PplWare Mobile

Fui multado, como posso requerer o registo fotográfico do radar?


Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. Raul Vidal says:

    Somando tudo a quanto fica o pedido?

    • NT says:

      Bem isso é bom agora o ter que pagar para fazer provar que fomos mal identificados… Acho bem que quem queira contestar a ‘multa’ e não tenha razão sejam aplicadas todas essas taxas, taxinhas e até mesmo os ‘tachinhos’…
      Agora casos em que tratores agrícolas que nunca saíram de uma das ilhas (açores ou madeira) sejam multados por excesso de velocidade na A2 essas taxas deveriam ser aplicadas aos agentes envolvidos na passagem do auto.

      • MShaitan says:

        E não podem ser chicos espertos com matrículas falsas..?! Acho muito bem que haja controlos de radares, porém, não concordo que estejam escondidos, até porque isso naquele momento não vai fazer as pessoas andar devagar.. Já com prévio aviso as coisas mudam de figura..!!!

        • mythic says:

          tens razao , o sr do cafe aonde eu ir recebeu uma multa de umas centenas para pagar por ter passado na via verde sem identificador numa auto estrada no sul(ele é do porto) , ele contestou e apresentou como provas um video do casamento da filha que foi nesse dia em que o carro da noiva era o dele renault laguna e cerca de 200 testemunhas , acharam estranho e a judiciaria investigou como era possivel andar 2 lagunas verdes com a mesma matricula a 400km de distancia a mesma hora , resultado , existiam 26 lagunas com a mesma matricula , burla do stand

          • Rafael says:

            26??!!
            Já tinha ouvido falar nesse tipo de burla, mas 26!! Vai lá vai…
            Como é possível…

          • APereira says:

            Calma lá que isso tem muito que se lhe diga, e por várias razoes.

            1 – Se os carros foram vendidos a pessoas que nao tinham conhecimento da burla, todas elas iriam fazer seguro, todas elas iriam fazer inspecao. Logo em pouco tempo já haveria alguem a investigar porque raio o mesmo carro tinha 26 seguros diferentes em nomes diferentes e ainda faziam 26 inspecoes por ano. Isto já para nao falar do respetivo pagamento do IUC.

            2 – Quando compras um carro, ele tem de passar para o teu nome, e aí recebes o respetivo documento unico com o teu nome e dados do carro (matricula incluida claro), logo o IMTT ja estaria a investigar porque e que um carro teria 26 donos diferentes.

            3 – Os numeros de chassis sao verificados nas inspecoes em varios pontos diferentes do carro, normalmente vidro e longarinas. Logo seriam facilmente descobertos.

            Ou seja, a provabilidade de haver mais de um carro com a mesma matricula a circular sem o respetivo “dono” saber muito mas muito muito baixa, quanto mais 26.
            Algo esta muito mal contado no meio de toda essa historia.

        • NT says:

          “E não podem ser chicos espertos com matrículas falsas..?! ” Pois, porém não tem que ser o cidadão que respeita a lei a pagar por esses chicos espertos e com tanta “espionagem” para bem da segurança como é que isso passa? Podem ser terroristas que usem esses carros com matriculas falsas para transportar bombas…
          Farto de ser mais uma ovelha e deixar que meia dúzia de cães mandados por 2 ou 3 pastores controlem a minha vida.

  2. João says:

    Conheço pessoalmente uma pessoa que recebeu pelo correio uma multa por excesso de velocidade do seu carro a 150km de casa…..que estava desmontado a fazer o restauro numa oficina. Há ai muita gente a circular com matriculas falsas.

    • Pedro Almorin says:

      o mais estranho são tractores multados a +de 150km.
      Não tenho conhecimento de casos reais assim mas pelo menos já é mito Urbano 🙂

  3. Jorge says:

    Já estou a espera da dita foto a mais de 6meses

  4. Agostinho says:

    Mas antes de pedir os registos deve-se pagar a multa ou nao? Ou quando se faz os pedidos o tempo de pagamento da multa fica congelado?

    • R!cardo says:

      Não, deslocas-te ao comando regional da psp mais perto de ti e pedes os requisitos para veres o processo e não pagas nada. Se não tiveres razão ai é que tens de pagar a multa.

    • pedro says:

      deve, pelo menos, colocar o dinheiro da multa à disposição / cativo. passando num posto eles explicam exatamente como fazer. não é obrigado a fazê-lo, mas se o fizer e caso venha a confirmar-se a infração, paga o valor minimo e fica com a apreensão de carta pelo período minimo ou até mesmo pena suspensa. caso não cative o valor da multa, se a infração se confirmar leva com pelo menos o dobro do minimo da multa e fica sem direito a pena suspensa na carta. basicamente, a questão do dinheiro cativo é visto como ato de boa fé por parte do cidadão.

