PplWare Mobile

Google coloca em risco vida de polícias

Google coloca em risco vida de polícias

Por Hugo Sousa para PPLWARE.COM


Vítor M.

Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

67 Respostas

  1. int3 says:

    É melhor culpar é quem inventou o transistor porque de facto se não fosse o transistor não havia maneira de comunicar e saber à aquela velocidade e precisão por GPS onde os polícias estavam…

  2. Aquario says:

    Os policias estão sujeitos a estas situações independentemente destas aplicações… Já agora acabavam com os postos de policia uma vez que é certo que estão lá agentes !

    Desta forma as campanhas que a policia faz, com alguma regularidade, disponibilizando as estradas onde vão realizar operações também são prejudiciais para os prórpios agentes.

    Hugo não vás por ai . . .

  3. André Fernandes says:

    Isso é uma questão super complicada. A divulgação de informação como radares ou operações stop, na realidade, é uma informação que ajuda a prevenir acidentes por controlo de comportamento (leia-se velocidade) nas estradas. Ou seja, uma pessoa se sabe que existe uma operação stop ou um radar em funcionamento, modera a sua velocidade naquele troço. Se for um troço propício acidentes, acaba por ser uma prevenção rodoviária.
    Se existem muitos utilizadores a ter acesso a essa informação e isso realmente aumentar a segurança da estrada, deve então ser removida por existe lunáticos com armas? Esse lunático teria agido da mesma forma se tivesse deparado com um carro patrulha, sem conhecimento prévio?

    • Bruno Laranjo says:

      Acho que tens razão, por exemplo a zona da VCI no Porto, têm radares que não multam mas têm outro papel que a EP refere como: “dissuadir os condutores” de circularem em infracção e servem “como aviso para os condutores adequarem a velocidade ao limite permitido”.

      Depois temos os lunáticos que fariam mal mesmo sem essa tecnologia. Essas pessoas devem ser identificados e “educados” para não serem um perigo para a sociedade.

    • Nunes says:

      Saber que existem certas operações Stop pode ser bom para dar visibilidade de que os polícias estão atentos, mas saber onde andam todas as patrulhas não cria um verdadeiro incentivo de prevenção, pois isso levará a maioria das pessoas apenas a cumprir a lei junto dos polícias, facilitando o incumprimento noutras zonas!
      É importante que a pessoas pensem que pode haver polícias a patrulhar em qualquer lado

    • Sergio J says:

      O objectivo da policia dissimulada é que tu nunca saibas se eles estão a 100 km ou ao virar da esquina. Não sabendo onde eles estão, tu vais estar muito mais à cautela. Esse é o grande objectivo, não é abrandar onde eles estão e depois voltar a acelerar.

  4. g0tH1c.X says:

    O problema não é a informação, mas sim o que se faz com ela…
    Pela mesma ordem de ideias, saber onde estão os aviões, por exemplo, em real time, também contribui para possíveis ataques…

    • Filipe Coelho says:

      Exatamente. É como culpar a Colt por matar pessoas, não é a empresa que mata, sim quem compra a arma…

    • knom says:

      viver num mundo paralelo é algo muito fixe……
      o que não faltam nos EUA são ajusto de contas com a policia.. não me admirava nada!!

      e deixa lá de ter ideias exageradas.. é como os moços que vão pintar os comboios e as pessoas dizem que eles os vão sabotar também… tinham menos imaginação sff

    • Gabriel Pereira says:

      Concordo plenamente.

  5. kang says:

    Nos anos 70 os camionistas americanos indicavam a localização da policia através do calão “Checkpoint Charlie”, “Evel Knievel”, “Gum ball machine”, “Smokey” ou “Bear”.
    De que serve retirar a função “Traffic Cop” se depois é substituída pela comunidade por “Obstáculo azul”?
    Deixem-se de tontices!

  6. Daniel says:

    Porque é que inventaram as armas de fogo? já sabiam que só servem para uma coisa, mas mesmo sabendo não impediram a sua propagação…

    • knom says:

      os pais onde fizeram a tal “emboscada” aos agentes que cumprem sempre sempre sempre mas sempre a lei é o maior fabricante de armas do mundo… just saying

  7. chicosoft says:

    O problema é mesmo o Pais em si… Por cá(Portugal) a PSP e GNR dizem onde andam com radares no facebook, e nao os vejo a serem emboscados…

  8. JJ says:

    Se investigarem bem, ainda vão descobrir que o indevido pesquisou no Google onde podia comprar armas, e como se usava armas. E se calhar via Google Maps ficou a saber os caminhos ideais para fuga após o crime.

    Enfim…

  9. Fernando Rodrigues says:

    É mais fácil ser a Google o bode-expiatório do que rever as formas antiquadas, abusivas e autoritárias de patrulhamento de estrada. Quem quiser fazer o mal consegue sempre uma forma. Se não é via Waze é via outra plataforma qualquer (radio scan, sms, amigos…).
    Futuramente isso também deixará de ser um problema, visto sistemas autómatos farão o patrulhamento nas estradas e o risco humano será reduzido significativamente.

  10. Marc Solèr says:

    Com todo o respeito à redação da Pplware, depois de ler o título da notícia pensei logo no Vítor M. como autor… Não me surpreendi…

  11. Vinícius says:

    Imagino como está protegido o cidadão quando policiais não garantem a própria segurança!

