de um juiz de um tribunal comum deve poder interceptar comunicações.

      É minha opinião que as comunicações eletrónicas deveriam ser 100% privadas e seguras para proteger tudo e todos nomeadamente da espionagem industrial, de outros países, de perseguidores e tal… mas isso já é uma outra conversa, que fica para quando este for um país mais avançado e correto.

    • RJCA says:

      Revolução? Essa é boa. Vocês só querem é campeonatos de futebol e festas de Verão…

      Tomar atitudes é que tá quieto. Falar/escrever da boca para fora é muito fácil já fazer alguma coisa…

  4. NokTham says:

    “O Governo refere que esta medida faz parte da Estratégia Nacional de Combate ao Terrorismo…”

    Só tenho uma coisa a dizer em relação a esta citação:
    HAAHAHAHHAHA -_-

    A sério, não me façam rir mais que já me dói a barriga.

    • Humm says:

      Escreva para a Assembleia da República e diga claramente que apenas concorda que a policia judiciária, no âmbito da investigação criminal, e com autorização de um juiz de um tribunal comum possa interceptar comunicações.

      E que mesmo que ocorra um atentado considerará Assembleia da República responsável por não proteger a privacidade e segurança das pessoas comuns, nomeadamente da espionagem de outros países, espionagem industrial, perseguidores… enfim daqueles que causam realmente danos no dia a dia na vida das pessoas, empresas e estado a nível moral, físico e económico.

  5. A. says:

    Espero que mais uma vez a República Portuguesa através da sua constituição, e mais importante do que isso pelo seus votos nas eleições, possa por fim! a mais uma tentativa indigna de um governo Indigno há muito tempo…

    • NT says:

      Boas,

      Se for para o combate ao terrorismo a assembleia vai toda presa. Ora vejamos o que significa terrorismo. Segundo a wikipedia “Terrorismo é o uso de violência, física ou psicológica,1 através de ataques localizados a elementos ou instalações de um governo ou da população governada, de modo a incutir medo, terror,(…)” Ora o pessoal fica aterrorizado só de pensar nas “medidas” que estes nossos (des)governos têm tomado.

  6. Liberdade says:

    total control of population…

  7. Rodolfo says:

    Combate ao terrorismo?! LOL! A tipica desculpa. “dá-me a tua liberdade e eu dou-te segurança”. Vamos acabar sem nenhum dos dois.
    A TSA também foi reformada pelo combate ao terrorismo. Veio-se a provar que são altamente infecientes a detectar armas. Mas muito bons a condicionar o publico a ser subserviente…

  8. Sérgio S says:

    “Those willing to give up liberty for security deserve niether and will lose both” Benjamin Franklin

  9. David Guerreiro says:

    Estes ainda são piores do que a NSA

  10. Gabriel says:

    :O :O Portugal tem serviços secretos?!?!?!?

  11. Rafael says:

    Muito bem, Portugal a regredir!
    Privacidade é um DIREITO, não um luxo!
    Podem sempre dizer que não têm nada a esconder na Internet, mas tirarem a privacidade é um desrespeito a todos os cidadãos Portugueses.

    E levanta-se uma dúvida: se hackers conseguem invadir sistemas de extrema segurança, o que lhes proíbe de por este meio ver as nossas contas tanto de joguitos, ou pior, as contas dos nossos bancos? Fico com mais medo ainda quando penso nos problemas que alguns sistemas informáticos portugueses têm.

  12. Pedro C. says:

    Já existem tribunais, mas não o melhor mesmo é: “Para o efeito é criada uma entidade própria integrada por magistrados judiciais” acho que está visto qual é o objetivo ou seja mais tachinhos para os meninos formados em direito.

    • luis verdasca says:

      não, a ideia é fazer algo como há nos EUA, tribunais onde os cidadão não têm acesso e que decidem sem contraditório, esccrutínio, fundamento ou divulgação.

      • NT says:

        Se é para fazer como os Estados Unidos Americados… Ora com 16 anos bora lá comprar uma espingarda mas se queres beber uma cerveja com os amigos tens que ter 21 anos…

  13. alguem says:

    Noticia da treta, ATENÇÃO NÃO É CONTRA O PPLWARE, mas sim ao assunto em si.

    Desde o inicio das telecomunicações, a PJ e outro órgão sempre tiveram e têm acesso dedicado à rede core dos Operadores de telecomunicações em Portugal para efectuar as chamadas escutas.

    A única diferença é que o suposto acesso só era efectuado em casos de pedido via tribunal e notificação ao individuo(a) no casos aplicáveis.