  5. Rafael says:

    Olha, uma carrinha do pão do José Patrício Marques do Paiol!!!
    Bom artigo Vítor! 😉 Obrigado!

  6. Zé Lau says:

    Recebi uma multa de transito no Brasil e o papel além de ter demorado apenas 2 semanas, a notificação vem com 2 fotografias da evidência. Reclamei e fui ouvido por pessoas que nos ouvem e a multa fui anulada. Não paguei nem 1 tostão por isso.
    Aí reclamar o que quer que seja é um problema, além do tempo que demora o documento a ser “processado”. Alguém nos ouvir, esqueça, a prepotência domina e só por estar ali somos criminosos……..

  7. julio monteiro says:

    Pedi a foto e espero ha um ano, lamento como esta cambada de malandros demora tanto tempo para enviar um mail

  8. Wilfred says:

    O mais estranho é o valor do suporte digital, que no meu entender deveria ser gratuito ou pelo menos mais barato.
    E no caso de termos a razão, é nos devolvido todo esse valor gasto! Provavelmente não, e certamente a multa tem mesmo que ser paga, para depois se fazer outro pedido, desta vês de reembolso. “NO CASO DE TERMOS A RAZÃO” O que é difícil de acontecer temos que admitir.

  9. Tugatento says:

    Somando estes valores será que há vontade de reclamar? Para onde vai o dinheiro? Para emolumentos do pessoal dos serviços? Isto e tudo a gamar o contribuinte. Não há pachorra para aturar estes m###as.

  10. Kabuki says:

    E nas fotos tem de aparecer só a viatura do condutor multado. Existem fotos em que aparecem mais viaturas tipo uma frente e outra atrás. Não serve.

  11. Manuel Pinho says:

    Em suma, os custos apresentados para termos acesso às provas que nos “incriminam” acabam por ser dissuasores, mas isto é a lógica do Estado para com o cidadão em quase tudo, desde estas provas às certidões que temos de obter no registo civil. Pagar caro um serviço que qualquer um de nós fazia por menos de um café!
    Sou da opinião que com tanta tecnologia ao nosso dispor, e com a nova carta por pontos, fazia todo o sentido termos acesso ao nosso cadastro quando quiséssemos e consultar todas as provas quando fossemos autuados sem esta necessidade de as pedir. Se prevaricamos, temos de saber onde, como e porque e não temos de andar a pedir “provas”, estas devem ser-nos apresentadas como prova do nosso “crime”.
    Desta forma, evitar-se pedidos, custos e perdas de tempo desnecessários para ambos os lados.

  12. Wazer says:

    O estado, como pessoa de “Bem”, supostamente, deveria de entregar juntamente com a coima a fotografia, sem quaisquer pedidos especiais. Isso sim, é uma demonstração da verdade. Agora só com pedidos especiais, estão simplesmente a chular as pessoas, para não fujir à regra.

    No entanto, a minha esposa foi multada por excesso a cerca de um ano e pouco, e juntamente com a coisa para pagar, veio a imagem do radar, sem que para isso se tivesse feito algum pedido especial.

    A fotografia do veiculo infrator deveria por norma ser sempre entregue, sempre!

    • Wazer says:

      Inclusive a certificação do radar.
      Por isto, não percebo agora toda esta burocracia para se ter a imagem segundo se relata na noticia. Pensava eu, que fosse já prática comum.

    • APereira says:

      Isso é o que acontece por exempo no UK, onde se por ventura receberes uma multa em que nao esteja presente a respetiva fotografia, etc etc nao tens de pagar.

      Se na foto nao for claro a marca, modelo e cor do carro nao tens de pagar tambem.

    • Jéssica says:

      Até podem dizer mal do Brasil,mas a princípio recebemos uma autuação da multa e passado alguns dias recebemos o valor da multa com as fotos do radar.

  13. henrique says:

    Já fiz o pedido relativo a uma multa por excesso de velocidade, paguei a importância respectiva, enviei a carta registada à ansr, fiz tal e qual como o procedimentos que vocês aqui no site indicam. Na altura tive que pagar a multa para não ficar sem os documentos.
    No entanto, já lá vão mais 2 anos e até agora nada de registo fotográfico.