  12. zombie says:

    Nos Estados Unidos, a recente preocupaçao excessiva com estas situaçoes e nomeadamente, “a gritaria” a volta desta app, tem outras motivaçoes ! A questao social e racial. Com a meriade de casos, que se vao acumulando recentemente ( ainda na semana passada, houveram mais), de situaçoes no minimo “anormais”, para nao dizer criminosas, de actuaçoes policiais em relaçao a determinados grupos etnicos, tem receio de retaliaçoes cada vez mais incisivas. As pessoas, nao vao continuar eternamente, a “comer” e calar !
    Depois quando se manifestam, dao-lhes porrada em cima! Os mesmos, que vem sp a correr, defender quem se manifesta da mesma forma ou ate bem pior, noutros paises nao alinhados.
    Mm antes destas modernices, os casos aconteciam, basta o exemplo aqui mm ao lado em Espanha, onde durante decadas a ETA, assassionou quase mil pessoas, a maioria delas policias. Portante antes da tecnologia, sao sp outro tp de questoes, que estao por tras dos conflitos. Esta, apenas os pode tornar, ainda mais eficazes e predatorios !
    Eu sou dos que defende, que a policia dece ser respeitada ( alias tive familiares diretos, com cargos de alta responsabilidade nessas instituiçoes ), mas nao temida ( ISSO SERA PA REGIMES NAO DEMOCRATICOS). Mas para isso acontecer, deverao ser os primeiros a respeitar, a cumprir a lei, a tratarem com urbanidade e educaçao. Ao contrario serao sp, um pessimo exemplo e que ira desplotar reaçoes ainda mais pungentes, pq se quem deve proteger, é o primeiro a nao o fazer, a revolta dos “defendidos” pode ser complicada.

    • knom says:

      e quando a policia não respeita? quando abusão do poder?
      eu conheço policias… mas quando é pa abusar do poder e caçar multas esquece….
      bater nas pessoas a torto e direito so porque sim.. porque podem, abuso de poder é crime… mas na republica dos bananas isso não acontece…. na republica dos bananas a policia é sempre o héroi!!
      Viva a republica dos bananas!!!

  13. TR says:

    “Google coloca em risco vida de polícias” A sério pplware? Como já disseram em comentarios anteriores pq não culpar quem inventou o transistor? Ou o GPS? Ou os smartphones?.. Enfim mais “artigos” do mesmo por parte da pplware, parece que a caça à bruxa continua por estes lados..

  14. Nuno Pinto says:

    se fizessem uma aplicação semelhante mas com a localização dos políticos estariam a prestar um verdadeiro serviço público…

  15. ruepa says:

    Deve ser a primeira noticia que “ataca” a google e nem os fanboys de outras marcas vêm defender o artigo, para se ter uma ideia do nível ridículo a que isto chegou 😉 Nesta esticaram a corda um bocado xd de tão rebuscada que é. Qualquer dia vemos uma noticia aqui do genero “google responsável pelo 11 Setembro – terroristas usaram o google maps” ou “apple responsável pela morte de 50 – motorista usava o iphone enquanto conduzia”. Menos gente…

  16. Antoino says:

    Sim, é verdade !!!
    Esse assassino se visse um carro patrulha à beira da estrada não disparava porque não apareceu no Waze !!!!
    LOL
    A culpa não é da arma mas sim de quem puxa o gatilho !!!

  17. tiago says:

    A google que abra os olhos e retirem essa opção como quando fizeram com o Chrome que despacharam a actualizar quando foi confrontada com um bug ainda bem á pouco tempo.

    São todos informáticos dentro daquela empresa e ninguem é capaz de retirar essa opção e obrigar a fazer a actualização? Simples…

  18. LP says:

    De facto sem estas aplicações ninguém matava os polícias porque ninguém sabia onde eles estão uma vez que eles andam disfarçados e estão escondidos…

  19. chr_27 says:

    Mas e se o Waze foi usado num iPhone, será que a culpa continua a ser da Google? Não se pode culpar a Apple por fornecer acesso a uma app tão maliciosa?
    Fazer uma relação tão rebuscada destas não faz qualquer sentido. Se vamos por aí, muito mais facilmente se acusam as marcas de carros, de colocar as pessoas em risco. Ou melhor, o facto de os policias estarem num carro sinalizado e com umas luzes por cima é que colocaram os polícias em risco. E por aí a diante…

  20. Pedro Peixinho says:

    Pensas que acabou oh aquario, pensas que ficaste por cima? Quando saires ao meio-dia e quinze tou a tua espera no lobby para onde e que eu tenho de ir :p que achas?

  21. Ricardo Santos says:

    Título incendiário. Fanboys vão ser fanboys.

  22. Filipe says:

    Já começa a parecer-se com a série “Person of Interest” saber onde e quando está tudo e todos.

  23. joão rito says:

    e não esquecer George Orwell que escreveu 1984 e que criou o “Big Brother”, o Alan Turing pelo contributo ao computador moderno e o Von Neumann também, o tipo que criou o ábaco, Benjamim Franklin pela energia eléctrica, Pingala por ter inventado o sistema binário, o nosso antepassado que descobriu o fogo, Vasco da Gama por ter chegado à Índia, Cristóvão Colombo por ter descoberto a América.

    E o tipo que inventou o donut porque na esquina da foto tem, quase de certeza, uma loja de donuts.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.