    Com esta mudança deixa de ser necessário pedir ao tribunal, lá vai o sr policia ver se a mulher / namorada e vice versa não anda a trair…

    Contudo mesmo que esta lei seja aprovada, não deixa de ser ilegal/inconstitucional, devido a natureza da privacidade que nenhum estado membro da UE nos pode revogar, expecto nos casos em que as pessoas cometam actos de terrorismo (ainda quero ver se algum advogado vem ou fala na tv sobre o assunto)

    • daniel says:

      acho que deviam fazer escutas era no parlamento, é conhecido pelo maior ninho de ratas e mafiosos que já existiu. Antes de vigiar os pequenos, aprendei a vigiar os grandes.

      • luis verdasca says:

        e achas que essas escutas devem ser feitas a todos os que trabalham no parlamento, mesmo que não tenham cometido nenhum crime nem haja indícios para isso? e se for assim, porque não fazer o mesmo a toda a gente? dois pesos e duas medidas…

        • david says:

          E não é exactamente isso que propõe esta lei? ter acesso a toda a informação sem que haja um indício forte que o justifique!? (sempre ouvi dizer que é preferível deixar um criminoso solto que prender um inocente) presunção de inocência. Escutar todos os cidadãos implica (dalos) a todos como presumíveis culpados! Os contornos desta lei apenas vem dotar o SIS de acesso a informação, que como no caso da “celebre lista vip” tem um acesso tão restrito que passa facilmente passa a capa de jornais.

          • luis verdasca says:

            acho que não percebeste que eu estava precisamente a fazer notar que a lei não faz qualquer sentido e que defender que para uns pode ser aplicada sem problema, desde que não chegue a “nós” também não é defensável. é inadmissível à mesma.

  14. Gustavo says:

    Se o governo quer ter acesso à informação, é só perguntar à Google, que eles têm lá a informação toda, e em claro, de 99% da população…

  15. André Alves says:

    Terrorismo em Portugal?

    • NT says:

      Yup…

      Por exemplo, nos Açores aquele gajo que gamou os gravadores e que esteve ALEGADAMENTE ligado ao caso de pedofilia do Farfalha, agora é o Sr. Presidente da câmara de vila franca do campo…
      Não sei como este povo vota num gajo assim… mas enfim dizem que é a maioria.

  16. maneu says:

    Desculpa mais esfarrapada de sempre. Mesmo com acesso ao trafego não vai adiantar de nada.

  17. ddymoo says:

    «Neste quadro prevê-se o acesso a dados de tráfego das operadoras de telecomunicações, o que se rodeia de especiais regras para salvaguardar integralmente os direitos dos cidadãos, em especial o direito à privacidade.»
    Ora aqui está tudo dito.
    Um acesso a dados de tráfego para salvaguardar o direito à privacidade. Mas de quais cidadãos:
    Dos próprios utilizadores?
    De quem visualiza e analisa esses dados?
    Dos terroristas?
    Dos políticos?
    dos Americanos, sim eles também são cidadãos .

    Acho que é será preciso criar uma comissão de trabalho para verificar a viabilidade.
    depois será necessário a criação de um organismo independente para regulamentar essa nova entidade.
    Tudo claro para salvaguardar todos os direitos e principalidade dos ditos cidadãos.

  18. JMCS says:

    Mais dia menos dia vamos ter de pagar mais numa taxa por cada página visitada, com um goBerno destes…

  19. Bruno Jesus says:

    Existe alguma petição para travar isto?

  20. Filipe Viola says:

    Recebo esta noticia sempre qualquer surpresa visto que o Portugal está mergulhado num oceano de fascismo ao qual só falta a Veneração ao Estado ser mandatória.

  21. wolf says:

    É sempre a mesma coisa, criasse uma entidade que antes de funcionar já está sobe forte influência e supostamente tudo para o bem do povo. Andamos nós a instalar antivírus vpn e toda uma panóplia de programas para sentirmo-nos ligeiramente mais seguros da nossa privacidade e muitos a queixarem-se da nsa china hackers e dos smartphones chineses e mais alguns que trazem spyware backdoors e tudo mais porque nos espiam mas estes políticos perderam toda a vergonha e passam a fazer tudo isso à vista de todos.

  22. João Machado says:

    “No contexto da Estratégia Nacional de Combate ao Terrorismo”
    Más há terrorismo suficiente em Portugal que justifique uma medida destas?
    Durante os debates gostaria de ouvir casos concretos de terrorismo, que se tivessem passado por cá,e que esta medida ajudasse a prevenir ou a chegar aos culpados.