  14. Miguel Porto says:

    Gosto do artigo mas não entendo porque o sistema de pontos “será muito mais doloroso”.
    Uma coisa que também está mal no nosso sistema é pagar para se reclamar. Deve-se pagar sim mas se não se tiver razão. Outra coisa também injusta é o estado não pagar juros numa devolução mas nós pagamos coimas e juros se não pagarmos logo 🙁

    • Telmo M. says:

      O estado trata-nos como gado. Somos exclusivamente úteis para sermos explorados para usufruto de uns poucos do governo.
      Eles acham que precisam de talheres em prata e altas máquinas para se deslocarem.

  15. Ricardo Almeida says:

    Mas não basta pedir a prova fotográfica pela net? Através do portal das contra-ordenações? Foi assim que pedi o meu. Devo referir que ainda estou à espera que façam a soma do valor a pagar, para depois pagar. Depois já sei que tenho de esperar mais uns meses para receber a foto…

  16. Augusto says:

    Já vi aí pessoal a dizer que se tem que pagar, e depois reclamar. Não é pagar mas sim deixar o dinheiro em depósito caso tenha razão devolvem. Pagar é assumir o erro. Isto pelo que me contaram.

    • AR says:

      Alguma vez soubeste de um caso em que tenham devolvido o dinheiro sem ir a tribunal?
      Eu também näo, e estou há espera de uma multa há 6 anos. Respondem sempre que o meu pedido de reembolso foi adicionado ao processo.
      Se pagam ou fazem depósito nunca mais veem o dinheiro! Näo é preciso pagar nem fazer deposito para apresentar defesa ou pedir a foto.

  17. Raul C Bastos Veloso says:

    Simplex. Sacar. Roubar é tudo igual.

  18. Joao Souza says:

    O Sr. Shaitan tem toda razão. Estar escondido o radar passa a multa evidentemente, mas não abranda a marcha. Se estiver a 200km continua o resto da viagem a 200km ou perto disso.
    Depois não se percebe estes valores para pedir prova dos nossas direitos. Não tem outro motivo: chular as pessoas.
    Vergonha…

  19. Luis Soares says:

    o que tem que fazer é o pedido de injunçao da multa e ponto final…. qual prova fotografica qual que…..segundo decreto lei todo o controle fixo de velocidade feito pela autoridade obriga a informaçao prévia com sinalizaçao propria na estrada em questao !!! façam busca sobre a lei e informem-se…..nao pagam uma!!!!

    • dunno says:

      Qual e o decreto de lei ? Pode ser util a algumas pessoas

    • Kabuki says:

      Isso é válido se o radar for fixo. Normalmente usam o radar “Multa Nova MR 6FD” que pode estar instalado numa vatura em andamento, neste caso não é necessária prova fotográfica.
      Nos casos em que usam o “Multa Nova 6FD” fixo em tripé ou mesmo o “Multa Nova MR 6FD” que pode ser montado dentro de uma viatura imobilizada as multas são inválidas se estiverem escondidos ou disfarcados. A lei é bem clara, precisam de estar identificados e com aviso, tal qual os radares instalados fixos. É que mesmo sendo um radar móvel e estar a ser utilizado em tripé ou numa viatura imobilizada torna-o fixo, está poisado.

  20. João Morais says:

    Isto é só para desmotivar … depois de somado todos os valores vão ver em quanto fica … enfim…. é o que temos …

  21. R!cardo says:

    Para evitar o pagamento do registo fotográfico, basta pedir para ver o processo. Mais tarde vão ser notificados em casa para ir ver o processo ao Comando Distrital da PSP.

  22. José freitas says:

    Devem antes de tudo consultar o decreto-lei sobre a velocidade
    Só é punido pela nossa lei casos de velocidade média (V M)e nunca por velocidade imediata (V I)

  23. Manuel Ribeiro says:

    Reclamar multas! Eu fiquei a arder. Supostamente fui apanhado a conduzir ao telemovel, e não tinha telemovel, passafos 4 meses recebi a intimidação para me apresentar na psp, pedi o auto e verifiquei que a matricula era a minha a marca era do meu carro mas a cor no auto era cinzento e o carro é vermelho. Paguei e reclamei ao governador civil e a resposta foi ” Pagar a multa em dobro ” Dá para acreditar! Paga e não bufes.

  24. Miguel says:

    Eu fui multado indevidamente pela Emel pelo que ao exigir que não me multassem, multaram à mesma com a desculpa de que tinha de preencher um papel a entregar na loja de cidadão que me entregaram na hora. Preenchi cheguei à loja de cidadão ninguém me aceitou o referido papel visto que não havia governo civil e blá blá blá. Fui a uma amiga advogada que me disse que o papel que me entregaram nem sequer tinha validade visto a quantidade de erros que lá estavam.
    Enfim era sodomizá-los a todos. Em portugal é isto, orgulho…

  25. Marco says:

    É mas é pedir os certificados de calibração dos radares … e ver que na maior parte dos casos os aparelhos não os têm …

  26. A.Correia says:

    No meio disto tudo, está a incompetência da organização da ansr.
    Aconselho a que, reclamem SEMPRE e na reclamação é que solicitam a entrega das fotos e certificados de fabrico e funcionamento dos radares, MAS…..entreguem pessoalmente no posto da GNR ou PSP ficando com cópia carimbada pela autoridade para fazer fé, e, aí, a reclamação entra de imediato no “sistema”
    Porem, todos os processos que demorem mais de dois anos a ter resposta, são arquivados, não havendo consequências por terem prescrito.
    Os que pagaram, ficam sem o dinheiro mas não têm penalização.
    MUITO CUIDADO COM OS PONTOS.

    • FERNANDO DE CARVALHO says:

      Carimbada só, não chega. Para servir de recibo de entrega, tem de ser carimbada com data e hora de entrega e assinada, com o respectivo Nº. e posto do agente.

  27. KillerX says:

    A polícia só está lá quando apetece não é como na América que fica 24 horas ao serviço.

  28. Sodacni says:

    Em portugal é a politica da caça à multa,
    em vez de se prevenir e a localização dos radares estarem assinaladas, não, deixem os carros andar as 200/300 nem que se espetem o que interessa é a multa

  29. wpjoao says:

    outra coisa e pedir a revisão do radar tem que ter inspeccionados todos os anos se não forem podem reclamar e a multa fica sem efeito

  30. alexgomes says:

    Uma multa por circular na faixa do BUS passada por um agente da PSP é valida sem ter fotográfica? Ele pode multar so porque diz que viu?

  31. MIKO says:

    alguém sabe me explicar se a fotografia deve ter incluído os valores da velocidade? ou basta enviarem-nos uma foto da viatura e depois “inventar” uns números para a velocidade? Onde saber se os números são verdadeiros ou inventados? A minha palavra de que ia a uma velocidade inferior à indicada tem alguma validade?

  32. Vasco says:

    Ola! Antes de mais dscp por pedir ajuda sou novo nisto!
    Hj num local de 100km/h…passei a 125-130km/h num radar…..
    Mais a frente estavam 2 brigadas com 2 carros ja parados a serem autuados ….eu passei olharam para mim mas n fizeram qq sinal…
    A minha duvida e: vou receber a multa em.casa ou dado q n mandaram parar devo relaxar?
    Obrigado!!

    • Manuel Pinho says:

      O melhor é rezares à tua santinha para as autoridades olharem para a situação e deixarem passar. Há situações em que toleram, outras em que basta ultrapassar o limite e já foste. Vais ter de aguardar para ver o que te sai na rifa.

    • Gyver says:

      Tás safo. Não te preocupes. Eles só querem as infrações mais graves e rentaveis, de pessoal que anda mais de 30kmh acima do limite.
      Se rendesses pelo menos 120€, teriam-te mandado parar para recolherem logo o dinheiro.
      E se tivesses sido flashado terias visto o reflexo no espelho.

  33. Philleas says:

    O problema é que atualmente as fotos do radar são manipuladas. São recortadas e usam filtros de luz e contraste. Não se tem acesso a foto bruta. Ex: radar na CRIL acham que com aquele fluxo de trânsito, é possível aparecer apenas um carro na foto? Há uma reportagem antiga de quando o sistema foi implementado que mostra o operador a ajustar a imagem.

  34. Hugo Gaspar says:

    Há algum prazo legal para a ANSR responder ao pedido de envio de prova?

  35. Jéssica says:

    Recebi pelo correio 2 multas por exesso de velocidade as duas no mesmo local entretanto uma era as 17:44 120€ e a outra 17:54 300€ ,fui ao posto da GNR e os sacanas tiveram coragem de dizer que eu possivelmente fui e voltei.o que faço? Pago as multas e depois contesto?

    • Gyver says:

      Se pagares esquece, fica o caso resolvido. Pagaste, fechado. Nunca mais te respondem sequer.
      Se nao tem fotografia, o primeiro passo é pedir em ambas. Se já tem foto, estao boas? é o teu carro? e há mais carros na imagem?

  36. José Augusto Lopes says:

    Bom dia,
    É legal radares escondidos/sem sinalização.
    Obrigado.
    Cumps.
    José

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.