  23. trapoi says:

    eu acho que é EUA esta a tenta fazer que os países como o nosso sigam os passos de m*rda deles
    sinceramente.
    Uma coisa é combater o terrorismo outra coisa é espiar as pessoas
    E pergunto qual é o terrorista burro o suficiente para usar um telemóvel ou Internet para o plano deles sabendo que estão sendo observados. Não faz sentido

  24. Richard Cooper says:

    Os últimos actos de terrorismo que conheço é portugal nos últimos anos, é o BPN e o BES ambos com promiscuidade politica! Claro que é mais fácil fazer show off com leis do que ter a intenção de as aplicar!

  25. er says:

    Qualquer terrorista “decente” não utilizará os tipicos meios para comunicar…

  26. Joao says:

    Portugal não necessita disso porque temos boas praias e excelente gastronomia e o que um terrorista quer depois de uma boa guerrazita é de um bom bronze, sopinhas e descanso!!!! Lol

  27. José Alves says:

    Isto são eles já a precaverem-se contra eventuais tentativas, em vingança, ou paga, pelo mal que têm feito ao povo deste pais. É para evitar que apareçam umas fp’s 26 pu 39 ou coisa que o valha. Este é o grande mal das maiorias absolutas, fazem o que querem, especialmente quando quem os poderia impedir, que seria o banana,perdão, o pr, está do lado deles, completamente marimbando-se para o povo que o elegeu. O povo tem o que merece….

  28. José says:

    Digam NÃO!
    Isto vai passar porque o governo tem a maioria absoluta e é escravo dos americanos,alemães e israelitas que mandam nos interesses de topo, mas se nas próximas eleições continuar com maioria absoluta devido a coligações, jogos de interesse, contra-informação e outras artimanhas politicas, venham para a rua, partam tudo, declarem o governo ilegítimo, rebentem as portas da assembleia, não podemos deixar que nos controlem como gado a caminho do matadouro,digam chega, chega de decisões anti-povo, anti-crescimento e de decisões por “unanimidade” politica do governo central, estas eleições, AGIR.

  29. YUUUP says:

    Peço imensa desculpa, VPNs nem coisas similares não existem … pois é…
    que desculpa bem parva. porque um terrorista que esteja em portugal acede normal ao seu email e diz aos seus colegas para bombardear aqui, causar um massacre alí…

    Para não mencionar que não é necessário serviços disponíveis na internet para dissimular/encriptar dados. Oh well…

    Que desculpa sem sentido. Ao menos vão-se entretendo a bisbilhotar a vida das pessoas para fazer a dita prevenção/filtragem. Good Job.

  30. Daniel says:

    Tanto trabalho para quê? O SIS que abra uma conta no Facebook que encontra lá 99% da informação pretendida!
    Os restantes 1% com autorização de um juiz, tal como já é agora chega bem!

  31. Fernando says:

    Regra de ouro, quem não quer que se saiba algo, simplesmente não coloca nem comenta na web. Nunca existiu privacidade em lado algum, nem que seja a operadora, a empresa de software, a empresa dona do navegador, os distribuidores do SO, seja quem for. Há sempre alguém que consegue saber. A menos que se digite apenas com o dispositivo desligado. E mesmo assim…..hum….CSI…. 🙂 O certo é que para que exista segurança, tem-se sempre de trocar por privacidade. É uma balança que pende sempre para um dos lados.

  32. vitor pinto says:

    Terrorismo em Portugal chama-se “qualquer politico da Republica Portuguesa”. Esses escondem bem as vidinhas deles … ou por outro lado, e que precisam de ser bem espiados .

  33. CMatomic says:

    Agora com desculpa do pseudo terrorismo , tudo se faz para controlar o cidadão e ai daquele diz contrario .
    Como um presidente dos Estados Unidos dizia ” ou estão connosco , ou com os terroristas ” este esquema de chantagem moral , foi também utilizado num discurso do Fidel castro ” socialismo , ou morte ” , dois regimes diferentes mas com um objectivo comum , o controlo sobre as liberdades de opinião .

  34. tails says:

    cuidado que vem ai os maus…os terroristas…eles vem ai……nada como aprender a usar o tails + virtual box + pgp e vpn chain e podem ir mamar ….

  35. SevenF says:

    É verdade os terroristas estão lá dentro. Não estão cá fora.

  36. Gonçalo says:

    A ver se eu entendo eu pessoa do parlamento como cidadão PT posso ver informação confidencial de outro cidadão referente a um negócio que me está associado indirectamente para ganha vantagem comercial. Absurdo! É tudo em nome da liberdade e transparência! …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.